Yustrich x Oposição Corrosiva
Centenário Clube Competição Cruzeiro Esporte Futebol História Num Dia Como Hoje Profissional

Num dia como hoje – Oposição corrosiva

História da oposição corrosiva

Em primeiro lugar, diz o ditado que nosso maior inimigo está dentro de nós, o que deve valer para o Cruzeiro. Uma oposição corrosiva pode provocar anos de crise e até colapso, como o que vivenciamos em 2019, 2020 e atualmente.

Esta é a história de um jogo num certo 25 de maio que os cruzeirenses precisam saber. Portanto, os principais personagens desta partida não entraram em campo.

Zezé Moreira e dirigentes

Zezé Moreira pode ser considerado um dos maiores treinadores do Cruzeiro. Foi o comandante da conquista na Libertadores de 1976. Entretanto, alguns dirigentes não gostam de alguns técnicos e que se dane a equipe.

O jogo

No dia 25/05/1977 o Cruzeiro foi a Poços de Caldas(MG) enfrentar a Caldense pelo campeonato estadual.

Estádio Cristiano Osório lotado e uma vitória magra por um gol único, marcado por Eli Carlos aos 70′.
O time de Zezé Moreira, em sua penúltima apresentação como técnico supercampeão, formou com: Raul, Nelinho, Zezinho Figueroa, Darci Menezes e Vanderlei; Zé Carlos e Eduardo; Eli Mendes, Neca, Eli Carlos e Joãozinho. Flamarion substituiu Eli Mendes e Valdo(1) substituiu Neca .

O jogo foi entre o clássico contra o América(MG) que terminou em 0 a 0 e com briga entre jogadores e o confronto diante do maior rival. Uma derrota que determinaria a saída de Zezé Moreira, surpreendentemente aproveitada pela oposição corrosiva para tristeza da torcida.

Curiosidades

Este jogo foi a última vitória do time conduzido por Zezé Moreira. A derrota no jogo seguinte expôs o confronto com Carmine Furletti e provocou o pedido de demissão do treinador.

Zezé Moreira tinha o apoio de Felício, entretanto, para não piorar o ambiente,  Brandi aceitou o pedido de demissão. Por outro lado, Furletti já havia sondado feito sondagens para Zagallo substituir Zezé Moreira. Felício, com o propósito de desautorizar seu vice, contratou Yustrich. O polêmico treinador apresentou-se antes que Zagallo chegasse a Belo Horizonte. Foi o estopim para a renúncia de Furletti, Lambertucci e Elias Barburi – os diretores de futebol.
Enfim, a oposição corrosiva, mesmo com as performances na Libertadores (76 e 77) e o Mineiro de 77 anunciava que algo de ruim ia acontecer.
 
Desse modo, Furletti e seus dois diretores aliaram- se a Francisco Lemos, ferrenho opositor e inimigo de Felício Brandi e começaram uma oposição violenta que nos levou a seis anos de derrotas inexplicáveis.
 

Imagem: Reprodução Vavel.Com

(1) Valdo é dos jogadores que tiveram homônimos e não se diferenciam pelo sobrenome ou sufixos com 1, 2 etc. Este jogou nos anos 70, outro jogou nos anos 90.

Fonte de Pesquisa: Almanaque do Cruzeiro

Autoria

Marcus Trópia

Nota do editor

Este texto, bem como outros da trilha ” Num dia como hoje “, podem ser acessados clicando no link.

Deixe uma resposta