Juanito - Seleção Mexicana 1970
Centenário Clube Cruzeiro Esporte Futebol História Num Dia Como Hoje Palestra

Num dia como hoje – Seleção Mexicana

Confronto – Seleção Mexicana

Num dia 17 de maio, mais precisamente em 1967, o Cruzeiro estava excursionando na América do Norte (EUA e México) e realizou partida contra a Seleção Mexicana.

Nessa data, o jogo foi contra a Seleção Mexicana, que iniciava sua preparação visando receber as seleções classificadas para o que viria a ser a Copa do Mundo do tricampeonato brasileiro e a posse definitiva da Taça Jules Rimet.

Local

O confronto foi realizado na cidade de Leon (MEX), no Estádio León, cujo nome oficial é Nou Camp.

Estádio NOU CAMP - Site Cidade de León Wikipedia
Estádio NOU CAMP – Site Cidade de León Wikipedia

Localizado na cidade homônima, o estádio inaugurado naquele ano foi construído para a Copa do Mundo e Leon uma das sedes daquela competição. A capacidade do estádio era de 35 mil espectadores e estima-se que o amistoso contra o Cruzeiro tenha recebido em torno de 20 mil espectadores.

O Jogo

O Cruzeiro venceu a Seleção do México por 1 a 0, gol de Batista ( que poucos cruzeirenses devem se lembrar ), aos 37 minutos do primeiro tempo.

O técnico Airton Moreira utilizou Tonho, Dawson, William, Vavá e Murilo II; Zé Carlos e Ílton Chaves; Antoninho, Tostão, Marco Antônio e Batista.

Curiosidade

O torcedor cruzeirense deve estranhar uma escalação de 1967 com somente dois jogadores “conhecidos” da maioria: Zé Carlos e Tostão.

Existe uma explicação.

O Cruzeiro fez dois jogos pela Taça Libertadores no Peru contra o Universitário(PER) e Sport Boys(PER) e de lá fez uma sequência de amistosos com um time “misto”. Exigência dos empresários é que somente Tostão tinha que estar presente.

Certamente, jogadores como Murilo II, Antoninho e o próprio Batista, autor do gol histórico com um selecionado nacional principal, estão na memória de poucos cruzeirenses, mas nunca é tarde para o registro.

Por outro lado, as competições no Brasil ( à época CBD) exigiam a presença do time principal. O Cruzeiro teve um jogo contra o Botafogo(RJ) pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa em 14 de maio e o glorioso ” mistão ” ficou incumbido de ganhar as partidas pela Libertadores e amistosos. Por outro lado, o time principal ganhava partidas(1) no Brasil.

(1)  Na realidade perdeu para o São Paulo(SP) e o Grêmio(RS) neste período.

Imagem: Reprodução BancadadoFutebol.blogspot

Fontes de Pesquisa: Almanaque do Cruzeiro, Cruzeiropedia, e Wikipedia.

Autoria

Marcus Trópia

Nota do editor

Outros textos estão relacionados em ” Num dia como hoje

2 Replies to “Num dia como hoje – Seleção Mexicana

  1. O interessante é que estas excursões com o ídolo maior é que sustentavam financeiramente o time. E elevaram o respeito do Cruzeiro, assim como aconteceu com o Santos. Engraçado é que outros times “grandes” do Brasil não seguiram os passos do Santos.
    Este jogo me fez lembrar o alvoroço que provoquei num bar no México quando Mostrei uma Revista do Cruzeiro com o Tostão na capa. Agora tá explicado.

Deixe uma resposta