Centenário - Elivélton 0 Humberto Nicoline - Arquivo - Hoje em Dia
Atleta Centenário Clube Competição Cruzeiro Esporte Futebol Notícia Profissional Título

Centenário: Quando um “pé ruim” pode ser eternizado num título – Hoje em Dia

Faltam 30 dias: gol com o pé ‘ruim’ colocou Elivélton na história cruzeirense

 

Aos 30 minutos do segundo tempo, aproveitando um rebote da defesa adversária, após escanteio cobrado pela esquerda, ele, que é canhoto, chuta de pé direito, a bola passa por baixo do goleiro Balerio, e faz explodir o Mineirão, que recebia naquela noite de 13 de agosto de 1997 95.472 cruzeirenses.

Este lance coloca o meia-atacante Elivélton na história do Cruzeiro, pois garantiu ao clube o bicampeonato da Copa Libertadores, conquistado sobre o Sporting Cristal, do Peru, com uma vitória por 1 a 0, no Gigante da Pampulha.

Revelado pelo Esportivo, de Passos, cidade do Sul de Minas, Elivélton ganhou fama e um lugar na Seleção Brasileira defendendo o grande São Paulo, de Telê Santana, no início da década de 1990.

Depois de uma passagem pelo futebol japonês, retornou ao Brasil para defender Corinthians e Palmeiras, onde manteve sua fama de pé-quente.

E ela se confirmou também na Toca da Raposa. Além do título da Copa Libertadores, ele ganhou ainda pelo clube um bicampeonato mineiro, em 1997 e 1998.

Marcou ainda na Vila Belmiro, em 8 de novembro de 1997, sobre o Santos, o gol que tirou qualquer chance de rebaixamento do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro daquele ano aos 37 minutos do segundo tempo.

No segundo semestre de 1998, após desentendimento com o técnico Levir Culpi, deixou a Toca da Raposa.

Mas aquele gol na noite de 13 de agosto de 1997 já tinha colocado seu nome na história cruzeirense, na galeria daqueles que marcaram gols de títulos importantes na trajetória do clube.

A FICHA DO CRAQUE

NOME: Elivélton Alves Rufino
NASCIMENTO: 31 de julho de 1991
LOCAL: Serrania (MG)
ESTREIA NO CRUZEIRO: 29 de janeiro de 1997 – Cruzeiro 1 x 2 Fluminense – Amistoso – Independência
PERÍODO NO CRUZEIRO: 1997 e 1998
GOLS: 17
JOGOS: 77
TÍTULOS: Campeonato Mineiro (1997e 1998); Copa Libertadores (1997)
OUTROS CLUBES: Esportivo de Passos; São Paulo, São Paulo, Nagoya Grampus (Japão), Corinthians, Palmeiras, Vitória, Internacional, Ponte Preta, São Caetano, Bahia, Uberlândia, Alfenense, União de Rondonópolis e Francana
NA SELEÇÃO BRASILEIRA (jogos oficiais)
ESTREIA: 30 de outubro de 1991 – Brasil 3 x 1 Iugoslávia – Dilzon Melo (Varginha) – Amistoso
GOLS: 1
JOGOS: 13

Imagem: Humberto Nicoline – Hoje em Dia/Arquivo

 

Admin_PHD
Raposão PHD Páginas Heroicas Digitais
https://paginasheroicasdigitais.com.br

Deixe uma resposta