Ninão - Futebol no Embalo da Nostalgia - Plínio Barreto
Atleta Centenário Clube Cruzeiro Esporte Futebol Nos tempos do Palestra Notícia Palestra Profissional

Centenário: Ninão, o artilheiro que colocou os Fantoni na história – Hoje em Dia

Faltam 86 dias: Artilheiro nato, Ninão começou a colocar os Fantoni na história do Cruzeiro

 

Em 17 de junho de 1928, o Palestra Itália recebeu o Alves Nogueira, time já extinto de Belo Horizonte, no Estádio do Barro Preto. O jogo era válido pelo Campeonato da Cidade (Mineiro) daquele ano. O placar de 14 a 0 é a maior goleada de toda a história cruzeirense. O atacante Ninão marcou dez gols no confronto, recorde na trajetória do clube.

Neste mesmo Campeonato da Cidade de 1928, quando o Palestra Itália conquistou seu primeiro título estadual reconhecido pela Federação Mineira de Futebol (FMF), Ninão estabeleceu outra marca, ainda mais impressionante. Ele foi o artilheiro da competição com 43 gols.

João Fantoni, o Ninão, é o primeiro ídolo e craque palestrino. E abriu a trajetória da família mais tradicional da história do clube, pois depois dele, vestiram a camisa do Palestra Itália ou do Cruzeiro, seus irmãos Niginho e Orlando, o primo Nininho e os filhos Benito e Fernando.

Sexto maior goleador cruzeirense em todos os tempos, em média ele é imbatível. Foram 163 gols em 130 jogos, 1,25 por partida.

Em 1931, após o tricampeonato estadual do Palestra em 1928, 1929 e 1930, competições que tiveram sempre ele como goleador, com 43, 33 e 18 gols, respectivamente, Ninão foi jogar na Lazio, da Itália, para onde partiram também seu primeiro Nininho e o irmão Niginho.

Ele retornou ao clube em 1936 e encerrou a carreira em 1938, com a camisa palestrina. Como treinador, foi campeão mineiro em 1943.

A FICHA DO CRAQUE

NOME: João Fantoni
NASCIMENTO: 24 de junho de 1905
LOCAL: Belo Horizonte (MG)
MORTE: 19 de julho de 1982
LOCAL: Belo Horizonte (MG)
ESTREIA NO CRUZEIRO: 23 de setembro de 1923 ¬– Palestra Itália 3 x 3 Flamengo – Amistoso – Barro Preto
PERÍODO NO CRUZEIRO: 1923 a 1931, 1936 e 1938
GOLS: 163
JOGOS: 130
TÍTULOS: Campeonato Mineiro (1928, 1929 e 1930)
OUTROS CLUBES: Lazio (Itália)

Imagem: Reprodução Livro “Futebol no Embalo da Nostalgia” – Plínio Barreto

Admin_PHD
Raposão PHD Páginas Heroicas Digitais
https://paginasheroicasdigitais.com.br

Deixe uma resposta