Centenário - Niginho - Reprodução Hoje em Dia
Centenário Clube Cruzeiro Esporte Futebol Nos tempos do Palestra Notícia Palestra Profissional

Centenário: “Menino Metralha” o maior jogador antes da Era Mineirão – Hoje em Dia

Faltam 98 dias: Niginho foi o maior ídolo do clube nos tempos de Palestra Itália

 

A maior marca cruzeirense nos tempos de Palestra Itália foi Niginho, que escreveu seu nome na história do clube com dois grandes feitos.

Foi o primeiro jogador do futebol mineiro a defender a Seleção Brasileira e a marcar gol, isso em 1936, na disputa do Campeonato Sul-Americano, em Buenos Aires.
É também o maior goleador do clássico contra o Atlético, com 25 gols.

Chamado de Menino Metralha, Niginho é o terceiro maior goleador cruzeirense, com 208 gols em 257 partidas, marca total inferior apenas as alcançadas por Dirceu Lopes (223) e Tostão (242), que são superados pelo Tanque, outro apelido do craque, na média.

Na carreira, Niginho teve duas saídas do Palestra Itália, mas a saudade fez ele retornar. A primeira seguindo os passos do irmão mais velho Ninão e do primo Nininho, indo para a Lazio, da Itália, em 1932.

Convocado pelo exército de Mussolini para a Guerra da Abissínia, retornou ao Brasil em 1935 para não ter de ir para os campos de batalha.

O sucesso fez ele ser comprado pelo Vasco em 1937, e foi como jogador do time carioca que foi convocado para a Copa de 1938, na França, onde não substituiu Leônidas da Silva nas semifinais, contra a Itália, pela contestação dos italianos, conhecedores do seu talento, pela forma como saiu da Lazio.

Voltou ao Palestra Itália em 1939 e foi o grande nome do último título do clube com este nome, em 1940, em final contra o Atlético. Depois, faturou os primeiros títulos do Cruzeiro, o tri de 1943, 1944 e 1945. Treinou o time em quatro oportunidades, com maior destaque no tri de 1959, 1960 e 1961.

A FICHA DO CRAQUE

NOME: Leonízio Fantoni
NASCIMENTO: 12 DE fevereiro DE 1912
LOCAL: Belo Horizonte (MG)
MORTE: 5 de setembro de 1975
LOCAL: Belo Horizonte (MG)
ESTREIA NO CRUZEIRO: 27 de abril de 1930 – Cruzeiro 6 X 0 Sport Calafate – Campeonato Mineiro – Barro Preto
PERÍODO NO CRUZEIRO: 1930 a 1932, 1935 a 1937 e 1939 a 1947
GOLS: 208
JOGOS: 257
TÍTULOS: Campeonato Mineiro (1930, 1940, 1943, 1944 e 1945)
OUTROS CLUBES: Lazio (Itália), Palmeiras e Vasco
NA SELEÇÃO BRASILEIRA (jogos oficiais)
ESTREIA: 27 de dezembro de 1936 – Brasil 3 x 2 Peru – Campeonato Sul-Americano – Buenos Aires
GOLS: 2
JOGOS: 5

Imagem: Reprodução Hoje em Dia

 

Admin_PHD
Raposão PHD Páginas Heroicas Digitais
https://paginasheroicasdigitais.com.br

Deixe uma resposta