Cacá - Gustavo Aleixo - CEC-DIV
Clube Competição Cruzeiro Esporte Futebol Notícia Profissional

Nova derrota no sul do país recrudesce críticas sobre Enderson – PHD

Cruzeiro volta a jogar mal, perde para o Brasil-RS e fica perto do Z4 da Série B
Com resultado, time celeste encerra a rodada na 16ª colocação da Série B

 

Nada de reabilitação. Em mais um jogo de estratégia pouco efetiva, com muitos erros nas tomadas de decisões, o Cruzeiro foi derrotado por 1 a 0 pelo Brasil de Pelotas, nesta quarta-feira, no estádio Bento Freitas, no Rio Grande do Sul. Com o resultado, o time de Enderson Moreira chegou ao quinto jogo seguido sem vitória na temporada – o quarto na Série B do Campeonato Brasileiro.

Derrotado, o Cruzeiro fecha a rodada na 16ª posição, uma acima da zona de rebaixamento. Até aqui, o time celeste somou quatro pontos em sete jogos disputados. São três vitórias, um empate e três derrotas na Segunda Divisão.
O próximo compromisso é diante do CRB, em jogo marcado para segunda-feira (7 de setembro), às 20h, no Mineirão. O time celeste reencontrará os alagoanos 12 dias depois do empate por 1 a 1, pela Copa do Brasil, que causou a eliminação dos mineiros no torneio mata-mata. Na partida de ida, realizada em março, a Raposa havia sido derrotada por 2 a 0 no Gigante da Pampulha.

O jogo

Diante de um rival limitado tecnicamente, o Cruzeiro conseguiu controlar o jogo durante a primeira etapa. Não sofreu sustos do Brasil de Pelotas, foi dono da posse de bola (57%) e liderou as finalizações (10 a 1). Apesar de tudo isso, não foi uma equipe efetiva mais uma vez. Com muitas decisões erradas na partida, chegou com perigo poucas vezes ao gol adversário.
As chances mais relevantes aconteceram no primeiro e no último minuto da etapa inicial. Aos 2’, Airton recebeu lançamento de Marcelo Moreno, partiu em velocidade pela direita e entrou na área com a bola dominada e livre de marcação. De frente para Rafael Martins, o atacante celeste acabou finalizando sem força e desperdiçando a chance.
Aos 44’, nova jogada conduzida pela dupla. Airton partiu em velocidade pela direita e cruzou na medida para Marcelo Moreno, que estava na linha da pequena área. Na tentativa pelo alto,  o atacante errou o alvo. Arthur Caíke ainda buscou outras oportunidades, todas de fora da área, mas não levou qualquer tipo de perigo ao gol adversário.
Na volta do intervalo, o Cruzeiro não só diminuiu o volume ofensivo, que já não era efetivo, como passou a permitir que o adversário criasse oportunidades. Aos 14’, Rodrigo Ferreira testou de longe e obrigou Fábio a fazer importante defesa. Aos 22’, os donos da casa não desperdiçaram. Rodrigo Ferreira recebeu livre novamente pela direita, cruzou para área, e Gabriel Poveda, posicionado entre os zagueiros, finalizou sem chances para Fábio. 1 a 0.
Apático, especialmente após o gol sofrido, o time celeste seguiu apostando nos chutes de longa distância, mas repetindo o resultado muito pouco efetivo das tentativas. O placar não se alterou, e o Cruzeiro chegou ao quinto jogo seguindo sem vitória na temporada, o quarto na Série B do Campeonato Brasileiro.

ATUAÇÕES

Equipe tem jogo mais organizado contra o Brasil de Pelotas, mas piora no segundo tempo e acaba sucumbindo a mais uma derrota na Série B

Airton
Exceção em um time que até foi mais organizado em campo, mas não soube aproveitar as oportunidades criadas. Levou velocidade ao setor ofensivo e criou boas chances. Pecou na finalização, no primeiro lance de jogo. No segundo tempo, foi menos acionado e cansou. Nota: 6,5

Maurício
Outra partida apagada do jovem meia do Cruzeiro. Contra o Brasil, atuou centralizado, mas fez o que Régis vinha realizando na posição: quase nada. Ficou preso à marcação e, quando teve a bola no pé, acrescentou pouco ao setor ofensivo. Nota: 4

Marcelo Moreno
Outro que também não vem rendendo bem e respondendo com gols. Teve atuação apagada, com pequenas participações em lances efetivos do Cruzeiro. Nota: 4

As notas para os jogadores do Cruzeiro:
Fábio: 5,5
Cáceres: 5
Léo: 5
Cacá: 6
Matheus Pereira: 5,5
Henrique: 5
(Filipe Machado: 6)
Jadsom: 5,5
Airton: 6,5
(Thiago: sem nota)
Maurício: 4
(Régis: 5,5
Arthur Caíke: 6
(Claudinho: sem nota)
Marcelo Moreno: 4
(Roberson: sem nota)

FICHA TÉCNICA

BRASIL(RS) 1 X 0 CRUZEIRO
Motivo: 7ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS)
Data e horário: 2 de setembro de 2020 (quarta-feira), às 21h30
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Brasil(RS) – Rafael Martins; Rodrigo Ferreira, Lázaro, Leandro Camilo e Bruno Santos; Sousa, Bruno Matias (Heverton), Gegê (João Ananias) e Matheus Oliveira (Jarro); Luiz Henrique (Gabriel Poveda) e Danilo Gomes (Alex Ruan). Técnico: Hemerson Maria.
Cruzeiro – Fábio; Raúl Cáceres, Leo, Cacá e Matheus Pereira; Henrique (Filipe Machado) e Jadsom; Airton (Roberson), Maurício (Régis) e Arthur Caike (Claudinho); Marcelo Moreno (Thiago). Técnico: Enderson Moreira
Gol: Gabriel Poveda (aos 22’ºT)
Cartões amarelos: Luís Henrique e Lázaro (Brasil de Pelotas); Airton e Cacá (Cruzeiro)

(*) Com material de GEsporte e Portal UAI

Imagem: Cacá (Gustavo Aleixo – Cruzeiro/Divulgação)

 

Admin_PHD
Raposão PHD Páginas Heroicas Digitais
https://paginasheroicasdigitais.com.br

Deixe uma resposta