Paulo Pedrosa - Presidente do CD - Igor Sales - CEC-DIV
Clube Cruzeiro Esporte Notícia

Presidente do CD e Conselho Gestor lavam roupa suja na mídia – Portal UAI

Paulo Pedrosa ataca antigo Conselho Gestor do Cruzeiro, que rebate: ‘Integrante do esquema’
Troca de farpas entre conselheiros do clube aconteceu nesta semana

 

Em vídeo enviado a grupos de associados do Cruzeiro no Whatsapp, o presidente do Conselho Deliberativo, Paulo César Pedrosa, fez ataques ao antigo Conselho Gestor, grupo de empresários que administrou o clube entre dezembro de 2019 e maio de 2020, após a renúncia do ex-presidente Wagner Pires de Sá. Ele também pediu paciência com a equipe, que sofre momento complicado na Série B do Campeonato Brasileiro.

“Lembro a você que não foi essa diretoria, esse conselho, que perdeu seis pontos. Entramos na Série B com seis pontos negativos. Foi o Conselho Gestor que largou essa dívida da Fifa, quando perdemos seis pontos. Então, vamos apoiar. Eu conheço muito bem o Sérgio Rodrigues, que vem trabalhando todos os dias. Como nós do Conselho Deliberativo. O momento é de apoio, de abraçar (…) Lembrando que temos treze rodadas pela frente (para o fim do primeiro turno da Série B), vamos apoiar nossa equipe e nosso presidente, que vem trabalhando diuturnamente”, disse Pedrosa.

O Cruzeiro vem de quatro jogos sem vitórias na temporada. Na Série B, sofreu derrotas para Chapecoense e América e empatou com o Confiança. Ainda que não tivesse perdido os seis pontos pela punição da Fifa, a equipe celeste teria o pior início entre os grandes clubes que disputaram a competição desde 2006, quando passou a valer o formato de pontos corridos.
Na Copa do Brasil, o time de Enderson Moreira só empatou com o CRB no jogo de volta da terceira fase. Como havia sido derrotado por 2 a 0 na partida de ida, em 11 de março, quando o clube ainda era administrado pelo núcleo gestor, a Raposa acabou eliminada da competição mata-mata.
Em nota, enviada aos jornalistas nesta terça-feira, os membros do Conselho Gestor responderam Paulo Pedrosa e fizeram duras críticas ao atual mandatário. O grupo, que durou cerca de seis meses, era formado pelos conselheiros Saulo Fróes, Emílio Brandi, Carlos Ferreira, Gustavo Gatti, Anísio Ciscotto, Jarbas dos Reis e Alexandre Faria.
“(…) Antigos integrantes do esquema, auto apelidados de Família União, como o sr. Paulo Pedrosa, apesar de tanto terem ainda a explicar, arvoram-se em paladinos da Justiça, dedo em riste, deixam sorrateiramente o bando de suspeitos e assumem a cadeira de acusadores”, rebateu o grupo (leia a Nota do Conselho).

“Eleito presidente do Conselho Deliberativo por menos de 1/4 do quadro de conselheiros, Paulo Pedrosa realizou duas Assembleias onde demonstrou a sua total incompetência e incapacidade para o exercício do cargo. Uma vergonha, transmitida pela rede de TV do clube. Com o vídeo divulgado ontem, de críticas gratuitas ao Conselho Gestor, lança oficialmente a primeira semente da antiga política do “Nós e Eles” que floresceu na administração passada, espalhando ódio, distribuindo cargos, camisas e ingressos, dividindo o clube ao meio para facilitar o desastre”, complementam.

Ex-presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá foi indiciado pela Polícia Civil ao lado de dois ex-dirigentes, Itair Machado e Sérgio Nonato, além de quatro empresários. Na apuração, a corporação encontrou indícios de lavagem de dinheiro, apropriação indébita, falsidade documental e ideológica.

Nota do Conselho Gestor do Cruzeiro

Integrantes do extinto Conselho Gestor, fomos surpreendidos ontem pela maciça divulgação nas redes sociais de um vídeo em que o sr. Paulo Pedrosa, como presidente do Conselho Deliberativo, despeja gratuitamente críticas contundentes ao trabalho que realizamos no Cruzeiro, de fins de dezembro a 2 de junho.
 
Nesse período doloroso de nossa história, como bombeiros nos entregamos à tarefa hercúlea de apagar ou reduzir incêndios que a administração Wagner/Hermínio/Itair alimentava criminosamente, causando a dilapidação das finanças, o rebaixamento para a Série B e a desmoralização internacional do Cruzeiro.
 
Até hoje, Policia e Ministério Público, apesar de tantas buscas e apreensões, não conseguiram chegar ao fundo do poço.
 
Desde a oficialização das chapas para a eleição do dia 22 de maio colocamos à disposição dos candidatos toda a situação financeira do Cruzeiro e, eleito o presidente, já no dia seguinte abrimos para ele e equipe as portas do Clube, colocando sala à disposição.
 
Apesar de toda transparência, agora antigos integrantes do esquema, auto apelidados de Família União, como o sr. Paulo Pedrosa, apesar de tanto terem ainda a explicar, arvoram-se em paladinos da Justiça, dedo em riste, deixam sorrateiramente o bando de suspeitos e assumem a cadeira de acusadores.
 
Eleito presidente do Conselho Deliberativo por menos de 1/4 do quadro de conselheiros, Paulo Pedrosa realizou duas Assembleias onde demonstrou a sua total incompetência e incapacidade para o exercício do cargo. Uma vergonha, transmitida pela rede de TV do Clube.
Com o vídeo divulgado ontem, de críticas gratuitas ao Conselho Gestor, lança oficialmente a primeira semente da antiga política do “Nós e Eles” que floresceu na administração passada, espalhando ódio, distribuindo cargos, camisas e ingressos, dividindo o Clube ao meio para facilitar o desastre.
Paulo Pedrosa, na época presidente do Conselho Fiscal, notabilizou-se em declarar, várias vezes, que não havia nada de errado na administração Wagner.
 
É com esta ficha moral que passou a atacar o ex-Conselho Gestor, lançando a senha para reagrupar a Família União. 
 
Já vimos este filme. Desta vez tem de ser diferente. Quem vencerá é o Cruzeiro.
 
Texto original aprovado e assinado pelos integrantes do Conselho Gestor do Cruzeiro Esporte Clube 
 
Gestão Dezembro/Maio 2020
Imagem: Igor Sales – Cruzeiro/Divulgação

PARTICIPE

Promoção PHD #1 – Doe no Meep FIFA e ganhe prêmios

Admin_PHD
Raposão PHD Páginas Heroicas Digitais
https://paginasheroicasdigitais.com.br

Deixe uma resposta