Caíram de pau em Yelena Isinbayeva

Por SÍNDICO | Em 16 de agosto de 2013

.

Lei aprovada pelo parlamento russo, em junho, proíbe propaganda gay, adoção de filhos por casais homossexuais e manifestações em favor da união de pessoas do mesmo sexo.

Quem desrespeitar vai em cana. Se for estrangeiro é expulso do país. Atletas ocidentais criticaram os russos. Alguns prometem boicotar as olimpíadas de inverno, em Sochi.

A recordista mundial de salto com vara, Yelena Isinbayeva, manifestou-se sobre esses protestos durante  o Mundial de Atletismo:

  • “É uma falta de respeito ao nosso país, aos nossos cidadãos, porque somos russos. Talvez sejamos diferentes dos europeus, mas há uma lei e todos devem respeitá-la. Não sou contra o livre direito de cada pessoa, mas sou contra a propaganda homossexual. Apoio o governo. Nós nos consideramos pessoas normais, dentro do padrão. Vivemos com homens ao lado de mulheres e mulheres ao lado de homens. Tudo deve ser assim, é histórico. Nós nunca tivemos problemas desse tipo na Rússia, e não queremos ter no futuro.”

Frenesi nos meios gays. Talvez até mais entre os simpatizantes. Choveram críticas. Mas o que mesmo ela disse de tão ofensivo pra tamanho chilique?

66 comentários para “Caíram de pau em Yelena Isinbayeva”

  1. Revoltados com as leis russas, atletas americanos fizeram pressão junto ao governo dos Estados Unidos para que a Casa Branca se posicionasse a favor dos homossexuais. Os descontentes cogitam boicotar os Jogos de Inverno de 2014 caso não se sintam seguros em viajar à Rússia. Isinbayeva argumentou que é preciso entender as diferenças entre os países e deixou claro que a mentalidade dos russos é bastante diferente de habitantes de outros países da Europa. A saltadora disse acreditar que atletas não levarão à frente o plano de boicotar o evento por causa da lei . A musa alertou, porém, que a cultura local condena a relação entre pessoas do mesmo sexo e que os atletas estrangeiros devem respeitar as regras russas e não se comportarem como homossexuais. “Não acho que ninguém deva boicotar os Jogos. Eu sentiria muito pelos atletas. Eles se preparam durante quatro anos, treinam duro com o único objetivo de participar dos Jogos Olímpicos. Se alguns políticos ou algumas pessoas que não são atletas fazem deste problema algo tão grande, que não é um problema de todo modo, claro que isso é um problema (para os atletas). Então, espero que ninguém boicote esses Jogos. E que as pessoas que tenham qualquer relação participem dos Jogos de Sochi mas sem, como vou dizer, promover este problema aqui na Rússia.” (GloboEsporte)

    • Gustavo Bueno disse:

      Que nojo. A moça quer ditar o que uma pessoa pode fazer ou não. Antigamente, as pessoas pretas não podiam se comportar como pretas: capoeira era dança proibida, a religião deles era coisa do capeta, e preto não podia existir no mesmo ônibus que branco. Tem gente que insiste em ficar do lado errado da história.

      • Mauro Franca disse:

        Ou tem gente que insiste em achar que o seu lado sempre é o certo e se acha no direito de julgar os outros. E não me parece que ela esteja ditando regra e sim dando a sua opinião. Quem está querendo ditar o que pode ou o que não pode é você.

      • Gustavo Bueno disse:

        Ela pode achar o que quiser, e cada um faz o que quiser. Soh nao pode eh incentivar a discriminacao, como ela e as leis do pais dela fazem. Ela quer que jogadores nao ajam de forma homossexual, e isso eh absurdo!

      • Então ela não pode falar o que pensa, é isso?

      • Gustavo Bueno disse:

        Martins, quem proibe as manifestacoes acerca de um tema eh a lei russa.

      • jfabio disse:

        Gustavo, quem proíbe as manifestações é o parlamento Russo, mas o que você disse foi outra coisa. Você disse que “a moça quer ditar o que uma pessoa pode fazer ou não”. E como disse o Mauro Franca, o nojo é teu e é você quem está querendo ditar regra, ao dizer que existe “um lado errado da história”.

      • Este é o problema de ativistas como você, Bueno. Defendem o direito válido de amar a quem quer que seja, mas tentam impedir quem não concorda com isso de se manifestar.

  2. No Brasil políticos estão na mesma onda. Cura Gay fala do que fazer, tanto assunto importante para se discutir no congresso e neguinho discutindo se “homem” pode ou não morder a fronha ou se “mulher” pode ou não gostar de uma perereca. Muita gente à toa neste país

  3. S@muel disse:

    Multiculturalismo?

  4. Gustavo Bueno disse:

    “Nós nunca tivemos problemas desse tipo na Rússia, e não queremos ter no futuro.” Coloquem os gays russos na fogueira então, já que a homossexualidade é um problema por lá e tem que acabar.

    • jfabio disse:

      Assim que a implantação do comunismo estiver completada no Brasil (vide PT, PC do B, PCB, PSOL, PSTU, PCO – Foro de São Paulo, etc.) certamente os homossexuais daqui terminarão como os de Cuba.

  5. Paulista disse:

    Não sou homofóbico. Acho que na ânsia de conquistar direitos, os gays deixaram o mundo uma chatice, pois eles podem ir às ruas, bater no peito e gritar que são gays, e é normal. Se eu fizer o mesmo e gritar que sou hétero, serei homofóbico. Acho um absurdo sem tamanho um casal homossexual querer adotar crianças. Elas não merecem crescer numa família tão confusa, sem um pai “macho” e uma mãe “fêmea”.

    • Paulista disse:

      Quer ser gay, seja. É uma opção de vida de cada um. Mas devia fazer parte dessa escolha uma vida sem a possibilidade de criar filhos. É como eu penso, e não tenho nenhum medo das pesadas críticas que provavelmente receberei aqui.

      • BrunoBarros disse:

        Penso assim, qualquer tipo de intolerância que diz respeito a vida pessoal de outrem é patrulha. Isso vale pra todos. Quem acredita na fórmula de que um casal “tradicional” seja garantia de criança que cresça com os principais valores que pesam, compreensão, humildade, capacidade de escutar os outros e etc. e tal, que prove então. A história da humanidade está aí pra provar que o papo não é por aí. Se o cara quer fumar um, que fume, essa “contigada” da vida do diferente é que prejudica.

      • BrunoBarros disse:

        Esse papo furado de que o usuário é quem banca o crime é o que os bestas defendem pra esconder o âmago da parada. Por que o cara tá vendendo droga? Por que quer ou pro falta de emprego, ou mil e umas outras opções? A falta de diálogo serve apenas pra manter quem tá no poder se perpetuar. O medo de tocar no assunto. O “problema” como disse a Yelena é tratar isso como um problema e não como uma coisa natural, sem papo. É isso aí, estamos no caminho certo.

      • Walterson disse:

        De acordo. Faça o que quiser com o seu rabo mas nada de passar isso para as crianças.

      • BrunoBarros disse:

        Que vetem o alcool, que vetem quem quer dar e receber, padronizem então tudo. Globalização, no pior sentido da palavra. Mas também não dá pra trasnformar a gata no anjo do inferno. Falou borracha, como todo mundo fala, todo dia. Simples assim, vida que segue, pelo menos serviu pra levantar uma das questões. Enquanto isso, em meio a charutos cubanos e doses de doze anos, os picaretas de caneta de ouro agradecem. Os que roubam e mentem e fodem com a gente.

      • BrunoBarros disse:

        Tem um monte de gente tomando no c- mesmo antes de nascer e ninguém se coça por isso, é mais importante saber quem tá dando, ou não, pra quem. E assim caminha a mediocridade.

      • Hendrix disse:

        BrunoBarros, respondendo a você: Sim, vende porque quer. Esse papo de vítima da sociedade sem emprego é uma balela das piores que já vi. Ofereça um emprego pra ver se querem. O cara quer grana fácil. Trabalhar não proporciona isso então traficam, roubam, matam e tem neguim pra dizer que não lhe deram oportunidade na vida. Ah para com essa conversa fiada.

      • BrunoBarros disse:

        Hendix, vc vive em uma bolha, achando que todo mundo tem “chance” nessa vida de se dar bem e que a questão é simplesmente vagabundagem. Papo de burguês alienado. Papo furado, Cai na real cara.

      • Hendrix disse:

        Bruno, você deve estar tomando umas então prefiro não considerar tanto o que diz. Que bolha seria essa? A minha ou a sua, politicamente correta, que livra todo vagabundo, ladrão e inútil, afirmando que não tiveram chance na vida e que não prestam por serem vítimas da sociedade burguesa e malvada? Como diz o síndico de Holanda:É gente humilde. Que vontade de chorar. buááááááá

      • Hendrix disse:

        Bruno minha resposta está acima. Leia quando for liberada.

      • BrunoBarros disse:

        Hendix, o problema é a generalização. Todos que estão nessa se enquadram nessa simplória explicação ou não? Talvez eles se espelhem em quem está mais perto, pode ser? Ou sua teoria, ou seria teorema?, é infalível? Mundo justo, Justo Veríssimo. Politicamente correto é pensar raso, sem se aprofundar, e explicar tudo, como se todos fossem iguais, com uma teoria vã. Vã inocência. Deixa o carro na garagem e dá uns rolés por aí que vc vai entender.

      • Hendrix disse:

        Farei isso mas primeiro terei que comprar um carro já que ando de onibus. Sou gente humilde, que vontade de chorar. buáááá

    • Hendrix disse:

      Meu comentário está retido abaixo. Meus pêsames aos 3.

      • Hendrix disse:

        Vou repeti-lo aqui sem a palavra mágica: Paulista, já foi em um orfanato? Se foi, não diria que é melhor ficar lá (foi o que disse por extensão também) a ter 2 pais ou 2 mães. Abandono e carência traumatiza a alma infantil muito mais que qualquer ohmo não pedófilo jamais fará. Sua declaração é de uma estultice á toda prova. Meus pêsames.

    • jfabio disse:

      Até aqui, o Hendrix disse tudo que precisava ser dito e o Bruno Barros disse tudo que não precisava ser dito. O Paulista foi muito corajoso em tornar pública a sua opinião em favor da moral e dos bons costumes. Via de regra, pessoas que são homossexuais não necessariamente concordam com essa ditadura que a militância gayzista quer implantar mundo afora…

  6. matheus t penido disse:

    Maldita “ditadura gay”. Quando o Papa veio ao Brasil, grupos de homossexuais foram pras ruas provocar os católicos e não vi nenhuma indignação dessa turma ai, aliás, devem ter achado o máximo. Mas quando pisam no calo dos gays, a grita é geral, e tome nêgo sendo acusado de homofobia e declarações normais sendo tidas como homofóbicas. Simplismente ridículo. No mais, dá-lhe Isinbayeva, e que os patrulheiros vão morder a fronha na cama deles!

  7. Walterson disse:

    Esta moça é persona non grata em Vespasiano.

  8. Hendrix disse:

    Ela se retratou depois. E daí? Disse o que uma parcela grande da população de seu país e ela mesmo pensa, porém é uma estrela internacional e tudo que fala tem repercussão gigante. Provavelmente disse o que pensava mas Os pcs a condenaram á fogueira. É chato que as pessoas tenham que ter melindres antes de falar, consultar advogados, etc, pra não correrem riscos de serem tachadas disso ou daquilo. O fato é que essas polêmicas não servem pra nada nem a ninguém.

    • Hendrix disse:

      Paulista, já foi em um orfanato? Se foi, não diria que é melhor ficar lá (foi o que disse por extensão também) a ter 2 pais ou 2 mães. Abandono e carência traumatiza a alma infantil muito mais que qualquer gay não pedófilo jamais fará. Sua declaração é de uma estultice á toda prova. Meus pêsames.

    • BrunoBarros disse:

      Também acho que alcá-la a inimig número um da humanidade é só mais uma demonstração que a abordagem está errada. Poxa vida, a vida já é tão complicada pra gente cismar demais com o que ela disse, ou deixou de dizer. Repito, pelo menos levantou a bola pra se tocar em um dos assuntos “tabus” que só atravancam a evolução da humanidade. E lembrem-se, o “problema” mesmo é a falta de diálogo e encarar as paradas com mais naturalidade. Já é um começo.

      • BrunoBarros disse:

        Senão, que reativem os campos de concentração, ou as piras, nada olímpicas, e queimem geral, fumos, pessoas, ideias, que o mundo será feliz pra sempre. Né?

  9. Magno Antunes Dos Santos disse:

    Sou contra o Homossexualismo, não sou contra os Homossexuais. Ser contra a pessoa, prender, expulsar, isso é intolerância. Afrontar, querer enfiar goela abaixo a causa, isso é intolerância. A moça tentou defender suas idéias e acabou legitimando a intolerância. Agora sim teremos manifestações em defesa da causa nos Jogos. O tiro saiu pela culatra!!!

  10. A DITADURA das minorias querendo impor aos outros aquilo que fazem… é mum dos malefícios das redes sociais e “democraização” da informação via tecnologias ágeis… ATIVISTAS de MINORIAS são experts… Assunto mais chato… O cara prefere velcro, problema dele… mas não enche o saco !!! Nesta tô com os russos. Ditadura de minoria de uc é RÔLA! ABS/ 😛

    • BrunoBarros disse:

      Que cara confuso. vai entender… kkkkkkk, quantos kkk precisa mesmo pra vc rotular?

      • Bixo… junta com o Doutor Psico(T)ico e vê se aprendem a ler… é uma etapa antes de aprender a escrever. CAGO e ANDO para rótulos. As netiquetas é que tem rotulado alienados e tapados como certos espécimes que descobriram a web e acham que são o ó-du-borogodó. ABS/ 😛

  11. André Figueiredo disse:

    Raimon Panikkar dizia “o diálogo intercultural passa necessariamente pela visão topológica”. Ou seja, para se conhecer a razão do outro (o diferente) temos que, primeiro, nos olhar pela janela deles. Para que o mundo seja verdadeiramente democrático, há que ser tolerante, pois ninguém é dono da verdade alheia. Não sei como os gays se sentem em seu mundo, não sei se são por opção ou herança cromossômica, mas respeito o direito deles se manifestarem, exatamente pq não conheço o “topoi” que habitam

  12. Hoje em dia não se pode dizer mais o que quer, quando o assunto é homossexualidade. Se for contra o que os ativistas pregam, mesmo que sem discriminação, logo se é homofóbico e coisa e tal. Já eles podem agredir os cristãos como quiserem, e acham tudo lindo. Coisa chata pra caramba.

  13. Jose Neto disse:

    Se o Obama se posicionar sobre o assunto e reprovar o governo russo, estaremos de volta a guerra fria, só que agora teremos uma guerra de rosas.

  14. Moema (MFox) disse:

    “A lei proíbe manifestações a favor de”. O erro está aí, não no complemento.

  15. Não faz muito tempo, Fidel Castro mandava os gays pra campos de concentração disfarçados de fazendas coletivas. A Rússia, que continua governada pela KGB do Partido Comunista, tb não dá mole pros gays. Definitivamente, o comunismo não produziu igualdade como a o Gustavo Bueno.

  16. Sochi, a sede dos jogos olímpicos de inverno e não quer saber de viadagem explícita, tem 350 mil habitantes e fica no sudoeste da Rússia. Se os gays fazem muita questão de se exibirem deveriam pedir pra mudar os jogos pra Serra Talhada, Capitão Enéas ou Quixeramobim.

  17. Franklin Bronzo disse:

    A Rússia do neo-Czar e ex-KGB Putin, e pátria do bolchevismo, mostra-se mais conservadora do que a maioria dos países ocidentais, mormente os EUA. Estes, até algum tempo, eram alvo dos progressistas e ideólogos de esquerda, taxados de reacionários pela herança moralista legada pelos Founding Fathers, mentores da constituição de 1776. Não obstante, o chamado casamento gay vai aos poucos se alastrando pelos diversos Estados desse país, enquanto os antigos revolucionários marxistas o proíbem.

  18. Paulo disse:

    O professor pode ou não poder formular a questão abaixo. Na Rússia não pode e no Brasil pode? http://migre.me/fM8KF

  19. Hércules disse:

    Esse patrulhamento gay tá é criando mais aversões. Que eles vivam em paz com seus gostos , mas não obriguem ninguém a concordar e parem de encher o saco da Yelena que falou o que muita gente pensa, e não diz. Coitada, vai comer o pão que o diabo amassou com o rabo por não se enquadrar no discurso oficial moderno.

  20. rosan amaral disse:

    Tô nem aí para as opções das pessoas. Mas coitada desta bela moça. Já está consolidando uma profecia dos costumes: para sermos heterossexuais teremos que pedir permissão. O comando dos meios de comunicação estão cheios de ante-heterossexuais. Pode Arnaldo?

  21. Spereira disse:

    De boca prá fora tudo bem, quero ver é quando o problema é la em casa com o filho ou filha. Aí é que a coisa aperta e os liberais se ferram. Como diz o outro “lá em Abaeté tem homi e muié e nois combina direitim”.

  22. Interessante 😉 o depoimento da recém convertida “ronaldinha”, Viviane Brunieri, sobre homossexualismo, prostituição, ex-fenômeno, travecos, marias chuteiras, drogas, sexo, sertanejo universitário, e afins… Ainda bem que ela se converteu… ABS/ 😛

  23. Carpe Diem (Renato Faria) disse:

    Dando sequência à notícia: LINK

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.