Velloso: “Defesaça e gol, ótima sequência de golpes”

Por SÍNDICO | Em 14 de setembro de 2018

PITACOS acerca do PALMEIRAS 0-1 CRUZEIRO, no Allianz, São Paulo, 12set18qua21h45, ida das semifinais da Copa do Brasil 2018:

MANO MENEZES: Valorizo muito o resultado. Foi um jogo duríssimo. Fizemos um gol cedo, o que criou uma situação natural. O Palmeiras com mais iniciativa e volume e a gente se defendendo muito bem, como sempre. A equipe se manteve organizada durante os 100 minutos. Mesmo com um homem a menos, mantivemos o que tínhamos que faze e só seguramos o resultado porque soubemos fazer isso, apesar de todo o volume que o Palmeiras. Optei por escalar todos os titulares porque eles tinham condições de jogo. O Arrascaeta sentiu uma contratura no outro músculo, não no que nos preocupava antes do jogo. Robinho saiu pra não sr levado ao extremo. Fiz a alteração e depois transformei o Bruno num lateral direito, porque precisamos, após a expulsão do Edilson). Saio feliz com a entrega dos jogadores, por Barcos voltar a fazer gol. Ee havia feito contra o Sport, no Recife, mas não valeu. A gente sabe como é difícil ser campeão da Copa do Brasil e estamos tentando ser bicampeões. Demos um primeiro passo importante, mas sabemos contra quem estamos jogando, e que vai nos criar dificuldades lá no Mineirão, como criaram aqui. Mas estaremos preparados.

HENRIQUE: Jogamos pra vencer e fomos felizes. osso time foi aguerrido e mereceu a vitória. A pressão do final do jogo é natural, porque eles estavam com um a mais. Vamos jogar pra vencer na volta também.

BRUNO BARROS: Dracena deu uma braçada malandra na cara do Fábio. Talvez tenhaaté tocado na bola com a mão. Falta. E o Dudu, amarelado, se jogando ao chão a cada lance, fazendo hora extra em campo? E dar amarelo por uma mão duvidosa pro Edilson? O juiz foi bem, apesar de ter nas picapes o egocêntrico Péricles Bassols, que barulhou desnecessariamente o juiz principal, confundindo-o algumas vezes, em lances em que não havia necessidade de intervenção do var.\

DOUGLAS VELLOSO: Cruzeiro fez excelente partida, encaixando bema marcação já nos primeiros quinze minutos. A defesça do Fábio e o gol foi uma ótima sequência de golpes. A defesa estava impecável, com Lucas e Henrique próximos. Robinho e Neves sempre jogando verticalmente, até arriscando mais por conta da vantagem. Barcos conseguiu fazer o pivô enquanto teve fôlego. As mudanças foram necessárias por lesão. Bruno foi bem. Rafinha não foi o escape pretendido e também não segurou a bola. Os melhores foram Fábio, Leo, Dedé e Egídio. pela ordem.

JR GALVÃO: Resultado gigante, com a exibição de sempre, incluindo os milagres do fabio e a nulidade de alguns.

WAGNER CPM: Fábio foi atrapalhado pelo Leo e sofreu falta do Dracena. Depois de errar na expulsão do Edilson, pelo critério, não pela regra, o juiz acertou perfeitamente no último lance do jogo.

MIGUEL TOLENTINO: Olé disse: “O rival do Boca recebeu um incrível presente: anularam um gol do Palmeiras por falta que só o árbitro viu”.  Disse também que o time do Cruzeiro é sempre certeiro. Os gringos entendem mesmo do riscado, a tal ponto de não cair no conto do “time bem postado defensivamente e sem deixar espaços”, que é a maior falácia dos adeptos do manobol.

POLACO: Fábio disse: “alguém me empurrou”. O resto é conversinha pra fazer jacaré dormir. Um dos cinco melhores goleiro do mundo não ia mentir nunca… Fato!

CLÁUDIO ARREGUY. Eu não vi falta, mas meus companheiros do Linha de Passe, na espn, acham que foi falta do Dracena.

CELESTE CAMPOS: O dia seguinte pós vitória é pra comemorações. E acho desnecessário sofrer por jogos que ainda não aconteceram. A vida, por si só, já é difícil.

ROSAN AMARAL: A turma do contra está babando de raiva. 

53 comentários para “Velloso: “Defesaça e gol, ótima sequência de golpes””

  1. Matheus Penido disse:

    Vi alguns comentaristas dizendo que Mano e Felipão têm estilos muito próximos. Discordo. O bigodudo é adepto do futebol mais prático: defesa protegida e do meio pra frente objetividade. Claro que aquele estilo dos times do Scolari de 20 anos atrás não cabe mais, hoje não se joga sem volantes técnicos que rodam a bola, mas alguns conceitos do bigodudo mudaram pouco.

    • Matheus Penido disse:

      Já Mano aposta mais num jogo cadenciado (até pelas características do time do Cruzeiro) mas não tem vergonha de fechar a casinha quando entende que é melhor se fechar do que encarar. Enfim são dois estilos com algumas semelhanças, mas no geral bastante distintos. Dizer que são parecidos por serem pragmáticos é besteira: todos os treinadores o são.

      • Tolentino disse:

        Felipão é infinitamente mais treinador. Só analisar o currículo de ambos e a recente passagem de ambos pelo milionário futebol chinês. E se os estilos fossem iguais Mano após todo este tempo teria conquistado títulos de maior dimensão que séries b e Copa do Brasil. Libertadores e Brasileiro vão bem além da capacidade do MM.

      • Matheus Penido disse:

        Eu não comparei currículos, só os estilos. Mas não perca mais essa oportunidade pra meter o pau no Mano, fique à vontade pra exibir sua tara. Tô fora.

  2. SÍNDICO disse:

    MANO MENEZES: “O Juiz fez um bom 1º tempo, mas no 2º começou a dar aquelas faltinhas. No geral, não teve influência no resultado. Vamos torcer pra que a regulamentação do VAR fique clara para todo mundo. A falta do Leo, no 1º tempo nãoera pra cartão. Houve exagero na interferência do Var. O árbitro é que tem de apitar o jogo, se não a gente vai começar a apitar de fora, e isso vai deixar tudo muito confuso”.

  3. SÍNDICO disse:

    MANO MENEZES: “Não costumo conversar sobre essas o comportamento dos atletas no pós-jogo. Amanhã, com cabeça mais fria, vamos analisar e ver o que realmente aconteceu. Houve muitas reclamações após as marcações e o árbitro tem que ter os mesmos critérios pra todos. Várias vezes ele se dirigiu aos jogadores do Palmeiras e os advertiu. O que a gente quer é o mesmo critério pros dois lados. Se foi rigoroso com um, que seja com o outro. Isso pode definir uma classificação”.

  4. MATARELLI disse:

    Ótima vitória! E, por incrível que pareça, as recentes derrotas, com emoção, jogando bem, e classificação, diante de Santos e Flamengo, farão bem ao time e principalmente à torcida no jogo da volta. Ninguém irá ao Mineirão imaginando “favas contadas”, ao contrário do que houve contra Estudiantes, Once Caldas e River, recentemente. Ou seja: talvez esse time do Mano tenha feito bem para dar um ótimo sossego na turma do oba-oba.

  5. PENIDO disse:

    Quem espera, por exemplo, uma grande criatividade dos armadores num jogo como esse tem duas escolhas: ou se atualiza ou vai se frustrar sempre. Pode trocar o Mano e todos os jogadores que não vai mudar: são 22 caras com saúde de cavalo de corrida brigando pela bola em cada pedaço do gramado, empurrados e pressionados por torcedores que querem a vitória a todo custo. É pura competição: o futebol refinado (se é que já existiu) está morto e enterrado.

  6. JOÃO disse:

    Cruzeiro do Mano jogou no Allianz como o Palmeiras do Scolari jogaria no Mineirão se fizesse o primeiro gol. Fim de papo.

  7. ECONOMISTA disse:

    FÁBIO poderia negociar sua cidadania a fim de ser convocado por outra seleção. Pela Alemanha, Espanha ou Itália, por exemplo, ele certamente seria titular.

    • SÍNDICO disse:

      Seria titular da Inglaterra,França, Portugal, Argentina, Uruguai, Itália, Rússia, Espanha etc. Só teria que situar posição na Alemanha e na Bélgica.

  8. SÍNDICO disse:

    TALENTIM tá tão desesperado, que já começa a queimar etapas. Mal acabou o jogo contra a Sep, ele agregação as mangas pra emular frangas e bosteros. Calma, Beth! Um jogo de cada vez!

  9. Tolentino disse:

    Os camaradas que estão fazendo ginástica argumentativa pra justificar a invenção do árbitro que impediu um gol do Palmeiras estão igual aqueles que se esforçaram pra enxergar uma condução de bola com o braço do Bruno Silva no gol invalidado contra o Internacional.

  10. Ernesto Araújo disse:

    Fim da polêmica da falta no Fábio: https://www.youtube.com/watch?v=TP-lJ1z-QEU

    • Marcbsb disse:

      Putz! O lance do Fábio foi muito mais falta que esse aí. O Dracena vai com o braço no Fábio. Nesse aí o jogador sobe realmente tentando cabecear. E os caras ainda têm a cara de pau de chorar sem parar. Botafogo está com inveja…

  11. Fernandão disse:

    Mano tem sido inteligente nesses jogos fora de casa. É um pouquinho de cegueira (ou coisa pior) falar que ele faz a mesma coisa sempre e dá sorte. Contra o Flamengo, um time que gosta da posse para construir jogadas, ele começou o jogo avançando a marcação e pressionando a saída de bola. Lembro do gol do Arrasca no início, com um monte de gente dentro da área. Contra o Palmeiras, um time de jogo direto, chutão mesmo, ele recuou e deu campo. Marcou um gol, também no início com um contragolpe de manual. Se o Arrasca estivesse inteiro (ou houvesse reposição à altura sem ser o péssimo Rafinha) podia ter voltado de Sampa com um resultado ainda melhor.

    • Tolentino disse:

      “Atrás, o Cruzeiro mostrou sérias falhas e ganhou por um grande trabalho do goleiro Fábio e pela fraca pontaria do Palmeiras”, frisou o jornal.” (Diário Olé)

      • Tolentino disse:

        A “inteligência tática” e o “eficiente sistema defensivo” do MM sempre podem ser resumidos em Fábio, sorte e falta de pontaria do adversário. O resto é conversa fiada de comentarista de resultado.

      • Fernandão disse:

        Difícil contra-argumentar gente que debate ao estilo Goebbeliano, repisando a mesma ladainha. A citação do Diário Olé – que sempre caracteriza as equipas brasileiras como frágeis defensivamente, assim como nossos jornalista falam de “catimba argentina – é risível. Agora, se você acha que em ambos os jogos a equipe se portou da mesma forma, paciência. Entendo a disposição de ver as coisas diferentes de quem torce contra. Entendo o comportamento troll. Não entendo a tentativa de se fazer ser levado a sério.

  12. Celeste disse:

    Cada torcedor vê o futebol de uma forma, óbvio. Ontem, no meu trabalho, fui interrompida várias vêzes por torcedores ( dos Gambás, claro), que exaltaram a partida do Cruzeiro no dia anterior. Quando o time vence, a nota de corte precisa partir de um patamar mais elevado, afinal o objetivo foi alcançado. Há que se louvar também a raça do time. É claro que passamos por alguns apertos. Cabe ao técnico ver onde melhorar.

  13. Fernandão disse:

    O tanque do Robinho tá curtinho, curtinho. Mas ele deu três assistências fundamentais nesses jogos. A do Arrasca contra o Flamengo, para o Raniel contra o Santos e para o Barcos contra o Palmeiras. Três vitórias fora de casa com participação fundamental dele.

  14. Cruzeiro.Org disse:

    Se você não ganhou a promoção Cruzeiro.Org, ainda pode comprar seu ingresso para o clássico.
    Sócios 5 Estrelas poderão adquirir mais dois ingressos extras
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=51589 via @cruzeiro_org

  15. JAS disse:

    TORCIDA CELESTE cantou sem parar. Formada por torcedores “desorganizados”, já que nenhuma das organizadas esteve presente, não parou de incentivar o time e provocar, de forma sadia, os palmeirenses que a cercavam. No lance mais tenso, aquela bola que o Egídio mandou contra o arco celeste, a torcida imediatamente começou a gritar o nome do lateral, para apoiá-lo. Torcida nota 10. O ponto negativo foi o policiamento deixar todo mundo em pé durante uma hora, nos corredores do estádio, antes de liberar a saída. (Gil Campos)
    FÁBIO fez três defesaças neutralizando as três chances de gol do adversário. (Síndico)
    EDÍLSON estava muito bem, até perder a cabeça e quase colocar a vitória em risco, a obrigando seu time a jogar 18 minutos com um a menos. (Bruno Setelagoas). —– Foi bem. O lance não foi pra amarelo e um xingamento de costas não deveria servir nem para desabafar. Juiz foi sacana demais. (Renato Engenheiro)
    DEDÉ rebateu 17 bolas, fez 3 desarmes e não deu nenhum passe errado. Tudo isto, 24 horas após jogar pela Seleção e enfrentar 12 horas de voo. (Walfrido Nascimento)
    LEO, no panteão dos grandes da história do Cruzeiro. Está jogando demais. (Renato Engenheiro)
    EGÍDIO venceu a maioria dos duelos contra Dudu e quem mais apareceu no seu setor. No fim, quase meteu gol contra, que Fábio evitou. (Síndico)
    HENRIQUE Jogou muito. Defensivamente, foi um monstro. Errou alguns passes bobos o que não comprometeu em absolutamente nada. (Bruno Setelagoas)
    LUCAS segurou demais a bola, que perdeu ao menos três vezes. (Claudinei Vilela)
    ROBINHO deu o passe para o gol e participou de outras boas no ataque. Saiu mais cedo, acreditando que ainda tinha gás para seguir em campo. (Síndico)
    NEVES, o melhor do jogo, foi o principal motor das jogadas de ataque, participando do gol com um lindo passe em profundidade pra Robinho e criando outras chances perigosas. De quebra, ajudou muito na marcação, auxiliando os volantes no combate ao meio-campo do Palmeiras, especialmente no segundo tempo. (Uol Esporte)
    ARRASCAETA nitidamente sem saúde, poupou-se. (Renato Engenheiro)
    BARCOS além do gol, marcou a saída de bola. Mais não pôde fazer devido à inoperância do time na criação. (MM Rizzi)
    RAFINHA substituiu o lesionado Arrascaeta e foi um lutador. Ofensivamente, nada criou, mas atrapalhou bastante os adversários que entraram em seu raio de ação. (Síndico)
    BRUNO tinha obrigação de fechar o lado direito e por lá nada mais foi criado, a partir de sua entrada. (Bruno Setelagoas)
    RANIEL entrou na etapa final e não teve muito o que fazer, pois a bola já não chegava muito ao ataque. (Síndico)
    MANO escalou o que tinha que escalar e mudou o que tinha que mudar. (Bruno Setelagoas) —– Devia ter colocado o David no jogo. Seria um grande teste para o garoto. (João Costa)
    CRUZEIRO fez um gol logo de cara e soube se defender. Criou uma segunda chance ainda na etapa inicial e, daí para a frente, só se defendeu. O que fez bem. (Síndico)
    PALMEIRAS criou três chances de gol, embora tenha ficado a maior parte do tempo no campo de defesa do Cruzeiro. Na etapa inicial, foi pouco criativo, na final, coma entrada de Lucas Lima, trabalhou melhor as jogadas, mas não o suficiente para vencer o goleiro Fábio. Antônio Carlos, Mayke e Barbosa foram seus melhores jogadores. Dudu, o mais chato, tanto para a defesa celeste, quanto para o trio de arbitragem. (Síndico)
    ÁRBITROS acertaram tudo, inclusive a falta de Dracena sobre Fábio, aos 92, que gerou muita discussão. O que no funcionou bem foi a sincronia Juiz-Var. O jogo foi paralisado excessivamente pra pitacos desnecessária dos caras da cabine. (Síndico)

  16. Leonardo Matarelli disse:

    Avisei que a incompetência do Departamento Jurídico do Cruzeiro é assustadora. Coisa de 15 minutos atrás: “STJD aceita pedido e Cruzeiro terá de reduzir valor dos ingressos de visitante”. Olha o teor da decisão: “Até ulterior decisão, fixo o valor dos ingressos em R$ 150,00, a inteira, e R$ 75,00 a meia, equivalente ao preço praticado pela Agremiação Requerida em alocação similar do Estádio para seus próprios torcedores”. Pergunto, hoje pela manhã, os ingressos do roxo superior estavam sendo vendidos a R$240,00 nas bilheterias, e a para os sócios Cruzeiro Prata (25%) – R$ 180, Cruzeiro Bronze (25%) – R$ 180, e Cruzeiro Sempre (30%) – R$ 168. E aí, precisa desenhar? Pra finalizar: o Diretor Jurídico do Cruzeiro, autor dessa preciosidade, é Fabiano de Oliveira Costa. Quem sabe o grau de parentesco dele com os Perrelas???

    • SÍNDICO disse:

      Nenhum parentesco. ZZP não perdia uma parada dessas. Os caras que vc admira, Gpt e Sá, é que perdem todas.

      • Leonardo Matarelli disse:

        Quem disse que EU admiro GPT e Sá e seus asseclas? Sempre que posso pontuo os desmandos e atos incompetentes deles aqui nesse espaço. Só para lembrar, só esta semana me referi à absurda alteração que fizeram no sócio do futebol, e a essa incompetência total do Departamento Jurídico, que não é a primeira, até por que milito nessa área. Fiz a pergunta pois o sobrenome é idêntico, “Oliveira Costa”, e ele ingressou no Cruzeiro em 1998, exatamente na administração dos Perrelas. Mas se vocês acham que está tudo bem, segue o jogo…

    • Leonardo Matarelli disse:

      Explicando resumidamente o que aconteceu: 5.900 ingressos foi a carga solicitada, e destinada pelo Cruzeiro à Cocota. No meio desses, há ingressos dos setores roxo superior, laranja superior e laranja inferior, estes últimos em menor quantidade. O que os sábios fizeram: resolveram vender todos a R$ 240,00, argumentando que se trata de um “bloco único”. Porém, o Cruzeiro vendeu ingressos do laranja superior e laranja inferior, mesmos setores, por valores infinitamente menores, o que é vedado pelo CDC. Tivesse mantido os preços idênticos para mandantes e visitantes, em todos os setores, nada disso aconteceria e sacanearia a Cocota com o preço de R$240,00. Agora tem que se curvar à ordem do STJD. E o mesmo se aplica à questão das faixas, bandeiras, instrumentos. Não é possível se proibir isso apenas para partes de setores idênticos, onde não existe tal vedação. A questão se resolveria, sem margem de discussão, com uma justificativa que limitasse, para esse jogo, tais instrumentos apenas nos setores inferiores do Mineirão, concentrando para tanto a totalidade dos ingressos destinados à cachorrada apenas nos setores superiores. E ainda estão dizendo que contrataram empresa para impedir os artefatos do visitante. E se for isso, torraram mais uma grana. Mas reafirmo o que disse ontem: a incompetência é muita!

  17. SÍNDICO disse:

    FÁBIO disse a verdade. Mentirosos foram o Maranhão, o Olé e o Talentim. LINK

  18. SÍNDICO disse:

    SÉRGIO CORREIA, chefe de arbitragem da CBF: “Eu disse aos elencos de Palmeiras e Cruzeiro que, nos casos de impedimentos, os jogadores devem seguir na jogada até ouvir o apito do árbitro, pois se estiver impedido se tem a possibilidade de acerto ou da confirmação do fora de jogo. Em lances de impedimento o assistente adia a bandeira. Se sai o gol, o check ocorrerá. Se não houver impedimento, gol confirmado. Se houver, anula. Os jogadores não devem parar se o assistente levantar, mas apenas quando o árbitro apitar. Isto é a regra do jogo. No caso da falta, repito, o árbitro marcou no momento do fato. Ele entendeu como falta e apitou no toque de um jogador do verde no de amarelo. Apitou a falta, tema encerrado. Nosso projeto não é pra interpretação, do contrário, todos os lances teriam que ser revisados. Imagina o tempo perdido?”.

    • Cruzeiro jogou bagarai! Lucas Silva as vezes destoou errando uns passes, metade do Arrascaeta em campo, Rafinha com muita transiraao, jogador a menos… Sim, Cruzeiro teve seus pontos baixos assim como as Porcas tinham alguns desfalques… Mas mata-morre eh isso!

  19. SÍNDICO disse:

    MINISTÉRIO PÚBLICO querendo definir preço de ingressos do futebol… Brasil precisa de uma lei pra punir abuso de autoridade.

  20. SÍNDICO disse:

    SASSÁ relacionado pro RapoCota.

  21. SÍNDICO disse:

    REWAY entrega Edílson, na súmula: “Após a marcação de falta contra a sua equipe, tendo o mesmo cortado um ataque promissor com o uso das mãos e recebido o cartão amarelo, ele se voltou contra mim, proferindo as seguintes palavras: ‘vai se f..,!’ O fato ocorreu próximo à área penal do campo de ataque da equipe do Palmeiras”.

    • BrunoBarros disse:

      E o Dudu no lance em que levou o amarelo mandou o juiz com todas as letras tomar suco de caju, gesticulando ainda mais que o Edílson. Suco de caju tá liberado?

      • SÍNDICO disse:

        Pro time da casa, sim. Edílson sabe disto.

      • Pra ver como esse juiz eh bocó. Isso que o Edilson disse eh fichinha perto do vocabulario usual. Nao que eu concorde,acho q deveria haver o mesmo respeito pelo arbitro como se tem no volei. Mas se o juiz fosse manter o criterio o jogo nao terminaria por causa de tanta expulsao. Incoerencia eh o que mais mata de raiva nessa arbitragem tupiniquim!

    • rosan amaral disse:

      Somente quem não é do futebol expulsa por um “vai se fuder” ou “vai tomar no uc”. Não se deve expor isto em apressadas linhas. No direito criminal existe uma figura que exclui a culpabilidade (cometer o delito devido a drenalina no esporte; caso contrário, jogador que quebra perna de outro seria condenado por lesão corporal grave, etc).

  22. SÍNDICO disse:

    CHAPECOENSE 2×1 PARANAENSE, 13set18qui20h, 20ª BR18, ConDá (22 mil), Chapecó, 4.146 pag, R$78.150. Árbitros: Flávio Rodrigues, Marcelo Van Gasse, Alex Ang (SP). Amarelos: Guimarães, Pablo, Ferreira. Gols: Pablo, aos 60, Guimarães, 77 (c), Pereira, 87.CHAPE: Jandrei; Eduardo, Thyere, Bareiro, Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo (Canteros), Doffo (Bruno Silva), Torres (Yann); Victor Andrade, Leandro Pereira. T: Guto. CAP: Santos; Diego Ferreira, Thiago Heleno, Pereira, Lodi; Wellington, Guimarães (Plata), Veiga (Bergson); Rony (Rossetto), Marcinho, Pablo. T: Nunes.

    • SÍNDICO disse:

      CLASSIFICAÇÃO => 01int49 — 02sao49 — 03fla44 — 04pal43 — 05cam41 — 06gre41 — 07cru33 — 08san31 — 09flu31 — 10cor30 — 11ame30 — 12vit28 — 13bah28 — 14cap27 — 15bot26 — 16cha25 — 17vas24 — 18spo24 — 19cea24 — 20par16.8

      • SÍNDICO disse:

        ARTILHARIA => [[[12]]] Gabigol [[[10]]] Pedro, Rocardo [[[9]]]] Guedes [[[8]]] Bigode, Nenê, DiegoSao [[[7]]] Pikachu, Cebolinha, Gilberto, Pablo [[[6]]] Rodrygo, Romero, Nico, Diegofla, Paquetá [[[5]]] Pottker, EvertonSao, Neilton, Kieza, Rios, BrunoPal, Rodriguinho, Moura [[[4]]] Dudu, Trellez, André, Lucalima, Serginho, Caike, Dabliupê, Viniciusjr, Patrick, Dourado, Evertonfla, Wagner, Deyverson [[[3]]] Arrascaeta, Raniel, Jael, Edigar, Andrey, Giovanni, Lindoso, Régis, Vizeu, Damião, Maicon, Silvinho, Veiga, Roger, Cazares, GabrielSpo, Luanfranga, Leonardo, Elias, Andrade…

  23. VIANA disse:

    LEO foi um leão. No mesmo nível do Fábio (todo grande time começa com um grande goleiro. E precisa ter sorte, e ontem a sorte estava com ele. Salvou do inimigo e do fogo amigo). Dedé, mesmo dobrando plantão, ganhou todas, por cima e por baixo. Um pouco abaixo: Henrique: a mesma disposição, sempre. Lucas: muito bem no primeiro tempo, dando qualidade na saída. Sofreu com a dobra na marcação. No segundo tempo caiu de rendimento quando o time recuou. TN30: enquanto teve fôlego conduziu bem o ataque. Assistência perfeita. Robinho: altos e baixos. Foi importante na marcação e no lance do gol. Se enrolou com a bola quando poderia colocar Arrascaeta na cara do gol.Egidio: se virou muito bem contra a blitz palmeirense pelo seu lado. Quase põe tudo a perder no fim do jogo. Rafinha: muita correria e pouca qualidade. Matou todos os ataques em que a bola chegou em seus pés. Ontem se livrou da bola diversas vezes jogando o companheiro em fria. Barcos: valeu pelo gol e pela marcação na saída de bola. Arrascaeta: claramente com o freio de mão puxado mas ainda assim foi bem quando teve a bola nos pés.Edilson: vinha bem, apesar do adversário atacar pouco pelo seu lado. No primeiro tempo apoiou bem. Expulsão idiota. Bruno e Raniel: entraram e não tiveram oportunidade de aparecer, nem para o bem, nem para o mal.

    • Discordo em relacao ao Bruno Silva. Depois da expulsao pegou estragado pelo seu lado e se saiu muito bem numa dupla funcao. Tudo bem q foram 15 minutos de blitz, mas foram intensos pq Dudu mudou de lado e as Porcas apostaram tudo daquele lado. Bruno usou sua saude a favor do Cruzeiro e ajudou muito a manter o resultado.

  24. SÍNDICO disse:

    25ª rodada do Brasileiro 2018
    CEARÁ x VITÓRIA 15set18sab16h 25ª BR18 Presidente Vargas
    GRÊMIO x PARANA 15set18sab16h 25ª BR18 Humaitá
    VASCO x FLAMENGO 15set18sab19h 25ª BR18 Nacional
    BOTAFOGO x AMÉRICA 16set18dom11h 25ª BR18 Engehão
    CRUZEIRO x MINEIRO 16set18dom16h 25ª BR18 Mineirão
    BAHIA x PALMEIRAS 16set18dom16h 25ª BR18 Fontenova
    PARANAENSE x FLUMINENSE 16set18dom16h 25ª BR18 Baixada
    SANTOS x SÃO PAULO 16set18dom16h 25ª BR18 Vila Belmiro
    CORINTHIANS x SPORT 16set18dom19h 25ª BR18 Itaquera
    CHAPECOENSE x INTERNACIONAL 17set18seg20h 25ª BR18 Condá

  25. SÍNDICO disse:

    MelhorDoJogo Palmeiras 0x1 Cruzeiro => FÁBIO [[[34]]] Itamar, Rizzi, Soares, Magalhães, Bitencourt, Dulce, Klauss, Rezende, Zuloobas, Moniquete, Romarol, Chaves, Ronaldo, Luizanton, Velame, Beth, Avelar, Olivieri, Wagner, Milani, Fonseca, Maury, Polaco, Penido, Clodoália, Nem, Vasconcelos, Sobrinho, Celeste, Monica, Marilu, Patrícia, Dudu, Pedro —– DEDÉ [[[11]]] Walterson, Arreguy, Walfrido, Rossi, Schrier, Borroló, França, Alex, Bastos, Burian, Anchieta —– LEO [[[5]]] Wallace, Viana, Gil, Romeu, Julim —– HENRIQUE [[[3]]] André, Seixas, Barnabé —– NEVES [[[3]]] Uol, Jotapê, Síndico —– EGÍDIO [[[3]]] Soalheiro, Setelagoas, Marcoalex —– BARCOS [[[1]]] Nanayoski —– LUCAS [[[1]]]] Evandro —– MANO [[[5]]] Vilela, Hiram, Morato, Lucielena, Thais.

  26. SÍNDICO disse:

    THIAGO NEVES: 100 jogos, 29 gols, 16 assistências em 2 temporadas no Cruzeiro.