Um Constellation pousou na Mantiqueira

Por SÍNDICO | Em 6 de junho de 2011

Franklin Bronzo

Vila do Carmo x Olimpic sempre foi o maior clássico de Barbacena. Era jogado nos estádios São Sebastião, do Vila, e Santa Tereza, do Olimpic.

Os coadjuvantes – de respeito! – eram o América e o Andaraí.

Importante é que havia futebol de boa qualidade na Mantiqueira. Futebol que, vez ou outra, desafiava os grandes times de centros maiores.

Lembro-me de um destes confrontos em especial. Em fins da década de 50, o América, que, na época, era um dos grandes do futebol carioca, fez um amistoso contra o Olimpic Club.

Eu, menino, livre nas férias escolares (ô tempo bom…), tive o privilégio de acompanhar, dentro do gramado do Santa Tereza, o aquecimento de americanos e olimpiquenses.

No gol do Olimpic, estava Danton, o maior goleiro barbacenense de todos os tempos.

Do lado oposto, junto à lateral, perto de mim, batia bola um negro alto, esguio e forte. Era Pompéia, o famoso goleiro do time rubro, que seria campeão carioca em 1960.

Eu admirava sua elasticidade. Observava atentamente seus vôos em direção à bola, chutada pelos seus companheiros.

De repente, notando meu interesse, ele se aproximou e me perguntou:

– Garoto, parece que você gosta mesmo de futebol… Pra que time você torce?”

Respondi:

– Vasco, no Rio, Olimpic, aqui.

Uma simples troca de palavras com um ídolo valia boas recordações para os garotos de então.

No dia seguinte, eu estava nas arquibancadas, para assistir ao duelo entre Danton, sóbrio e sempre bem colocado, e o elástico Pompéia, eternizado na história do futebol brasileiro como o Ponte Aérea.

Ou, como dizia Waldir Amaral, locutor da Rádio Globo, “O Constellation”.

Não me recordo do placar. Mas jamais vou me esquecer dos ídolos.

Franklin Bronzo, engenheiro, cruzeirense, nasceu em Barbacena e mora em Belo Horizonte.

25 comentários para “Um Constellation pousou na Mantiqueira”

  1. Carlos Campos disse:

    Olimpic, AZUL COMO O NOSSO CRUZEIRO ESPORTE CLUBE ! Franklin, nessa década de 50-60, conte mais histórias do Olimpic. As cores eram motivo de simpatia com o Cruzeiro?

  2. Celeste disse:

    Franklin, creio que ainda há muito craque escondido naquele pedaço de Minas, incluindo minha região (Itajubá-Sul). A cidade, anos atrás, parava para acompanhar Smart x Yuracan. E também se mobilizava quando recebia um time de fora (Cariocas em sua maioria, igual o seu relato). O que precisa é de pessoas interessadas em promover o esporte, sem levar em conta a parte financeira. Porque quando o atleta estoura, aparecem os empresários (abutres) e quem apoiou fica a ver navios.

  3. Ernesto Araujo disse:

    E o PHD volta às origens, contando histórias e “causos” do futebol mineiro do interior e da capital. Nada melhor para relaxar enquanto Cuca funde a cuca para redescobrir o time do Cruzeiro.

    • Teremos uma semana inteira pra nos divertir com causos, piadas e topicincos, antes de encarar o Santos.

      • Elias disse:

        Ai o “trem” fica sério. AM comentou hj ás 18:30 na rádia que Fabricio deu uma entrevista polêmica na Toca II, sobre sua não escalação no Rio. Uai, mas ele nem viajou por estar lesionado. Não entendi…

      • Sobrinho disse:

        Segundo ele era só dor muscular, mas teria condição de jogo.

      • Elias disse:

        Com a desculpa do OT mas a notícia é relevante:“Quem está voltando de lesão, treina forte, sente um pouquinho. O pessoal achou melhor, por precaução, me tirar do jogo. Foi feito um exame, não foi constatado nada. Opção deles e tenho que respeitar. Estou aqui para cumprir ordens. Não todas, mas a maioria tentamos acatar”, afirmou Fabrício, admitindo que existem situações internas em um clube de futebol que não podem ser reveladas.” Xiii..esse trem vai feder.

  4. Renato-SP disse:

    Grande post Franklin. É um típico depoimento de quem realmente gosta de futebol. Parabéns.

  5. Walterson disse:

    O Bronzo vaxcaíno, quem diria! Será que ele continuou após 74?

  6. gcosta disse:

    [OT] Lendo as declarações no Fabrício no superesportes (http://migre.me/4JRki), cada vez mais tenho a sensação de que há algo errado no Cruzeiro e que o Cuca perdeu de vez o comando do time. E no que se refere ao Fabrício é bom abrir o olho porque ja li que Corinthians e São Paulo tem interesse nele e o Cruzeiro pode perde-lo sem levar nenhum tostão porque o contrato está acabando. E perder o Fabrício por causa do Cuca é brincadeira!

  7. Matheus Reis disse:

    Maravilha, Franklin. Pra muita gente, os times do interior significaram a porta de entrada no mundo do futebol e, principalmente, num cotejo ao vivo. Comigo foi assim com Valeriodoce lá em Itabira. Tenho boas lembranças dos jogos no Israel Pinheiro.

  8. Kabrunco disse:

    O Cuca tá de brincadeira. Lembram-se no início do ano que barrou Roger (que terminou o ano como titular) porque o Gilberto tinha perdido a posição por estar lesionado? Porquê não usou o mesmo critério com o Fabrício. Desde quando o LG pode ser titular no meio de campo do Cruzeiro? E essa draga do Ewerton que entra em todas as posições (como o AB fazia com o Paraná). E a improvisação sistémática nas laterais. O BEÓCIO conseguiu desmontar o meio de campo do Cruzeiro, que era o melhor do Brasil…

  9. Kabrunco disse:

    O Borges esteve aí disponível. O Santos foi lá e buscou. O Cruzeiro ficou vários anos tentando trazer esse jogador e era difícil. Agora que estava “na praça” não buscou. Barrou o Diego Renan? Ok. Para colocar quem? TIrou o MP do meio de campo e improvisa na lateral. Ora, como dizem na minha terra “nem angu, nem bijú”, pois ele não fica na lateral e nem no meio de campo. A insatisfação é percebida durante o jogo, o GrilonaCuca já tá fazendo hora extra. Quem buscar? Nào sei….(continua)…

  10. Kabrunco disse:

    Tinha que ter saído após a final do Mineiro, onde quase entregou para a concorrência. Nào me venham com Geninho, Lori Sandri, Levi, Paulo Autuori, Leão e outros inapetentes ou lesados. Dos disponíveis, eu traria o com cara de cachaceiro….o da prancheta…pelo menos é um vencedor e não esse depressivo e transferidor de responsabilidades. Saiu da Libertadores? Foi por causa do Roger…Perdeu a primeira decisão do Mineiro?….foi por causa do Pablo…Continua

  11. Kabrunco disse:

    Caraca. No jogo contra o Once Caldas foram poucos os que se salvaram e o time perdeu quando estavam 10 contra 10. Contra os penosos, na primeira partida, já dava para ver que o Pablo nào estava bem com quinze minutos de jogo. Porquê então não sobe um jogador da posição carentge oriundo da categoria de base? Afinal, para quê que serve a categoria de base? Não precisa ficar nesse improviso, parecendo um mago tirando um truque da cartola. O time já era, tem elenco, mas não tem alma. (continua)…

  12. Kabrunco disse:

    Agora, deixar o Fabrício de fora é não ter o menor senso. O cara além de ser o melhor meio de campo defensivo, transmite uma garra e vibração para todo o time. O cara é um dos ídolos (assim como Fábio e Montillo). Não existem outros ídolos no time. E joga muita bola. Daqui a pouco, o Fabrício vai embora, e ficam esses Ewertons e outros operários medianos e improvisados, barrando jogadores da posição e outros jovens das categorias de base. Ganha títulos com a base e não aproveita ninguém. É osso.

  13. Kabrunco disse:

    Minha intenção não é polemizar. Estou expondo a minha opinião. Não gosto de treinador cagão, nem chorão, nem covarde. O Renato Gaúcho bateu no peito e assumiu a responsabilidade pela desclassificação da Libertadores. O depressivo transfere a responsabilidade. Saiu da Libertadores? Vamos em frente, porque o Brasileiro é mais difícil e mais importante (para mim, pelo menos). Daqui a alguns anos vão falar…Mas o São Paulo ganhou quando tava fácil. É verdade. Mas ganhou. Jogava feio. Mas ganhou…

  14. Kabrunco disse:

    Agora ficamos ouvindo esse papo de cerca-lourenço….é o melhor futebol do Brasil. É mesmo….em algumas rodadas. Mas quando o troço fica todo destrambelado, vê-se que falta consistência, regularidade, reservas à altura, inclusive com posições SEM jogador (centroavante (parece que o Anselmo Ramon vai resolver)…laterais (isso está faltando?). Não. Porquê? Porque o HISTRIÃO acha que sabe mais que os outros. Não engana ninguém. Conheço muito cruzeirense que está indignado….continua

  15. Kabrunco disse:

    Sou sócio torcedor e frequentador assíduo, mas não volto a campo enquanto o Cruzeiro não voltar a jogar bola (não estou dizendo voltar a vencer…pode vencer, mas se for nesse desânimo, eu tou fora). Pelo que estamos vendo o time jogar, não tem como ficar justificando, a coisa tá é feia mesmo. Pelo que é o Cruzeiro não deveria estar na ZR. Pelo que está jogando, a vaga é dele por direito. Não sou pessimista, mas realista. O GrilonaCuca já tá com a validade vencida. FUI.

  16. Kabrunco disse:

    meus comentários sairam todos fora de ordem….

  17. Franklin Bronzo disse:

    Meu muito obrigado a todos os estimados colegas do blog, novos e antigos, que me reacolheram com tanta simpatia. Em particular, ao Carlos Campos, à Celeste, ao Ernesto Araújo, ao Renato-SP, ao Walterson e ao Matheus Reis, que gentilmente a mim se dirigiram com suas réplicas. Walterson : eu, quando era criança pequena, lá em Barbacena, torcia mesmo pelo Vasco (graças a Barbosa, Bellini, Danilo Alvim, Ademir, Pinga, Ipojucan e outros)…Mas após 1974, tomei pavor desses Manés…

  18. Franklin Bronzo disse:

    (Continuação)
    Mesmo porque já era cruzeirense, e somente cruzeirense, desde 1961…Tanto que, em qualquer Flamengo x Vasco, sou sempre rubronegro…Outro agradecimento muito especial ao Mr. Elias, que sempre se referiu à minha humilde pessoa com muita simpatia. E ao Jorge Santana, que demonstra, ao acolher-me de volta com este post antigo, sua grandeza de caráter. Abraços a todos.

    • Bronzo, aprendi com meu pai: futebol é pra fazer amigos. Aprendi com Paulo Francis: discussões entre adultos devem ser francas. Pouca coisa me deixa fora do sério, embora, pela ênfase que coloco nas discussões isto pareça claro. O PHD é de todos que o frequentam. Na medida do possível, procuro dar ênfase a todas as vertentes de opinião. Bola pra frente! E o post é muito bom. Se tiver tempo, escreva outros. Abs