Posts com a Tag ‘vuvuzela’

A personagem da Copa

sábado, 10 de julho de 2010

Quem é a personagem da Copa 2010?

  1. Jabulani – Traiçoeira, a gorduchinha desfez reputações dos guapos goleirões da galeria da Mariana e da Simone.
  2. Vuvuzela – Instrumento de tortura elevado pelos pecês à condição de símbolo étnico a ser respeitado. Vade retro!
  3. Maradona – Fez caras e bocas, falou, beijou um jogador, beijou outro, sté, finalmente beijar a lona. Só não armou seu time.
  4. Polvo Paul – Enfim, um molusco inteligente.
  5. Larissa Riquelme – Depois do uísque falso, da guarânia, da harpa e da Perla, finalmente, o Paraguai oferece ao mundo algo a ser consumido sem moderação nem riscos.
  6. Mick Jagger – O torcedor mais cool da Copa. Dizem que, a qualquer hora, Kaiu tuíta o nome dele como nvo reforço da Cocota.
  7. Mesa-redondista brazuca – 7.900 cérebros brasileiros reunidos, diariamente, durente um mês, em frente às câmeras, gastaram 28 mil horas de debates pra descobrir o culpado: o treinador.
  8. Loco Bielsa – Passou o tempo todo de cócoras. Quando tentou se aprumar, levou um pé brasileiro na buzanfa e saiu da Copa.
  9. Catimba holandesa – Introduzida nos Países Baixos pela princesa Máxima, uma argentina introduzida no país por um membro da família real Orange.
  10. Sonífero espanhol – Depois do carrossel, do futebol total, do futebol moleque, apareceu o futebol sonífero inventado pelos catalães e exportado pelos castelães.

Antes de confiar meu voto, vou fazer boca de urna pra Larissa Riquelme.

Alemanha 4×1 Inglaterra: Larrionda roubou a cena

domingo, 27 de junho de 2010

Às 11h (Brasília). no Free State Stadium, em Bloemfontein, Inglaterra e Alemanha decidem quem vai às quartas de final da Copa 2010.

Fabio Capello escalará seu time no 4-4-3 com o veterano James no gol, Johnson, Upson, Terry e Ashley Cole na defesa, Milner, Berry, Gerrard e Lampard, no meio de campo (os dois primeiros na contenção, os outros armando, atacando e defendendo), e a dupla Defoe e Rooney no ataque.

Taí um time muito bom, mas que nem sempre funciona. Quem explica, por exemplo, as três performances fraquinhas da primeira fase?

Joachim Löw escalará a Alemanha no 4-2-3-1 com Manuel Neuer no gol, Lahm, Mertesacker, Friedrich e Boateng, na defesa, Khedira e Schwensteiger na volância de contenção, Müller, Özil e Podolski, armando, marcando e, principalmente, atacando. Na centroavância, ficará o cabeceador Miroslav Klose segurando a bequeira inglesa.

É o time com menor média de idade da competição, mas de surpreendente maturidade e bom toque de bola como se viu na primeira fase, inclusive na derrota pra Sérvia.

Pelo retrospecto, a Alemanha é favorita. Mas o English Team é pra lá de cascudo e pode complicar a vida dos teutos, Vai, por exemplo, que o ogro Rooney desperta?!  Neste caso do time da dupla Joaquim e Manuel, que não é Portugal, pode até se dar mal.

O uruguaio Jorge Larrionda será o referee deste duelo e o estádio, certamente, receberá lotação máxima. Será um jogão, acreditem. (mais…)

Intrigas da Copa

sábado, 26 de junho de 2010

Intrigas da Copa disputada na Sudáfrica:

  1. Evandrão está furioso com a qualidade técnica desta Copa. A de 1930, que ele acompanhou in loco, continua sendo sua predileta.
  2. A Coréia Comunista só marcou um gol na Copa. E foi contra o Brasil. Parece coisa do Itamarati. Se Venezuela, Bolívia e Irã estivessem no Grupo G, o Brasil teria saído precocemente do torneio.
  3. Depois do jogo, Cristiano Ronaldo justificou o empate dizendo que o Brasil não é nenhuma Estrela de Amadora. Concordo. E também limpo a barra do  escrete canarinho, afinal, Portugal não é nenhum Atlético de Vespasiano.
  4. Kaká não está 100% na Copa, porque deixou 10% na igreja.
  5. “Vesti azul, minha sorte então mudou…”, diz uma canção dos tempos da Jovem Guarda, que virou melô da Espanha. A Fúria, chamada por sua imprensa de La Roja, ontem se classificou jogando de azul.
  6. Maradona aderiu à vuvuzela. Só que, todo atrapalhado, usa o instrumento pra aspirar ao invés de soprar.
  7. Mariana e a Simone, comentaristas do PHD, elegeram o eslovaco Hamsyk o cara mais bonito da Copa. O cidadão é uma espécie de Cicinho piorado. Com cabelo de quem acabou de sair de um filme de terror.
  8. Contra Portugal, Lúcio “foi um monstro!”, avaliaram os comentaristas. Certíssimo. Ele tem phisique de rôle pra Família Adams.
  9. Até o final da Copa, Maradona ou Dunga tomarão o posto de Rei do Pulinho, que Luxemburgo conquistou na pista do Mineirão.
  10. Muitos cruzeirenses estão fazendo campanha pra Dunga trabalhar na Toca dqa Raposa. Sonham com o Anão distribuindo caneladas na rádia e em seu setorista mala numa coletiva na Arena do Jacaré.

Brasil 0x0 Portugal: Um tempo esportivo, outro administrativo

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Às 11h, no Estádio Moses Mabhida, em Durban, Brasil e Portugal disputam a liderança do Grupo G da Copa 2010.

Dunga, que escalará o time no 4-3-1-2, não contará com Elano, contundido, e Kaká, suspenso. Daniel Alves e Júlio Baptista substituirão os titulares.

Carlos Queiroz, que manterá o 4-3-3, só não poderá contar com o meia-atacante Deco, contundido.

Se vencer, o Brasil escapará de seleções como Argentina, Alemanha, México e Inglaterra nas quartas e nas semifianias. Mas poderá jogar contra a Espanha nas oitavas.

A Copa é assim. Pra ter vida mansa só fazendo como França e Itália que mandaram parar o torneio, desceram e voltaram pra casa mais cedo.

No apito estará o mexicano Benito Archundia, velho conhecido de quem frequenta a Copa Libertadores. (mais…)

Inglaterra 1×0 Eslovênia: A conta do chá

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Às 11h (Brasília), no Estádio Nelson Mandela Bay, em Porto Elizabeth, a Eslovênia joga por um empate pra se classificar e mandar a Inglaterra pra casa.

E promete atuar num 4-4-2 clássico. Ou será que, na hora da onça beber água, Kek não vai botar seu 11 jogadores na defesa pra tirar os espaços da turma de Fabio Capello?

O treinador italiano da Inglaterra, vai num 4-3-3- ultraofensivo, posto que dois de seus volantes, Gerrard e Lampard, também atacam com vontade.

Difícil será acordar o centroavante Wayne Rooney, que tem se arrastado em campo.

Outro problema é torcer pra que o goalkeeper quarentão, James, não desafine debaixo dos três paus.

É jogo pra deixar Sua Majestade com os cabelos em pé e tamborilando nervosamente no braço do trono.

Isto se ela não estiver caçando veados em sua casa de campo pra não se amolar com a malemolência dos súditos boleiros.

No apito, estará o alemão Wolfgang Stark. Que, dizem, é adepto de pelo menos meia hora de açougue em cada partida. (mais…)

Melhor do que a encomenda

terça-feira, 15 de junho de 2010

Tirante os juízes, que estão avacalhando com suas insossas atuações, a Copa está muito boa. Tem de tudo. Bola envenenada, nascida para trair. Retrancas bem montadas, na medida certa pra irritar mesa-redondistas. Vuvuzelas que obrigam os politicamente corretos a sofrerem calados em nome da diversidade cultural.

Copa não é pra torcer. Quem quiser estrebuchar de pânico e ansiedade, que o faça no Mineiro, no Morrinhão ou na Libertadores. Copa é confraternização, é cerveja, salaminho, pão de queijo, tremoços, liguicinha frita na mesa da sala, em meio de semana. Ou churrasco na laje e no quintal, nos fins de semana.

Copa é bolão, já que bolo de linha não tem mais jeito de fazer, pois linha não há mais. Copa é a ocasião certa pra levar mais a sério os comentários da minha tia do que os do Evandrão. Eles regulam idade, mas a minha tia só abre a boca pra falar de futebol de 4 em 4 anos, enquanto meu amigo pontifica sobre o tema diariamente. Voadora também ela só aplica nas copas. Geralmente contra argentinos e  treinadores do escrete canarinho. Já o Evandrão não economiza o golpe. É capaz de mandar um até por conta deste post.

Copa é pausa pra respirar. É pra rir da ira de quem não suporta o narrador argentino Galván Bueno, nem os pitacos do desavisado Casão. É pra constatar que bandeira dos rosas traz maus fluidos. Repararam que foi só pintar uma no Ellis Park pro Brasil tomar gol? E que a bandeira mais bonita do mundo é a de Honduras, aquela terra de homens e mulheres, que escolheram viver em liberdade (lá vem reproche dos Sobrinhos do Coronel!).

Pra finalizar, listo o que vi de melhor até aqui: o ânimo do centroavante comuno-coreano, Robson Crusué, a jaqueta de Pequeno Príncipe do Dunga, os pulinhos do Maradona (Luxa não tem a graça e a leveza do Pibe), o bate boca entre Maradona e o Moreno Que Vestia a Dez, o futebol, quem diria, cheio de telecoteco dos tanques alemães, o ponta-esquerda à moda antiga, Elia, da Laranja, as torcedoras dinamarquesas, o corte de cabelo do goleiro argelino Chouchui (?), a jogada de rúgbi do Samuel no gol argentino, as matérias do Olé e o gol espírita do Maicon.

Prum começo de festa, tá danado de bom, né mesmo?

N.B.: Pra acompanhar a Copa. Pra se solidarizar com o ditador comuno-c0reano, Kim Jong.

Argélia 0x1 Eslovênia: Dá-lhe, Jabulani!

domingo, 13 de junho de 2010

No Peter Mokaba, em Polokwane, Argélia e Eslovência se enfrentarão pela 1ª vez. Aproveite, pois em muitas décadas este cometa não passará de novo.

Nas eliminatórias, a Argélia desbancou o Egito, num jogo-extra, dramático, realizado no Sudão. A minúscula Eslovênia passou a perna na gigantesca Rússia e vai à Copa com sonho de chegar às oitavas.

Matmour, um meia que joga pela direita, é o maior nome do escrete africano. Novakovic, centroavante ermitão é a esperança eslovena. Os dois times deverão jogar no 4-5-1.

(mais…)

Sudáfrica 1×1 México: Bafana bafana jogaram bem

sábado, 12 de junho de 2010

Com delay de algumas horas, vi Sudáfrica 1×1 México. Bom começo de Copa. De um lado, mexicanos cerebrais tentando envolver os africanos no toque de jabulani, do outro, Parreiras’ boys jogando com o coração.

No começo, só deu México. Giovanny teve chance de abrir o placar, mas chutou por cima após bela arrancada desde a meiúca.

(mais…)

Perigos da Copa

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Será uma copa perigosa. Nem falo dos milhares de assaltos e agressões que as pessoas sofrerão nas ruas e nos hotéis de Joanesburgo a partir de 18h.

Haverá situações mais constrangedoras, riscos de todos os tipos. Eis um pouco do muito que pode acontecer:

  1. Se a moda do bundalelê introduzida pelo Maradona na Argentina pegar, teremos pornografia por todos os lados no pós-Copa. Já pensou o constrangimento que provocará a adesão à nova barreira pela Cocota nos estádios brasileiros? Jogadores emplumados na posição em que Napoleão perdeu a guerra esperando aas bolas adversárias?
  2. (mais…)