Posts com a Tag ‘vascaíno’

O dia em que o Animal voltou

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Aconteceu em Saquarema, no século passado.

Carlinhos Couri, meu primo vascaíno, queimava uma maminha na churrasqueira, eu, além de morcegar, matava a sede com umas escóis geladas, as mulheres palravam futilidades, como sempre, quando apareceu o Ricardinho pra falar de coisa séria:

– Paiê, o Vassshhhco acaba de contratar o Animal! Deu na Globo!

(mais…)

11ª da A: Cruzeiro patina, rival desatina

terça-feira, 27 de julho de 2010

Eis a 11ª rodada do Brasileiro 2010, disputada em 24 e 25jul10. O público melhorou. Já está se aproximando da média do campeonato americano. O Corintiãs voltou à liderança. O Botafogo entrou na zona. A Cocota  ameaça tomar a lanterna do Atlético-GO. E o Cruzeiro patina na 6ª posição.

  1. São Januário, Vasco 2×0 Atlético-GO. Público: 13.157. Gols: Nílton, 33 do 1º; Fumagalli, 10 do 2º. Deu tudo certo pro Almirante. Quando chutou de longe, fez. Quando o Dragão chutou, duas bolas bateram na baliza. E o goleiro vascaíno ainda defendeu um pênalti.
  2. Farazão, Prudente 0x0 Vitória. Público: 4.922. Vitória, mesmo poupando alguns titulares, dominou. Mas quem esteve mais perto de vencer foi o Prudente.
  3. Ressacada, Avaí 0x0 Atlético-MG. Público: 5.733. Com dois a menos no 2º tempo, a Cocota rebolou pra segurar o empate. Valeu. Agora, o time do Luxa (um dos três melhores treinadores do mundo!) é o líder do Z4.
  4. Vila Belmiro, Santos 1×0 São Paulo. Público: 9.367. Gol: Renato Silva, contra, 15 do 2º. Misto por misto, o do Santos foi mais quente.
  5. Arena do Jacaré, Cruzeiro 2×2 Grêmio. Público: 9.672. Gols: Borges, 45 do 1º; Henrique, 1, Jonas, 34, Henrique, 41 do 2º. Jogando mal, Cruzeiro salvou um ponto com duas cabeçadas de Henrique e saiu falando cobras e lagartos do estádio. Aliou incompetência técnica e burrice administrativa.
  6. Beira Rio, Inter 1×0 Fla. Público: 21.079. Gol: Taison, 2 do 1º. Time reserva do Colorado foi demais para o titular do Mengo.
  7. Serra Dourada, Goiás 0x2 Atlético. Público: 4.023. Gols: Manoel, 27 do 1º; Maikon Leite, 35 do 2º.  Dessa vez, Leão não deu piti. O CAP não deu chance pro chororô e o treinador teve de engolir a derrota sem reclamações.   
  8. Castelão, Ceará 0x0 Palmeiras. Público: 24.935. Vozão se mantém no G4, Palmeiras continua devendo.
  9. Pacaembu, Corintiãs 3×1 Guarani. Público: 24.601. Gols: Jorge Henrique, 1 do 1º; Mazola, 18, Bruno César, 32 e 39 do 2º. Antes de assumir a Seleção, Mano Menezes entrega o Corintião na liderança a Adílson Batista.
  10. Engenhão, Bota 1×1 Flu. Público: 23.218. Gols: Emerson Sheick, 16, Renato Cajá, 30 do 2º. Jogo disputado na bola e no braço fez o Bota entrar na zona. 

Gols: 16. Público: 140.707.  Média: 14.071. G4: Corintiãs, 24, Flu, 23, Ceará, 20, Inter, 19. Z4: Botafogo, 12, Grêmio, 11, Atlético-MG, 9, Atlético-GO, 7 / Artilheiros: 6 – Alecsandro, Bruno César, Roger / 5 – André, Roberto, Schwenck, Jonas / 4 – WP, Caio, Bruno César, Hugo, Fred, Tardelli, Muriqui, Ricardinho, Antônio Carlos, Herrera, Love, Washington, Kleber, Allan.

Copa e Olimpíadas por um triz

sábado, 13 de março de 2010

O vascaíno Sérgio Cabral, governador do Rio, não gostou do projeto que o gaúcho e colorado Ibsen Pinheiro passou na Cãmara dos Deputados propondo divisão mais equânime dos royalties do pré-sal.

Aborrecido, esperneou. Vai mandar Vasco e Flamengo entrarem em campo com uma faixa de protesto e cumprirem um minuto de silêncio no clássico de amanhã, no Maracanã.

(mais…)