Posts com a Tag ‘Série B’

7ª da B: Coelho salta para o G4

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Esta foi a 7ª rodada da Série B do Morrinhão:

  1. Pituaçu: Bahia 0x1 Duque. Público: 13.770. Gol: Mancuso, 29 do 1º tempo.
  2. Dario Leite: Guará 2×2 Braga. Público: 2.531. Gols: Lúcio Flávio, 7, Leo Jaime (Bra), 10, Esquerdinha (Bra), 27 do 1º tempo; Vagner Carioca, 28 do 2º.
  3. Vila Capanema: Paraná 2×1 Lusa. Público: 3.632. Gols: Irineu, contra, 20 do 1º tempo; Alessando Lopes (Par), 13, Luís Camargo (Par), 15’ do 2º.
  4. Serejão: Brasiliense 1×1 Sanca. Público: ? Gols: Eduardo, 21, Dezinho (BSB), 27 do 1º tempo.
  5. Machadão: América-RN 0x5 Sport. Público: 8.073. Gols: Ciro, 23 do 1º tempo; Ciro, 14, Ciro, 21, Adriano Pimenta, 42, Moisés, 47 do 2º.
  6. Aflitos: Náutico 2×0 Ipatinga. Público: 9.402. Gols: Bruno Meneghel, 17 e 38 do 2º tempo.
  7. Mineirão: América-MG 2×0 Vila. Público: 2.088. Gols: Fabrício, 13 do 1º tempo; Gabriel Santos, 30 do 2º.
  8. Moisés Lucarelli: Ponte 1×2 Figueira. Público: 3.447. Gols: William, 35 do 1º tempo; Diego )Pon), 3, Roger Carvalho, 25 do 2º.
  9. BJ Daniel: Sandré 1×3 Coritiba. Público: 1.248. Gols: Marcos Paulo, 14, Ariel, 48 do 1º tempo; Altair San), 32, Cleiton, 38 do 2º tempo.
  10. Coaracy Fonseca: ASA 3×0 Icasa. Público: 3.053. Gols: Cleiton Goiano, 2, Marcos tamandaré, 21, Júnior Viçosa, 31 do 1º tempo.

Gols: 29 . Público:  47.244. em 9 jogos. Média: 5.249. G4: Paraná, 15, América-MG, coritiba, Náutico, 15. Z4: América-RN, 6, Ipatinga, Duque, Vila, 3. Artilheiros: Eduardo (Sanca), 5, Bruno Meneghel (Náutico), Ciro (Sport), 5. Heverton (Lusa), Kempes (Lusa), Marcelo Toscano (Paraná), Rodrigo Gral (Baêa), Júnior Xuxa (Icasa), Ariel (Coritiba), 4.

6ª da B: Ih, a casa do Baêa caiu!

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Esta foi a 6ª rodada da Série B do Morrinhão, disputada em 01jun10:

  1. Canindé: Lusa 1×0 Coelho. Público: 1.205.Gols: Paulo Sérgio, 41 do 2º tempo. A Lusa deu uma cajadada no Coelho no finalzinho.
  2. Anacleto Campanela: Sanca 5×0 Náutico. Público: 509. Gols: Arthur, 20s, Kleber, 3, Eduardo, 17 do 1º tempo; Eduardo, 12 e  44min do 2º. São Caetano atropelou o Timbu, que deu adeus ai G4.  
  3. Serra Dourada: Vila 0x3 Sandré. Público: 1.700. Gols: Rodrigão, 16 e 27, Rychely 40 do 2º tempo. O Sandré do Paulistão voltou e o Vila continua o mesmo do Goianão.
  4. Romeirão: Icasa 4×0 Baêa. Público: 4.003. Gols: Junior Xuxa, 22 e 29 do 1º tempo; Assisinho, 8, Marciano, 30 do 2º. Xuxa, Asissinho e Marciano deram uma meia-trava no Tricolor de Aço, que estava enfoguetado.
  5. Retiro: Sport 1×0 Paraná. Público: 6.626. Gols: Ciro, 2 do 1º tempo. E sua estréia, Cerezo Cerezo tirou o Leão da lama, com o pé de direito de Ciro, que decidiu logo de cara a partida.
  6. Arena Joinville: Coxa 2×1 Ponte. Público: 2.742.  Gols: Rafinha, 16, Ariel, 21, Reis, (Ponte) 44 do 2º tempo. Atuante, mas não brilhante, Dudu jogou, cansou e foi substituído. Continua uma incógnita. Pro Coxa valeram os 3 pontos, que preparam sua volta triunfal e de barriga forrrada ao Couto Pereira.
  7. Orlando Sxarpelli: Figueira 6×0 ASA. Público: ? Gols: Coutinho, 1,Marcelo Nicácio, 28, Coutinho, 46 do 1º tempo; Willian, 9, Lucas, 31, Heber,s 47 do 2º. Figueira tirou a barriga ada miséria. Segestão ao Boquirroto: se a Cocota estiver precisando de centroavante, o Nicácio tá bem demais nesta Segundona.
  8. Nabi Abi Chedid: Braga 2×2 Brasiliense. Público: 373. Gols: Beto (BSB), 23, Bebeto (BSB), 31 do 1º tempo; Danilo Bueno, 33, Bruno Perez, 34min do 2º. O BSB tava folgadaço, quando a Linguiça Mecãnica endureceu e empatou assim meio que de repente.
  9. Ipatingão: Ipatinga 3×0 Guará. Público: 687. Gols: Francismar, 41 min do 1º tempo; Leo Mineiro,  5, Danilo Dias, 17 do 2º. Ufa! O Tigrão voltou, ô… O Tigrão voltou, ô… Quem não voltou foi a torcida.
  10. Cidadania: Duque 0x1 América-RN. Público: 14. Fábio Neves, 34 do 2º. Olha o Duque aí, gente! Desta vez, arrastou 14 sem-0-que-fazer pro seu jogo. Ainda teremos público zero nesta temprada. Aguardem!

Gols: 31. Público: 16.849. em 9 jogos. Média: 1.873. G4: Lusa e Baêa, 13, Paraná, 12, Sanca, 11. Z4: Sport, 4, Ipatinga e Vila, 3, Duque, 0. Artilheiros: Eduardo (Sanca), 5, Heverton (Lusa), Kempes (Lusa), Marcelo Toscano (Paraná), Rodrigo Gral (Baêa), Júnior Xuxa (Icasa), 4.

5ª da B: Baêa irresistível, Tigre irreconhecível

domingo, 30 de maio de 2010

Esta foi a 5ª rodada da Série B do Morrinhão.

  1. No Canindé, Lusa 2×0 Braga. Público: 1.112. Gols: Maurício, 25 do 1º tempo; Marcos Paulo, 35 do 2º. Revelado pelo Cruzeiro no século passado, Marcos Paulo continua em atividade. Quem vai pendurar as chuteiras primeiro: ele ou Pet?  
  2. Nos Aflitos, Náutico 2×2 América. Público: 10.763. Gols: Zé Carlos (Nau), pênalti, 11 do 1º tempo; Zé Carlos, 23, Flávio Recife, 33, Rodrigo Dantas, 44 do 2º. O Timbu estava com o jogo na mão até que seu goleiro levou um frango e foi castigado pelo Diabo. 
  3. No Coaracy Fonseca, ASA 1×2 Coxa. Público: Gols: Rincón, 14, Rafinha, 17, Ramon, 42 do 2º tempo. Com um a menos, o Coxa cortou as asinhas do adversário.
  4. Na Vila Capanema, Paraná 1×0 Vila. Público: 8.239. Gol: João Paulo. A torcida tricolor se animou, saiu de casa e empurrou seu time que está na escolta do líder.
  5. No Anacleto Campanela, Sanca 3×1 Ponte. Público: ? Gols: Kleber, 42 do 1º tempo; Arthur, 1, Pablo Escobar (Pon), 24, Kleber, 33 do 2º. O Sanca se apruma no campeonato. A Ponte continua balançando. E os velhinhos do Azulão estão cada vez mais sumidos das arquibancadas.
  6. No Serejão, Brasiliense 1×1 Figueira. Público: 3.497. Gols: Rosembrick, 44 do 1º tempo; João Filipe (Fig), 46 do 2º. O BSB amarelou no finalzinho.
  7. Em Pituaçu, Bahia 2×0 Sport. Público: 32.157.  Gols: Rogerinho, 30 do 1º tempo, Ávine, 6 do 2º. A torcida do Bahia despertou. Nenhum time da Série A levará mais gente a campo neste fim de semana do que o Tricolor de Aço. Parece até que havia mais gente que estádio em Pituaçu.
  8. No Dario Leite, Guará 3×1 Sandré. Público: 3.017. Gols: Renato Peixe, 13, Nenê, 33, do 1º tempo; Borebi (San), 23, Kleber, 33 do 2º. Jogo de duas empresas. Venceu a de menor turnover.
  9. No Romeirão, Icasa 3×1 Duque. Público: 2.038. Gols: Júnior Xuxa, 25 do 1º tempo; Everaldo, 5, Leo Guerreiro (Duq), 30, Júnior Xuxa, 41 do 2º. Padim Ciço continua abençoando o Verdão cearense. E o Duque devia mudar de nome. Conde D’eu Mole ia mais apropriado.
  10. No Mineirão, Coelho 4×0 Ipatinga. Público: 1.257. Gols: Dudu Pitbull, 22 do 1º tempo; Luciano, 23, Thiago Silvy, 27, Rodrigo, 37 do2º. Após a 5ª derrota consecutiva, o treinador do Ipatinga se mancou e pediu o boné. Evans Drawn, capoeirista norte-americano, sacou a calculadora: Ipatinga 6×1 Cruzeiro (placar agregado), Cruzeiro 3×2 América. América 4×0 Ipatinga. Resultado: 12×4 contra nós. Cruzcredo!

Gols: 30. Público: 62.081. Média: 6.208. G4: Baêa, 13, Paraná, 12, América-MG, Guaratinguetá, 11. Z4: América-RN, 3, Sport, 1, Ipatinga e Duque, 0. Artilheiros: Heverton (Lusa), Kempes (Lusa), Marcelo Toscano (Paraná), Rodrigo Gral (Baêa), 4.

Lo que pasó en la Argentina

sábado, 29 de maio de 2010

Encerrada a temporada argentina -torneios Apertura 2009 e Clausura 2010-, apurou-se o ascesso e descenso direto e os jogos de promoção.

Caíram, sem escalas, o Chacarita Juniors, dono da torcida mais belicosa do país, e o Atlético Tucuman (nome é destino).  Eles deram lugar ao Quilmes e ao Olimpo (de Bahia Blanca, terra do Jorge Schulman).

Os confrontos da promoção colocaram frente a frente Rosario Central (que meteu 4xo na Cocota, numa final de Conmebol) contra All Boys e Gimnasia y Esgrima (rival citadino do Estudiantes) contra Atlético Rafaela.

Em Rafaela, o Atlético (nome é destino, como se verá adiante) fez 1xo sobre o Lobo. Em La Plata, levou o troco: 3×1. Marco Perez, goleador colombiano, avaliado em US$5 mi, fez os dois gols da classificação.

Pelo segundo ano, o Gimnasia escapa da queda, jogando em casa. Ano passado, teve de remontar um 0x3 pra se manter na elite. Um dia a casa cai.

Desta vez, o presidente Walter Gisande foi insultado com gritos de “hijo de puta” vindos da tribuna. Pior: vários referentes da equipe não aguentam mais disputar promoções e querem sair.

O treinador Diego Cocca só fica se o clube contratar reforços. Mas com uma dívida fora de controle, é pouco provável que tal aconteça.

Mais do que certa é a saída do artilheiro colombiano Marco Perez e do volante Rinaudo, destaque do time.

Dramático foi o duelo entre o All Boys e o Central. Na primeira partida, empataram, em Floresta, Buenos Aires, por 1×1. Na segunda, Los Blancos venceram por 3×0, no Gigante de Arroyito, em Rosário.

Desatou-se, então, uma crise sem precedentes na história auriazul. Um torcedor suicidou, outros fizeram passeata e sairam no braço com a polícia.

O presidente Horácio Usandizaga, caudilho político, que remodelou o estádio e prometeu o título nacional, renunciou e sumiu do mapa, ameaçado de morte pelos termocéfalos.

Futebol virou coisa de dementes. Pra muitos torcedores ele já não mais um esporte. São tapados que nunca estão preparados pra rebaixamentos e perdas de títulos que têm como conquistados com antecedência.

De tudo o que li, o mais interessante foi esta reflexão de um torcedor do Boca Juniors na área de comentários do La Nacion: 

  • Todo esto me puso a pensar en por qué nos resulta tan dramático irse a la B, y creo que es en primer lugar porque el el futbol nos enferma, no lo podemos ver como solo un deporte y reflejamos en él todas las frustraciones que tenemos viviendo en este país, y en segundo lugar por la mala organización de nuestro futbol, ya que un equipo que se va a la B tiene más solo una categoría por perder, pierde millones por la tv, miles de socios, baja la calidad en sus instalaciones por falta de mantenimiento, la calidad de sus jugadores por no poder pagar sus contratos, en fin terminan haciendo de un club grande (por su gente e historia e infrastructura) un club más como le pasó a los equipos de Córdoba (pienso en Talleres de Córdoba que ni en el Nacional está). A mi me gusta que suban nuevos equipos a primera porque intento pensar en el futbol como algo más democrático, pero deberíamos luchar para que la riqueza que se genera en el futbol de primera también le llegue a los equipos del Ascenso.

Ele está certo. Pra começar a desatar o nó da estupidez, é preciso reduzir a tremenda desigualdade que está transformando clubes grandes em pequenos.

Se algum dia isto for possível, uma passagem pela B será menos dramática. O futebol brasileiro, infelizmente, está na contramão desta proposta.

E a estupidez permanece latente. A começar por aqui mesmo, nestas Páginas Heróicas Digitais, em que a desclassificação nas quartas de final de Uma Libertadores se transformou num dramalhão digno de novela mexicana.

Troperistas, ciclotímicos e termocéfalos consideram a Série B como território privativo de outros clubes. O que é sintoma de oligofrenia. E prenúncio de desatino.

Menos, galera. Futebol, por mais que tenha se transformado em negócio, continua sendo, na essência, um esporte. E, como tal, sujeito a surpresas, a vitórias impossíveis e derrotas inesperadas.

4ª da B: “Bateria do celular do Itair já descarregou”

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Encerrada a 4ª rodada da Série B:

  1. No BJ Daniel, Sandré 3×4 Lusa. Público: 964. Gols: Borebi (San), 10, Anderson Gomes, 20, (San); Kempes, 13 e 28 do 1º tempo; Heverton, 2 e 7, Borebi, (San) 11 d0 2º tempo. Após desmanche, Santo André não é mais aquele. E a Lusa quer voltar a ser aquela de tempos idos. O público é que não quer saber dos dois times.
  2. (mais…)

3ª da B: Ipatinga de ponta-cabeça

sábado, 22 de maio de 2010

Terminou a 3ª rodada da Série B do Morrinhão 2010.

  1. No Canindé, Sanca 2×1 Ipatinga. Púbico: 126. Gols: Alessandro (Ipa), 9, Moradei, 26, Hugo, 45 do 2º tempo. De virada, o Tigre perde a terceira seguida. E o Itair promete não bolir com o treinador Gilson Kleina. Inacreditável.
  2. No Mineirão, Coelho 1×0 Figueira. Público: 1.573. Gol: Luciano, 39 do 1º tempo. O América sofreu, mas venceu e acercou-se do G4.
  3. (mais…)

2ª da B: Timbu lidera, Baêa e Figueira escoltam

sábado, 15 de maio de 2010

Olha a Segundona aí, gente! Estádios transbordantes. De paixões, torcedores e grana. Afe!

  1. No Ipatingão, Ipatinga 1×1 Bahia. Público: 659. Gols: Luizinho (Ipa), 9, Rodrigo Gral, 35, Rogerinho, 47 do 2º tempo. Consequências: 1. Engorda a pulga atrás da orelha do Cruzeiro, que sofreu duas goleadas para o Tigre. 2. Itair já deve ter mandado o Kleina pasar no DRH na segunda-feira. 3. Os oportunistas e seca-pimenteiras vão pedir a troca de Adílson Baptista por Renato Gaúcho.
  2. No Moisés Lucarelli, Ponte 1×0 Paraná. Público: 4.134. Gol: Reis, 8 do 1º tempo. A Ponte venceu o Ipatinga, que venceu o Cruzeiro. Será que a Ponte também é melhor do que o catadão do Cruzeiro?
  3. (mais…)

Banfield, enfim, campeão!

domingo, 13 de dezembro de 2009

O Banfield é o novo campeão argentino.  Nove vezes campeão da Série B, o clube levantou, hoje, seu 1º título da Série A, em 113 anos de existência.

Perdeu para o Boca por 2×0 em La Bombonera – Palermo fez os gols xeneizes- mas contou cona derrota do Newel’s, em Rosário, para o San Lorenzo, também por 2×0 -gols de Bordagaray- pra manter sua vantagem de 2 pontos ao final do Apertura.

(mais…)

Gols fora do contexto

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Qual foi o gol (contra) mais fora do contexto de 2009?

  1. Roth dizendo que seu time perdeu por causa de um gol fora do contexto?
  2. Kartola esplumando espumando ao denunciar suposta máfia de juízes em Minas, depois de levar a enésima tunda num RapoCota?  (mais…)

Desconcentrar o futebol, uma obrigação

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Rodrigo Oliveira

Encerradas as séries B e C, – com a mácula de um jogo para 5 pagantes – ficaram definidos os clubes que disputarão as duas divisões mais importantes do Campeonato Brasileiro em 2010.

  1. SP: São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Barueri, Santos, Santo André, Guarani, Portuguesa, São Caetano, Bragantino, Ponte Preta, Guaratinguetá.
  2. RJ: Flamengo, Botafogo, Fluminense, Vasco, Duque de Caxias.
  3. MG: Atlético-MG, Cruzeiro , Ipatinga, América.
  4. GO: Goiás, Atlético-GO, Vila Nova.
  5. PR: Coritiba, Atlético-PR, Paraná.
  6. RS: Internacional, Grêmio.
  7. SC: Avaí, Figueirense.
  8. BA: Vitória, Bahia.
  9. PE: Náutico, Sport.
  10. CE: Ceará, Icasa.
  11. DF: Brasiliense.
  12. RN: América.
  13. AL: Asa.

(mais…)