Posts com a Tag ‘Rosário Central’

1975, a minha Libertadores

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Toninho Almeida

Quando penso nos desafios da Libertadores, volto ao passado. Principalmente, à Libertadores que vivenciei como atleta do Cruzeiro, a de 1975.

É uma experiência diferente para qualquer atleta. Ainda mais para um daqueles tempos heróicos.

Com o vice-campeonato brasileiro de 1974, o time conquistou uma vaga pra disputa da competição sul-americana de 1975.

(mais…)

Cruzeiro na Libertadores: 1975, a guerra (III)

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Mauro França e Jorge Santana

[Clique para ler as partes UM e DOIS]

Depois da sofrida classificação para a fase semifinal, o Cruzeiro disputou sete partidas pela 1ª fase do Campeonato Mineiro, entre 20abr75 e 14mai75, antes de voltar suas atenções para o torneio sul-americano.

Os adversários na semifinal seriam os argentinos Rosário Central e Independiente, dois grandes times, especialmente o segundo, à época tricampeão da Libertadores.

O Independiente entrou diretamente na fase semifinal como campeão de 1974 (quando derrotou o São Paulo na final). O Rosário classificou-se como 1º colocado do Grupo 1, depois de uma disputa acirrada com o Olímpia do Paraguai e o rival Newell’s Old Boys, com o qual terminou empatado em pontos, vencendo pelo maior saldo de gols.

O clássico argentino abriu o Grupo B. Em 06mai75, jogando em casa, o Rosário derrotou o Independiente por 2×0. Na quarta-feira, 21mai75, Cruzeiro e Rosário se enfrentaram no Mineirão, que recebeu um público de 42.500 torcedores.

(mais…)

Cruzeiro na Libertadores: 1975, a guerra (II)

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Mauro França e Jorge Santana

Para ler a Parte I.

Paralelamente com a Libertadores, o Cruzeiro disputava a Taça Minas Gerais, na qual utilizava o time reserva na maioria dos jogos. Os titulares só fizeram uma ou outra partida pelo torneio local.

Uma delas foi a goleada de 4×0 sobre o Nacional de Muriaé, no Mineirão, disputada entre a volta da Colômbia e a partida da Libertadores contra o Vasco.

No domingo, 23mar75, o Cruzeiro enfrentou o Vasco em São Januário. Apenas uma vitória manteria as chances de classificação dos cariocas, que só tinham um ponto.

Aos 17 do 1º tempo, Luiz Carlos abriu o placar para o Vasco. Aos 21m Vanderlei empatou . E o placar de 1×1 permaneceu até o final, embora o Cruzeiro tenha dominado a partida.

(mais…)

Um clube inglês será campeão argentino

domingo, 13 de dezembro de 2009

Com o enceramento do torneio Apertura, a Argentina conhecerá, hoje à tarde, seu novo campeão.

O alviverde Banfield, 113 anos, rival do Lanús, nenhum título nacional ou internacional, do subúrbio de Banfield, 14 quilômetros ao sul de Buenos Aires, é o favorito.

O Taladro (broca, em português), como é conhecido, tem 30 pontos e jogará contra o Boca em La Bombonera. Se vencer, dá volta olímpica.

Caso contrário dependerá do resultado de Newell’s x San Lorenzo, que jogarão, no Parque Independencia, em Rosário.

(mais…)