Posts com a Tag ‘Remo’

Henrique: “Não apareço muito, mas tenho função importante”

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Pitacos de blogueiros e protagonistas acerca do Cruzeiro 3×1 Vasco, na Arena do Jacaré, Sete Lagoas, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2010, em 21nov10:

  1. Henrique, volante do Cruzeiro: Fico feliz, estou sempre dando o meu melhor pra ajudar o time e hoje não foi diferente. Sou um jogador que não aparece muito, mas tenho uma função importante. Isso é o que vale. Fico feliz pela Libertadores, mas a gente ainda acredita que possa chegar ao título. Tenho certeza de que o campeonato será defindido na última rodada. Vamos com tudo contra o Flamengo, acreditando que vai dar.
  2. (mais…)

Criador vs Criatura

terça-feira, 21 de setembro de 2010

O comentarista Aloísio Mendes propôs discussão interessante num comentário postado dias atrás:

  • O confronto entre Cruzeiro e Coríntians será favorável a nós. Nosso time tem meio campo um pouco superior ao do Timão, mas nosso ataque faz a diferença, o que não ocorre com o do adversário. Temos o melhor goleiro do Brasil enquanto o deles é jovem e inexperiente. Na defesa a vantagem é ampla, pois nossa zaga é superior. Com a volta de Gilberto e de Marquinhos Paraná teremos um time mais encorpado e aí sim favorito.

(mais…)

Emerson, Adílson, Wanderley

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Paulo Autuori perdeu de 4×0 e caiu fora antes da segunda final de 2007.

Emerson Ávila embarcou na canoa furada e lavou a honra celeste batendo o Atlético-MG por 2×0.

Eu estava lá e vi a torcida emplumada passar 85 minutos em profundo silêncio antes de poder comemorar aquele título mineiro.

Respeito Emerson Ávila. Em uma semana, ele costruiu um time épico.

Adílson Batista levou pancada desde o anúncio de sua contratação até o momento em que deixou o clube.

(mais…)

Carmona: “Foi um jogo de encher os olhos”

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

pitacos de protagonistas e blogueiros acerca do Botafogo 2×2 Cruzeiro, no Engenhão, Rio de Janeiro, pela 23ª rodad do Campeonato Brasileiro de 2010, em 18set10:

(mais…)

Chaves: “Roger disse que a bola não queima nos pés dos caras”

sábado, 18 de setembro de 2010

Pitacos de protagonistas e blogueiros, recolhidos pelo Romarol,  acerca do Cruzeiro 4×2 Guarani, na Arena do Jacaré, Sete Lagoas, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2010, em 15set10:

(mais…)

O grande duelo

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

JS:

Taí mais um texto. Caso você queira publicar, fique à vontade. Edita pra mim, pois tem hora que não me seguro, mas num vai tirar o sentido, heim? rsrs

Abs,

Walfrido Júnior

(mais…)

A grande chance de Andrade

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Andrade deve receber a difícil missão de evitar o rebaixamento do Ipatinga. Parece pouco para o treinador campeão brasileiro de 2009.

Normalmente, após um título tão pomposo, era de se esperar que ele estivesse dirigindo algum time da Série A.

Mas Andrade acabou não sendo contratado pelos times que trocaram de treinador até aqui na principal divisão do futebol brasileiro.

Os brancos bonzinhos apontam o dedo: “Andrade é vítima do racismo brasileiro!”

(mais…)

Chaves: “O time está ficando malandro”

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Pitacos de blogueiros e protagonistas do Avaí 1×2 Cruzeiro, na Ressacada, Florianópolis, pela 22ª rodada do Campeoanto Brasileiro de 2010, em 12set10:

(mais…)

Marra: “Cruzeiro tem mostrado evolução tática”

sábado, 11 de setembro de 2010

Pitacos de protagonistas e blogueiros acerca do Cruzeiro 1×0 Internacional, no Parque do Sabiá, Uberlândia, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2010, em 08set10.

Pesquisa: Romarol.

  1. Juca Kfouri, em seu blog: O Cruzeiro jogou um futebol que foi superior ao do poderoso Inter. Ganhou de 1 a 0, gol conquistado aos 14 minutos, com Everton, um golaço de sem pulo ao receber um cruzamento de trivela. O time azul foi bem melhor no primeiro tempo e mesmo com menos posse de bola, administrou bem a vantagem no segundo. O Colorado não viveu uma noite feliz e perdeu seis pontos para o rival. O Cruzeiro se firma como candidatíssimo.
  2. (mais…)

Marcelo Bechler: “Adílson não contava com o organizador Montillo”

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Pitacos de protagonistas e blogueiros acerca do Cruzeiro 1×0 Corintiãs, no Parque do Sabiá, Uberlândia, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro 2010, em 25ago10:

  1. Marcelo Bechler, no blog do Lédio Carmona: Adilson não conhecia Montillo: Antes do jogo, o que mais se falava era do confronto particular entre Adilson Batista e seus ex-comandados. O time de Cuca, no entanto, tinha quatro jogadores pós-Adilson: Edcarlos, Éverton, Montillo e Robert. O treinador do Corinthians conhecia quase todas as armas do rival. Quase. Não contava com o camisa 10 argentino, organizador do time mineiro, destaque dos três jogos que participou. Montillo fez aos dois minutos o único gol do jogo, em chute com efeito e praticamente sem ângulo. A partir daí, o que se viu em campo foi o Corinthians com a bola e o Cruzeiro não deixando o adversário jogar. Durante toda a partida, a equipe paulista teve mais posse de bola. Aliás, muito mais. A porcentagem nunca baixou da casa dos 60% e terminou o jogo em 63%. O recuo do Cruzeiro era estratégico para tirar a velocidade do jogo e o antídoto era o contragolpe com Montillo tentando acionar os atacantes. Apesar de ter a bola, o Corinthians praticamente não levou perigo ao gol de Fábio. Teve a chance do empate no pênalti defendido pelo goleiro e uma cabeçada de Paulo André na trave. Foram seis finalizações para cada lado – cinco do Cruzeiro no alvo contra três do adversário. O Corinthians estéril como foi causa preocupação no seu torcedor. Desde o clássico contra o Palmeiras, quando Jorge Henrique marcou, um atacante não faz gol. Ronaldo pode voltar contra o Vitória e passa a ser esperança de um ataque mais efetivo. Do outro lado, Cuca chegou a sua quarta vitória a frente do Cruzeiro: Atlético-PR, Goiás, Atlético-MG e Corinthians. Em todas, sua equipe teve pouca posse de bola e venceu o jogo nas raras chances que criou. Para brigar na parte de cima, o Cruzeiro vai precisar aprender a jogar também com a bola, o que não aconteceu depois da Copa do Mundo. (mais…)