Posts com a Tag ‘Rede Globo’

Quem vai transmitir?

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Deu na Folha de S. Paulo

Na última reunião da rede com o Clube dos 13, entidade que negocia o campeonato, na semana passada, a Globo pediu que se levasse em conta não só as propostas financeiras das emissoras, como também a experiência na transmissão do Brasileirão. 

(mais…)

Cruzeiro 5×0 Estudiantes: Vingança malígna

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Cruzeiro e Estudiantes replicaram a final da Libertadores 2009 na abertura da edição de 2011.

No Cruzeiro, apenas três titulares daquela final estiveram em campo. O Estudiantes teve seis remanescentes.

(mais…)

Triângulo vestiu Azul

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Maurício Sangue Azul

O aumento do número de simpatizantes, que podem vir a se tornar torcedores do Cruzeiro depende de quatro fatores essenciais:  mídia, títulos, vitórias e planos de marketing.

A revolução percebida pelos cruzeirenses, que acompanharam a partida contra Corinthians no estádio, assustados com o  aumento considerável de sua torcida no Triângulo mostra claramente isto.

A nação azul presente no Parque do Sabiá comprova que a nossa torcida cresceu  assustadoramente nesta região mineira.

(mais…)

Três jogos e um simulacro

sábado, 10 de abril de 2010

A Globo anda generosa. Hoje, liberou geral o pague-pra-ver.

No Serra Dourada, Goiás 0x0 Atlético. Foi um belo começo de semifinal pra 23 mil torcedores. Harlei fechou o gol esmeraldino.

Semana que vem, tem mais. O Dragão joga pelo empate. O Verdão tem mais estrelas. Tá aberta a disputa.

(mais…)

O Gavião e o Lobo

domingo, 31 de janeiro de 2010

Cuné escreveu, no PHD, em 31jan10:

  • Ontem, vi o chato de galocha do Gavião Bueno entrevistando o Velho Lobo. Posso estar errado, mas nunca vi alguém amar a Seleção como o velho Mário Jorge. Foi comovente ver aquele senhor, de corpo tão frágil mas olhos tão fortes, revivendo seus momentos vitoriosos e seus fracassos, sempre deixando transparecer, em seu olhar, o amor quando fala da amarelinha. As perguntas sobre o Flamengo e Botafogo, clubes que ele defendeu por 8 e 12 anos, foram respondidas, simples e sinceramente, sem falsos sentimentalismos. Mas o que me comoveu mesmo foi o sim engasgado, tentando segurar as lágrimas, sobre trabalhar em algo relacionado à Seleção, fora de campo. Comparando os jogadores atuais com o Velho Lobo ao defender a Seleção, dá para ver claramente em que o futebol se transformou. Vida longa ao Velho Lobo, história viva.

Assino embaixo.

E recomendo o programa do SporTV a quem tiver algum interesse em conhecer um pouco da história do futebol brasileiro.

Hexa é farsa

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Marcos Pinheiro

Com o título do Flamengo, volta à baila a questão do campeonato brasileiro de 1987. O assunto já foi objeto de debate no PHD mais de uma vez, mas voltamos à carga devido à sua relevância. (mais…)