Posts com a Tag ‘Porto Alegre’

Cruzeiro 1×0 Internacional: Segurança máxima, placar mínimo

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Em 6º lugar com com 31 pontos e oito vitórias, o Cruzeiro sobe duas a três posições se vencer. Perdendo, fica onde está.

Cuca não contará com Edcarlos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Caçapa, Fabrício, Robert, Wellington Paulista e Montillo, lesionados.

Em 4º lugar com os mesmos 31 pontos e uma vitória a mais, o Inter sobe para 3º em caso de vitória. se perder, despenca uma ou duas posiçòes.

Celso Roth não contará com Índio, suspenso, Alecsandro, lesionado, e D’Alessandro, servindo à seleção argentina.

(mais…)

Futebol recreativo

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

O Internacional conquistou o bicampeonato da Libertadores vencendo o Guadalajara por 2×1, no México. Na próxima quarta-feira, em Porto Alegre, o Colorado vai cumprir tabela e fazer festa.

O Chivas, como é conhecido o Guadalajara, é um clube nacionalista. Não aceita estrangeiros. Por isto, pratica o verdadeiro futebol mexicano, modalidade meramente recreativa.

Uma final com a Universidad de Chile, do Bom Montillo, seria mais interessante. Haveria disputa, emoção. Esta, decidida em apenas 90 minutos, é empulhação pura. Futebol à mexicana.

Tal qual havia ocorrido antes no amistoso entre as seleções da Espanha e do México.

Os astecas aprontaram tremenda correria e fizeram 1×0, mas no final deixaram os espanhóis marcarem aquele golzinho de praxe que caracteriza as goleadas dos campeões mundiais.

Esportes levados a sério pelos mexicano são roleta russa, marcha atlética, boxe, por aí. Futebol, pra eles, é apenas educação física.

9ª do Brasileiro: Cruzeiro no G5, Cocota no Z5

segunda-feira, 19 de julho de 2010

9ª rodada do Morrinhão 2010, em 17/18jul10.

Hernanes, o volante que, se convocado, teria dado a Copa ao Brasil, segundo alguns mesa-redondistas, não jogou nada. Mas nada mesmo.

  1. Barradão, Vitória 3×2 São Paulo. Público: 11.915. Elkeson, 13, Jean, 38 do 1º;  Schwenck, 2, Ramon Menezes, 12, Fernandão, 16 do 2º. Castigo para os baianos idiotizados pela mídia do Eixo, que foram ao Barradão torcer para o São Paulo.
  2. São Januário, Vasco 3×1 Atlético. Público: 5.976. Jonathan, 19, Nunes, pênalti, 26, Bruno Mineiro, 47 do 1º; Leo Gago, 17 do 2º. O juiz errou marcando pênalti inexistente e expulsando Chico injustamente. O Vasco aproveitou a mãozinha pra tirar o pé da lama.
  3. Farazão, Prudente 2×0 Grêmio. Público: 4.153 . Paulo César (falta), 22 do 1º; Wanderley, 46 do 2º. Qualquer dia desses, o Grêmio ainda põe o Olímpico na cacunda quando sair de Porto Alegre.
  4. Ressacada: Avai 4×2 Palmeiras. Público: 8.329. Gabriel Silva, 11, Caio, 24, Robinho, 38 do 1º; Kleber (pênalti), 9, Caio (pênalti), 45, Roberto, 48 do 2º. Roberto, o melhor jogador do campeonato até agora, desequilibrou mais uma vez.
  5. Beira Rio: Inter 2×1 Ceará. Público: 6.483. Alecsandro; 16 do 1º; Kleber, 2, Michel, 17 do 2º. Saci passou a perna no Vozão. E não caiu. Colorado está chegando.
  6. Jacaré: Cruzeiro 1×0 Goiás. Público: 3.579. Gilberto, 11 do 1º tempo. Faltou bola ao Cruzeiro e competência ao Goiás.
  7. Pacaembu: Corintiãs 1×0 Atlético-MG. Público: 22.163. Bruno César, 35 do 2º. A rádia não deve ter achado a menor graça. Te cuida, Cuca! Não ouse ter sucesso pra nra não sofrer retaliação.
  8. Serra Dourada: Atlético-GO 0x1 Fla. Público: 18.544. Petkovic (pênalti), 36 do 1º. Com a saída dos cascas grossas, Pet tomou conta do pedaço.
  9. Vila Belmiro: Santos 0x1 Flu. Público: 9.193. Alan, 32 do 2º tempo. Neymar e Ganso, que iam dar o título mundial ao Brasil, não deram a vitória ao Santos contra o Flu. Quem explica?
  10. Engenhão: Bota 1×1 Guarani. Público: 7.250. Ricardo Xavier, 40, Danny Morais, 48 do 1º. Joel Santana dá sinais de nervosismo. Com razão. O Bota promete fortes emoções pra sua torcida.

Gols: 26. Público: 97.585.  Média: 9.759. G4: Corintiãs, 21, Flu, 19, Ceará, 18, Cruzeiro e Fla, 15. Z4: Grêmio e Vasco, 9, Atlético, 7, Atlético-GO, 4. Artilheiros: 6 – Roger / 5 – André, Roberto, Schwenck. / 4 – WP, Caio, Alecsandro, Bruno César, Hugo, Fred, Tardelli, Muriqui, Ricardinho, Herrera, Love. / 3 – ACarlos, Jonas, Neymar, Ricardinho, Emerson, Andrezinho, Dagoberto, Ewerthon, Walter, Baier, Allan, Dagoberto, Washington, Wanderley, Emerson Santos.

Fabrício merece passear na África do Sul

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Atuações dos celestes e seus adversários no Internacional 1×2 Cruzeiro, no Beira Rio, Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro de 2010, em 09mai10:

  • Adílson Baptista – Escalou um time mais titular que o adversário. Não fosse a punição, Roger certamente seria o 10 no lugar de Fernandinho. Mexeu bem. Fernandinho nada fazia. Fabrício e Kléber correram o suficiente e era melhor segurá-los. (Matheus Reis)
  • Torcida – ompareceram aproximadamente 50 cruzeirenses que apoiaram a equipe como sempre, mas que nunca seriam ouvidos no meio de 14 mil colorados. (JJ) Fez grande festa na oficialização da Confraria Celeste do Rio de Janeiro. Segundo a PM, havia cerca de 120 cruzirenses no evento. Muita gente tirando fotos com o Raposão e com as taças do clube.  E o melhor foi que tudo terminou com uma grande vitória. (Maurício Sangue Azul).

(mais…)

O quinta-coluna

domingo, 9 de maio de 2010

Transferido para Porto Alegre, o Capitão Renato levou na bagagem a admiração pelo futebol de Joãozinho, Zé Carlos, Palhinha e Nelinho.

Embora fosse torcedor do América, ele não perdia jogo do Cruzeiro. Por isto, se meteu no meio de 40 mil colorados naquele 18out75 pra assistir ao maior clássico daquela época.

(mais…)

Plantão do zapping

domingo, 2 de maio de 2010

Começaram as decisões. E eu, aqui no sofazão, com o controle na mão, sendo poupado pelo Adílson Baptista e pelos cartolas do Cruzeiro. Desce um Dreher, patroa!

  1. Antes de começar a decisão paulista o Maestro João Carlos Martins, torcedor da Lusa, fez o público parar com a alagazarra pra ouvir o Hino Nacional, tocado por sua Orquestra Bachiana Brasileira.
  2. O Sandré abriu o placar aos 20 segundos e tomou empate aos 7 minutos. Jogada cinematográfica de Robinho e Neymar, que entortou dois beques antes de arrematar.
  3. (mais…)

O Sonho do Sancho

sábado, 1 de maio de 2010

O gremista Paulo Sanchotene, de Porto Alegre, revela, pros leitores do PHD, seu mais recente sonho.

(mais…)

A Arca de Abel

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Dividido, há tempos, entre Riquelmistas e Palermistas, o Boca Juniors vai de mal a pior. Está em 10º -o Vélez lidera- no Clausura com dois empates, uma derrota e uma vitória.

Duas péssimas campanhas no torneio nacional e uma pífia participação na última Libertadores antecederam à ausência, pura e simples, dos xeneizes no torneio continental deste ano.

A briga chega à Seleção. Maradona excluiu Riquelme e está prestigiando Palermo, que disse estar com um pé na Copa.

(mais…)

Mais do que sincero, destemido

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Estudiantes x Gimnasia y Esgrima está pra La Plata, capital da Província de Buenos Aires, como o GreNal pra Porto Alegre ou o RapoCota pra Beagá. Rivalidade pra mais de metro.

É por isto que causou assombro a declaração do treinador do Gimnasia, Diego Cocca, à Rádio Concepto:

  • O Estudiantes joga muita bola. E pagaria ingresso pra ver esse time jogar. Claro, que pagaria. E me agrada demais o futebol do Verón. Ele eleva a qualidade do futebol argentino.

Depois, ele tratou de seu próprio time e torcida:

  • O Ayala também poderá dar mais classe ao Gimnasia, mas é preciso ter paciência. Mas, aqui, o pessoal quer ver o time fazendo 2×0 em 5 minutos. É preciso ter paciência. Espero que, com algum tempo para trabalhar, tenhamos um time como o do Estudiantes. 

Mais do que sincero, esse cara é destemido.

Rio Grande do Sul, onde o Eixo não tem vez

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Marcos Pinheiro

O Datafolha ouviu 1.037 pessoas a partir de 16 anos no Rio Grande do Sul, entre 14e 18dez09.

Apenas 10% dos entrevistados declararam não torcer pra ninguém, menor percentual de não-torcedores dos estados com resultados divulgados.

Os torcedores se dividem em:

  1. Grêmio – 44%
  2. Internacional – 35%
  3. Flamengo e Palmeiras – 1%
  4. Outro – 9%

Se no Estado do RS os times do eixo não têm vez, em POA menos ainda. Na capital gaúcha deu:

  1. Grêmio – 47%
  2. Internacional – 43%
  3. Palmeiras – 1%
  4. Nenhum – 8%

A soma em Porto Alegre dá 99% por questões de arredondamento.

Marcos Pinheiro, 37, cruzeirense, engenheiro, advogado, servidor público, nasceu no Rio de Janeiro, mora em Belo Horizonte.