Posts com a Tag ‘Paulista’

DS & RG, MP, WM, MV: fez sucesso a sopa de letras do Mestre Cuca

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Atuações dos celestes e seus adversários no Cruzeiro 5×0 Estudiantes, na Arena do Jacaré, Sete Lagoas, pela 1ª rodada do Grupo 7 da Copa Libertadores 2011, em 16fev11:

  • Cuca – Ficou sem dormir depois do RapoCota. Deve ter sido quando resolveu jogar tudo no ventilador. Como bom mestre cuca, aprontou uma incrível sopa de letras que assustou, mas acabou dando certo. Obviamente, contou com um gol espírita a 50seg e com a falta de ritmo dos pinchas, que perderam tempo poupando titulares nas competições de verón, ops!, verão e entraram na Libertas relaxadões. Pouco importa. Mão cheia sobre adversário encardido sempre marca a passagem de treinadores pelo Cruzeiro. Taticamente, seu segredo foi “arrecuá os arfe”, desembolar a intermediária, dando mais espaço pra movimentação de Montillo e fechar a meiúca com Henrique e Marquinhos Paraná. De quebra, contou com uma noite de Natal do jovem Wally, que os gringos nunca sabiam onde estava.
  • Torcida – Bah… Onze mil? Bah… Jogar sapato na cancha? Bah… Ficou devendo. Ficamos devendo, pra ser mais preciso. Time 5×0 Torcida.

(mais…)

Cruzeiro 5×0 Estudiantes: Vingança malígna

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Cruzeiro e Estudiantes replicaram a final da Libertadores 2009 na abertura da edição de 2011.

No Cruzeiro, apenas três titulares daquela final estiveram em campo. O Estudiantes teve seis remanescentes.

(mais…)

Henrique jogou futebol total

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Atuações dos celestes e seus adversários no Cruzeiro 3×4 Atlético-MG, na Arena do Jacaré, Sete Lagoas, pela 3ª rodadas do Campeonato Mineiro 2011, em 12fev11.

  • Cuca – Até agora, o sistema com dois meias não deu certo. Montillo caiu de produção, entre outras coisas, porque não sendo craque, precisa de espaço pra se movimentar e escapar dos marcadores. Como está, ele perde uma boa fatia de campo ocupada pelo inerte Gilberto. Escalar Leandro Guerreiro sem bom condicionamento foi uma temeridade. Insistir com WP tem sido outra. E as substituições não resolveram. A seu favor, registre-se que as opções no elenco não eram boas no jogo de ontem. Outro aspecto que deve ser observado foi o lamentável estado físico do time nos derradeiros 15 minutos. E, pra finalizar, pisou na bola ao repisar velhos chororôs e a culpar alguns jogadores pelas falhas da equipe.
  • Torcida – Só metade do espaço da Arena ocupado foi um vexame. O apoio ao time também não foi lá essas coisas. Está levando a sério demais os tolos que insistem em desqualificar o Campeonato Mineiro.

(mais…)

Cruzeiro 2×1 Palmeiras: No peito e na raça

domingo, 5 de dezembro de 2010

Em 3º lugar com 66 pontos, o Cruzeiro precisa vencer o Palmeiras e torcer para Corintias e Fluminense empatarem seus jogos para campeonar. O time não contará com Jonathan, suspenso, e Fabrício, lesionado.

Em 10º lugar com 50 pontos, se vencer, o Palmeiras pode terminar o torneio em 9º lugar. Felipão deu férias para os titulares e mandará a campo o time reserva.

(mais…)

Barros: “Ribeiro mina a força do adversário”

sábado, 9 de outubro de 2010

Pitacos de blogueiros e protagonistas sobre o Goiás 0×1 Cruzeiro, no Serra Dourada, Goiânia, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2010, em 07out10:

  1. Naldo Morato, no PHD: O Cruzeiro jogou o suficiente pra vencer um Goiás que tem um dos piores times que já defenderam a camisa esmeraldina. E ainda contou com a infelicidade do Joníilson que fez o trabalho que o Robert e o Thiago Ribeiro teimavam em não fazer. Com um pouco mais qualidade no ataque teríamos feito pelo menos três gol. É impressionante como Thiago Ribeiro finaliza mal, apesar de ser habilidoso, ter velocidade e criar oportunidades. Robert, o pior da partida, não serve nem pra compor banco. O cara é extremamente grosso, sem noção. Nao sei como veio parar no Cruzeiro. Tá ocupando a vaga que poderia ser do Sebá ou do Eliandro. Valeram muito os três pontos. Estamos com sorte de campeões.
  2. (mais…)

Cruzeiro 2×0 Ceará: No grito da galera e no apito

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Em 3º lugar com 41 pontos, o Cruzeiro pode chegar à vice-liderança se vencer. Perdendo, pode sair do G4.

Wellington Paulista, Marquinhos Paraná, contundidos, são os desfalques do time celeste.

Em 9º lugar com 30 pontos, o Ceará pode subir uma posição. Perdendo pode cair para o 14º lugar.

Dimas Filgueiras contará com todos os titulares e ainda terá o driblador Mizael no banco pra atormentar a defesa celeste em caso de necessidade.

(mais…)

Nadando em dinheiro

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Mauro França

A revista Placar publica na sua edição de setembro mais um ranking dos maiores salários do futebol brasileiro.

A matéria é assinada pelos jornalistas Bernardo Itri e Ricardo Perrone, também responsáveis pelo levantamento publicado em maio de 2009.

(mais…)

Criador vs Criatura

terça-feira, 21 de setembro de 2010

O comentarista Aloísio Mendes propôs discussão interessante num comentário postado dias atrás:

  • O confronto entre Cruzeiro e Coríntians será favorável a nós. Nosso time tem meio campo um pouco superior ao do Timão, mas nosso ataque faz a diferença, o que não ocorre com o do adversário. Temos o melhor goleiro do Brasil enquanto o deles é jovem e inexperiente. Na defesa a vantagem é ampla, pois nossa zaga é superior. Com a volta de Gilberto e de Marquinhos Paraná teremos um time mais encorpado e aí sim favorito.

(mais…)

Carmona: “Foi um jogo de encher os olhos”

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

pitacos de protagonistas e blogueiros acerca do Botafogo 2×2 Cruzeiro, no Engenhão, Rio de Janeiro, pela 23ª rodad do Campeonato Brasileiro de 2010, em 18set10:

(mais…)

A alma do negócio futebol

sábado, 18 de setembro de 2010

A Fifa está certa: o chororô é a alma do negócio futebol.

Por isto, devemos suspeitar de um complô pró-Corintiãs, chamar o juiz de ratão, vociferar, espernear, imprecar, praguejar e cousa e lousa.

Heber Roberto Lopes marcou um pênalti inexistente a favor do Botafogo. Lance semelhante ao que aconteceu no Brasil x Espanha da Copa de 62, quando um jogador da Fúria se atirou sobre Nílton Santos dentro da área.

(mais…)