Posts com a Tag ‘Parque Antártica’

Cruzeiro 2×1 Palmeiras: No peito e na raça

domingo, 5 de dezembro de 2010

Em 3º lugar com 66 pontos, o Cruzeiro precisa vencer o Palmeiras e torcer para Corintias e Fluminense empatarem seus jogos para campeonar. O time não contará com Jonathan, suspenso, e Fabrício, lesionado.

Em 10º lugar com 50 pontos, se vencer, o Palmeiras pode terminar o torneio em 9º lugar. Felipão deu férias para os titulares e mandará a campo o time reserva.

(mais…)

Porco a Kleber: porta da rua, serventia da casa

domingo, 28 de novembro de 2010

Após a queda do Palmeiras na Sul-americana, Wlademir Pescarmona disse que, por ele, seu time perderia por WO para o Fluminense.

O cartola estava possesso, mas sua tese não prevalecerá. O Verdão perderá jogando, mesmo.

Passados dois dias do vexame, Pescarmona continua indócil. Chamou o time de pipoqueiro e criou mais confusão.

(mais…)

3ª da A: Fla com torcida de Prudente!

terça-feira, 25 de maio de 2010

Resumo da 3ª rodada da Série A, disputada em 22/23mai10:

  1. No Parque Antártica, Palmeiras 4×2 Grêmio. Público: 18.365. Gols: Ewerthon, 15, Ewerthon, 29, Jonas (Gre), 31 do 1 tempo; Hugo (Gre), 3, Maurício Ramos, 15, Cleiton Xavier, 25 d0 2. A torcida porcina compareceu em bom número pra cornetar o presidente Beluzzo e despedir-se do estádio que voltará transformado em arena dentro de quanto tempo não sei.
  2. (mais…)

Onde torcedor vai sofrer

sábado, 8 de maio de 2010

Estes são os estádios nos quais serão disputados os jogos da Série A do Morrinhão:

  1. Mário Filho, Maracanã, Rio de Janeiro, 82.238 lugares (Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo).
  2. Governador Magalhães Pinto, Mineirão, Belo Horizonte, 75.783 (Cruzeiro, Atlético-MG)
  3. (mais…)

Negros contra louros no imaginário dos pecês

sábado, 17 de abril de 2010

Palmeiras e Atlético faziam um jogo catimbado no Parque Antártica quando o lateral Manoel e o beque Danilo se desentenderam.

Danilo chamou Manoel de macaco, o lateral respondeu com uma cabeçada, levou uma cusparada e, mais adiante, aproveitou-se de uma queda do palmeirense pra lhe pisar na canela.

Sequência de lances praticados por toscos, que se valem de quaisquer artifícios pra se dar bem numa partida. Mas coisa de futebol, goste-se ou não.

Desse futebol, no qual cartolas, torcedores e jornalistas põem pilha a semana inteira e, depois, exigem que seja disputado cavalheirescamente, por lordes.

(mais…)