Posts com a Tag ‘notícias’

Líder nas ruas

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Por e-mail, Alexandre Minardi dá boas notícias, sobre o atletismo do Cruzeiro:

Meus amigos:

O Circuito Caixa equivale no atletismo à Série A do Campeonato Brasileiro de Futebol.

E a boa notícia é que o Cruzeiro segue líder o circuito com o atleta Valdir Sérgio de Oliveira.

Para conhecerem melhor nosso atleta, acessem o site da Confederação Brasileira de Atletismo –CBAt– que traz matéria com nosso craque.
 
Saudações cruzeirenses,
Alexandre Luiz Minardi
Diretor e técnico de Atletismo do Cruzeiro Esporte Clube

Ché Farias, o Tanque de Trenque Lauquen

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Ernesto António Farías, 30 anos, 1m78, nascido em Trenque Lauquen, Argentina, em 29mai80, Altura: 1,78m assinou contrato para defender o Cruzeiro pelos próximos 4 anos.

Revelado pelo Estudiantes, El Tecla (por causa dos dentões), estreou aos 18 anos na equipe pincharrata.

De La Plata. o centroavante se transferiu para o jogou pelo Palermo (2004), River Palte (2007/07) e Porto (2007/10).

Pela Seleção Argentina, ele jogou ao lado de Sorín no Paraguai 1×0 Argentina, em 03set05.

Ao todo, marcou 170 gols em 385 jogos ao longo da carreira.

Considerando-se que jamais foi titular no Porto, muitas destas partidas são incompletas e pode-se esperar dele ao menos 1 gol a cda 2 jogos.

Farias tem 5 títulos no currículo: 2 campeonatos, duas copas e uma supertaça, todos conquistados na passagem pelo Porto.

Centroavante fixo, Ernesto Farias teve sua melhor fase jogando no River, pelo qual marcou 49 gols em 95 partidas (0,51 por jogo).

Bruno Furtado, do Superesportes, recolheu estes depoimentos sobre o novo atacante celeste:

  • Javier Lanza, do Clarín: “No River, ele viveu sua melhor fase. Era titular, marcou muito muitos gols e foi vendido por muito dinheiro. É um típico goleador, que se mete entre os zagueiros para receber os passes. Não é habilidoso. Costuma jogar como pivô. Curiosamente, não é tão alto, mas marca muitos gols de cabeça. Tem muita força nas pernas, salta muito e o jogo aéreo é o seu forte”.
  • Martin Blotto, do Olé: “Farías joga muito bem de costas para o gol, tem bom cabeceio e define com ambas as pernas. Não tem velocidade e bom drible, mas tem muita capacidade de se antecipar aos zagueiros e se posicionar na área. Tem faro de gol. Sua média na Argentina é próxima de 0,5 por jogo.”
  • Norberto Lopes, do Jornal de Notícias, de Portugal: ”É o típico finalizador. Um avançado de área, bom cabeceador, sabe desmarcar muito bem dos zagueiros para ganhar espaço. Não precisa de muitas oportunidades para marcar um gol, porque é muito eficaz. No Porto era dos melhores marcadores da equipe, apesar de ter poucos minutos de utilização. Era o suplente de luxo, arma secreta que o treinador lançava quando procurava resolver o jogo. Jogou pouco na última época porque esteve muito tempo lesionado.”
  • Sérgio Pereira, do portal Mais Futebol, de Portugal: ”Farias é um típico jogador de área. Não tem técnica, não é rápido, não é forte, não é alto, mas sabe estar no lugar certo para fazer gols. Não é um jogador de grandes gols, é um jogador de último toque, de meter a bola dentro da baliza. Acho que o Farías nunca foi jogador para valer o que o Porto pagou por ele (quatro milhões de euros), mas a verdade é que ele fez gols. Foi um ótimo suplente, que entrava quando a equipa estava a precisar de um gol. Nunca foi um jogador titular. Mas acho que se tiver alguma continuidade, pode ser um bom reforço para o Cruzeiro. Depende do que a torcida esperar dele: não podem esperar um craque. Até porque ele esteticamente não é um jogador atraente, não finta, não tem estilo.”

Finalmente, eis como Ernesto Farias se define:

  • “Sou um atacante de área. Posso jogar mais atrás, mas a minha característica principal é de área. Minha intenção é jogar e tentar corresponder às expectativas do treinador. Estou com uma expectativa grande de ganhar títulos no Cruzeiro”.

Agora, resta esperar que as hienas e os termocéfalos não cobrem futebol de Neymar, pois ele está mais pra Alecsandro.

Paraguai 0x0 Nova Zelândia: Kiwi invicto, mas fora

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Às 11h, no Estádio Peter Mokaba, em Polokwane, Paraguai e Nova Zelândia enfrentam-se pela 3ª rodada do Grupo F da Copa 2010.

Com 4 pontos, os guaranis precisam somar apenas mais um pra passarem às quartas de final. Já os neozelandeses têm de vencer pra seguirem adiante sem recorrer à calculadora.

Se empatarem, que o façam com mais gols que os italianos. Caso contrário, pode até haver sorteio pra decidir uma vaga pras oitavas de final.

Gerardo Martino manterá o Paraguai no tradicional 4-4-2, com Roque Santa Cruz e Lucas Barrios no ataque. E boas opções no banco.

Ricki Herbert também escalará os kiwis no 4-4-2. Ele tem a conta do chá pra montar seu time. Afinal, só existem 25 neozelandeses profissionais de futebol.

Assim, não há hacka que dê jeito. Será preciso muito suor e sorte pra que a zebra dê o ar da graça em Polokwane, que ouvirar o trinar do apito japonês de Yuichi Nishimura. (mais…)

Talento Azul caçou confusão!

domingo, 30 de maio de 2010

Li esta declaração do Alex 10 na área de notícias do Cruzeiro.Org:

“Todo mundo fala do Santos atual, mas acredito que, se o Cruzeiro de 2003 enfrentasse o Santos de agora, nosso time ganharia. Nosso time tinha muita qualidade. Talvez o Cruzeiro daquele ano possa ser considerado a melhor equipe que o futebol brasileiro já viu nos últimos dez anos.”

O cara é doido! Aqui mesmo, no PHD, vai levar uns cascudos, pois, como todo mundo sabe, o Santos é o que há. Uma obra de arte que o DJ esculpiu com o tosco material que lhe puseram em mãos.

Agora, que ninguém nos ouça, e muito menos me leia, eu concordo com o Talento Azul. Sem mais.

Encarnados batem minhotos com golo de Luisão

domingo, 28 de março de 2010

De um lado, Luisão e Ramires, do outro, Renteria. Coitado do Braga. Perdeu a chance de campeonar pela primeira vez.

E ainda perdeu Mossoró, que fraturou o perônio e ficará fora dos relvados por seis meses.

Dez brasileiros participaram da partida que, praticamente, decidiu o Campeonato Português, ontem, em Lisboa.

O Braga conta ainda com os brasileiros André Leone, Paulão, Osvaldo, Olberdam, Alan, Adriano Louzada, Vandinho e Matheus.

O Benfica também tem vários suplentes brasileiros: Júlio César, Sidnei, Felipe Menezes, Aírton, Weldon e Eder Luís.

Ao todo, 24 brazucas estão fichados nas duas equipas. Confiram a reportagem do Diário de Notícias.

Benfica cimenta liderança com golo de Luisão

O Benfica está cada vez mais perto do título nacional de futebol, depois de, este sábado, ter batido o Sp. Braga, por 1-0 (golo de Luisão). Agora, as águias têm seis pontos de avanço sobre os minhotos, segundos classificados da Liga.

Num jogo muito emotivo, “rasgadinho” quanto baste, os encarnados tiveram quase sempre o “sinal mais”, mas sofreram até ao fim para segurar um triunfo que os deixa mais perto da conquista da Liga, a seis jogos do final.

Ao minuto 23, Saviola perdeu a primeira grande oportunidade: isolado na área deixou-se antecipar pelo guarda-redes Eduardo. O lance começou com um erro de Filipe Oliveira.

Um livre de Cardozo (32′) e um cabeceamento de Saviola (37′) ainda criaram perigo, mas o golo só chegou no período de descontos da 1.ª parte, aos 45+2′: Após um canto na direita marcado por Di María, o espanhol Javi García cabeceou contra Luisão. A bola ficou mesmo à frente do central, que, sem qualquer falta, rematou de pé esquerdo para a baliza de Eduardo: 1-0.

No intervalo, as equipas demoraram a entrar nos balneários. Os incidentes no túnel em Braga, no primeiro jogo, estariam na memória dos jogadores e técnicos de ambos os clubes.

Depois, houve agitação nas bancadas dos adeptos do Sp. Braga. Houve um carga policial sobre os adeptos minhotos e um chegou a ser levado pela polícia.

Do lado do Benfica, Cardozo esteve perto do golo por três ocasiões, aos 67′, 75′ e 82′, mas falhou sempre no aproveitamento dos cruzamentos dos colegas de equipa. O jogo acabou com a vitória das águias, por 1-0. O Benfica tem agora 61 pontos, contra 55 do Braga. O FC Porto, com menos um jogo, leva 47.

Benfica 1×0 Sporting Braga, sábado, 27mar10, Estádio da Luz, Lisboa 28ª rodad ado Campeonato Português 2009/10 – Público: 60.000 –  Juiz: Pedro Proença (Lisboa) – Golo: Luisão, 47 do 1º tempo – Benfica: Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, Fábio Coentrão; Javi Garcia, Ramires (Ruben Amorim, 76), Carlos Martins (Aimar), Di María, Saviola (Alan Kardec, 87), Cardozo. Tec: Jorge Jesus / Sporting Braga: Eduardo; Filipe Oliveira, Moisés, Rodríguez e Evaldo; Andrés Madrid; Mossoró (Luís Aguiar) e Hugo Viana (Rafael Bastos, 58); Alan, Rentería (Matheus, 58) e Paulo César. Tec: Domingos Paciência – Nota – Os negritos registram os brasileiros, não necessariamente os melhores em campo.

Taí, essa gente bronzeada mostrando seu valor…

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Sorte nossa, que os britânicos não acompanham o futebol brasileiro.

Já pensaram se eles conhecessem Euricão, Trajano, Cipullo, Juvenal Juvêncio, Kaiu, ZZP, Love, Muricy, Lori Sandri, Márcio Alemão, Angelim, Fernandão, Souza, Bala, Lúcio Becão, Dylan e outros menos votados?

Cairíamos pra segundona, com certeza.

Sorte deztepaiz que eles prestaram mais atenção neste blogueiro e na Juliana. E, talvez, no Kaká.

(mais…)

Por que escamoteiam?

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

O Walfrido passou bom tempo de sua vida, contando o número de matérias que o Superesportes publicava sobre os rivais belo-horizontinos.

Invariavelmente, a Cocota vencia. Mala que sou, tão logo nosso confrade apresentava os dados da pesquisa, eu os comparava com os do Site Oficial do Cruzeiro.

E descobria que o Superesportes era sempre mais pródigo do que o site oficial com o campeão da Tríplice Coroa.

Volto ao tema, pois vários confrades estão reclamando que a vantagem da torcida celeste na venda antecipada de ingressos para o RapoCota deste sábado não tem sido divulgada pela mídia mineira.

Pois na quarta-feira, à noite, ouvi o Milton Naves, da Itatiaia, destrinchando os números e mostrando a vantagem celeste.

(mais…)

A “semana de 8 dias” do Mais Querido de Minas

domingo, 10 de janeiro de 2010

Esta foi a semana cruzeirense:

  1. Sábado, 02jan09 Cruzeiro 5×0 São José (Porto Alegre), pela Copa SP de Juniores, em Taboão da Serra. Em Itaguara-MG, equipe de atletismo do Cruzeiro vence a  16ª Corrida Nacional de Itaguara. Antônio Ferreira da Silva, o Ferreirinha, terminou em 1º lugar, Alequessandro Paula da Silva, o Chiclete, em 3º, Leandro Santos Martins Braga, o Chinelo,  em 4º, e Iuri Bonari, em 5º.
  2. (mais…)

A atleticana Fátima e o cruzeirense Lukas

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Futebol é pra fazer amigos. Prova disto é que, em outubro, após uma troca de mensagens sobre futebol, livros e assuntos afins, ganhei uma nova amiga. E atleticana… Confiram:

  • Fátima – Onde consigo o livro Páginas Heróicas? Agradeço a atenção.
  • JS – Ele está esgotado, segundo a editora. Mas, com ajuda do Google, é possível encontrar alguma livraria que ainda o tenha pra vender. Se não encontrar, só esperando a Ediouro relançar a coleção Camisa 13. O livro do Cruzeiro deve sair com 100 páginas a mais e outras fotos. Só não sei exatamente quando.
  • Fátima – Olá, Jorge! Agradeço imensamente o retorno. Consegui achar o Páginas Heróicas  na Livraria FNAC, aqui em Curitiba. Vou presentear um cruzeirense fanático de 12 anos. Agradeço a atenção. Abs e sucesso, Fátima (torcedora do Atlético… Paranaense… eheheheheh)
  • JS – Foi um prazer ajudar. Mande a história desse jovem cruzeirense para o meu blog.
  • Fátima – Poxa, Jorge, será uma honra para o Lukas. Ele mora em Belo Horizonte e passará por Curitiba a caminho do Parque Beto Carreiro, semana que vem. Saberei detalhes da história dele com o Cruzeiro e, depois, te mando um escrito, ok? Agradeço tua generosidade. O garoto ficará feliz! Super abraço…
  • JS – Fátima, você é madrinha do Lukas?
  • Fátima – Não, sou apenas amiga do pai dele. Sou Bibliotecária. Nasci em Paranaguá, no litoral do Paraná. Agora já estou aposentada. Meus pais subiram a serra pra ganhar a vida e ficaram, pra sempre aqui, em  Curitiba. Por influência de meu pai, tornei-me atleticana. Neste Brasileiro, meu time está naquela zona de quem não vai para Sul-americana, nem será rebaixado. Não caindo, tá de bom tamanho…
  • JS – Boa sorte pro seu time, Fátima.
  • Fátima – Olá, Jorge! O Lukas esteve aqui no Paraná por três dias. Ele adorou o livro. E começou a leitura já na viagem de carro até Santa Catarina. Contei a ele os acontecimentos que me fizeram chegar até você e também da tua idéia de publicar a estória dele. Ele ficou empolgado e eu fiz algumas perguntas sobre a paixão dele pelo Cruzeiro. Veja aí como ficou. Agradeço a tua atenção, disposição e generosidade. Caso venha a publicar alguma coisa, por favor, me avise. Sucesso em todas as tuas realizações, Grande abraço sulista da Fátima. 
  1. Seu nome, sua escola? Lukas de Farias Sasaki, tenho 12 anos, faço a 6ª série no Colégio Santo Agostinho
  2. Seu time de coração… Cruzeiro, uai. Desde pequeno…
  3. Que situação ou pessoa o influenciou na escolha do time? Desde pequeno, fui incentivado por meu tio Alexandre e meu primo Gabriel, que são freqüentadores do Minierão. Um dia eles me levaram a um jogo do Cruzeiro e eu me encantei com a maior torcida de Minas.
  4. Sua família é toda cruzeirense? Quase toda. Tenho apenas dois tios que não gostam de futebol.
  5. Você participa de algum grupo ou comunidade de torcedores? Sim, da comunidade do Orkut.
  6. O que você acha do Mineirão? É um ótimo estádio, um dos maiores do Brasil. E é a casa do maior clube brasileiro do Século XX, segundo a Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS). O Mineirão já foi palco de inúmeras páginas heróicas do Cruzeiro como a Libertadores de 97, a Copa do Brasil de 2000 e a de 2003 e o Brasileiro de 2003.
  7. Já foi a jogos do Cruzeiro fora de Beagá? Sim. Já vi meu Cruzeiro acabar com o Fluminense no Maracanã…
  8. Você costuma assistir aos treinos do Cruzeiro? Já alguns na Toca da Raposa II.
  9. Conhece pessoalmente algum jogador? Sim, vários do elenco atual.
  10. Coleciona alguma coisa relacionada ao Cruzeiro? Sim. Autógrafos dos jogadores e fotos do time.
  11. É melhor asssitir jogos no estádio ou pela televisão? No estádio. É bem legal ver o Cruzeiro marcar gols e a torcida vibrar…
  12. Qual é a sensação de fazer parte da torcida do Cruzeiro? Incrível! É uma torcida acostumada com títulos, apaixonada e vitoriosa…
  13. Como você acomapnha as notícias do Cruzeiro? Conversando com amigos e pelo site oficial do clube.
  14. Como são as discussões sobre futebol na escola? Os cruzeirenses sempre ganham, pois têm mais coisas pra contar. Meu time é vencedor, não é como o adversário que possui apenas um título de expressão.
  15. Quais são seis ídolos? Tostão, Alex, Sorín e Dirceu Lopes.
  16. O que você acha do time atual do Cruzeiro? O time é bom e está voltando jogar bem e vencer, após a derrota da Libertadores.
  17. Se fosse técnico faria alguma mudança no time? Melhoraria a lateral-direita e o ataque.
  18. O que você sonha para o Cruzeiro em 2010? Quero o tri da Libertadores.

Cruzeiro, esperança brasileira na São Silvestre

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

A equipe de atletismo do Cruzeiro já está em São Paulo, onde disputará, nesta quinta-feira, 31 de dezembro, às 17h, a 85ª Corrida de São Silvestre.

Ivanildo Pereira dos Anjos (Gomes) e o Lindomar Modesto de Oliveira (Pantanal), que se contundiram na 53ª São Silvestre Internacional de Pratápolis, serão os desfalques.

Mesmo com estiramento na parte posterior da coxa direita e fisgada na panturrilha direita, Gomes completou a prova.

Pantanal, contudo, não resistiu a uma queda seguida de pisões nas costas, que recebeu de outros corredores e teve de abandonar a prova no Km2.

Os dois só voltarão a correr daqui a duas semanas.

Alexandre Minardi, chefe da equipe celeste, confia em bons resultados, mesmo sabendo que haverá africanos além do habitual correndo pelas ruas de São Paulo.

Recentemente, o empresário Moacir Marconi, o Coquinho, foi ao Quênia e contratou vários atletas para outras equipes brasileiras.

O campeão da SS 2008, Kipsang Kwambaí, o da SS2007, Robert Cheruiyot, e o da Volta da Pampulha, Nicholas Koech, são os quenianos “importados”.

Mas vieram também atletas do Marrocos, da Etiópia e da Tanzânia.

A maioria dos corredores celestes treinou em Campos do Jordão e descerá a serra cheia de oxigênio. Eis a turma:

  1. Edielza dos Santos Guimarães
  2. Franck Caldeira de Almeida
  3. Alequessandro Paula da Silva (Chiclete)
  4. Cristiano da Silva Machado (Jiló)
  5. Giomar Pereira da Silva (Gladiador)
  6. João Ferreira de Lima (João da Bota)
  7. João Marcos Fonseca (João Gari)
  8. Luíz Paulo da Silva Antunes (Paulinho Guará)
  9. Marcos Alexandre Elias

Animado com o fato de sua equipe ter se tornado a maior esperança brasileira de vitória na prova paulistana, Minardi conta:

  • “Nunca recebi tantos telefonemas e e-mails da imprensa de todo o Brasil pedindo notícias da nossa equipe”.