Posts com a Tag ‘Náutico’

A cigana me contou

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Dialoguei com o simulador do Globo Esporte, neste feriadão. Eis o que ele me  garantiu:

  • Santos, Corintiãs e Fluminense chegam à última rodada disputando o título.
  • Cruzeiro termina em 4º lugar.
  • Goiás, Atlético-GO e Prudente caem.
  • Ceará, Guarani e Atlético-MG chegam à última rodada disutando a 16ª posição.

(mais…)

Sport, Bahia e Fortaleza, mandam em suas casas

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

JS:

Segue os resultados de mais três Estados da Pesquisa Lance! / Ibope 2010:

(mais…)

7ª da B: Coelho salta para o G4

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Esta foi a 7ª rodada da Série B do Morrinhão:

  1. Pituaçu: Bahia 0x1 Duque. Público: 13.770. Gol: Mancuso, 29 do 1º tempo.
  2. Dario Leite: Guará 2×2 Braga. Público: 2.531. Gols: Lúcio Flávio, 7, Leo Jaime (Bra), 10, Esquerdinha (Bra), 27 do 1º tempo; Vagner Carioca, 28 do 2º.
  3. Vila Capanema: Paraná 2×1 Lusa. Público: 3.632. Gols: Irineu, contra, 20 do 1º tempo; Alessando Lopes (Par), 13, Luís Camargo (Par), 15’ do 2º.
  4. Serejão: Brasiliense 1×1 Sanca. Público: ? Gols: Eduardo, 21, Dezinho (BSB), 27 do 1º tempo.
  5. Machadão: América-RN 0x5 Sport. Público: 8.073. Gols: Ciro, 23 do 1º tempo; Ciro, 14, Ciro, 21, Adriano Pimenta, 42, Moisés, 47 do 2º.
  6. Aflitos: Náutico 2×0 Ipatinga. Público: 9.402. Gols: Bruno Meneghel, 17 e 38 do 2º tempo.
  7. Mineirão: América-MG 2×0 Vila. Público: 2.088. Gols: Fabrício, 13 do 1º tempo; Gabriel Santos, 30 do 2º.
  8. Moisés Lucarelli: Ponte 1×2 Figueira. Público: 3.447. Gols: William, 35 do 1º tempo; Diego )Pon), 3, Roger Carvalho, 25 do 2º.
  9. BJ Daniel: Sandré 1×3 Coritiba. Público: 1.248. Gols: Marcos Paulo, 14, Ariel, 48 do 1º tempo; Altair San), 32, Cleiton, 38 do 2º tempo.
  10. Coaracy Fonseca: ASA 3×0 Icasa. Público: 3.053. Gols: Cleiton Goiano, 2, Marcos tamandaré, 21, Júnior Viçosa, 31 do 1º tempo.

Gols: 29 . Público:  47.244. em 9 jogos. Média: 5.249. G4: Paraná, 15, América-MG, coritiba, Náutico, 15. Z4: América-RN, 6, Ipatinga, Duque, Vila, 3. Artilheiros: Eduardo (Sanca), 5, Bruno Meneghel (Náutico), Ciro (Sport), 5. Heverton (Lusa), Kempes (Lusa), Marcelo Toscano (Paraná), Rodrigo Gral (Baêa), Júnior Xuxa (Icasa), Ariel (Coritiba), 4.

6ª da B: Ih, a casa do Baêa caiu!

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Esta foi a 6ª rodada da Série B do Morrinhão, disputada em 01jun10:

  1. Canindé: Lusa 1×0 Coelho. Público: 1.205.Gols: Paulo Sérgio, 41 do 2º tempo. A Lusa deu uma cajadada no Coelho no finalzinho.
  2. Anacleto Campanela: Sanca 5×0 Náutico. Público: 509. Gols: Arthur, 20s, Kleber, 3, Eduardo, 17 do 1º tempo; Eduardo, 12 e  44min do 2º. São Caetano atropelou o Timbu, que deu adeus ai G4.  
  3. Serra Dourada: Vila 0x3 Sandré. Público: 1.700. Gols: Rodrigão, 16 e 27, Rychely 40 do 2º tempo. O Sandré do Paulistão voltou e o Vila continua o mesmo do Goianão.
  4. Romeirão: Icasa 4×0 Baêa. Público: 4.003. Gols: Junior Xuxa, 22 e 29 do 1º tempo; Assisinho, 8, Marciano, 30 do 2º. Xuxa, Asissinho e Marciano deram uma meia-trava no Tricolor de Aço, que estava enfoguetado.
  5. Retiro: Sport 1×0 Paraná. Público: 6.626. Gols: Ciro, 2 do 1º tempo. E sua estréia, Cerezo Cerezo tirou o Leão da lama, com o pé de direito de Ciro, que decidiu logo de cara a partida.
  6. Arena Joinville: Coxa 2×1 Ponte. Público: 2.742.  Gols: Rafinha, 16, Ariel, 21, Reis, (Ponte) 44 do 2º tempo. Atuante, mas não brilhante, Dudu jogou, cansou e foi substituído. Continua uma incógnita. Pro Coxa valeram os 3 pontos, que preparam sua volta triunfal e de barriga forrrada ao Couto Pereira.
  7. Orlando Sxarpelli: Figueira 6×0 ASA. Público: ? Gols: Coutinho, 1,Marcelo Nicácio, 28, Coutinho, 46 do 1º tempo; Willian, 9, Lucas, 31, Heber,s 47 do 2º. Figueira tirou a barriga ada miséria. Segestão ao Boquirroto: se a Cocota estiver precisando de centroavante, o Nicácio tá bem demais nesta Segundona.
  8. Nabi Abi Chedid: Braga 2×2 Brasiliense. Público: 373. Gols: Beto (BSB), 23, Bebeto (BSB), 31 do 1º tempo; Danilo Bueno, 33, Bruno Perez, 34min do 2º. O BSB tava folgadaço, quando a Linguiça Mecãnica endureceu e empatou assim meio que de repente.
  9. Ipatingão: Ipatinga 3×0 Guará. Público: 687. Gols: Francismar, 41 min do 1º tempo; Leo Mineiro,  5, Danilo Dias, 17 do 2º. Ufa! O Tigrão voltou, ô… O Tigrão voltou, ô… Quem não voltou foi a torcida.
  10. Cidadania: Duque 0x1 América-RN. Público: 14. Fábio Neves, 34 do 2º. Olha o Duque aí, gente! Desta vez, arrastou 14 sem-0-que-fazer pro seu jogo. Ainda teremos público zero nesta temprada. Aguardem!

Gols: 31. Público: 16.849. em 9 jogos. Média: 1.873. G4: Lusa e Baêa, 13, Paraná, 12, Sanca, 11. Z4: Sport, 4, Ipatinga e Vila, 3, Duque, 0. Artilheiros: Eduardo (Sanca), 5, Heverton (Lusa), Kempes (Lusa), Marcelo Toscano (Paraná), Rodrigo Gral (Baêa), Júnior Xuxa (Icasa), 4.

5ª da B: Baêa irresistível, Tigre irreconhecível

domingo, 30 de maio de 2010

Esta foi a 5ª rodada da Série B do Morrinhão.

  1. No Canindé, Lusa 2×0 Braga. Público: 1.112. Gols: Maurício, 25 do 1º tempo; Marcos Paulo, 35 do 2º. Revelado pelo Cruzeiro no século passado, Marcos Paulo continua em atividade. Quem vai pendurar as chuteiras primeiro: ele ou Pet?  
  2. Nos Aflitos, Náutico 2×2 América. Público: 10.763. Gols: Zé Carlos (Nau), pênalti, 11 do 1º tempo; Zé Carlos, 23, Flávio Recife, 33, Rodrigo Dantas, 44 do 2º. O Timbu estava com o jogo na mão até que seu goleiro levou um frango e foi castigado pelo Diabo. 
  3. No Coaracy Fonseca, ASA 1×2 Coxa. Público: Gols: Rincón, 14, Rafinha, 17, Ramon, 42 do 2º tempo. Com um a menos, o Coxa cortou as asinhas do adversário.
  4. Na Vila Capanema, Paraná 1×0 Vila. Público: 8.239. Gol: João Paulo. A torcida tricolor se animou, saiu de casa e empurrou seu time que está na escolta do líder.
  5. No Anacleto Campanela, Sanca 3×1 Ponte. Público: ? Gols: Kleber, 42 do 1º tempo; Arthur, 1, Pablo Escobar (Pon), 24, Kleber, 33 do 2º. O Sanca se apruma no campeonato. A Ponte continua balançando. E os velhinhos do Azulão estão cada vez mais sumidos das arquibancadas.
  6. No Serejão, Brasiliense 1×1 Figueira. Público: 3.497. Gols: Rosembrick, 44 do 1º tempo; João Filipe (Fig), 46 do 2º. O BSB amarelou no finalzinho.
  7. Em Pituaçu, Bahia 2×0 Sport. Público: 32.157.  Gols: Rogerinho, 30 do 1º tempo, Ávine, 6 do 2º. A torcida do Bahia despertou. Nenhum time da Série A levará mais gente a campo neste fim de semana do que o Tricolor de Aço. Parece até que havia mais gente que estádio em Pituaçu.
  8. No Dario Leite, Guará 3×1 Sandré. Público: 3.017. Gols: Renato Peixe, 13, Nenê, 33, do 1º tempo; Borebi (San), 23, Kleber, 33 do 2º. Jogo de duas empresas. Venceu a de menor turnover.
  9. No Romeirão, Icasa 3×1 Duque. Público: 2.038. Gols: Júnior Xuxa, 25 do 1º tempo; Everaldo, 5, Leo Guerreiro (Duq), 30, Júnior Xuxa, 41 do 2º. Padim Ciço continua abençoando o Verdão cearense. E o Duque devia mudar de nome. Conde D’eu Mole ia mais apropriado.
  10. No Mineirão, Coelho 4×0 Ipatinga. Público: 1.257. Gols: Dudu Pitbull, 22 do 1º tempo; Luciano, 23, Thiago Silvy, 27, Rodrigo, 37 do2º. Após a 5ª derrota consecutiva, o treinador do Ipatinga se mancou e pediu o boné. Evans Drawn, capoeirista norte-americano, sacou a calculadora: Ipatinga 6×1 Cruzeiro (placar agregado), Cruzeiro 3×2 América. América 4×0 Ipatinga. Resultado: 12×4 contra nós. Cruzcredo!

Gols: 30. Público: 62.081. Média: 6.208. G4: Baêa, 13, Paraná, 12, América-MG, Guaratinguetá, 11. Z4: América-RN, 3, Sport, 1, Ipatinga e Duque, 0. Artilheiros: Heverton (Lusa), Kempes (Lusa), Marcelo Toscano (Paraná), Rodrigo Gral (Baêa), 4.

2ª da B: Timbu lidera, Baêa e Figueira escoltam

sábado, 15 de maio de 2010

Olha a Segundona aí, gente! Estádios transbordantes. De paixões, torcedores e grana. Afe!

  1. No Ipatingão, Ipatinga 1×1 Bahia. Público: 659. Gols: Luizinho (Ipa), 9, Rodrigo Gral, 35, Rogerinho, 47 do 2º tempo. Consequências: 1. Engorda a pulga atrás da orelha do Cruzeiro, que sofreu duas goleadas para o Tigre. 2. Itair já deve ter mandado o Kleina pasar no DRH na segunda-feira. 3. Os oportunistas e seca-pimenteiras vão pedir a troca de Adílson Baptista por Renato Gaúcho.
  2. No Moisés Lucarelli, Ponte 1×0 Paraná. Público: 4.134. Gol: Reis, 8 do 1º tempo. A Ponte venceu o Ipatinga, que venceu o Cruzeiro. Será que a Ponte também é melhor do que o catadão do Cruzeiro?
  3. (mais…)

1ª da B: Multidões em êxtase

sábado, 8 de maio de 2010

Começou a festa. Almoço farto. E não há de faltar marmelada na sobremesa.

  1. Em Fortaleza, Icasa 1×2 Sandré. Público: 148. Jogão entre dois eternos rivais do fut brasilis.
  2. Em Arapiraca, ASA 1×1 Ponte. Público: 5.655. Festa no Interior.
  3. No Canindé, ontem à noite, Portuguesa 4×1 Vila para 1.173 pagantes. Apenas 0,1% da torcida que o Datafolha garante possuir Lusa compareceu.
  4. No Canindé, Sanca 0x1 Figueira. Público: 249. Demoraram pra contar a multidão que acorreu ao estádio da Lusa.
  5. Na Vila Capanema, Paraná 3×0 Ipatinga, para 2.686 pessoas. O vice-campeão mineiro é atração em qualquer praça.
  6. No Serejão, Brasiliense 2×1 Sport. Grande público: 4.723.  O vice brasiliense exemplou o penta pernambucano.
  7. Nos Aflitos, Náutico 3×1 Coritiba para 8.517 caronas e mais de 34 contos de réis de arrecadação. A renda não paga o salário do treiandor do Timbu.
  8. No Mineirão, América 0x0 Braga para 1.728 pagantes. Só deu Coelho, mas a turma da terra da linguiça se safou e beliscou um precioso pontinho.
  9. Em Pituaçu, Bahia 1×0 América-RN. Público: 7.529. Agora, vai! O Baê cansou de ficar no ostracismo e vem quente em busca de uma vaga na Série A.
  10. Em Guaratinguetá, Guará 3×1 Duque. Público: 1.769. O Lobo tinha mais público do que a Garça.

Público: 34.177. Média: 3.418.

Superclássico: torcida celeste na pole position

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Ainda não saiu no Superesportes, mas a Itatiaia já informou: foram vendidos 13.700 ingressos para o Superclássico. A torcida do Cruzeiro comprou 7,7 mil e a emplumada 6 mil.

O Cruzeiro, ainda segundo a Itatiaia, deve jogar com sua força máxima.

Em termos práticos, o jogo vale pouco. Mas no plano psicológico, é importante. Um bom resultado ajudará na mobilização da torcida celeste para o duelo contra o Colo Colo.

(mais…)

Vôlei é líder, atletismo é pódio, futebol treina

domingo, 17 de janeiro de 2010

Esta foi a semana do Cruzeiro:

  1. Domingo, 10jan10: Inspirando-se no Barcelona, Adílson Baptista diz que não vai mais poupar jogadores, privilegiando uma competição em detrimento de outras. Se as contusões derem trégua, é claro. Thiago Ribeiro e Leonardo Silva cantam o mantra do elogio à estrutura do Cruzeiro. É mais produtivo treinar na Toca do que viajar pra se preparar alhures como fazem os elencos dos clubes que não possuem bom centro de treinamento. Equipe de Atletismo do Cruzeiro subiu em 3 pódios: Frank Caldeira com o 2º lugar na 26ª Corrida de Reis de Cuiabá; Gladiador com o 3º e João da Bota com o 5º, na 40ª Corrida de Reis de Brasilia; Cristiano Machado com o 4º na 33ª Corrida de Reis Barcelona, em São Caetano do Sul.  
  2. Segunda-feira, 11jan10: Jonathan sonha com vaga na Seleção. Uchoa e Thiaguinho são titulares no Sub20 do Brasil que empatou com o Uruguai por 1×1 e vai disputar a final do Torneio de Punta Del Este. Depois de treinos físicos e táticos na Toca II, jogadores do Cruzeiro ouviram paletras proferidas pelo presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Mineira de Futebol, Jurandy Gama Filho, e pelo ex-arbitro Juliano Lopes Lobato.
  3. Terça-feira, 12jan10: Após 7 meses em recuperação, Leo Fortunato volta a treinar com bola. Marquinhos Paraná e Leonardo Silva divergem sobre a semana de treinamentos em Sucre, a 2.800 m de altitude, para o jogo em Potosi, a 4.000 m. Para o volante quanto menos tempo nas alturas, melhor, pois a turma não fica pensando o tempo todo no problema. Já beque considera fundamental o treino na altitude pra goleiro e zagueiros se adaptarem à maior velocidade da bola lá nas grimpas do mundo. O ex-zageiro Wilson Gottardo, que fez 6 gols e levantou a Libertadores jogando 101 partidas pelo Cruzeiro em 1997/98 reaparece na Toca, agora para iniciar um estágio de treinador com Adílson Baptista.
  4. Quarta-feira, 13jan10: Adílson confia na recuperação do futebol de Thiago Heleno. Fabrício, com distensão na panturrilha, não treina e deve desfalcar o time nos primeiros jogos da temporada. Em Caxias do Sul, O Cruzeiro Sada venceu o São Paulo Fátima Medquímica UCS por 3×0 (25/17, 27/25 e 25/23) e alcançou o 2º lugar na Superliga de Vôlei. Defenderam o time mineiro: Sandro, Wallace, Douglas Cordeiro, Renato Felizardo, Bob, Bruno Zanuto, Polaco (líbero), Murilo Radke e Samuel Fuchs.
  5. Quinta-feira, 14jan10: Kleber é o único titular garantido no ataque celeste. Wellington Paulista, Guerrón, Anderson Lessa e Thiago Ribeiro vão disputar a 2ª vaga. Alegando bolha no calcanhar, a nova epidemia que assola o fut brasilis, WP não treinou. Depois, pela Itatiaia, soube-se que ele está de birra com o treinador por não ter sido escalado como titular no jogo-treino contra o Itaúna, vencido pelo Cruzeiro por 7×1, gols de Ribeiro (3), Guerrón (2), Leandro Lima e Fabinho. Pedro Ken, substituto de Fabrício no treino, foi elogiado por Thiago Ribeiro: “Ele tem mobilidade, marca e sai para  jogo, como fazem nossos volantes.” Sub18 do Cruzeiro vence Paraná Clube por 1×0, pela Copa SP, em Taboão da Serra e se classifica pra enfrentar a Inter de Limeira no domingo, às 10h.
  6. Sexta-feira, 15jan10: O centroavante Eliandro renova contrato com o clube até 2013. Thiago Ribeiro se candidata a batedor de faltas em 2010. Guerrón avisa que jogar na altituide é com ele mesmo. Gilberto, que já enfrentou aa montanhas de La Paz e de Cuzco, acha que dá pra se sair bem em Potosi. Mas recomenda ao time jogar mais fechado e não permitir a correria dos adversários.
  7. Sábado, 16jan10: Fabinho revela que seu empresário foi sondado pelo Flamengo pra uma transferência. Mas, no momento, sua preocupação é jogar pelo Cruzeiro. Se possível já na estréia do Mineiro, em lugar de Fabrício, que baixou enfermaria. Começa a venda de ingressos para a estréia do Cruzeiro no Mineiro, contra o Uberlândia, quarta-feira, 21h50, no Mineirão: a geral custará R$10, cadeira inferior, R$ 15; cadeira superior lateral, R$25; cadeira superior central, R$30, cadeira especial, R$55, estudantes, menores de 12 anos e maiores de 60 anos, pagam a meia entrada. No Ginásio Divino Braga, em Betim, perante 3.200 torcedores, o Cruzeiro Sada venceu o Náutico Lupo por 3×1 (25/17, 23/25, 25/18 e 25/19) e chegou à liderança da Superliga de vôlei.  Jogaram: Sandro, Wallace, Douglas Cordeiro, Renato Felizardo, Bob, Bruno Zanuto, Polaco, Murilo Radke, Samuel Fuchs, Lucianinho e Aurélio.

Pelo visto, todos querem jogar. E vão jogar, pois o treinador já garantiu que haverá amplas oportunidades para todos os pretendentes à camisa titular.

E a torcida? Vai comparecer na estréia? Você já comprou seu ingresso, caro leitor?

O Outro na vida do Datafolha

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Marcos Pinheiro

Pelos números apurados pelo Datafolha, entre 14 e 18dez09, os times do Eixo fazem a festa no Paraná e na Bahia.

No Paraná, o Corinthians lidera com folga: 20%, contra longínquos 8% do Atlético, que está empatado com o Palmeiras.

Depois vem Flamengo, 7%, São Paulo e Santos, ambos com 6%, para só então aparecer o Coritiba, com 5%.

Até o Grêmio, com 3%, está na frente do Paraná Clube, que tem 2%, empatado com Vasco e Internacional.
 
Na Bahia o vexame é um pouco menor. Bahia e Vitória, com 14% e 10% respectivamente, ficam em 3º e 4º lugar, atrás apenas de Flamengo, 21%, e Corinthians, 10%, mas na frente de São Paulo, 7%, Palmeiras, 6%, Vasco, 5%, e Santos, Botafogo e Fluminense, todos com 1%.
 
Mas paranaenses e baianos não podem reclamar. O Datafolha, ao menos, reconheceu que eles existem.

Em Pernambuco, Ceará e Santa Catarina, o Datafolha simplesmente juntou todas os clubes locais na categoria “Outro”.

No estado do campeão brasileiro de 1987 o “Outro” teve 39% no Estado e 68% no Recife.

No Ceará, o “Outro” teve 20% no Estado e 40% em Fortaleza.

E em Santa Catarina, foi 5% para “Outro” no Estado e 33% em Floripa.
 
Se a pesquisa foi feita e foram divulgados os resultados estratificados de nove Estados, do Distrito Federal e de 10 capitais, por que não divulgar os percentuais das equipes locais?

Será que a paulista Datafolha ainda não digeriu a derrota do Corinthians na dinal da Copa do Brasil de 2008? Embirrou?

Os 68% dos clubes pernambucanos no Recife não são relevantes?

A que interessa ao torcedor do Santa ou do Náutico saber que Flamengo e Corinthians têm 4% dos torcedores em Recife, São Paulo e Palmeiras têm 1% e “Outro” tem 68%?
 
Por nossa conta, aplicaremos um tratamento isonômico e publicaremos os resultados de RJ e SP no mesmo padrão que Datafolha adotou para CE, PE e SC.

Quem quiser, que vá nos links acima para mais detalhes.
 
No Estado do Rio, Corinthians e Palmeiras tiveram 1% cada, e “outro” teve 84%, com 14% de não torcedores.

Na capital fluminense, “outro” subiu para 87%, tendo Corinthians e Santos 1% cada e 11% de não-torcedores.

No Estado de São Paulo, Flamengo teve 2% e “outro” 75%, com 22% dos entrevitados respondendo não torcer para nenhum time.

Na capital São Paulo, o Flamengo manteve os 2%, seguido do Vasco, com 1%, 20% não torcem para ninguém e 75% torcem para “Outro”.

Marcos Pinheiro, 37, cruzeirense, engenheiro, advogado, servidor público, nasceu no Rio de Janeiro, mora em Belo Horizonte.