Posts com a Tag ‘morrinhão’

Verdades insofismáveis

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Faltam 15 rodadas, mas algumas verdades cristalinas já podem ser listadas acerca deste Morrinhão. Escolha a sua caro leitor:

  1. O Corintiãs será campeão porque os donos do fut brasilis decidiram presenteá-lo com um caneco pelos 100 anos.
  2. (mais…)

A lição do Luxa

sábado, 18 de setembro de 2010

Wanderley Luxemburgo é um sujeito polêmico. Aqui no PHD, ele tem críticos, mas também possui seguidores fanáticos.

Gente que torce mais por ele do que pelo Cruzeiro, em função da Tríplice Coroa de 2003. Ou por outros motivos inconfessáveis, sabe-se-lá.

Esses torcedores de coração partido terão motivos pra se alegrar, agora, pois sou obrigado a elogiar o ídolo deles.

(mais…)

O mercador e o treinador

sábado, 18 de setembro de 2010

Vagner Ribeiro, agente do milionário Neymar, saiu em defesa de seu contratado, após o faniquito do jogador na última rodada do Morrinhão. Aliás, nas últimas rodadas…

Sem meias palavras, o empresário chamou o treinador Renê Simões, que botou o dedo na ferida da indisciplina, de medíocre.

(mais…)

Os jogos dos outros

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Luxa, um dos três melhores treinadores do mundo, segundo alguns microfonistas e seus teleguiados, levou a 13ª cepada. O Goiás humilhou o time do primo Joel. Felipão voltou ao Olímpico pra tomar um banho de descarrego.

(mais…)

Onde chutar pro mato não humilha ninguém

sábado, 11 de setembro de 2010

De uma coisa o Cruzeiro não pode se queixar neste Morrinhão. Por onde anda, o time recebe incentivo de sua imensa torcida.

Desconfio de que, se estivesse jogando apenas no Mineirão, as cornetas estariam tocando alto devido às retrancas armadas pelo Cuca.

Na interlândia mineira, o time tem sossego pra chutar a bola pro mato sem ouvir apupos dos torcedores sabidões da capitárrr.

E é assim que, como não se via a há séculos, o Cruzeiro tem a defesa menos vazada do torneio.

(mais…)

Moto Club vai hibernar

sábado, 28 de agosto de 2010

O Moto Club de São Luís pediu licença por tempo indeterminado à Federação Maranhese de Futebol e desativou seu time profissional.

E lá se vai mais um grande do futebol brasileiro. E lá se vão os clássicos contra o Sampaio Correia, que colocavam 70 mil pessoas no Castelão, em São Luís.

Os idiotas da objetividade dirão que o episódio é fruto da incompetência dos cartolas rubronegros. Simplismo.

(mais…)

De ponto em ponto não se chega lá

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O Cruzeiro anda empatando demais neste Morrinhão. Com seis resultados iguais, é, ao lado de Botafogo, Prudente, Ceará e Grêmio, um dos reis do empate.

Com 21 pontos e faltando 24 rodadas pra terminar o torneio, se empatar todas as partidas restantes, pode até escapar do rebaixamento, embora não possa ter certeza disto. Melhor seria vencer ao menos uma partida e não perder nenhuma.

Agora, se a vontade for de campeonar, ele terá de vencer 18 vezes. Se a vaga pra Libertadores estiver de bom tamanho, 16 vitórias bastarão.

O que vai acontecer? Com quantos pontos o time terminará o campeonato? Façam suas apostas.

14ª da A: Atléticos no Rebolo

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

14ª rodada da Série A do Morrinhão: Flu disparado na ponta, atléticos chafurdando na lama e o Cruzeiro perdendo grande chance de chutar o St. Pauli.

  1. Serra Dourada, Atlético-GO 0x2 Botafogo. Público: 9.433. Gols: Somália, 6, Jobson, 36 do 2º. Os cariocas mostraram ao Dragão goiano quem é que mais bota fogo pelas ventas.
  2. Pacaembu, Palmeiras 2×0 Atlético. Público: 10.074 presentes. Gols: Danilo, 3 do 1º, Ewerthon, 30 do 2º.  Felipão quebra o lacre.
  3. Maracanã, Fla 1×0 Ceará. Público: 20.696. Gols: Petkovic (p), 44 do 1º. Vozão não é de marcar gols, por isto, quando toma um, já era.
  4. Ipatingão, Atlético-MG 3×1 Guarani. Público: 5.748. Gols: Tardelli, 20 e 25, Obina, 32, Mazola, 48  do 2º. Na banheira Tardelli fez dois gols pra alegria da Definhante.
  5. Morumbi, São Paulo 2×2 Cruzeiro. Público: 12.338. Gols: Casemiro, 41 do 1º; Wellington Paulista, 22, Thiago Ribeiro, 38 e Ricardo Oliveira, 45 do 2º. Cruzeiro escapou de goleada no 1º tempo, virou no 2º, mas vacilou e não quebrou a escrita.
  6. Farazão, Prudente 1×2 Vasco. Público: Gols: Eder Luís, 9 do 1º; João Vítor (Pru), 13, Nílton, 34 do 2º. Prudente é time pra jogar fora; em casa, não dá no couro.
  7. Ressacada, Avaí 3×2 Corintiãs. Público: 14.721. Gols: Davi, 10, Bruno César, 40 do 1º; Chicão, contra, 1, Rafael, 8, Bruno César, 30 do 2º. Sob o olhar atento do burguês Guga, Avaí surrou o time do presidente classe média.
  8. Maracanã, Flu 3×0 Inter. Público: 49.471. Gols: Mariano, 19, Washington, 22 do 1º; Emerson,14 do 2º. Este ano, Muricy não tá economizando gol. 
  9. Barradão, Vitória 4×2 Santos. Público: 10.648. Gols: Henrique, 20, Wallace, 25, Marcel, 29, Henrique, 47 do 1º; Zé Eduardo, 22, Schwenck (p), 26 do 2º. Leão bateu de novo no Peixe. E desta vez a vitória teve gosto de vitória mesmo.
  10. Olímpico, Grêmio 2×0 Goiás. Público: 11.409. Gols: Willian Magrão, 33 do 1º e 18 do 2º.  Tricolor deixou o Goiás junto com os atléticos na zona.

Gols: 32. Público: 144.508 em 9 jogos.  Média: 16.056. G4: Flu, 32, Corintiãs, 28, Avaí, 22, Botafogo, 21. Z4: Atlético, 14, Atlético-MG, e Goiás, 13, Atlético-GO, 9. – Artilheiros: 8 – Bruno César / 6 – Alecsandro, WP, Schwenck, Tardelli, Roger / 5 – Mazola, Ewerthon, Herrera, André, Roberto, Jonas, Washington / 4 – Robinho (Avaí), Caio, Hugo, Fred, Muriqui, Ricardinho, Antônio Carlos, Love, Kleber, Alan, Bruno Mineiro, Fernandão, Emerson (Avaí), Jobson, Marcel.

Ou acaba com a escrita ou aprende a contar

sábado, 14 de agosto de 2010

O Cruzeiro tem alguns fregueses de caderno no Morrinhão: Botafogo, Vitória, Grêmio, Atlético-MG e Vasco são os mais assíduos do outro lado do balcão.

Contra Flamengo, Palmeiras, Corintiãs, Inter, Goiás, Avaí, Prudente, Santos, Atlético e Guarani, é lá e cá. Não há favorito.

Agora, de Fluminense e São Paulo, Deus nos livre e guarde! Estejam eles bem ou mal, o couro come no lombo do Raposão.

Do Flu, já perdemos a primeira este ano. Contra o São Paulo, já levamos duas lambadas. Nas únicas apresentações decentes do tricolor juveno-juvêncio.

Amanhã, contudo, a escrita há de ser quebrada! Os tricolores estarão sem Miranda, Richarlyson, Xandão, Souto e Hernanes, este vendido à Lazio.

E nosso time vai a campo completinho da silva. Sim, é possível! Tem que ser possível. Se não for, melhor sacar a calculadora de uma vez.

45 pode ser pouco

domingo, 8 de agosto de 2010

Se antes de começar o Morrinhão não havia favoritos destacados ao título, para o rebaixamento cada torcedor possuía sua listinha. Os times eram mais ou menos os mesmos em cada uma:

  1. Atlético-GO – Pobre de grana, torcida e tradição.
  2. Guarani – Escapou de cair pra 3ª divisão paulista na última rodada.
  3. Prudente – Nômade, não tem torcida nem tradição.
  4. Ceará – Time nordestino viaja mais do que treina.
  5. Avaí – Tem pouca tradição e desmanchou o bom time de 2009.

Ocorre que, com exceção do time goiano, os demais dispararam a somar pontos e embolaram a tábua de classificação.

E agora? Quem vai cair? Se os atuais frequentadores da Zona se mantiverem nela, fica mantida a previsão de 45 pontos pra escapada.

Caso eles se recuperem, a tendência é de que a pontuação mínima para se manter na Série A suba. Para quanto? Quem se anima a elaborar uma nova shortlist de rabaixados?