Posts com a Tag ‘Juventus’

Um nove que nao eh cheio de nove horas…

domingo, 16 de janeiro de 2011

O centroavante André Felippe Seixas Dias, 29 anos (11mar81, Engenheiro Navarro, Norte de Minas), 1,79m, 80Kg, contratado pelo Cruzeiro, é torcedor do Mais Querido de Minas.

Ele já vestiu as camisas do Mirassol, Santos, Juventus (Sao Paulo), Spartak Moscou, São Bento, Paraná Clube, Iraty, Vasco e Al Ain (Emirados Árabes Unidos).

(mais…)

Vocês querem marmelada?

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Cuca não acredita em marmelada. Pra ele, ninguém vai entregar jogo na reta final do Brasileiro para prejudicar um rival doméstico:

Em 2004, fui treinador do São Paulo e tenho um jogo memorável na minha carreira que foi São Paulo e Juventus. O São Paulo estava classificado e jogava contra o Juventus, no Anacleto Campanella, em São Caetano.

(mais…)

Marcelo Bechler: “Adílson não contava com o organizador Montillo”

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Pitacos de protagonistas e blogueiros acerca do Cruzeiro 1×0 Corintiãs, no Parque do Sabiá, Uberlândia, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro 2010, em 25ago10:

  1. Marcelo Bechler, no blog do Lédio Carmona: Adilson não conhecia Montillo: Antes do jogo, o que mais se falava era do confronto particular entre Adilson Batista e seus ex-comandados. O time de Cuca, no entanto, tinha quatro jogadores pós-Adilson: Edcarlos, Éverton, Montillo e Robert. O treinador do Corinthians conhecia quase todas as armas do rival. Quase. Não contava com o camisa 10 argentino, organizador do time mineiro, destaque dos três jogos que participou. Montillo fez aos dois minutos o único gol do jogo, em chute com efeito e praticamente sem ângulo. A partir daí, o que se viu em campo foi o Corinthians com a bola e o Cruzeiro não deixando o adversário jogar. Durante toda a partida, a equipe paulista teve mais posse de bola. Aliás, muito mais. A porcentagem nunca baixou da casa dos 60% e terminou o jogo em 63%. O recuo do Cruzeiro era estratégico para tirar a velocidade do jogo e o antídoto era o contragolpe com Montillo tentando acionar os atacantes. Apesar de ter a bola, o Corinthians praticamente não levou perigo ao gol de Fábio. Teve a chance do empate no pênalti defendido pelo goleiro e uma cabeçada de Paulo André na trave. Foram seis finalizações para cada lado – cinco do Cruzeiro no alvo contra três do adversário. O Corinthians estéril como foi causa preocupação no seu torcedor. Desde o clássico contra o Palmeiras, quando Jorge Henrique marcou, um atacante não faz gol. Ronaldo pode voltar contra o Vitória e passa a ser esperança de um ataque mais efetivo. Do outro lado, Cuca chegou a sua quarta vitória a frente do Cruzeiro: Atlético-PR, Goiás, Atlético-MG e Corinthians. Em todas, sua equipe teve pouca posse de bola e venceu o jogo nas raras chances que criou. Para brigar na parte de cima, o Cruzeiro vai precisar aprender a jogar também com a bola, o que não aconteceu depois da Copa do Mundo. (mais…)

NY Red Bull 2×4 Cruzeiro: Show pra Moema Fox

sexta-feira, 18 de junho de 2010

O Cruzeiro despede-se dos Estados Unidos jogando contra o líder da Conferência Leste da Major League Soccer, em Nova Jersey, ao lado de Nova York.

Gilberto servindo à Seleção Brasileira, Fábio, operado de apendicite, e Leonardo Silva, operado do joelho, desfalcam o time mineiro, que deve repetir o 4-3-3 da primeiro partida da excursão.

O Red Bull tem 16 jogadores estrangeiros em seu elenco, o mais famoso deles, Juan Pablo Angel, centroavante colombiano, que já fez sucesso no River Plate. É um time de respeito que, este ano já surrou, por 3×1, o Santos, Milan e a Juventus, da Itália, em amistosos.

(mais…)