Posts com a Tag ‘Internet’

Quem vai transmitir?

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Deu na Folha de S. Paulo

Na última reunião da rede com o Clube dos 13, entidade que negocia o campeonato, na semana passada, a Globo pediu que se levasse em conta não só as propostas financeiras das emissoras, como também a experiência na transmissão do Brasileirão. 

(mais…)

Atuação auspiciosa

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Marcel Fleming

Se tivesse que usar um único adjetivo para descrever a atuação de ontem do Cruzeiro, eu usaria: auspiciosa.

Passada a “termocefalia” decorrente do grito para calar a boca de um vizinho são-paulino, corneteiro chato, mas muito chato mesmo, tive a oportunidade de assistir ao VT do jogo com outros olhos.

Eu havia acompanhado a partida e os comentários do Cruzeiro.Org, combinando com a narração do UOL e as de outros links da internet, sempre muito ruins, que acabaram com minha paciência.

Assistir ao VT, como fiz, sem som (pois era tarde da noite), é muito interessante. A gente vê com outros olhos.

(mais…)

A Era do Torcedor Condicional

sábado, 12 de junho de 2010

Genibaldo Lucena

Eu sou do tempo em que o torcedor se preocupava mais com o futebol praticado por seu time do que com os detalhes extra-campo.

A paixão era pelo clube, independentemente do presidente, do técnico, do goleiro ou do atacante.

Não havia protestos pela cor do logo do patrocinador da camisa e a gente nem sabia quantos campos havia no centro de treinamentos.

O que importava mesmo era o jogo de cada domingo. Hora de ir pro estádio, sim, era sagrada. A gente só queria saber era acompanhar aqueles 90 minutos de emoções.

Durante a semana, comprávamos o Diário da Tarde ou ouvíamos rádio pra saber notícia dos ídolos, se algum atleta estava contundido ou se haveria mudança na defesa depois da derrota.

E isto nem foi há tanto tempo. Não estou falando do futebol romântico que o Tio Tate apreciava na década de 60, muito menos do amadorismo presenciado pelo Evandrão na década de 30.

Me refiro aos anos 80 e começo dos 90.

Com o advento da TV a cabo falando de futebol durante 24 horas e da interação proporcionada pela internet com seus blogs, sites, orkuts e twitters, ficamos com pouco assunto pra muito papo.

Falar só do jogo em si já não basta.

Os jogadores, que eram o centro do espetáculo, tiveram que dividir a cena com treinadores, com os negócios do presidente, as declarações do gerente de futebol, os detalhes da cirurgia realizada pelo doutor no joelho do centroavante, com a caixa de areia do preparador físico e o valor do patrocínio do meião.

Estes detalhes foram tão supervalorizados que ganharam vida própria no imaginário do torcedor. Passaram a ofuscar o próprio jogo, objetivo de tudo o que se faz num clube de futebol.

De uns tempos pra cá, muitos adeptos de um clube assistem às partidas fazendo figa pro treinador cair.

Muitas vezes, se o time precisar tomar um golzinho pra que isso aconteça, por que não? Contra o Botafogo o Othon e o Rosan testemunharam sandices assim.

Tem torcida contra jogador A ou B, para provar que o presidente é um incompetente e não sabe contratar ou que o treinador não sabe indicar.

Não tem mais torcida pelo onze, pelo time. Alguns torcem apenas pra dez jogadores, pois desejam o insucesso do zagueiro tosco.

Outros torcem pra nove, porque o atacante declarou ter simpatia por um time paulistano e o lateral é marrento demais.

Tem até gente torcendo pro rival porque o técnico de lá é o seu preferido. É mole?

Estamos na Era do Torcedor Condicional, o que exige ter todas as vontades feitas pra apoiar o time que gosta de chamar de seu.

Genibaldo Lucena, 29, cruzeirense, pós-graduado em Administração de Empresas e Marketing, empresário, nasceu e mora em Belo Horizonte.

Comentários Retidos: Mensagem Explicativa

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Algumas explicações sobre mensagens retidas. Temos três tipos de bloqueio aos comentários:

  1. Por regras estabelecidas pelo(s) administrador(es)  (e.g – primeiro comentário, comentário com mais de um link etc)
  2. Bloqueados por suspeita de SPAM conforme regras da ferramenta WordPress (e.g – palavras proibidas etc)
  3. Enviados diretamente pra lixeira por regras definidas previamente (e.g. – palavras de SPAM etc)

Um quarto motivo para retenção de comentários é pelo tamanho. O tamanho máximo para comentários é de 800 (oitocentos) caracteres. Se este limite é atingido não adianta deletar alguns para ser publicado pois o comentário será retido. Se for criada uma nova linha de comentário que ultrapasse os 800 caracteres também haverá retenção.

Nossos índices de Falsos Positivos têm sido baixíssimos, quase insignificantes, o que comprova, para quem sabe do que estamos falando, que nossos critérios são altamente relevantes e corretos.

Fazemos moderação prévia de IPs somente em originadores de mensagens consideradas impróprios com base no que foi postado anteriormente.

Comentários iniciais de “novos” usuários são previamente retidos para verificarmos a procedência.

Não deveríamos ficar explicando isso pois NENHUM comentarista faz este tipo de questionamento em NENHUM Blog profissional.

Mas fazem no nosso por estarem mal acostumados com respostas no tempo de cada um.

Em consideração aos comentaristas que utilizam o serviço corretamente é que publicamos estas explicações.

Bloqueamos “novos” inscritos para que os leitores não tenham que ler alguns comentários ofensivos e invasivos de adversários e até mesmo de pseudo-cruzeirenses e outros que têm como objetivo avacalhar o espaço para provocar descrédito.

Sempre bloquearemos e lutaremos contra este tipo de usuário de Internet. Por isso, nosso Blog e muitos outros serviços Cruzeiro.Org são reconhecidos pela qualidade, pelos cruzeirenses e até pela própria mídia e outros sites “concorrentes”, por isto manteremos nossa política.

Nossos recursos (humanos e financeiros) não nos permitem atender a todos instantâneamente. Criticar é fácil, ajudar fazendo alguma coisa é quase impossível.

O Blogueiro ou qualquer outro editor de posts, NÃO tem nenhuma responsabilidade por bloquear, liberar ou moderar quem quer que seja. E

sta atividade cabe, exclusivamente, ao(s) administrador(es) do Blog e do Site.

Se o blogueiro libera comentários, o faz devido a sua dedicação e atenção para os que escrevem.

As reclamações devem ser dirigidas a webmaster@cruzeiro.org e não ao blogueiro ou feita no próprio PHD.

Aceitamos ajuda. Não precisa ser especialista em Internet ou tecnologia para ser colaborador. Só exigimos e pedimos o entedimento do que é cooperação para construir.

Tudo explicado, alertamos que, a aprtir de agora, deletaremos TODOS os comentários, mesmo depois de publicados, que tratem sobre estas dúvidas e pedidos para liberação mesmo com os prejuízos para a ordenação dos comentários caso os mesmos sejam colocados em locais impróprios.

Se alguém se interessar por discutir as mudanças de regras de moderação do Blog, Site, Lista, MSN, Orkut, Twitter e outros serviços associados ao Cruzeiro.Org devem se dirigir ao Portal do Cruzeirense ( www.portaldocruzeirense.com.br ) e tratar do tema, exclusivamente lá, no sub-fórum / tópico destinado exclusivamente a este fim.

Administração Cruzeiro.Org

Os sócios do Cruzeiro

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Olá, Jorge.
 
Acompanho o PHD há pouco mais de 5 meses e, certamente, é o melhor blog/sítio para discutir sobre o Cruzeiro. Por isso, lhe envio esse e-mail para apresentar uma discussão que poderia esclarecer muitas dúvidas minhas e, acredito, de muitos cruzeirenses. (mais…)

Blog PHD – Aviso Administrativo

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Caros comentaristas e leitores do Blog Páginas Heróicas Digitais (PHD).

Em virtude de recentes tentativas de ataques, que o Blog e o Site estão sofrendo, resolvemos que algumas ações serão tomadas para diminuir os riscos e dar uma organização mais efetiva e ágil ao Blog e outros espaços abertos aos comentários.

  1. Eliminaremos os links para notícias ou site que sejam colocados dentros de comentários e que não estejam relacionados ao POST. Se quiserem contribuir com o site indicando links de novidades e notícias, coloquem o link nos comentários de notícias, enviem link para  twitter.com/cruzeiro_org ou enviem os links para contato@cruzeiro.org . (usários que colocarem links para programas hostis ou vírus, serão suspensos por 90 dias dos nossos cadastros e denunciados nos fóruns específicos – a reincidência ensejará a exclusão sumária);

  2. Pedimos que não escrevam comentários que estejam relacionados a assuntos fora do contexto do Tópico. Caso isso seja necessário, pedimos que os demais comentaristas não respondam a estes comentários. Especialmente conversas rápidas deverão ser feitas em outros espaços virtuais associados ao Site e ao Blog. De acordo com o mais apropriado, utilizem o Portal do Cruzeirense (www.portaldocruzeirense.com.br) ou o grupo de Bate-Papo da Lista de Cruzeirenses no MSN (mensagem de adesão para group764905@groupsim.com);

  3. Usuários que fazem uso de nicknames diferentes ou de fakes e profiles falsos, serão instados a completarem seus dados no seu perfil. Caso não façam ou mostrem resistência a dar informações pedidas, serão suspensos no nosso cadastro por tempo indeterminado;

  4. Apoiamos e adotamos todas as medidas de segurança e proteção de ambientes informacionais, internacionalmente aceitas, para ambiente conectados à Internet. O desrespeito às nossas politicas de acesso e privacidade possibilita a adoção de medidas juridicamente aceitas.

  5. Comentários feitos para narrar partidas e bate-papo entre usuários do Blog serão eliminados, o que provocará desordenação e confusão na cronologia e histórico dos comentários. Não prejudique a compreensão dos comentários sobre o post. Utilizem o grupo de bate-papo do MSN para acompanharem jogos, especialmente aqueles que não tem a participação do Cruzeiro.

Estes parâmetros de segurança serão adotados nos demais espaços gerenciados pela Equipe Cruzeiro.Org, quais sejam: Site Cruzeiro.Org, Fórum Portal do Cruzeirense, Lista-Cruzeiro no Yahoo!, Listas e Blogs associados, Grupo de Mensagens Instantâneas no MSN, Comunidades associados do Orkut, Profiles do Twitter

Dúvidas e reclamações qualquer um dos serviços acima identificados devem ser enviadas para ombudsman@cruzeiro.org

Atualizado em 5/5/2010 – 10:00

Tu és divina e graciosa

sábado, 20 de março de 2010

Não é verdade que a emplumadagem está fora de circulação, envergonhada com a camisa cor de rosa.

Alguns entendidos da história do Clube de Lourdes até formaram seu time dos sonhos com jogadores de todos os tempos.

Já está na internet.

Só feras (feridas) do Campeão do Gelo. E com música própria: Rosa, composta pela gênio Pixinginha.

Superliga de Vôlei: Montes Claros 3×2 Cruzeiro

sábado, 20 de março de 2010

Ernesto Araújo

Sexto colocado na Superliga de Vôlei, o Montes Claros recebeu o Cruzeiro, líder da competição, em casa.

Na quadra, estavam os dois maiores pontuadores da temporada: o Lorena (Montes Claros, 452 pontos) e Wallace (Cruzeiro, 420 pontos).

O ginásio Tancredo Neves recebeu 9 mil torcedores, maior público da Superliga, que vibrou o tempo todo.

1º Set

O Cruzeiro começou bem o primeiro set, chegando ao primeiro tempo técnico com 8×5. Montes Claros encostou no placar mas o Cruzeiro manteve-se firme após o intervalo. O 9º ponto saiu numa jogada de raça da equipe celeste, recuperando uma bola perdida e armando o levantamento de manchete para o ataque azul fazer o ponto.

Ambas as equipes apostam na estratégia de forçar o saque e muitos erros nesse fundamento acontecem. A vantagem do Cruzeiro diminuiu para 10×9. No 12º ponto, Lorena disparou uma de suas pancadas no saque mas o Cruzeiro defendeu.

A bola saiu torta, mas Bruno Zanuto (11), mesmo desequilibrado e contra um bloqueio duplo, conseguiu colocar a bola no chão: 12×10.

O saque continua forçado de ambas as partes e os erros continuam. Mesmo assim o Cruzeiro chegou ao 2º tempo com 16×11.

Na volta, Montes Claros encostou no placar, até conseguir empatar em 18×18 num saque demolidor de Lorena.

Marcelo Mendes pediu tempo. Na volta o Cruzeiro tentou dar o troco com Bruno Zanuto (11) sacando bem e dificultando as ações do adversário. Mas o empate persistiu: 19×19.

O equilíbrio permaneceu até que Douglas Cordeiro (4) colocar definitivamente o Cruzeiro em vantagem bloqueando a bola de meio do Montes Claros: 21×19.

Em um dos lances polêmicos da partida, o árbitro marcou ponto para o Cruzeiro mas advertiu a equipe celeste porque alguns jogadores discutiram com os adversários.

Mesmo assim, o Cruzeiro continuou equilibrado e mesmo após o pedido de tempo da equipe da casa, venceu o 1º set por 25×21 num ataque errado da equipe local.

2º Set

Logo no início o Cruzeiro abriu 3×1 com direito a ponto de saque de Douglas Cordeiro. Mas o time local empatou em 4×4.

A torcida pediu a entrada de Ezinho no time do Montes Claros. O jogador não entrou mas MOC assumiu a liderança  chegando ao 1º tempo técnico com 8×6.

Na volta o Montes Claros continuou melhor e abriu 11×8. A partir daí, ocorreu uma sequência de erros de saque das duas equipes, mas os locais ainda mantiverams 3 pontos de vantagem.

Num belo lance, Bruno Zanuto sacou, defendeu o contra-ataque e ele mesmo definoi o ponto a favor do Cruzeiro num lance que parecia perdido.

Depois, o Cruzeiro empatou e virou no saque eficiente de Renato Felizardo (1): 16×15.

Após tempo técnico, o Cruzeiro consolidou a dianteira fazendo 18×16 e, rapidamente, a equipe da casa pediu tempo.

Nesse período, Lorena, um dos mais vibrantes do MOC, assumiu a culpa pelo erro de um dos ataques anteriores:

  • “Eu não posso errar esse tipo de bola! Eu não posso!”

Finalmente, pra alegria dos torcedores da equipe da casa, entrou Ezinho. E ele ajudou o Montes Claros a parar os ataques do Cruzeiro com o bloqueio e o placar ficou 21×20 para os locais.

O técnico do Cruzeiro ainda tentou equilibrar a equipe, mas já era tarde. Com Lorena descendo o braço no saque, o MOC fechou o set em 25×23.

3º Set

Logo no começo, a equipe local foi advertida por contestar marcações dos árbitros. Sem se importar com o nervosismo do Montes Claros, o Cruzeiro tenta saiu na frente mas logo foi alcançado em 4×4.

O Cruzeiro não conseguiu bloquear e Wallace pouco apareceu. Ainda assim, a equipe celeste chegou na frente no 1º tempo técnico: 8×6.

Na volta, o Cruzeiro marcou o 10º ponto ao recuperar de forma espetacular uma bola perdida com o esforço de Wallace e Polaco (10).

Montes Claros pediu tempo, mas teve uma pane e ficou à mercê do Cruzeiro, deixando os Guerreiros das Quadras abrirem 6 pontos de vantagem: 16×10.

Seria apenas uma questão de administrar a vantagem até o final do set, mas o Montes Claros não desistiu, levando sufoco ao Cruzeiro ao dificultar a recepção celeste com a passagem de Rodriguinho pelo saque.

Entretanto, o Cruzeiro manteve-se forte e, após uma boa defesa do líbero Lucianinho, e um belo rali, confirmou a vitória num erro de ataque dos locais, fechando o set em 25×20.

4º Set

Talvez por ter suportado uma grande pressão no set anterior e também por um relaxamento natural por estar ganhando de 2×1, o Cruzeiro começou mal no 4º set.

A passagem pelo 1º tempo técnico se deu com o Montes Claros vencendo por 8×4.

O Cruzeiro voltou um pouco melhor e o 6º ponto saiu na recuperação brilhante de uma bola perdida que Sandro (5) fez mágica para levantar.

Mas a reação durou pouco. Sem conseguir bloquear o adversário, o Cruzeiro continuou mal e a diferença permaneceu com o placar de 10×6.

Marcelo Mendez pediu tempo, mas pouca coisa mudou, a não ser a subida de produção de Wallace que já vinha ocorrendo desde o final do set anterior.

Passado o tempo técnico, os locais fizeram 16×13 e o jogo permaneceu equilibrado.

Montes Claros aumentou a vantagem na passagem de Piá pelo saque.

O Cruzeiro pediu tempo e tentou reagir. Num lance polemico, o arbitro principal não viu a marcação correta do arbitro de linha e marcou ponto para o MOC, mas após muita discussão o ponto retorna pro Cruzeiro, que perdia por 20×18.

O final do set foi muito disputado. Lorena bombardeou o Cruzeiro com saques fortes e o troco veio num ace de Douglas Cordeiro.

A equipe celeste encostou e quase chegou ao empate perdendo apenas por um ponto: 23×22.

Mas o set foi dos locasi num contra-ataque finalizado por Lorena: 25×22.

5º Set

É muito importante manter a concentração, errar pouco e ainda ter sempre uma reserva de raça e sangue frio pra reagir em momentos difíceis de um tié-break.

Infelizmente, o Cruzeiro só conseguiu isso até 5×5. Depois, Piá colocou o time local à frente com dois bloqueios.

 A partir daí, o Cruzeiro não conseguiu atacar corretamente, sendo bloqueado ou cometendo erros e o Montes Claros fechou o set em 15×11 e o jogo em 3×2.

Opinião

Foi um excelente espetáculo. A presença numerosa da empolgada torcida de Montes Claros deu cara de final de campeonato ao jogo.

Na quadra, as equipes mostraram um vôlei de alto nível com jogadas emocionantes, disputa até o fim e pancadas pra todo lado. E

E, claro, pra dar mais emoção, vários lances polêmicos com a arbitragem e todo mundo brigando porque nenhum time queria perder.

O Cruzeiro deu a impressão que ganharia até com uma certa facilidade ao final do 3º set. Mas, infelizmente, seu bloqueio não funcionou.

O time não conseguiu travar e foi travado pelo adversário neste fundamento.

Wallace não brilhou tanto como de costume, mas o resto do time foi bem.

Novamente, os reservas não acrescentaram muito, embora dessa vez tenham entrado melhor em quadra do que em outras ocasiões.

Na verdade, o Cruzeiro deve fazer de tudo pra ser o 1º colocado nessa fase e ter as vantagens, pois fora de Itabira, ele dificilmente vencerá algum dos candidatos ao título.

De todo modo, é bom ver Minas Gerais brilhando nesse esporte em que tem uma grande tradição.

Minas TC, Montes Claros e agora o Cruzeiro mostram a força do vôlei mineiro, que sempre foi muito competitivo no cenário nacional.

Às vezes, vejo pela internet afora comentários contra a parceria clube de futebol/volei, onde os torcedores habituais do futebol temem a fuga de recursos para outros esportes.

Fiquem tranqüilos. O vôlei pouco ou quase nada pediu aos clubes de futebol em sua trajetória no Brasil e ainda assim construiu uma estrutura organizada e profissional de fazer inveja ao futebol onde quase sempre impera a bagunça e a pilantragem.

Espero que o Sada/Cruzeiro siga essa mesma escrita e que tenha vindo pra ficar.

Montes Claros 3×2 Cruzeiro/Sada, sexta, 20mar10, 21h, Ginásio Tancredo Neves, Montes Claros (MG), 13ª rodada, 2º turno da Superliga masculina 2010 – Transmissão: SporTV – Público: 9.000. Cruzeiro/Sada: Bob, Sandro, Bruno Zanuto, Douglas Cordeiro, Renato Felizardo, Wallace e o líbero Polaco. Entraram Lucianinho, Murilo, Samuel. Montes Claros: Rodriguinho, Diogo, Lorena, Piá, Acácio, e o líbero Tiago. Entraram: Ezinho, Thiago, Deivid, Wesley.

Ernesto Araújo, 36, cruzeirense, webdesign, nasceu em Belo Horizonte, mora em Santos-SP.