Posts com a Tag ‘Governo’

Agonia de Norte a Sul

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

O clássico com a cara do Morrinhão, Baru x Sandré terminou zerado. Mas não decepcionou os 1.658 torcedores que foram à Arena Barueri.

Teve bola na trave, defesa milagrosa de Neneca, arrancadas do Fernandinho, maldade do Marcelinho Carioca, toques sutis do Thiago Humberto e mau humor de sempre do André Luiz.

Sob nova direção, o Bayern St. Pauli não é mais aquele assassino frio, que ficava à espreita da vítima. Agora, também é time de índios.

(mais…)

Mandaram o DJ pro chuveiro

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Não fosse pela montanha de dinheiro que faturam, os técnicos de futebol seriam os caras mais desprotegidos do mundo.

Mereceriam até uma ONG, que mamasse algum no governo, para protegê-los.

Mas por que este papo, agora? Ora, pelo tratamento que tribunas e arquibancadas do estadinho de São Januário dispensaram ao líder do Morrinhão B, nosso conhecido, Dorival Júnior.

(mais…)

A coletiva do blogueiro – Parte II

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

E segue o trololó…

  1. RdishComo mudou sua percepção dos jogos do Mineirão após a proibição de venda de bebida alcoólica? Pra melhor, uai, como a sua e a de todos os demias beberrões barrados no estádio… Entre 78 e 83, eu bebia muita cerveja, depois dos jogos, no Bar 22, pra esquecer o que havia acabado de presenciar. Nessa época, ajudei a salvar a vida de um componente da Banda do Bororó, que, extraviado, saiu pelo lado errado do corredor e encontrou um bando de cruzeirenses bêbados. Não fôssemos eu e meu amigo Jeromim, que entramos em luta corporal com a turba até a polícia chegar, o tocador de tarol teria sido morto. O  garoto saiu nos braços dos guardas com fratura exposta num braço. Depois dessa insanidade, passei a olhar a birita em campo de futebol com reservas. Hoje em dia, apoio a proibição, que devia se estender ao estacionamento também. Bêbado é um perigo. E gasta dinheiro à toa, pois nem vê o jogo. E, se vê, não capisca coisa alguma. 
  2.   (mais…)

Alma da África

sábado, 12 de setembro de 2009

Antonio Olinto, nasceu 1919, em Ubá, Zona da Mata mineira, cresceu em Espírito Santo do Piau, estudou em Juiz de Fora, Campos dos Goytacazes, Belo Horizonte e São Paulo antes de se fixar no Rio de Janeiro.

Poeta, romancista, ensaísta, critico, jornalista, colunista de O Globo, ele ocupava a cadeira 8 da ABL, que deixou vaga ao morrer, hoje, no Rio.

Uma passagem interessante de sua vida ocorreu em 1962 quando o Primeiro-ministro Tancredo Neves, sabendo da ligação que ele e a esposa, a jornalista e teatróloga Zora Seljan (belo-horizontina, filha de um etnógrafo croata), mantinham com a cultura negra, ofereceu-lhe o cargo de adido cultural na embaixada do Brasil na Nigéria.

(mais…)

Seminário: Estado, mercado e democracia

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Uma dica pra quem não pensa apenas em futebol: entre 10h e 18h de segunda-feira, 14set09, a Escola de Governo da Fundação João Pinheiro vai promover o seminário Estado, Mercado e democracia: Para onde vai a América Latina?

Não paga pra entrar, mas é preciso escrever-se antecipadamente. O auditório fica na Av. Brasil 674, Santa Efigência, Belo Horizonte. As inscrições devem ser feitas pelo comunicacao@fjp.mg.gov.br

(mais…)

O Jogo do Embaixador

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Numa quinta-feira à tarde, 04set69, dois grupos armados -ALN e MR8- sequestraram o embaixador americano Charles Burke Elbrick, em Botafogo, Rio de Janeiro.

Doze militantes, três deles famosos ainda hoje, o deputado Fernando Gabeira, o Ministro Franklin Martins e um ex-secretáro de governo gaúcho, Paulo de Tarso Wenceslau, participaram da ação armada.

O embaixador foi trocado por 15 presos políticos -Wladimir Palmeira e José Dirceu, entre eles-, soltos no México. 

O sequestro relatado em O que é isto, companheiro?, livro de Fernando Gabeira, levado às telas por Bruno Barreto, teve graves erros de logística e o cativeiro foi logo descoberto pela polícia.

Sem saber como devolver o sequestrado, após o governo militar aceitar a troca, os militantes resolveram levá-lo até à saida do Maracanã, no domingo 067set09, para se dispersarem em meio à multidão que estaria deixando o estádio por volta de 17h.

Esta parte do plano deu certo. Os policiais que monitoravam o resgate perderam o grupo de vista e, após uma troca de carros, o embaixador foi deixado no Largo da Segunda-feira, a poucas quadras do estádio, onde tomou um táxi para voltar à embaixada.

Importa, aqui, contudo, é contar que o Jogo do Embaixador foi um Fluminense x Cruzeiro.

(mais…)

Enrique Merelas: “Os dirigentes mentem demais”

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Continua a discussão em torno da estatização do futebol argentino.

Agora, quem está “soltando os cachorros” é o presidente do El Porvenir, da 4ª divisão argentina, Enrique Merelas.

Mente-se muito no futebol

Duras palavras de Merelas, presidente do El Porvenir

A nova ordem do futebol argentino segue dando o que falar. O motivo é o contrato de televisionamento assinado pela AFA [CBF argentina] e pelo Governo. Em declarações ao programa da Rádio América, El Equipo de América, Enrique Merelas, presidente do El Porvenir  [Club El Porvenir, de Gerli, Província de Buenos Aires] e ex-membro do comitê executivo da AFA disse:

“Há 10 anos que se as contas não forem ajustadas o futebol desapareceria. E eu não acredito que elas se ajustem.

(mais…)

Manda muito e paga pouco

sábado, 29 de agosto de 2009

Leopoldo Moura Jr.

Na semana passada, uma emissora de TV, em canal aberto, do governo argentino passou a transmitir os jogos de futebol da 1ª divisão – lá são 20 clubes também. Até então, os jogos eram transmitidos pela TV paga (os canais a cabo TSC e TyC, este último do grupo Clarín).

Sem entrar no tema poder público x iniciativa privada, gostaria de fazer alguns comentários a respeito dos valores envolvidos na questão, comparando-os com a nossa situação aqui no Brasil.

Pelo novo contrato, agora com o governo, os clubes argentinos vão receber 600 milhões de pesos, que equivalem a R$288 milhões, em um ano. O contrato anterior era de R$128 milhões.

(mais…)

No Morrinhão, os mineiros vão bem, obrigado

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Rodrigo Oliveira

Encerrado o Campeonato Mineiro, seis clubes mineiros, além da dupla RapoCota, receberam a graça de ter um torneio pra disputar.

Na Série B, o Ipatinga empatou (2×2) com o América de Natal, em seu 18º jogo, está em 12º lugar e tem mais um pra fazer no 1º turno, contra o Vasco no Maracanã.

Até agora, o Tigre do Vale do Aço, campeão da Série B mineira, somou 24 pontos – 6 vitórias, 6 empates e 6 derrotas- e está na metade da tábua de classificação.

Na Série C, América e Ituiutaba, os representantes de Minas, disputaram duas vagas para a próxima fase do torneio contra Guaratinguetá (um futuro Barueri), Gama e Mixto.

(mais…)

Gobierno y Fútbol

sábado, 15 de agosto de 2009

Sob o argumento de que o futebol é um bem cultural da nação, o governo argentino tomou, da TyC, os direitos exclusivos de transmissão dos campeonatos argentinos.

Após assinar convênio com a AFA, ele transmitirá as partidas por meio de seu canal 7, a televisão governamental.

Devendo até os meiões furados -nada que se assemelhe à situação dos brasileiros, contudo- os clubes argentinos se renderam aos pesos que vão jorrar do erário.

Juntou-se a fome com a vontade comer. Governo e futebol se unem num toma-lá-dá-cá que, a um tempo salva clubes da falência e, a outro, amplia a estatização da imprensa.

Mas há controvérsias. A oposição está batendo no governo. Os cartolas, meio envergonhados, ensaiam um mea culpa.

Só o governo continua firme, certo de que o estado deve controlar a informação e, por extensão, a  cidadania.

(mais…)