Posts com a Tag ‘corneteiro’

Só pra contrariar

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Citando a Mariana Resende e irritando as hienas:

Acho que o assunto Adílson Baptista sempre vai estar presente por aqui.

Ele jogou na cara de parte da imprensa a diferença de tratamento dada aos clubes, coisa que parte da torcida já lutava contra e nunca ninguém tomou partido.

Mas ele foi na ferida e pediu pra mudar o dial.

Sempre que falava sobre o Cruzeiro, suas histórias e conquistas, era com propriedade de torcedor.

Errou? Claro. Mas acertou muito mais, e voltou a colocar o Cruzeiro lá em cima.

Sou fã dele e ponto. Podem me chamar de viúva.

O espírito da coisa

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A cada menção ao nome Adílson Baptista, no PHD, vozes iradas se levantam: “De novo? Este tema não tem fim?

Questionamento besta. O tema não é o treinador, sua carreira, êxitos e fracasssos. É, basicamente, a guerra movida contra ele por comentaristas, teleguiados, termocéfalos, hienas e malandrões, que estão sempre atrás de oportunidades pra desestabilizar o clube.

Os nomes de Vanderlei Luxemburgo e Paulo Autuori, outros técnicos marcantes dos últimos dez anos, também estão associados a questões mais amplas.

(mais…)

Atuação auspiciosa

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Marcel Fleming

Se tivesse que usar um único adjetivo para descrever a atuação de ontem do Cruzeiro, eu usaria: auspiciosa.

Passada a “termocefalia” decorrente do grito para calar a boca de um vizinho são-paulino, corneteiro chato, mas muito chato mesmo, tive a oportunidade de assistir ao VT do jogo com outros olhos.

Eu havia acompanhado a partida e os comentários do Cruzeiro.Org, combinando com a narração do UOL e as de outros links da internet, sempre muito ruins, que acabaram com minha paciência.

Assistir ao VT, como fiz, sem som (pois era tarde da noite), é muito interessante. A gente vê com outros olhos.

(mais…)

Cine Balípodo

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Hugo Serelo

O cinema 2010 tem de tudo. Drama, romance, terror e comédia. Eis minhas dicas aos colegas do blog:

  1. Baby, o Porquinho Atrapalhado: Palmeiras 2010.
  2. O Nome da Rosa: Camisa de treino.
  3. Premonição:   Ipatinga 3×0 Cruzeiro.
  4. Sem Novidades no Front:  Contratações da diretoria.
  5. Os Renegados: Dudu e Bernardo.
  6. A Era do Gelo: Tempo em que a Cocota campeoanva.
  7. Rede de Intrigas: Dirigido por Artur Morais.
  8. Operação França: Mauro cornetando corneteiro.
  9. Desejos Proibidos: Libertadores e Brasileiro.
  10. Forrest Gump, o Contador de Histórias: Entrevistas d’ O Alixandre.
  11. Os Brutos Também Amam: Kléber na Mancha Verde.
  12. O Operário: Marquinhos Paraná.
  13. Geração Roubada: Copinha 2007.
  14. O Equilibrista: Adílson Batista.
  15. Minha Vida de Cachorro: Vaias da “massa”.  
  16. Conflitos Internos: Libertadores 2009.
  17. A Fuga das Galinhas: Cocota com medo de jogar em Teófilo Otoni.
  18. Teoria do Caos: Dirigido por Ney Franco.
  19. Zona de Risco: Posição da cocota no Brasileiro.
  20. Se Meu Apartamento Falasse: Maurinho.
  21. O Virgem de 40 anos: Cocota há 40 anos na seca.
  22. O Homem que Não Estava Lá: Fernandinho em campo.

Hugo Oliveira Pegoraro Serelo, 23, cruzeirense, nasceu emdradas-MG, mora em Divinópolis-MG.

Um recado pro Adílson

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Depois do Velho Damas, eis que reaparece outro municipalino no PHD. É o Jackson Coutinho, engenheiro, e goleirão do time do colégio nos Anos 60.

Para vocês  saberem o tanto que ele catava, basta dizer que a canhotinha mágica do Velho Damas jamais serviu pro nosso comentarista marcar um gol nele.

Bom , importante é que o Jackson quer botar a boca no trombone. Ele não é corneta. Amigo meu, aqui no blog, é analista. Corneta são os palpiteiros despreparados.

(mais…)