Posts com a Tag ‘Central’

Os melhores do Brasileiro 2010

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Eis os melhores do PHD, ou melhor, do Síndico do PHD.

Os melhores do blog serão apurados pelo Ernesto Araújo, depois que todos os comentaristas votarem.

(mais…)

Arreda pra lá, ô Galera!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Roger Galera declarou que, aos 32 anos, não tem a explosão do Walter Montillo. Mas tem resistência física e bom passe.

E garantiu que as qualidades de ambos se completam.

Como tá na moda dizer: #prontodescoleiminhavaga.

Discordo. Que ele tem bom passe não se discute. Mas o projeto do Mestre Cuca pra vida dele inclui outro ingrediente, além de armar jogadas: correr atrás de ala abusado.

E é aí que mora o perigo. Correr atrás de ala não é o que Roger faz de melhor na vida. Se ao menos fosse uma estrela o alvo da correria…

(mais…)

Henrique e Ribeiro, quase perfeitos

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Atuações dos celestes e seus adversários no Cruzeiro 4×2 Guarani, na Arena do Jacaré, Sete Lagoas, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2010, em 15set10:

(mais…)

Cruzeiro 1×0 Internacional: Segurança máxima, placar mínimo

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Em 6º lugar com com 31 pontos e oito vitórias, o Cruzeiro sobe duas a três posições se vencer. Perdendo, fica onde está.

Cuca não contará com Edcarlos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Caçapa, Fabrício, Robert, Wellington Paulista e Montillo, lesionados.

Em 4º lugar com os mesmos 31 pontos e uma vitória a mais, o Inter sobe para 3º em caso de vitória. se perder, despenca uma ou duas posiçòes.

Celso Roth não contará com Índio, suspenso, Alecsandro, lesionado, e D’Alessandro, servindo à seleção argentina.

(mais…)

Comércio internacional

terça-feira, 29 de junho de 2010

Esta notícia, recolhida no Correio Braziliense e postada pelo Evandro Oliveira, merece debate.

Clubes de futebol não declaram a venda de jogadores para o exterior

Banco Central identificou irregularidades cometidas por 22 agremiações no valor de U$49,6mi.  O Grêmio e o Flamengo são os maiores devedores. 

Eis as punições e multas (em US$) dos 15 principais sonegadores:

  1. Gremio – 13,3 mi 
  2. Fla – 13,1 mi 
  3. Paraná – 3,8 mi 
  4. Inter – 2,9 mi
  5. Santos – 2,3 mi
  6. Coritiba – 2,1 mi 
  7. Sport – 1,8 mi 
  8. Bota – 1,4 mi
  9. Vasco – 1,4 mi
  10. Vitória – 1,2 mi 
  11. Atletico-MG – 1,1 mi 
  12. Lusa – 957 mil 
  13. SPFC – 840 mil 
  14. Goiás – 672 mil 
  15. Guarani – 630 mil.

O nome do Cruzeiro não aparece entre os 15 e não está indicado pela lista obtida na fonte que é o Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional.

N.B.: Minha mãe está precisando de 08 doadores de qualquer tipo de sangue. Pra quem puder ajudar, o nome dela é Terezinha Caldeira Nunes e o hospital é a Santa Casa de Belo Horizonte. Muito obrigado, Marcos Alexandre Soy Loco Por Tri 2010.

Paraguai 0(5)x0(3) Japão: Fiesta guarani

terça-feira, 29 de junho de 2010

Às 11h (Brasília), no Estádio Loftus Versfeld, em Pretoria, Paraguai e Japão disputam uma vaga para as quartas de final da Copa 2010.

Quem vencer fará história, pois estará pela primeira vez entre as oito melhores seleções do mundo. O trio de arbitragem. liderado por Jerome Bleeckere, é belga.

Os dois times jogarão no 4-4-2 e terão em seus atacantes as chaves da partida. A dupla que funcionar melhor levará seu time adiante. (mais…)

Holanda 2×1 Eslováquia: Sem pressa nem sustos

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Às 11h (Brasília), no Estádio Moses Mabhida, em Durban, Holanda e Eslováquia duelam em busca de uma vaga nas quartas de final da Copa 2010.

O espanhol Alberto Undiano apitará a partida cujo vencedor enfrentará Brasil ou Chile na sequência do torneio.

Com 100% de aproveitamento na fase de grupos, a Holanda manterá o ofensivo 4-3-3. Robben, seu maior nome, continua de fora. Snejder, um dos destaques da Copa, joga.

A Eslováquia, de Vladimir Weiss, manterá a formação que derrotou a Itália na última partida da fase de grupos, resultado histórico pra jovem república eslava.

Hamsyk, meia atacante do Napoli, é a referência técnica da equipe. Se jogar o que sabe, os holandeses terão problema sna defesa.

Esta é a única partida das oitavas de final com possibilidade de zebra. A Holanda é clara favorita, algo que não existe nas demais partidas.

*****

Eis a Resenha do Mauro França:

A Holanda não teve muito trabalho para espantar a zebra eslovaca. A versão atual da Laranja não prima pelo brilhantismo. É, sobretudo, um time pragmático, eficiente, que privilegia a posse de bola e alia o jogo coletivo ao brilho de craques como Snejder e Robben, que hoje começou jogando pela primeira vez nesta Copa.

No primeiro tempo a Holanda não deu nenhuma chance à Eslováquia. Ditou o ritmo da partida com muita movimentação, toque de bola de qualidade, marcação forte e muita paciência para buscar os espaços para penetrar na fechada defesa eslovaca.

Com pleno domínio das ações, os holandeses marcaram logo aos 17 minutos.  Snejder, da sua intermediária, fez belo lançamento na direita para Robben, que cortou para o meio e bateu rasteiro no canto esquerdo de Mucha.

Nem o gol fez a Eslováquia se abrir e procurar o ataque, o que facilitou o trabalho da Holanda que, mesmo sem forçar muito, manteve o controle até o final da primeira etapa.
O segundo tempo começou com Robben criando duas boas chances para ampliar nos primeiros seis minutos, que Mucha salvou com ótimas defesas.

Por volta dos 20 minutos, a Eslováquia finalmente saiu para o jogo e criou duas oportunidades para empatar. Na primeira, Stoch chutou de fora da área para defesa de Stekelenburg, que até então não trabalhara. Na segunda, depois de falha da zaga, Vittek saiu na cara do gol e chutou para grande defesa do goleiro holandês. Ficou nisso.

A Holanda se refez do susto e retomou o controle das ações até definir a classificação aos 39 minutos, com Snejder aproveitando boa jogada de Kuyt. A Eslováquia descontou aos 47, depois que o juiz marcou um pênalti inexistente de Stekelenburg em Vittek, que fez a cobrança. Já era tarde para qualquer reação. (mais…)

Argentina 2×0 Grécia: Pra assustar futuros rivais

terça-feira, 22 de junho de 2010

Às 15h30 (Brasília), no Estádio Peter Mokaba, em Polokwane, a Grécia tentará vencer pra discutir com Coréia Democrática e até, remotamente com a Argentina, uma vaga no Grupo B.

Os argentinos, a média máquina, preservavarão vários titulares, pois precisam apenas de um empate pra ficarem com o 1º lugar do grupo. (mais…)

USA 2×2 Eslovênia: Virada incompleta

sexta-feira, 18 de junho de 2010

às 11h (horário de Brasília), no Ellis Park, em Joanesburgo, Estados Unidos e Eslovênia jogam -ambos no 4-4-2- partida decisiva do Grupo C.

Líderes, os eslovenos de Matiaz Kek sonham com a vitória pra encurtar o caminho rumo às oitavas de final. Confiam em sua camisa estilo Charlie Brown, no artilheiro Novakovic e na sorte.

Os americanos, dirigidos por Bob Bradley, precisam mais da vitória pra não dependerem tanto do confronto com a Argélia na última rodada.

Suas armas são o goleiro Howard e o armador Donovan, líder, experiente e  muito bom de bola.

Além deles, contará com o grupo californaiano Weezer que fez música pra animar a rapaziada. Confiram Represent clicando aqui.

Koman Kulibaly, do Mali, será o Juiz. Garantia de que ouviremos, naTV brasileira, aqueles clichês acerca da inexperiência dos árbitros de países sem tradição no futebol.

Console-se, caro leitor, pois a surdez ainda é pior do que os pitacos do Wrigth & Cia. E vamos ao jogo com fundo musical! (mais…)

México 2×0 França: Au revoir, Henry!

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Às 15h30 (horário de Brasília), no Estádio Peter Mokaba, em Polokwane, França e México jogarão pra saber quem corre atrás do Uruguai e quem vai consolar o Pé de Uva.

A França virou um balaio de gatos. Jornalistas garantem que o elenco não tá satisfeito com o futebol de Anelka. Nem com o do Malouda.

E o sorumbático Gourcuff enche a paciência até do Capitão Evra, que não consegue se comunciuar com a jovem promessa do Bourdeaux.

Tanta frescura só podia mesmo acontecer nuam seleção francesa. E, pra piorar, Zidane cornetou o treiandor com nome de conhaque, que ele diz não entender bulhufas de futebol.

Já os mexicanos estão concentradíssimos. Ninguém treinou mais do que eles no pré-Copa. E nem esbanja mais confiança, agora que a bola está rolando.

O empenho é tanto que o treinador botou a goleirada pra defender chutes de bola de futebol americano o troço mais parecido com a Jabulani, que os astecas encontraram. (mais…)