Posts com a Tag ‘Careca’

Chaves: “Roger disse que a bola não queima nos pés dos caras”

sábado, 18 de setembro de 2010

Pitacos de protagonistas e blogueiros, recolhidos pelo Romarol,  acerca do Cruzeiro 4×2 Guarani, na Arena do Jacaré, Sete Lagoas, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2010, em 15set10:

(mais…)

Cruzeiro 4×2 Guarani: Vacilo, sufoco e reação

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Mauro França

Desfalques já não é novidade. Para enfrentar o Guarani, de volta a Sete Lagoas, o Cruzeiro vai a campo sem Fábio, contundido; Paraná, suspenso e contundido; Roger, Jonathan e Diego Renan, suspensos. Para compensar, Cuca conta com as voltas de Everton, Montillo e Wellington Paulista. Rômulo e Pablo entram nas laterais e Rafael ganha uma rara chance no gol.

(mais…)

Cruzeiro 4×2 Guarani: Ufa!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Em 4º lugar com 37 pontos, o Cruzeiro pode chegar à vice-liderença se vencer. Perdendo, permanece onde está.

Cuca não terá Roger Galera, Marquinhos Paraná, Diego Renan e Jonathan, suspensos, nem com Leonardo silva e Gilberto, recuperando-se a longo tempo de contusões. Mas terá a volta de Francisco Everton, Wellington Paulista e de Walter Montillo.

Em 7º lugar com 29 pontos, o Guarani pode chegar ao 6º lugar, se vencer. Perdendo, pode cair cinco posições.

Se quiser, Vagner Mancini poderá escalar Douglas, goleiro, Apodi, lateral-direito, e Fabão, zagueiro. Só que ele faz mistério e não revela o time que enfrentará o Cruzeiro.

(mais…)

Cadê o nove?

sábado, 4 de setembro de 2010

Dr. Genibaldo Lucena fez um comentário afiado -algo impossível para um troll, estrategicamente repetitivo- que merece virar post. Confiram. E respondam aos questionamentos dele.

O artilheiro do Campeonato Brasileiro é Bruno César, meio de campo do Corinthians, com apenas oito gols!

Desde 2004, quando Washington fez 34 para o Atlético, não temos um grande artilheiro, com média de quase um gol por jogo, como faziam Túlio, Romário, Edmundo, Careca

A que se deve isto?

(mais…)

17ª da A: Dia de Índio… E da 11ª cepada!

domingo, 29 de agosto de 2010

A 17ª rodada do Brasileiro (28 e 29ago10) começou com o empate entre Vasco e Cruzeiro, dois times de muitos empates e poucos gols, em São Januário. Inter e Santos venceram Bota e Goiás, respectivamente, e transformam o G4 em G4+2. E o Ceará que, aos poucos, vai dando adeus às ilusões garantiu um empate em casa contra o Prudente. Domingo de viradas do Porco sobre a Cocota e do Bugre sobre o Urubu. De vitória do Timão e de empates no jogos da noite. O Tricolor carioca continua na ponta, mas a apenas 3 pontos do Corintiãs.

(mais…)

Dá-lhe, WP!

sábado, 7 de agosto de 2010

Ernesto Farias vai entrar na tesoura e não demora. Wellington Paulista já mandou o recado:

  • “Já estamos planejando cortar aquele cabelo dele, porque não está legal não…”

Todo apoio aos carecas! Ninguém pode jogar bola e cuidar da franja ao mesmo tempo.

Tesoura nele, WP! Ele diz que vem pra somar, mas será subtraído daquela cortina ridícula sobre os olhos.

Perdão, Sete Lagoas

terça-feira, 27 de julho de 2010

Cruzeiro e Atlético-MG não têm estádios. Pra tocarem seu negócio dependem do poder público, que os  subsidia após arrecadar impostos de adeptos de todos os times e não apenas dos torcedores deles.

Quando o Mineirão estiver reformado para a Copa de 2014, Cruzeiro e Atlético-MG terão 54 mil confortáveis cadeiras pra venderem a cada partida.

Os demais clubes de Minas, nenhuma, embora seus torcedores tenham contribuído para o empreendimento.

Enquanto esse dia não chega, os dois grandes vão depender de favores de outros clubes.

Terão de jogar em estádios particulares como o do Democrata ou municipais como os de Uberlândia, Varginha, Ipatinga, Pouso Alegre ou Uberaba.

Pelo favor recebido, deveriam ser gratos. Ou, no mínimo, educados. Algo que a direção do Cruzeiro não foi quando seu Gerente de Futebol, Valdir Barbosa, desancou a Arena do Jacaré e, de raspão, também a bela, progressista e cruzeirense Sete Lagoas, na coletiva após o jogo contra o Grêmio.

Segundo jogadores e cartolas do Cruzeiro, a cancha da Arena é pequena. Comparada às do Mineirão e do Maracanã, pode até ser. Mas é oficial. E não é menor do que as do Olímpico, Baixada, Ressacada, Engenhão e outras nas quais os times mineiros jogam sem reclamar.

Disseram que o gramado é ruim. Realmente, ele não é nenhuma Brastemp. Mas não é esburacado, nem tem pontos carecas. Está perfeitamente apto para a prática do futebol. Só com muita cara-de-pau se pode dizer que ele prejudica o Cruzeiro, supostamente, um time mais técnico do que os outros.

Isto é desculpa esfarrapada. Qual é o time da primeira divisão que não joga com a bola no chão? Apontem um, por favor. Se o Cruzeiro fosse tão técnico quanto imaginam seus dirigentes e atletas, estaria na ponta e não na metade da tabela. Esse trololó é muleta antiga.

Valdir Barbosa criticou a estrada. Sete Lagoas está ligada a Beagá por duas rodovias, uma federal, outra estadual. Com um pouquinho de organização, chega-se lá em menos de uma hora. Obviamente, haverá casos de retenção, como aconteceu na rodovia federal nesse domingo. Em compensação, na estadual, o trânsito fluiu normalmente.

Segundo Valdir, não há hotéis pra receber a delegação caso ela queira viajar mais cedo pra descansar até a hora da partida. Não procede. A cidade dispõe de hotéis confortáveis. É só telefonar fazendo reservas. Como fez Wanderley Luxemburgo quando seu time jogou contra o Inter.

Domingo, a Arena recebeu 10 mil torcedores. Com todos os setores liberados, pode receber até 16 mil. O acesso ao estádio é fácil, existe estacionamento e a visão do campo é melhor do que a oferecida pelo Mineirão.

Os mais exigentes reclamam do sol. Ora, futebol não é esporte indoor. Queixa indeferida, pois. E ninguém pode reclamar de hostilidade. O público é bem mais educado do que o do estádio de Beagá.

Se alguém errou, foi a direção do Cruzeiro, que não colocou monitores pra orientar o público. Ou os torcedores que insistem em chegar a 10 minutos do início partida. Assim, nem nos estádios escandinavos se evita fila pra entrar.

Resta pedir desculpas ao povo de Sete Lagoas que, da euforia por receber seu time de coração, passou à decepção de receber carão de um cartola bem remunerado pra dirigir time de futebol, não pra queimar a imagem do clube que o paga.

O Cruzeiro pode jogar em outras cidades. Aproximar-se de sua torcida espalhada por toda Minas Gerais. Mas não deve cometer descortesias e nem fabricar desculpas pelo mau futebol que eventualmente esteja praticando.

Eu, torcedor cruzeirense de Belo Horizonte, peço desculpas ao povo de Sete Lagoas. Aos cruzeirenses, americanos, bela-vistenses, democratenses e até atleticanos, caso haja algum além do Chico Maia na cidade.

E estarei de volta, quando nosso (não apenas dos cartolas e jogadores) Cruzeiro jogar em Sete Lagoas.

Barret a la mà

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Financeiramente, o Cruzeiro anda mal das pernas. O pacote de reforços é frágil. E será necessário vender jogadores.

Pois é, mas de onde menos se espera é que vem o consolo.

Embora em outro patamar, ou melhor, noutra dimensão, o Barcelona também está encalacrado.

Sandro Rossel, presidente do clube blaugrana (grana que é apenas grená, esclareça-se), esclarece que:

  1. Vendeu Dmitro Chygrynsky ao Shakhtar Donetsk por €15 milhões pra oxigenar o caixa.
  2. Vendeu Yayá Touré ao Manchester City por £24 milhões.
  3. Ibrahimovic está à disposição de quem queira fazer um negocinho (olho nele, Bokirroto!).
  4. O contrato de Pep Guardiola ainda não foi renovado, mas havendo acordo poderá se extendido por mais dois anos.
  5. Está procurando quem queira contratar ou tomar por empréstimo Hleb, Cáceres, Keirrison y Henrique.
  6. Quer contratar Cesc Fábregas, mas nunca pelos  €50 milhões pretendidos pelo Arsenal.
  7. Está tentando reatar relações com o ídolo Johan Cruyff que, aborrecido com os dirigentes,  devolveu a comenda de membro de honra, oferecida pelo clube catalão.
  8. Ainda não acertou a verba que receberá da televisão, mas já vai pedir “algum” adiantado à Mediapro.
  9.  Robinho, Robben e Mata não estão nos planos do clube, embora a imprensa tenha divulgado o interesse do Barça por eles.
  10. Está suspenso o aumento de 15% projetado para os carnês do clube nos próximos 5 anos.
  11. “O clube não está quebrado, gera receitas e dispõe de recuros adicionais para cumprir compormissos bancários, mas como se encontra num momento de importante tensão na tesouraria, vai pedir empréstimo de €150 milhões aoas bancos pra quitar a folha salarial.”

Torcendo pra dois clubes quebrados, no próximo encontro do PHD, Mauro França aparecerá completamente careca.

Saúde financeira quem tem hoje em dia é só o time do Velho Damas.

Por conta disto, ele pita um cigarrinho de palha enquanto pesca sossegado no riachinho de Fazenda Nova.

USA 1×0 Argélia: Desistir? Jamais!

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Às 11h (Brasília), no Estádio Loftus Versfeld, em Pretória, Estados Unidos e Argélia se enfrentam pela última rodada do Grupo D.

Se vencerem, os americanos se classificam. Empatando, têm de torcer pra Inglaterra perder ou empatar (mas nunca com mais gols do que eles). Se perderem, saem da briga.

Para a Argélia, só uma vitória resolve. E é aí que mora o perigo. Ninguém nem se lembra mais da última vez que os comandados de Saadane (adepto do 5-4-1) fizeram 3 pontos na vida.

Teria sido naquela decisão contra o Egito, no Sudão: Vai saber…

Os americanos até que têm um time ajeitado, armado pelo treinador careca, Bradley, pai do meia-armador careca, Bradley.

O time americano, que está um pouco acima da média das subpotências deste Mundial, tem em Donovan seu melhor jogador.

E, pode até causar espanto, mas pereba, no duro, eles não têm nenhuma.

Mas não dão muita sorte com juízes. Por isto, além de jogarem tudo o que sabem, terão de rezar pra que o belga Frank de Blekeere não complique no apito. (mais…)

Ceará 1×0 Cruzeiro: Que venha logo a Copa!

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Mauro França

O Cruzeiro tenta manter uma invencibilidade de 14 jogos atuando fora de casa pelo Brasileiro diante do embalado Ceará de PC Gusmão.

Uma vitória garante o segundo lugar na classificação. Ainda sem Fabrício e Diego Renan, Adilson, sem muitas opções, lança a mesma formação que começou jogando contra o Botafogo. 

Fernandinho segue na lateral e Fabinho no meio.

1º TEMPO (mais…)