Posts com a Tag ‘Brasília’

Pizza & Cia.

domingo, 19 de dezembro de 2010

O 8º Encontro do PHD, no Dona Margherita, começou às 13h e terminou às 23h45 quando os últimos moicanos, JS e Malafaia, foram resgatados, completamente bêbados, pela patroa do Síndico. As histórias serão contadas pela Simone e pela Mariana em post a ser escrito a quatro mãos.

Por ora, vamos registrar as presenças de Simone, Mariana, Adriana, João Victor, Naldo e filho (direto de Brasília), Walter Seixas, Frede, Sobrinho, Charles/Chaves, Rossi, França, Malafaia, Arísio (direto de Sete Lagoas), Çangre Açul (direto de Uberlândia), Vinícius (direto de Formiga), Tate (direto da Primaz do Brasil), Alex Martins, Marcos Alexandre, Evandro, Xina, Sobrinho, Dudu, Othon, Silvercan e esposa (direto de Santa Quitéria), Clemenceau Chiabi Jr. e filho, Rogério, esposa e filha, Matheus Penido (direto de Itauna), Matheus Reis, Walfrido (Direto de Essen), Leo Vidigal, Thiago Braga, Geniba. Pelo telefone, Serelo, Olivieri e Pedro . E quem mais? Ajudem a completar, por favor.

O mapa e a sorte

sábado, 6 de novembro de 2010

Depois do jogo contra o São Paulo, o Gerente de Futebol do Cruzeiro, Valdir Barbosa, fez um balanço da arbitragem tiririca.

Reclamou da falta de padronização de comportamentos.

Reclamou de o bandeira não ter alertado o juiz da falha na marcação do lance envolvendo Leo Simões e Ricardo Oliveira ao contrário do que acontecera no Atlético-MG x Palmeiras, pela Sul-americana, quando o auxiliar mandou desmarcar um pênalti.

Reclamou da escolha de um juiz que não é do quadro da Fifa para o jogo de Uberlândia. Denunciou a categoria “Aspirante à Fifa” é politiqueira. Até aí, tudo bem.

(mais…)

Triângulo vestiu Azul

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Maurício Sangue Azul

O aumento do número de simpatizantes, que podem vir a se tornar torcedores do Cruzeiro depende de quatro fatores essenciais:  mídia, títulos, vitórias e planos de marketing.

A revolução percebida pelos cruzeirenses, que acompanharam a partida contra Corinthians no estádio, assustados com o  aumento considerável de sua torcida no Triângulo mostra claramente isto.

A nação azul presente no Parque do Sabiá comprova que a nossa torcida cresceu  assustadoramente nesta região mineira.

(mais…)

Espanha 1×0 Holanda: A pior final da história

domingo, 11 de julho de 2010

Às 15h30 (Brasília), no Soccer City, em Joanesburgo, a sonífera Espanha e a mecânica Holanda, ambas com o esquema 4-2-3-1, decidirão a Copa do Mundo de 2010 com arbitragem do inglês Howard Webb.

As chaves da partida serão os volantes espanhõis, patrões da bola, por um lado, e Sneijder e Robben, emias goeladores da Holanda, por outro.

Uma vitória da Laranja será motivo de festa para 16 milhões de holandeses. Caso vença a espanha, um terço de seus habitantes ficarão aborrecidos, outro terço indiferente. Mas sobrarão ao menos 16 milhões de contentes. Há equilíbrio entre os torcedores, como se vê.

Vou torcer pelos holandeses, mas os espanhóis são favoritos. Não pelo retrospecto, mas pela posse de bola. Se não se descuidarem, não levam gols. Ou muito me engano? (mais…)

Alemanha 3×2 Uruguai: O polvo contra Forlán

sábado, 10 de julho de 2010

Ás 15h30 (Brasília), no Estádio Nelson Mandela Bay, em Porto Elizabeth, Uruguai e Alemanha decidem o 3º lugar da Copa de 2014.

Para os alemães, vale pela tentativa de Miroslav Klose superar Ronaldo Fenômeno como o maior artilheiro de todas as copas.

Para o Uruguai vale pela vontade devoltar ao pódio da Copa após 60 anos.

O jogo será apitado pelo mexicano Benito Archundia e deve ser bem melhor do que a sonífera final de amanhã, pois as duas equipes entrarão em campo menos tensas.

Boa diversão, com certeza.

Alemanha: Neuer; Lahm, Mertesacker, Friedrich e Boateng; Khedira e Schweinsteiger; Müller, Özil e Podolski; Klose.  Tec: Joachim Löw.

Uruguai: Muslera; M. Pereira, Lugano, Godín e Fucile; Pérez, Arévalo e A. Pereira; Forlán; Cavani e Suárez. Tec: Oscar Tabárez. (mais…)

Sete Lagoas, a nova capital do futebol mineiro

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Arísio França Jr.

Com a escolha da Arena do Jacaré para receber os jogos dos times mineiros até a reinauguração do estádio Independência, minha cidade natal, Sete Lagoas, tende se tornar a capital do futebol mineiro nos próximos meses. A intenção deste post é servir, um pouco, como guia para os torcedores que estão dispostos a pegar a estrada pra acompanhar o Cruzeiro em terras setelagoanas.

Distante 65km de Belo Horizonte, Sete Lagoas foi emancipada em 24 de novembro de 1867, com territórios desmembrados de Santa Luzia e Curvelo. Como cidade pólo da Região do Alto Rio das Velhas, está compreendida numa área de influência de 500 mil habitantes, totalizando 38 municípios. Em Sete Lagoas existem no perímetro urbano dez lagoas, sendo 17 em toda a região próxima a cidade. A Lei que denomina as lagoas oficiais do município é a 4.113, de 11 de Novembro de 1989. As lagoas são: Boa Vista, Catarina, Chácara, Cercadinho, José Félix, Matadouro e Paulino.

A economia local, por muito tempo baseada na agricultura, pecuária e ferro gusa passou por enorme transformação a partir da vinda da Iveco Fiat e seus fornecedores. Há menos de um ano foi inaugurada a fábrica da AmBev que, juntamente com a Brennand Cimentos (a ser inaugurada em dez/10), fecha uma tendência inevitável de potencialidade industrial da cidade, Este desenvolvimento industrial, em grande parte, é o responsável pelo crescimento populacional da cidade que já passa dos 235 mil habitantes. O comércio, ainda arraigado pelo provincianismo e pela pouca qualidade na prestação dos serviços, já começa a se movimentar diante da inauguração do Shopping Sete Lagoas, pertencente à BR Malls, com data marcada para 30 de Setembro de 2010.

Para os que virão aos jogos na Arena, partindo da capital ou do Aeroporto de Confins, são dois os acessos à cidade. O principal é pela BR-040, sentido Brasília. Estrada duplicada que requer muita atenção devido aos inúmeros trechos com falhas na pavimentação e pelo elevado volume de carros e caminhões em trânsito. Outra opção de acesso é a MG-424, rodovia estadual que parte de Vespasiano, passa por Pedro Leopoldo, Confins, Matozinhos e Prudente de Morais. Boa parte dos seus 50km é duplicada. Não é tão movimentada, mas tem o agravante de ter um trecho de pista única complicado pelo trânsito de caminhões das cimenteiras da região e por passar dentro do perímetro urbano de Matozinhos e Prudente de Morais. Requer paciência fazer este caminho.

Uma boa pedida para quem for aos jogos aos sábados e/ou domingos é fazer uma programação de fim de semana para conhecer os atrativos turísticos locais e as opções de entreternimento. Nos jogos aos domingos à tarde, sugiro aos interessados que cheguem no sábado após o almoço, façam um passeio à Serra de Santa Helena e Parque da Cascata para ver o por do sol, seguido de uma parada na Lagoa Paulino (Centro e principal lagoa) e suas inúmeras opções de bares e restaurantes (Ilha do Milito, Fiorenza Pizzaria, Grillus, Choperia 4 Estações, Gôndola Ristorante).

Em família, vale uma passada na Feira de Artesanato e Alimentação que funciona todas as sextas e sábados à noite em uma praça ao lado da lagoa do centro. Para os mais animados, os programas que varam a madrugada acontecem na boate Night Lounge (centro – música eletrônica, público selecionado), Opinião Pub (centro – só rock de primeira, ambiente para descolados) e na casa de shows Estação Brasil (próxima ao acesso da BR-040). No domingo, café da manhã no hotel e visita à Gruta Rei do Mato (BR-040, entrada da cidade). Uma boa para o almoço é o Restaurante Mirante na orla da Lagoa Boa Vista (bairro Boa Vista).

É isso. Não escondo minha satisfação pela possibilidade de ver jogos do Cruzeiro aqui no quintal de casa. Mas, também, estou muito preocupado com as condições locais para receber torcedores, delegações das equipes e membros da imprensa de todo lugar. Sete Lagoas padece pelas últimas péssimas administrações municipais e enfrenta problemas nas áreas de segurança e saúde. Como outras cidades, o poder público local não está conseguindo acompanhar o desenvolvimento privado.

Repasso uma lista bem selecionada de contatos que poderão ser úteis aos que virão assistir jogos na Arena e me coloco à disposição aos companheiros do PHD para esclarecimentos, emergências, indicações e dúvidas sobre a cidade e os jogos: arisio@hotmail.com. Será um prazer recebê-los aqui!

Abraços.

Atrativos Turísticos:

  • Lagoa Paulino: centro da cidade. Principal lagoa e ponto de referência para opções de alimentação.
  • Gruta Rei do Mato: localizada junto ao trevo de acesso da BR-040. Muito bonita mas é preciso ter fôlego para circular por suas passarelas e escadas que atravessam os salões.
  • Serra de Santa Helena e Parque da Cascata: Complexo com acesso pelo bairro Jardim Arizona. Do alto da Serra é possível observar toda a cidade. Aos sábados, é possível voar de paraglider com um grupo local de praticantes deste esporte.
  • Museu Histórico Municipal: No centro, ao lado da Catedral de Santo Antônio.
  • Museu do Ferroviário: Avenida Antônio Olinto.

 Hospedagem e alimentação:

  • Real Hotel: Praça Martiniano Carvalho, 06 – Canaan – (31) 3773-3301
  • Sete Lagoas Residence – Rua Nestor Fóscolo, 284 – Centro – (31) 3775-1010
  • Lago Palace Hotel: Praça Carmelo Mota, 273 – Centro – (31) 3774-6044
  • Hotel Riviera: Rua Santa Helena, 125 – Canaan – (31) 3027-0800
  • Cantina Bom Sabor (self service) – Centro – (31) 3774-6633
  • Lagoa Espetos (churrasco e self service) – Centro – (31) 3775-2888
  • Ilha do Milito (a la carte e choperia) – Centro – (31) 3771-8939
  • Pizzaria Boca do Forno (massas) – Centro – (31) 3771-0103
  • Fiorenza Pizzaria (carnes e massas) – Centro – (31) 3771-8931

Telefones úteis:

  • Corpo de Bombeiros: (31) 3773-0207 ou 193
  • Polícia Rodoviária Federal: (31) 3774-7038
  • Rodoviária: (31) 3773-1133
  • Secretaria de Turismo: (31) 3772-9927
  • Hospital Municipal: (31) 3774-8668 ou 192 (SAMU)
  • Prefeitura Municipal: (31) 3779-7000
  • Pontos de táxi: (31) 3771-4211 / 3773-4747 / 3771-4141 / 3776-3012

Arísio França Jr., 33, Administrador, nasceu e mora em Sete Lagoas.

Espanha 1×0 Alemanha: Uma estranha na final

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Às 15h30 (Brasília), no Estádio Moses Mabhida, em Durban, as badaladas Espanha e Alemanha decidem quem enfrentará a Holanda, a seleção mais eficiente, na decisão da Copa 2010.

O jogo será arbitrado pelo húngaro Vikto Kassai.

Vicente Del Bosque lança a Espanha com Casillas; Rsmos, Puyol, Piqué, Capdevila; Busquets, Xabi Alonso, Xavi e Iniesta; Villa y Pedro.

Joachim Löw escala a Alemanha com Neuer, Lahm, Mertesacker, Friedrich e Boateng; Khedira, Schweinsteigerz, Trochowski e Özil, Podolski e Klose.

Os alemães tentarão disputar sua 8ª final de Copa. Os espanhóis lutarão por sua 1ª.

***** (mais…)

Holanda 3×2 Uruguai: Pragmatismo vai à final

terça-feira, 6 de julho de 2010

Às 15h30, no Estádio Green Point, na Cidade do Cabo, Holanda e Uruguai abrem as semifinais da Copa 2010 em partida que será apitada pelo usbeque Ravshan Irmatov.

A Holanda manterá o 4-3-3 e não contará com De Jong e Van der Wiel, suspensos, o que não faz muita diferença. Eles serão substituídos por Van der Zeeuw e Affellay, respectivamente.

O Uruguai jogará no 4-4-2 e não contará com Lodeiro e Lugano, contundidos, nem Suarez e Fucile, suspensos. Para um elenco de qualidade inferior, são ausências sugnificativas.

Diego Forlán deve atuar mais adiantado, ao lado de Edinson Cavani, na Celeste Olímpica.

Com o meio de campo mais reforçado, Oscar Tabárez tem a intenção de parar Aarjen Robben, o chutador da Laranja.

Resta saber quem vai segurar Wesley Sneijder, um dos destaques da Copa.

*****

Ovacion, de Montevidéu:

Terminó la odisea celeste

Uruguay empezó jugando mejor el partido, teniendo la pelota y yendo al ataque. Pero no logró generar ninguna situación de peligro para el arco holandés, apenas un pase en profundidad de Forlán para Cavani, que el árbitro detuvo por una posición adelantada que no existió.

A los pocos minutos Holanda tomó el control de la pelota y comenzó a hacer correr la pelota alrededor del área uruguaya, aunque sin ser muy incisivo. Parecía que Uruguay tenía controlado al ataque holandés, pero un error en la marca permitiría a los europeos abrir el marcador.

Van Bronckhorst recibió la pelota a 30 metros del arco. Nadie se le acercó a marcarlo. La acomodó. Pateó y la pelota entró en el ángulo superior izquierdo de Muslera, que se tiró muy bien y alcanzó a rozarla.

En los minutos siguientes Holanda mantuvo el control del partido y de la pelota. Un gol abajo, parecía que el planteo de Uruguay, con tres volantes de marca, ya no le servía. Los minutos pasaban y los celestes seguían sin causar peligro en el arco holandés. Pero a los 41 minutos Forlán recibió la pelota, enganchó con la pierna derecha, hizo una diagonal y de afuera del área, con pierna izquierda remató al arco. Gol de Uruguay.

 El primer tiempo terminó 1 a 1. En el segundo ingresó Van Der Vaart, un volante de creación, por De Zeeuz, uno de marca, que sobraba en el partido dado el poco fútbol que creaba Uruguay.

Y con Van Der Vaart en la cancha el equipo holandés fue aún más superior. Mucho más incisivo que en el primer tiempo, Holanda hizo correr la pelota alrededor del área uruguaya. Esta vez resistirá el asedio.

Primero Sneijder remató desde el borde del área, y con la ayuda de un rebote y del palo. Luego Robben de cabeza. Uruguay estaba dos goles abajo pero salió a buscar la hazaña. Consiguió el descuento y terminó metiendo a Holanda en su arco.

No alanzó. Pero la derrota está lejos de ser un fracaso. Uruguay, con la frente bien alta, perdió contra Holanda 3 a 2 y el sábado jugará por el tercer puesto.

Holanda 3×2 Uruguai, terça-feira, 06jul10, 15h30 (Brasília), Estádio: Green Point, Cidade do Cabo, Público: 62.479 – Juiz: Ravshan Irmatov (Uzbequistão) – Bandeiras: Rafael Ilyasov (Uzbequistão) e Bakhadyr Kochkarov (Cazaquistão) – Amarelos: Maxi Pereira, Caceres (Uru), Sneijder, Boulahrouz (Hol) -Gols: Van Bronckhorst, 18, Forlán, 41 do 1º tempo; Sneijder, 25, Robben, 28, Maxi Pereira, 47 do 2º – Holanda: Stekelenburg, Boulahrouz, Heitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst; Van Bommel, De Zeeuw (Van der Vaart), Robben, Sneijder e Kuyt; Van Persie. Tec: Oscar Tabárez / Uruguai: Muslera, Maxi Pereira, Godín, Victorino e Cáceres; Perez, Arévalo Rios, Gargano e Álvaro Pereira (Loco Abreu); Forlán (Fernández) e Cavani. Tec: Bert Van Marwijk.

Espanha 1×0 Paraguai: Até breve, Larissa

sábado, 3 de julho de 2010

Às 15h30 (Brasília), no Soccer City, em Joanesburgo, Espanha e Paraguai decicem a última vaga para as semifinais da Copa. Quem vencer terá de enfrentar o pesadelo alemão.

A Espanha de Vicente Del Bosque manterá o 4-4-2 com Xavi, Busquets, Xabi Alonso e Iniesta compondo a linha de volantes mais cultuada do futebol atual.

O Paraguai, do argentino Gerardo Martino, jogará no 4-4-2 com Cardoso e Benítez mais avançados. Os guaranis ainda não encontraram o ataque ideal, por isto dependem muito de sua defesa.

O guatemalteco Carlos Batres será o juiz. E nenhum protagonista da partida se sentirá excluído pelo idioma. Nem a exuberante Larissa Riquelme, torcedora paraguaia que conseguiu ofuscar sua própria seleção nesta Copa.    (mais…)

Alemanha 4×0 Argentina: Maradona ficou de quatro

sábado, 3 de julho de 2010

Às 11h (Brasília), no Cape Town Stadium, na Cidade do Cabo, Alemanha e Argentina decidem uma vaga para as semifinais da Copa 2010, em partida que será arbitrada pelo usbeque Ravshan Irmatov.

Diego Maradona e Joachim Löw manterão suas equipes jogando no 4-2-3-1 tendo em Messi e Özil os principais criadores de jogadas ofensivas dos times.

Para a maior parte a imprensa esportiva, está é uma espécie de decisão antecipada do Mundial. Com o uqe holandeses e espanhóis, evidentemente, não concordam. (mais…)