Posts com a Tag ‘BMG’

O preço do saco de laranjões

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Informação de Lauro Jardim, na seção Radar, da revista Veja desta semana:

  • Exposição da marca – O maior patrocinador de clubes do futebol brasileiro é o BMG, um banco médio focado no crédito consignado. Está investindo 66 milhões de reais destinados a 35 clubes. Na verdade, o banco redirecionou os 50 milhões de reais que investia em anúncios de TV para a exposição de sua logomarca na camisa dos clubes.

(mais…)

Semana de Natal: Sub20 campeona, Sub70 recampeona

domingo, 26 de dezembro de 2010

Eis a semana de Natal de 2010 do Cruzeiro

  • Domingo, 19dez10 – No Complexo Esportivo da Ulbra, em Canoa, Rio Grande do Sul, pela semifinal do Campeonato Brasileiro Sub20, Cruzeiro 3×1 Vasco, com 2 gols de Thiaguinho e 1 de Anderson Uchoa. Cruzeiro disputará finais do Brasileiro Sub20 contra o Palmeiras. / Dimas Fonseca, Diretor de Futebol, se diz confiante na renovação com o beque Leonardo Silva. / Once Caldas sagra-se campeão colombiano e o Deportes Tolima garante a última vaga colombiana para a Libertadores. O duelo entre ele e o Corintiãs definirá o 4º participante do Grupo 7, que já tem Cruzeiro, Guarani e Estudiantes confirmados.

(mais…)

Nadando em dinheiro

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Mauro França

A revista Placar publica na sua edição de setembro mais um ranking dos maiores salários do futebol brasileiro.

A matéria é assinada pelos jornalistas Bernardo Itri e Ricardo Perrone, também responsáveis pelo levantamento publicado em maio de 2009.

(mais…)

Laranja, a cor oficial do esporte brasileiro

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

BMG Montes Claros?! Estou, pra usar uma expressão do Chico Maia, absurdado com a generosidade do banco.

Ele patrocina tudo: time de futebol de várias divisões, departamentos de arbitragem e, agora, até equipes de vôlei…

(mais…)

O Cruzeiro não está quebrado

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Mensagem enviada pelo João Chiabi Duarte:

Prezados:

Como anda a situação financeira do Cruzeiro?

Compartilho o pouco que sei e tenho lido, visto e ouvido de pessoas que estão no meio do futebol a respeito do tema, em 10 tópicos:

1. O Cruzeiro não está quebrado. Hoje, entre os grandes clubes do Brasil, é um dos menos deve. Pelo que pude apurar as nossa dívidas reais beiram a casa dos R$100 milhões, mas, quase toda bem equacionada (REFIS, IR, INSS etc).

2. Mesmo tendo alcançado junto ao BMG um patrocínio naster destacado como o melhor de sua história, o Cruzeiro em 2010 está sendo penalizado por:

  • Queda acentuada de bilheteria, notadamente após o fechamento do Mineirão.
  • Queda acentuada de receita com o Sócio do Futebol com a perda de 15 mil associados (R$60 x 15 mil = R$900.000 / mês).
  • A folha salarial foi onerada pela manutenção do elenco, tendo como balizador o Kleber, fato que provocou substancial elevação nos salários de outros jogadores. Também por mérito deles, é bom que se diga.
  • Não ter realizado nenhuma venda expressiva. Até o 7° mês do ano, o Cruzeiro teve como venda mais importante o repasse de 50% de Kleber ao Palmeiras (ainda dividido com o parceiro EMS Pharma) por R$6,5  milhões.

3. Com isto o déficit mensal hoje é da ordem de R$1 milhão / mês.

4. O Cruzeiro tem, segundo consta no BID, um número muito grande de jogadores sob contrato (em torno de 200 segundo alguns colegas, mas há que se confirmar porque podem estar sendo incluídos todos os atletas da base nesta contagem… Sem dúvida, é a quantidade é maior do que a dos demais clubes da série A), emprestados a times menores. Muitos desses jogadores são pagos com subsídio do Cruzeiro. ISe isto for confirmado, pode ser uma das razões de sangria do caixa. Até aqui, isto é mera suposição, pois essa rubrica não foi aberta nas últimas prestações de contas do clube.

5. Outro ponto importante e muito comentado: o Cruzeiro tem um clube de estrutura pesada e custos fixos elevados, que precisa ser ajustado para ter contas dentro de parâmetros mais condizentes para uma organização de seu porte. Isto talvez justifique as saídas de Claret e Maluf, entre outros. Pode ser que a contenção já esteja sendo feita.

6. Também é um fato o baixo índice de aproveitamento de pratas-da-casa nos últimos tempos. A base custa ao clube perto de R$700 mil / mês. Uma das razões pelas quais o Zezé Perrela puxou Dimas Fonseca para a gestão do futebol profissional foi exatamente ele ter feito uma gestão severa na base, com expressiva redução de custos. Ora, se hoje o dispêndio supera os R$8 milhões anuais, o retorno é baixíssimo, pois, apenas Guilherme e Diego Renan se firmaram entre os titulares nos últimos 4 anos, o que é muito pouco.

7. Nos últimos tempos, o Cruzeiro teve vários jogadores que ficaram muito tempo parados, o que afeta os gastos ao impedir estabilidade e repetição de escalações. Os treinadores viviam improvisando. Alguns Casos:

  • Sorin, Athirson e Fernandinho em 2009 (simultâneas).
  • Gilberto e Roger em 2010.
  • Luizão, Leo Fortunato, Leonardo Silva e Thiago Heleno, recentemente.
  • Kleber no 2° semestre de 2009.
  • Fabinho, Paraná, Ramires, Jonathan, Henrique, Gérson Magrão foram improvisados várias vezes nos últimos tempos.
  • Araújo, Gil, Elber, Sandro, Thiago Gosling, Luizão, Kerlon tiveram longas temporadas de recuperação. São desperdícios que precisam ser melhor avaliadas pela comissão técnica, Departamentos Médico, Fisiologia, Fisioterapia etc.

8. Um outro motivo alegado por muitos é a política de contratações do clube nos últimos tempos. Vamos relembrar alguns casos para avaliá-los:

  • Jogadores contratados como solução de problemas e que pouco jogaram:  Jael (nem jogou), Luizão (nem jogou), Leandro Silva (na volta do Porto, foi outro que não jogou nem 10% das partidas), Sorin (nesta 3ª passagem), Thiago Gosling (jogou muito pouco nesta 2ª passagem), Kieza (ninguém sabe porque veio), Alessandro (pouco jogou), Anderson Lessa (pouco jogou e mesmo sem ter ido mal, foi colocado na lista de dispensáveis).
  • Jogadores contratados, que foram colocados em clubes parceiros: Radar, Matheus, Evandro, Fahel, Eraldo, Márcio Guerreiro, Davi etc. Foram investimentos que só deram prejuízo..

Durante bom tempo, o time ficou sem jogadores pra zaga, lateral-esquerda, armação (camisa 10) e com excesso de volantes por exemplo. Adílson se virou e era um show de Elicarlos de lateral-direito, raramente jogando em sua função de origem (o garoto, que é muito bom de bola, acabou se queimando junto ao torcedor, especialmente com quem assiste aos jogos com o fonezinho no ouvido). Magalhães, Vinícius, Neguette, Bernardo e Dudú (neste caso, a indisciplina pesou contra os jovens de grande talento e que tem tudo ainda para fazerem história no clube), Eliandro, Rafael e até Sebá foram chamuscados pelo imediatismo do torcedor e por terem sido lançados fora de hora.

9. Como cruzeirenses, temos que fazer o possível pelo clube, mas sem a sanha da revanche ou da vingança. Sem a pecha de anti-isto ou anti-aquilo. Conheço vários conselheiros do Cruzeiro que são gente do bem, que estão a anos a fio a dar a sua contribuição ao clube, como os irmãos José Francisco e Hermínio Lemos, Dr. José Ramos, os irmãos Paulo César e Flávio Carvalho, os irmãos Peluzzo, meu primo Maurício Duarte, Dr. Djalma Fernandes, Dr. Gilvan Tavares, Dr. João Carlos Gontijo, Dr. Célio Elias, Dr. Ronaldo Nazaré, Ângelo Cattabriga, os irmãos Fernando, Célio e Lúcio de Souza, meu grande primo pelo outro lado familiar e conselheiro presente que é Clemenceau Chiabi Saliba Jr., José Maria Fialho, Marcinho Atacadista, entre tantos outros. Não aceito generalizar e dizer que nosso conselho seja gente sem opinião, algo que os detratores dos Irmãos Perrella tentam passar à opinião pública.

10. Finalmente, creio que o Cruzeiro vai começar o processo de reversão ainda este ano. Teremos de mudar um pouco a visão quanto às tais parcerias e focar num grupo menor de jogadores. Mesclar grandes talentos às jovens promessas que o clube tem condições de revelar. Não podemos continuar revelando jogadores e os repassar para ver se estouram no Ipatinga, Cabofriense, Nacional da Ilha da Madeira ou Sporting de Braga. E de mais a mais, já está passando da hora de parar de fazer negócios com os portugueses. Tenho a impressão de sempre estamos levando a pior. Melhor seria continuar a negociar com franceses e russos (rs, rs, rs).

Saudações Azuis,

João Chiabi Duarte

Não estão dando o valor devido ao profexô

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Segundo a Placar, Luxa custa R$9 milhões por ano à Cocota. Ou seria ao BMG? Parece caro, mas não é. Afinal, como avaliaram os microfonistas da Itatiaia, ao lado de Capello e Mourinho, o profexô é um dos três melhores treinadores do mundo.

Mas ele dever começar a se preocupar, pois ma SEP ofereceu a mesma quantia a Luiz Felipe Scolari. E até se ofender com o salário mixuruca que andam lhe pagando, depois que o Inter acenou com R$12 milhões por ano ao treinador da seleção do penta.

NBB: Brasília perdeu no tapete, venceu na quadra

domingo, 6 de junho de 2010

Terminou a NBB. E com novo campeão. O Universo Brasília venceu o Flamengo BMG por 76×74, em Anápolis, e levantou o caneco.

Nos dias que antecederam a decisão, o rubronegro carioca mostrou sua força ao tirar a decisão do Distrito Federal e impedir que seus jogadores brigões fossem a julgamento.

O jogo foi decidido nos derradeiros 4 segundos com dois lances livres saproveitados por Alex.

Apesar de todo seu poder, o Fla perdeu o tricampeonato. Prevaleceu o esporte. O basquete agradece.

Situações que a gente considera importantes

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Acabou-se. Tanto a festa que nós promovemos pra Cocota quanto nosso despeito e a incompetência do nosso time devem ser arquivados.

Esta semana tem Libertadores, Copa do Brasil e Morrinhão.

Tal qual fazem os rivais, sem o menor pudor, vamos vestir a camisa do Santos.

E torcer pro nosso time jogar pra valer em Montevidéu.

Um olho no Peixe, outro no Bolso. E preparar pra ouvir desculpas caso algo saia fora da ordem.

(mais…)

Homem-bomba abre o bico

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Walfrido Jr.

Escrevi este post pra esclarecer as bombas que anuncio no PHD. Eu poderia guardar as informações ou compartilhá-las com meia dúzia de amigos. Mas penso que debatê-las no PHD pode ajudar a direção do Cruzeiro a avaliar as reações da torcida com relação a cada assunto polêmico.

Às vezes, a gente recebe informações e não as divulga a pedido da fonte. Respeita o pedido pra não perder a amizade. Outras vezes, somos informados, assim meio por alto, e corremos atrás da confirmação pra diminuir a quantidade de barrigadas.

Sei que o assunto é polêmico, portanto, deixarei a critério dos leitores do PHD a manutenção ou não deste canal de informações. Canal que me levou a saber das intensas movimentações nos bastidores do Cruzeiro nos últimos dias.

(mais…)

O que foi dito, aqui e alhures

sábado, 13 de fevereiro de 2010

O futebol tem verdades que, aos comuns dos mortais, não se revelam em sua plenitude. Somente alguns iluminados conseguém captá-las.

Nos últimos dias, me deparei com algumas verdades aqui, outras, alhures.

Após tomar conhecimento delas, limitei-me a bater com a cabeça na parede e lamentar: 

  • “E como foi que não pensei nisto, antes?”

Aprendam:

  1. King Arthur, descobrindo os motivos da roubalheira de que teria sido vítima do Cruzeiro no jogo contra o Vélez: “Isso é briga de banco: vocês acham que o Santander ia deixar o BMG prosperar na Libertadores?”
  2. Diego T, d’après Kartolinha, Profexor e Correia: “Eta torcida chata, que num deixa a gente trabalhar em paz!”
  3. Cartola do América protestando contra a expulsão do Euler: “Onde já se viu? O cara é evangélico e o juiz põe ele pra fora!”
  4. ZZP, revoltado com a arbitragem do juiz uruguaio: “O Grondona, presidente da AFA é quem manda na Conmebol!” Enquanto isto, dois times argentinos eram desclassificados na Pré-Libertadores.
  5. Gilberto, justificando a voadora em Sebá: “Foi sem querer…” Sem querer, querendo, né?
  6.  Dunga explicando a convocação de Gilberto: “Ele é experiente.”
  7. Tião Dominguez, beque do Vélez: “Não sei o que tá acontecendo, que a gente tem tomado tanto cartão amarelo.”
  8. FMF, entusiasmada com a decisão em 1ª instância do TJD: “Tira os pontos do Cruzeiro!”
  9. Presidente do TJD: “Devolve os pontos do Cruzeiro!”
  10. Justiceiro do tribunal: “Truco, sou o ladrão das galinhas! É seis pontos que eu quero…”
  11. Xina Lemos, sobre o juiz uruguaio de Velez x Cruzeiro: “O Juiz tinha que expulsar o Somoza; o cara é um animal, desconfio que bate até ana própria mãe.”
  12. Bloco do Kleenex: “Snif, sniiifff, sssnnniiifff…”
  13. Olé, sobre as perspectivas do Vélez, após a vitória sobre o Cruzeiro: “Que Belo Horizonte!”
  14. Olé, sobre Têmis, ou melhor, Vázquez: “Ele livrou a cara de uns dois do Vélez; será que teria feito o mesmo se jogo fosse no Brasil?”
  15. Arreguy: “Concordo com o Síndico: chororô é muito chato.”
  16. Sindicato dos boleiros gaúchos: “Se esquentar muito, a gente pára a refrega, tchê!”
  17. Presidente do St. Pauli, reclamando da falta de conforto dos hotéis mineiros: “Afe! Como é que uma cidade sem classe, que só tem um hotel cinco estrelas, pode querer abrir um Copa? Tragam meus sais, senão eu desmaio!”