Posts com a Tag ‘basquete’

Los hermanos venceram esta brava gente

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Terminou o 1º tempo de Brasil e Argentina pelas oitavas de final da Copa do Mundo disputada na Turquia.

Até aqui essa brava gente brasileira vence los hermanos por 48×46, após empate de 25×25 no 1º quarto. Huertas, pelo Brasil, e Scola, pela Argentina, comandam o espetáculo.

Terminado o 3º quarto com empate de 66×66. O Brasil chegou a abrir 10 pontos de vantagem, mas perdeu o controle do jogo. Delfino jogou muito e Varejão vacilou demais.

Fim de jogo: Argentina 93×89 Brasil.

(mais…)

Estático ou dinâmico?

domingo, 15 de agosto de 2010

Comentário do João Chiabi Duarte, que vale a pena ser discutido:

Futebol não é uma coisa estática. Se assim fosse, estariam mortas todas as variações táticas.

Como o barato deste esporte reside nas variações, no seu dinamismo, no movimento constante dos atletas, a modernidade e o preparo físico muitas vezes melhorado fizeram com que o futebol passasse a se aproximar do basquete no que se refere a ocupação de espaços.

  • Qual o motivo de se implicar com volantes?
  • Ramires é volante ou meia?
  • Hernanes é volante ou meia?
  • Charles é volante ou meia?
  • Elias é volante ou meia ?

O que importa é a função que o jogador desempenha em campo e a sua capacidade de fazê-la.

Aí entram os comentaristas do quadradinho que rotulam os jogadores e esquema. Bobagem…

Pra não virar handball

quarta-feira, 21 de julho de 2010

O futebol só tem uma saída para evitar o efeito Handball – aquele esporte em que o ataque fica passando a bola de um lado para o outro, em paralelo à defesa, que fica armando o bote para contra atacar.

Aliás, tem duas saídas. Ou tira-se um elemento de cada time, aumentando o espaço da cancha, ou acaba-se com a regra de impedimento, que também restringe em 1/4 (um quarto) as dimensões do campo.

O que se vê hoje, com as condições físicas e aeróbicas dos atletas, é o mesmo que um bando de meninos correndo atrás da bola no recreio da escola.

O futebol é o único esporte que não se modernizou, diferentemente do vôlei –que acabou com aquele roda roda, que chamavam de rodízio, sem marcar pontos; e do basquete, com suas cestas de três pontos, aumentando os scores finais.

JS, fica lançado o debate!

Trovão Azul

Soccer voltou a ser pumpkin

sábado, 26 de junho de 2010

O soccer vai continuar na fila. Ainda não será desta vez que subirá ao pódio da preferência dos esportistas e telespectadores americanos.

O time de Bob Bradley emocionou parte significativa do povo americano com sua garra, mas já virou abóbora.

Tim Howard, Michael Bradley e Landon Donovan são excelentes jogadores. Poderiam se tornar ídolos de toda a nação se vencessem a Copa.

Mas perdendo duas classificações seguidas pra Gana, continuarão no lusco-fusco.

Comparados à seleção de soccer, cada time das ligas de hóquei, basquete, football ou beisebol tem o dobro de craques reconhecidos nacionalmente.

Assim como o vôlei, o soccer ainda terá de comer muito angu -ou seria tortilla?- pra desbancar algum esporte tradicional americano.

Mas não pense o caro leitor que, estando lá pelo 7º ou 8º lugar na preferência do público, o soccer seja um fracasso.

A Copa de maior média de público até hoje, foi a de 1994 com 69 mil espetactadores. E se houver outra na América, em 2018 ou 2022, novos recordes serão quebrados.

Basta ser o 8º nos USA pra um esporte ter mais público e ser mais rentável do que na maioria dos países monoesportivos.

NBB: Brasília perdeu no tapete, venceu na quadra

domingo, 6 de junho de 2010

Terminou a NBB. E com novo campeão. O Universo Brasília venceu o Flamengo BMG por 76×74, em Anápolis, e levantou o caneco.

Nos dias que antecederam a decisão, o rubronegro carioca mostrou sua força ao tirar a decisão do Distrito Federal e impedir que seus jogadores brigões fossem a julgamento.

O jogo foi decidido nos derradeiros 4 segundos com dois lances livres saproveitados por Alex.

Apesar de todo seu poder, o Fla perdeu o tricampeonato. Prevaleceu o esporte. O basquete agradece.

Cruzeiro poliesportivo

terça-feira, 2 de março de 2010

Ernesto Araújo

O destaque que a equipe de vôlei masculino do Cruzeiro está conseguindo na Superliga tem despertado o debate a respeito da formação de equipes profissionais de outros esportes ligadas ao Cruzeiro.

Não sou profissional de Marketing esportivo porém acho que trata-se de uma ótima idéia.

Imagino que dessa forma é possível oferecer ao torcedor cruzeirense outras opções dentro do esporte para que ele possa vivenciar a sua paixão pelo clube.

Ao mesmo tempo, o clube recebe retorno de mídia, consolida sua marca e ainda pode reter torcedores ou atrair novos.

(mais…)

O desprezado Ribeiro foi o melhor em campo

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Atuações dos celestes e seus adversários no Cruzeiro 1×2 Palmeiras, pela 25ª rodada do Brasileiro, no Mineirão, em 23set09:

  • Adilson Batista – Escalou o que tinha de melhor. Trocou como pediam as circunstâncias. Mas perdeu o duelo pra um treinador acostumado a comandar times vencedores e centrados. Agora, se não domar o instinto indígena de sua equipe protagonizará uma remake do clássico O Triste Fim do DJ.
  • Torcida – Há anos, conhece o final da história. Sabe que o time faz que vai mas não vai.  E se ameaçar ir, perde os melhores jogadores e fica. Por estas e outras, compareceu em pequeno número. Os que foram, apoiaram direitim.

(mais…)

Wilson Flávio, craque da palavra

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Wilson Flávio é o intelectual do Cruzeiro.Org. Articulado, bom observador, sereno, ele sabe dosar críticas e elogios.

E usa toda esta sabedoria pra editar a seção de comentários do site. Agora, um pouco do WF pelo WF.

  1. Sou o Wilson Flávio Garcia, nasci em 03ago77, em São Domingos do Prata, Minas Gerais. Dia 3 de 3×0, placar de Cruzeiro e Guarani de Divinópolis, gols de Lívio e Eli Carlos (2), vitória comemorada naquele dia.
  2. (mais…)

Kobe x Dwight, o duelo final

domingo, 31 de maio de 2009

Na sexta-feira, com um 109×92, o Los Angeles Lakers  despachou o Denver Nuggets, fez 4×2 na série decisiva da Conferência Oeste, e se garantiu na final da NBA. Destaques? Kobe Bryant, do Lakers, e Chancey Billups, do Nuggets, como sempre.

(mais…)

Kleber é Kobe ou LeBron?

quarta-feira, 27 de maio de 2009

A NBA ferve. Segunda-feira, em Denver, aconteceu a primeira balaiada da decisão da Conferência Oeste: Nuggets 120×101 Lakers. Kobe jogou muito, mas não o suficiente para impedir que Chauncey Billups comandasse a goleada do time da casa.

Mas não se iludam. O sapeca-iaiá não diz o que serão os próximos jogos. Uma vez em desvantagem irreversível, os Lakers puxaram o freio de mão e economizaram energia para a 5ª partida. Por enquanto, 2×2 na série.

(mais…)