Tá nesse pé

Por SÍNDICO | Em 6 de janeiro de 2019

BOCA entra na disputa com o San Lorenzo por Mancuello e monitora Arrascaeta, que já interessa também ao Palmeiras. Moisés foi oferecido como parte do pagamento. Flamengo volta à carga pra contratar Dedé. Orejuela chegou dando graças a Deus pela oportunidade de jogar no Cruzeiro. Fabruno voltou pra Chape. Digão permanecera bo Flu. Neves renovou por mais um ano. Ou dois, se em 2020 fazer 42 partidas. Jadson chegou. Bruno e Ezequiel já estão no Fluminense. Um time italiano não identificado ofereceu R$10 milhões por Brazão. Rodriguinho consultado pelo Cruzeiro, sai do time do Pyramids enquanto se decide seu futuro, Sobis voltou ao Inter. Rafael Santos e Kayzer, incorporados ao elenco principal. E o Valdivia coloradoe a mais nova especulação. Um dos quatro centroavantes vai ser negociado. 

42 comentários para “Tá nesse pé”

  1. mrr disse:

    Os clubes já perceberam a fragilidade do Cruzeiro. Daqui a pouco até o Santa Cruz vai estar levando jogador do clube. A situação das contas é seríssima. Um apelo para o saneamento e voltemos com força no centenário. Hora de revelar base e reequilibrar as contas.

    • SÍNDICO disse:

      Se liquidar o time pra agar dívidas, perde dinheiro que não acaba mais. Este não é o caminho.

    • Matheus Penido disse:

      Time bom e barato é exceção. Em 2012 e 16 o Cruzeiro apostou nisso e teve que sair contratando no segundo semestre pra não cair. Desfazer esse time atual pra apostar tudo na base e em refugos é suicídio, corre o risco de continuar desequilibrado e ainda jogar o centenário na segundona.

    • mrr disse:

      Suicídio será quando o salário começar atrasar, aí verão a lama no pescoço.

  2. SÍNDICO disse:

    A proposta da Sep, por ora, é piada. Não tem lastro na realidade. Conversa de rede.

  3. SCHRIER disse:

    Essa proposta do Moisés acho uma boa, é um cara que não tem tanta grife e que joga muito. Aceitaria igualmente Veiga ou Zé Rafael no negócio. Queria Fabrício bruno aqui e Murilo emprestado, na época da base o bom da dupla era Fabrício. Se der o negócio de Luan por Neves eu ainda acho uma boa, senão com a saída do arrascaeta é bom que Neves permaneça. Dedé não sairá, graças a Deus, ainda mais que agora que começa a nelhor fase da carreira de um zagueiro. Rodriguinho penso que não acrescenta, preferia até o Valdivia do inter (se for de graça) do que ele.

  4. VIANA disse:

    Tchau, Arrascaeta! Moisés, Hyoran e Guerra e mais uma grana tá bom. Jadson? Tá bom que nos livramos de Bruno Silva e Ezequiel. Duro é saber que investiram pessimamente no Bruno e agora qualquer um acaba sendo um bom negócio para se livrar do ex-botafoguense. Neves? Espero que nos faça felizes. Orejuela? Pelo jeito tinha de trazer alguém pior que o Ezequiel. Na base não tem nada que salve? Deixem o Flamengo levar o Dedé e tragam Miranda. Digão que seja feliz. Longe do Cruzeiro. Rodriguinho? Para o lugar do Robinho é uma boa. Brazão? Tchau. Talvez consiga mais por ele no futuro mas sem jogar a desvalorização é certa. Boa sorte ao Sobis. Até mesmo uma Kayzer cai melhor que um Barcos.

  5. SÍNDICO disse:

    DANIEL FONSECA Garis nasceu em Montevidéu e atuou como atacante entre 1988 e 2003. Foi revelado pelo Nacional, antes de se transferir pra Itália e vestir as camisas do Cagliari, Napoli, Roma e Juventus. Na Argentina, defendeu o River e retornou ao Nacional do Uruguai em 2002, já próximo do fim da carreira. Em 2003, pendurou as chuteiras na Itália, vestindo previamente a camisa do Como. El Castor, como era conhecido quando jogava, defendeu também o Uruguai por 7 anos, entre 1990 a 1997. Na Seleção, conquistou seu único título da carreira: a Copa América de 1995, em casa, vencendo o Brasil nos pênaltis. Aos 49 anos e há mais de uma década se dedicando a empresariar jogadores, Fonseca possui atualmente 4 nomes em sua agência. De acordo com o Transfermarkt, além de Arrascaeta, outros 3 atletas, todos uruguaios, são empresariados por ele: Muslera, goleiro de 32 anos que defende o Galatasaray, e vale 5 milhões de euros; Luna, atacante de 26 anos, do Tiburones Rojos de Veracruz, do México, e vale 1,2 milhão de euros; e Santiago López, meia-atacante de 27 anos, sem clube, avaliado em 50 mil euros. Dos agenciados por Fonseca, Arrascaeta é o mais valioso, ultrapassando 10 milhões de euros. (Itatiaia)

    • SÍNDICO disse:

      SUÁREZ acusou Fonseca, em Abr16, US200 mil pela transferência do Nacional para o Groningen, 10 anos antes. Em resposta, o empresário disse: “Está mentindo, porque é um jovem que demonstra ter problemas psíquicos. Por isso segue no psicólogo, mas acho que não está dando efeito. Terá que mudar de psicólogo ou ir a um psiquiatra. (…) Que diga a verdade o covarde e não queira me sujar dizendo que eu lhe devo, sem-vergonha”. Na época, Fonseca disse ainda que ajudou a família de Suárez e que o jogador que lhe devia dinheiro. Sobre deixar de ser agente da estrela do Barcelona, o empresário revela que não foi por causa de dinheiro, mas diz que “até o dia que morrer não vai dizer qual foi” o real motivo do rompimento.

      • SÍNDICO disse:

        CAVANI foi agenciado por Fonseca até 2007, quando deixou o Danúbio rumo ao Palermo, em transferência promovida por outro representante. A troca de agentes foi feita porque o atleta estava insatisfeito com a forma que Fonseca administrava sua carreira, e o desentendimento veio a público numa entrevista do agente a uma TV italiana, em 2011, quando disse se sentir doente e com ódio pela situação e questionando o que Cavani “reza a Deus”, apontando que somente Ele perdoaria o jogador. O desabafo, no entanto, não era para ir ao ar.

      • SÍNDICO disse:

        LIVERPOOL, do Uruguai, proibiu seus atletas –profissionais e juniores- de serem representados pelo agente. Em 2017, conflitos de Fonseca com o presidente do clube, José Luis Palma, fez com que dois atletas deixassem o clube por se recusarem a se desvincular do empresário. Assim como ocorrido com Arrascaeta, Pablo García não compareceu aos treinos do Liverpool por conta de um negócio feito por Fonseca, que queria adquirir mais percentual do passe do atleta e outro jovem vindo da base liverpoolense em troca de US$3 milhões. O Liverpool não aceitou e a dupla, assim como o empresário, deixou o clube. Tanto Palma quanto Fonseca foram a público na época darem suas versões do fato.

      • SÍNDICO disse:

        NACIONAL, do Uruguai, tamb;em se desentendeu com Fonseca, por conta do a o jogador Rodrigo Amaral, que deixou o clube em 2017 rumo ao Racing, da Argentina, onde não foi aproveitado. No meio de 2018, o atacante se mostrou arrependido pela troca, disse que errou com o Nacional e resolveu se desvincular do empresário. Sem polemizar, Amaral garantiu que não tinha nada contra Fonseca: “Agradeci-lhe tudo o que ele fez por mim e pela minha família, mas neste momento prefiro me distanciar dele”. (ITATIAIA)

  6. CELESTE disse:

    Período de férias me dá preguiça. Essa história do TN é de lascar. A coisa está assim: ou o clube negocia ou aumenta salário. Sou contra s vinda de jogadores para substituir as possíveis saídas de TN, Arrascaeta e Dedé. E tomara que o 9 a sair não seja o Fred.

  7. DOURADO disse:

    O mais difícil de acreditar aí é o Boca atrás Mancuello! O cara é muito ruim. Troca pelo Nantes ou Nandez!

  8. WALTERSON disse:

    Mauro Cezar, da ESPN, disse que o Cruzeiro aceitou R$47 milhões pelo Arrasca.

  9. CELESTE disse:

    No meio dessas negociações entra em discussão também a fama de caloteiro que o clube adquiriu. Tem até coluna no UOL a respeito…

    • KLAUSS disse:

      É verdade, essa pecha mancha a instituição quase centenária. É uma desonra!! 😑

    • Jdias disse:

      Torcedor comum só vai perceber o buraco que o time entrou quando estivermos sem dinheiro para pagar as contas de água e luz. Mas essas 2 últimas gestões do Cruzeiro já quebraram o Clube. Esse ano estamos sofrendo para manter jogadores. No próximo nenhum jogador relevante virá. Clube está queimado no mercado. Se não acontecer nada de novo, vamos começar a atrasar salários em pouco tempo. Quanto mais demorarmos para sanear o clube, mais fundo será o buraco. Pelas palavras do Itar, já não querem contrato com a Caixa para poderem deixar de pagar impostos. O centenário será triste.

      • mrr disse:

        Por isso minha preocupação em investir na base e vender os maiores salários para reequilibrar. É hora de esquecer títulos, manter na primeira divisão e revelar jovens.

    • Celeste disse:

      ITM fala das dívidas do clube com uma baita naturalidade. Parece que o problema não é com ele. Deveria ter aceito a proposta por Dedé e TN.

  10. Celeste disse:

    Assustador! E o Conselho assiste a isso tudo sem tomar providências. Os caras contratam mal, aumentam salários. Penso que o clube tem dos mais altos patamares salariais do país.

  11. Bruno 7L RJ disse:

    Vender, vender e vender. A meta deveria ser vender TN, Sobis (foi-se) e Manoel. Arrascaeta foi efeito colateral mas se for por falta de adeus… agora vende o Fred para um árabe e estamos conversados.

    • Bruno 7L RJ disse:

      F1/ Edilson, Dedé, Léo, Egídio/ Henrique, LS/ David, Robinho, Raniel/ Sassá

      • Bruno 7L RJ disse:

        Rafael/ Lateral novo com nome difícil, Murilo, Cacá, Campos/ Romero, Jadson, Cabral/ Rafinha, Barcos e alguém da base

      • Bruno 7L RJ disse:

        Esqueci do Kayser e do Brey no 2º time. Corretor me inventou um Campos que eu nem sei quem é hehehe

  12. zuloobas disse:

    Vejo muito extremismo, nem desfazer o time e nem ficar gastando além da conta. Flamengo diminuiu o orçamento mas não foi esse o principal motivo p se equacionar, o motivo foi a receita monstra. Mas vc acham que ficar com o time do nível do Vasco é a solução é só vejo o Vasco cada vez com o time pior e vada vez mais se atolando em dívidas e se apequenando. Se nos desfizermos de td mundo e perdermos a competitividade, como torcida brasileira só compra sucesso caem muito a marca e a receita. Se rosse tão simples sair de um buraco de centenas de milhões, tds os clubes com tal dívida já estariam devidamente saneados. Na minha pouco especialidade no assunto vou dizer que tem enxugar sim mas não secar, pq se um time despenca de qualidade, despenca a arrecadação e se multiplicam az chances de rebaixamento. Às vezes, o que dá certo p o Flamengo pode não dar p nós, 1º pq ele é uma marca muito mais forte do que o Cruzeiro, inserida em outra contesto econômico e político. Devemos trilhar nosso próprio caminho de volta para a honra.

    • Thiago 5 estrelas disse:

      Concordo, mas para buscar esse caminho temos que ter pessoas compromissadas com o clube. Ano passado não precisávamos ter contratado Fred e Edilson, aumentando divididas e folha salarial. Continuariamos com um time competitivo. O resgate da imagem no mercado também deveria ser uma preocupação, e pelo jeito está passando longe. O certo é que no pé que está daqui uns dias não vamos conseguir contratar mais ninguém e nosso dia de Vasco chegará.

      • matheus t penido disse:

        De acordo também.

      • matheus t penido disse:

        Thiago, a questão Vasco é complexa, acredito que a postura bélica do Eurico tirou prestígio e credibilidade do clube, afastou investimentos e a possibilidade de trazer jogadores valorizados. No Cruzeiro não temos essa figura odienta , mas a perda de credibilidade também está assustadora – o Maior de Minas passou de modelo de organização a exemplo de clube tocado nas coxas e que aposta na impunidade pra gastar e não pagar. Sem falar na desordem interna com diretotes pedindo demissão e os que ficam não se entendendo.

      • matheus t penido disse:

        Então eu acredito que não basta vender jogadores e baratear os custos com elenco. É preciso começar pra ontem a mudar essa imagem de desordem e malandragem que lamentavelmente se associou ao Cruzeiro. E pra passar uma imagem séria é preciso começar por dentro, colocando a casa em ordem e acabando com esse cabide de empregos onde ninguém se entende. Não dá pra ver profissionais respeitados como Marco Antonio Lage desistindo do projeto enquanto um Serginho Alterosa sai de corneteiro de um programa pitoresco pra um cargo de chefia.

      • matheus t penido disse:

        É preciso também anunciar que o saneamento dos débitos com investidores e outros clubes é a prioridade número um da direção. Anunciar e demonstrar na prática a seriedade do propósito, de forma que mesmo com dificuldades financeiras a instituição tenha alguma credibilidade na praça. Enfim, é preciso recuperar o nome mas pra isso é preciso seriedade pra se preocupar com o futuro, coisa que parece inexistir nesta diretoria. É quando a preocupação dos que deveriam zelar pela instituição não coincide com o que é melhor pra ela fica complicado…

    • matheus t penido disse:

      De acordo.

      • Marcus Oliveira disse:

        Manter Benecy Queiroz e Serginho Alterosa em cargos remunerados demonstram o nível de profissionalismo do clube…

  13. Beth Makennel disse:

    Ei Pessoal, alguém sabe me dizer se é só o Cruzeiro, dentre os clubes brasileiros, que tem dívidas na Fifa por não pagar compras de jogadores?

  14. Beth Makennel disse:

    Vi a pouco tempo, que o Cruzeiro é o clube com menor dívida dentre os grandes clubes brasileiros( só esta atrás do São Paulo )

  15. Storrs disse:

    Itair, após a eleição, quis apresentar o Cruzeiro como terra arrasada e queimou o nome da instituição nacionalmente. Outros times estão em situação semelhante ou pior, mas mantém sigilo sobre o fato. A situação do Atlético, por exemplo, é igual ou pior, mas encobertam o problema. Acho que manifestar fraqueza é um erro, pois torna o clube vulnerável à especulação.

  16. Geniba disse:

    A fama de time caloteiro do Cruzeiro já se espalhou entre todos os torcedores do Brasil. Impressionante. Tem aquela frase que diz que demora-se anos para se construir uma reputação e apenas 5 minutos para destruí-la, né? O Cruzeiro sempre ostentou com orgulho de ser, dentre os 12 grandes clubes do futebol brasileiro, o que estava em dia com suas contas, sem dever nenhuma outra agremiação. Bastou um segundo mandato de Gilvan e um ano de Itair para virar sinônimo de calote. É unanimidade não só entre torcedores, mas jornalistas também. Gostemos ou não. Podemos espernear, chorar, xingar… Somos mal vistos.

  17. leobh disse:

    Dirigente de futebol tem alma feminina pelo que parece (sem machismo). Se jogador fosse vendido em vitrine presidente de time só seria encontrado em shopping.