Simone de Castro, radicalmente azul-e-branca

Por SÍNDICO | Em 18 de janeiro de 2010

Esta é a comentarista do PHD, Simone de Castro, uma cruzeirense boa de briga.

  1. Sua graça, sua praça: Simone Barbosa de Castro, nascida em 22out65, em Belo Horizonte, onde moro no Dom Cabral.
  2. Família: Manoel, meu pai, veio de Goiás ainda novo, sozinho, pra trabalhar em Beagá. Era funcionário da Sucan, hoje Funasa. Faleceu aos 48 anos. Orlanda, minha mãe, veio do Piauí com seus pais e irmãos, pra tentar uma vida melhor aqui. Sempre foi do lar. Somos 4 irmãos: 3 mulheres e 1 homem. Puxa, como nasce mulher na minha família!
  3. Escolas: Comecei no Municipal Marconi e terminei o 2º grau no Pio XII. Muito me orgulho de ter estudado neles, sendo que o Pio XII eu paguei com meu trabalho. Fico muito triste ao ver como o ensino e o nível dos alunos caiu, principalmente, do Marconi. Depois comecei a cursar Letras na UFV e me transferi para a UFMG. Parei no 5º período. A desilusão com o curso, a pouca importância dada aos professores hoje em dia e alguns probleminhas pessoais contribuíram pra desistência.
  4. Trabalho: Hoje em dia, me dedico mais às tarefas domésticas, mas também dou aulas particulares. E sem tirar os olhos dos concursos públicos.
  5. Hobby: Amo cinema! Gosto de filmes todos os estilos, desde que bem feitos, inteligentes e surpreendentes. Leitura também eu adoro. Leio quase tudo.
  6. Como aprendeu a gostar de futebol? Meu pai despertou em nós o amor pelo Cruzeiro, sempre falando do time. Apesar da pouca noção, pois ainda era muito criança, podia sentir sua felicidade quando o Cruzeiro ganhava, e tristeza  quando perdia. Ele comprava pra mim e meus irmãos, aqueles álbuns de figurinhas sobre a Copa do Mundo, com todos os participantes e seus jogadores. Assim, aprendíamos a conhecer os jogadores, os países etc. E com as figurinhas repetidas que não conseguíamos trocar, jogávamos tapão. Ou seria bafo? Já nem me lembro mais do nome.
  7. Jogou futebol? No, no, no.
  8. Por que Cruzeiro? Porque a doença do meu pai passou para mim! O amor ao Cruzeiro se fez através de um goiano que se apaixonou pelo time estrelado. E, aí, se você se apaixona pelo Cruzeiro, é para sempre! Além do mais, meus tios por parte de mãe, eram amigos do Roberto Batata, de  ficar conversando horas a fio. Meu tio José Maria, já falecido, jogava futsal com ele numa quadra perto de casa. Roberto Batata também distribuía convites pros bailes no Cruzeiro. Cresci ouvindo essas histórias…
  9. Primeiro jogo num estádio: Vou ser muito sincera: não me lembro, pois era muito criança! Acho que bem no comecinho dos anos 70. Ainda entendia pouco de futebol. Só sei que eu e meu irmão comemoramos muito ao ver meu pai pulando e gritando goool!
  10. RapoCota inesquecível: Todos que o Cruzeiro ganha são inesquecíveis. Pelo ano difícil de 2007, aqueles 4×2, quando o Cruzeiro abriu 2×0 com Araújo, o Atlético-MG empatou e, logo depois, aconteceu um pênalti pra eles foi marcante. Meu coração, a essa altura, já saía pela boca, prevendo o pior. Eu não conseguia entender como um time ganhando de 2×0 cedeu o empate. Aquele não parecia ser nosso ano de vitórias no Rapocota. Meus vizinhos chatos e galináceos já cantavam vitória… Desliguei meu radinho, me sentei triste no sofá, tampei os ouvidos, fechei os olhos e fiquei esperando os gritos de “galo!”… Mas qual não foi minha alegria ao ouvir: “Zeeeeiiiirôôôôô!” Liguei o radinho de novo, e aí foi só alegria!!! Depois, Guigui Sangue Bom e Ramires, que começava a despontar, fecharam o caixão penado. Demais! Cruzeiro 4×2 Atlético-MG, domingo, 24jun07, 16h, Mineirão, 7ª rodada do Campeonato Brasileiro 2007 – Público: 36.746 (40.000 presentes) – Renda: R$715.645 – Juiz: Heber Roberto Lopes (Fifa/PR) – Bandeiras: Rogério Carlos Rolim e Aparecido Donizetti Santana (PR) – Amarelos: Ramires (Cru) e Danilinho (Atl) – Gols: Araújo, 15 e 45, do 1º tempo; Lima, 7, Éder Luiz, 17, Guilherme, 31 e Ramires, 39 do 2º – Cruzeiro: Gatti; Mariano, Leo Fortunato, Thiago Heleno e Fernandinho; Renan, Ramires, Charles (Guilherme) e Leandro Domingues (Wagner); Roni (Nenê) e Araújo. Tec: Dorival Júnior / Atlético-MG: Diego; Coelho, Marcos, Lima e Thiago Feltri; Rafael Miranda, Bilu (Vanderlei), Marcinho e Danilinho; Éder Luis (Tchô) e Galvão (Paulo Henrique). Tec: Zetti.
  11. E o esquecível? Aqueles 4×0 de 2007. E ainda mais por ver o Fábio sendo ridicularizado. Me doeu muito.
  12. Maiores jogos: Cruzeiro 2×1 São Paulo, pela Copa do Brasil 2000. Na época eu e meu marido morávamos em Mucuri, na Bahia. Fiquei muito nervosa quando o São Paulo fez 1×0. Saí de frente da TV e fui pro quarto, muito p. da vida, falando que o Cruzeiro era assim… No finalzinho nunca ficava com o título… De repente, meu marido, que ainda assistia a partida gritou: “Simone, gol do Cruzeiro!” Achei que era pegadinha de atleticano, mas era verdade! Vibrei muito! Também pude perceber que lá em Mucuri, muita gente torce pro Cruzeiro. Mineiros que lá residem e também baianos da gema… Outro jogo que nunca vou me esquecer foi o Estudiantes 0x0 Cruzeiro, o primeiro da final da Libertadores 2009. Terminou empatado, mas não consegui tirar o olho da TV em nenhum momento. Foi emocionante. Senti que nosso time estava com postura de campeão. Quando nossos jogadores entraram em campo, com toda aquela festa e catimba argentinas, pensei: este jogo não vamos perder… Deu para ver no olhar deles! Foi o 0x0 mais emocionante que já assisti. Desculpem se estou sendo romântica, mas foi isso que senti. Outra grande emoção foi o Palmeiras 1×2 Cruzeiro, final da Copa do Brasil de 96! Derrotar o Palestra paulista e seu técnico poderoso lá, foi demais! Dida pegou até pensamento, e meu ídolo-carrasco-dos-porcos, Marcelo Ramos, fez o gol da vitória.
  13. Ídolos: Alex, por ser craque dentro e fora de campo (Antônia, caçula dele, nasceu no mesmo dia que eu, 22 de outubro). Marcelo Ramos, que também é um exemplo fora de campo, sempre me dava alegrias com seus gols, principalmente contra a porcada, e renovou meu interesse pelo Cruzeiro. Sim, vou confessar, me desliguei um pouco nos anos 80. Por que? Devido a interesses como namoro, turma, Michael Jackson, Madonna, moda, dança, estudo, paixonites, produtos de beleza, primeiro trabalho… Ufa! Tenho que admitir que andei afastada do meu azul-estrelado nessa época. Coisas de menina… rsrsrsrs
  14. Cruzeiro de Todos os Tempos: É uma mescla do que eu acompanhei mais. São tantos craques, que fica difícil escalar. mas vamos lá: Dida, Nelinho, Cris, Dracena e Nonato; Maldonado, Ramires, Piazza e Alex; Joãozinho e Marcelo Ramos.
  15. Que loucura você já cometeu pra acompanhar o Cruzeiro? Foi uma loucura light. Até por ser mulher, não tenho muitas aventuras. Em 13mai04, deixei de ir ao aniversário de um vizinho e amigo da família, muito querido… Festa bacana, com muita fartura e pertinho de casa. Inventei que estava passando mal e fiquei quietinha em casa pra assistir a um jogo da Libertadores. Ainda pensei: melhor não ir mesmo, porque são todos atleticanos, vai dar peso…  Mas mal mesmo eu fiquei quando o Cruzeiro foi eliminado! Puxa, perdi a festa, a chance de estar com amigos, vi aquela eliminação e depois, sim, passei mal de tristeza…
  16. Melhor sarro tirado da cara dos rivais: Foi em família. Meu cunhado, Paulo César, casado com minha irmã, é atleticano. Em 2005, lá pelo meio do ano, avisei a ele que seu time ia cair e que eu lhe daria um presente. Claro que ele não acreditou na queda, nem na minha ousadia. Pois eu comprei um caderno grande, sem pauta, e fui colando fotos de jornal, fazendo montagens e escrevendo minhas piadinhas, a cada derrota do Patético. No natal, dei-lhe o presente! Por pouco ele não jogou fora, na hora. Mas se controlou e até deixou os parentes lerem. Fui muito elogiada pelos cruzeirenses de sua família, que riram muito! Passado todo esse tempo, fui saber que o caderno ainda existe, mas está jogado numa caixa, num canto qualquer.
  17. Que livro, blog e jornal recomenda aos amigos? Por quê? Ah, blog é o PHD, claro! O melhor de todos, pra mim. O blogueiro dispensa comentários e os comentaristas são inteligentes, os assuntos são variados, enfim, the best! Jornal, nenhum daqui, pelo provincianismo e falta de imparcialidade. Livro é uma coletânea de poesias de Carlos Drummond de Andrade.
  18. E aos inimigos? Um DVD com as duas Libertadores conquistadas pelo Cruzeiro pra eles entenderem, de uma  vez por todas, que eles são protagonistas daquele seriado Os Três Patetas.
  19. Superstições: Decidi não usar mais a camisa do Cruzeiro durante os jogos. As duas vezes em que usei, na fatídica final de Libertadores e na virada que levamos do Flu eu fui ao Mineirão uniformizada e vejam no que deu… Nunca mais! rsrsrsrs
  20. O que mais te irrita no futebol? Arbitragens tendenciosas, como as que o Cruzeiro sofreu em 2009, com gols em que a bola não entrou sendo validados, rigor excessivo em muitas expulsões, e muitos pênaltis não marcados em uma só partida, como naquela contra o Palmeiras. Foi dose! E agora surgiu uma nova modalidade de corneta que muito me irrita: o que elogia o Kalil! O cara não ganhou nada, acusou os outros sem provas, desrespeitou a própria torcida, fez uma mágica pra sumir com as dívidas Patético, paga um absurdo a um técnico decadente, aceita que ele lucre com vendas de jogadores, muitos certamente vindos da base, e ainda existe cruzeirense elogiando um cartola sdesses… E, pior, falando mal do nosso presidente! Aí, é demais, né?
  21. Que título te falta no futebol? O Mundial, é calro! Quem sabe ele vem em 2010? Tenho fé! Se o Barça desencantou, o Cruzeiro também pode!
  22. Fosse presidente do Cruzeiro, o que faria pra garantir o futuro do clube? Pra começar, ouviria mais a torcida. O torcedor pode não saber dos bastidores do clube, mas tem muita sabedoria, muita coisa inteligente para falar! Quem sabe, fazendo um encontro anual com alguns representantes das confrarias? Para que manter um blog, se ele provavelmente nem lê os comentários? Também daria um upgrade no Sócio do Futebol, que é bom, mas em se tratando do Cruzeiro, tem que ser ótimo. E, de vez em quando, uma loucurazinha saudável, tipo trazer um jogador que a galera pedir, desde que seja pra uma posição em que haja necessidade. Isso estimula o torcedor, motiva sua ida ao estádio, deixa a torcida menos ranzinza… rsrsrsr. Parar de pensar só em promessas para vender no futuro.
  23. Haverá lugar para os times mineiros no futebol do futuro? Estou me concentrando… Aguardem… Pronto! Mãe Simone avisa: Falando de Cruzeiro, creio que sim. O Cruzeiro está sempre com um pé no futuro; é um clube que faz, e os outros seguem. Sempre aparecem boas idéias, porém têm que ser melhor executadas. A torcida cresceu muito, e acho que se o Cruzeiro conseguir uma maior  integração com ela, ninguém segura! Quanto ao Atlético, depois da união  do Trio Parada Dura, Kalil, Guimarães & Luxemburgo, sei não… A coisa pode ficar feia. Alta combustão! Sem trocadilhos, por favor! rsrsrsrs… Com  sinceridade, acho que estão nas mãos do patrocinador. E clube algum pode se colocar nas mãos de um patrocinador. Nem de um treinador… O Atlético-MG virou uma espécie de colônia a ser explorada. Já o América, se mantiver os pés no chão, e aperfeiçoar mais um pouquinho o caminho traçado em 2009, dentro de suas possibilidades e com simplicidade, vai melhorar muito. Inteligência será a melhor arma para eles…

121 comentários para “Simone de Castro, radicalmente azul-e-branca”

  1. Marc3lo disse:

    Parabéns, Simone!!! Bela história, e que continue marcando presença no blog, o PHD agradece.

    • simone b de castro disse:

      Vocês ainda vão ter que me suportar muito tempo…rsrsrsrs Esse blog é o melhor que existe, com comentaristas inteligentes, e posts mais ainda! Não há como deixá-lo!!! Obrigada, Marcelo!

  2. Sergio HKG disse:

    Simone, muito legal a sua historia. Sempre noto em seus comentarios a sua paixao pelo Cruzeiro. Parabens e continue assim.

  3. Mauro França disse:

    A ala feminina do PHD pode não ser tão numerosa, mas é altamente qualificada. A Simone é uma torcedora combativa, defende suas convicções com muita garra. Além de torcer, faz uma marcação cerrada sobre os rivais, a imprensa tendenciosa e os cornetas. Merece os nossos parabéns.

    • simone b de castro disse:

      Você captou meu jeito de ser, França! Obrigada. A ala feminina realmente merece mais atenção, pois tem muita coisa boa para falar! E vocês, aqui, nos respeitam e nos entendem!

  4. Elias disse:

    Pois é Maurão… a Simone pode ter certeza que aqui em Mariana ela tem um fã incondicional! Simone Barbosa, sempre cruel com a imprensinha mixuruca e com os corneteiros de plantão!!!

  5. Bela historia, os textos dela sempre defendendo e Apoiando o Cruzeiro.

  6. Dylan disse:

    parabéns, Simone, que a estrela do Cruzeiro continue a guiar seus caminhos.

  7. Andrey Vinícius disse:

    Muito bacana a sua história Simone. Continue sempre firme em suas opiniões e puxando a orelha dos cornetas rsrsrsrs…

  8. Edu Mano disse:

    A Simone é minha comentarista favorita do PHD. E isso não tem quase nada a ver com o fato de a opinião dela quase sempre bater com a minha. Arrisco a dizer que poderia conversar com ela sem dizer nenhuma palavra… hahaha… Até pontos da história dela são parecidos com a minha… Parabéns Simone!

    • simone b de castro disse:

      Puxa, Edu, que legal! Fico envaidecida! Brigaduuuuuu! rsrsrs

      • simone b de castro disse:

        Geralmente eu também concordo com você, incrível!!!!!!! Depois conte para nós os pontos parecidos de nossas histórias! Estou curiosa!

  9. matheus t penido disse:

    Parabéns, Simone. Eu tb tenho gdes lembranças dakele clássico de 2007 e lembrando sempre que akele penalti pra Cocota foi inventado pelo Heber Boberto Lopes e o goleiro Gatti, que naum foi mto feliz com a camisa celeste, viveu seu dia de glória defendendo a cobrança do Marcinho que acabou nunca mais se acertando no time emplumado. Sem dúvida, um clássico inesquecível.

  10. Palmeira. disse:

    Bela história, Simone! Eu também não assisto jogos do Cruzeiro vestido com a camisa do clube, desde aquela fatídica eliminação pelas fr@ngas em 1999 pelo Brasileirão.

    • simone b de castro disse:

      Obrigada, Palmeira! Engraçado é que toda vez que uso a camisa, já viu, né? Vamos continuar com nossa superstição.

  11. Hugo 5erel0 disse:

    É isso aí, Simone. Cê é uma pessoa de muita fibra, sá. Te admiro muito. Esse clássico de 2007 foi muito valioso pra mim também. Festejei demais o gol da virada e o golaço-aço-aço do Ramires.

    • simone b de castro disse:

      Hugo, você também é sensacional! Inteligente, engraçado…Valeu! Também te admiro!

  12. Jorge Santana disse:

    Simone, sim, é “a cara”!

  13. Gleyton disse:

    Bacana Simone. O jogo Cruzeiro 2x 1 São Paulo tb é meu jogo inesquecível.

    • simone b de castro disse:

      Foi muita emoção junta, né Gleyton? Nunca será esquecido pelos cruzeirenses…Obrigada!

  14. Jorge Santana disse:

    Caê faria um verso pra nossa comentarista, tipo: “Simone sim, Simone não / Quero ver Simone dar suas lambadas / Quero ver corneta levando seu carão!”

  15. rosan amaral disse:

    Simone, não a conheço mas já a tenho como minha irmã. É admirável sua origem e sua trajetória como cruzeirense. Às vezes quando o post tá muito cheio de comentários acabamos selecionando alguns para a primeira leitura. E seu é sempre um dos selecionados.

    • simone b de castro disse:

      Nossa, Rosan, ler isso, para mim, foi muito gratificante! Imagina, ter meus comentários selecionados de primeira…Uma honra! Obrigada! Mas ainda tenho que aprender muito, principalmente sobre o calendário do futebol…rsrsrsrs Passo longe, por enquanto…

  16. Douglas_Sorocaba disse:

    Simone Castro é motivo de orgulho para os cruzeirenses. Mulheres que gostam de futebol é raro, e mais difícil ainda é encontrar uma que não só gosta, mas entende de fato do assunto, como é o caso da ilustre cruzeirense. O site Guerreiro dos Gramados abriu um espaço interessante para a ala feminina da torcida do único time grande do Brasil sem rival – o nosso CRUZEIRO, claro. Vejam: http://www.guerreirodosgramados.com.br/colunistas-cruzeiro/lais-menini/2007-estreia-do-programa-guerreiras-dos-gramados Saúde e vida longa a você, Simone, e a toda a nossa torcida guerreira!!!

    • simone b de castro disse:

      Saúde e vida longa pra você também, Douglas! Obrigada pelos elogios! Eu entendo, mas ainda não tanto quanto vocês. Mas estou aprendendo…rsrsrs

  17. mariana disse:

    Grande Simone! Vc é daquela tipo de cruzeirense que coloca o pateticano sempre em seu devido lugar. Imagino o qnto seus parentes, amigos, vizinhos que torcem pelo lado seco da lagoa, devem adorar encontrá-la…coitados!rs

    • simone b de castro disse:

      Mariana, eles correm de mim! Mas eu, muitas vezes, brinco com a cara deles “na classe”, se é que me entende…rsrsrs Obrigada!

  18. Frede disse:

    uia, grande Simone!! Somos particamente vizinhos hehe Já joguei muita bola (em quantidade e qualidade) no campo ai do Dom Cabral e nas quadras da igreja hehe Muito bacana as suas passagens!

    • simone b de castro disse:

      Onde vc mora, Fred?

      • Frede disse:

        Moro no Coração Eucaristico… Mas morei por muito tempo no Alto dos Pinheiros, na Frei Conceição Veloso perto da praça Chuí…

      • simone b de castro disse:

        Você mora no Coréu? Legal! Quem sabe um dia possamos nos conhecer!? Eu estudei no Alto dos Pinheiros, no Jardim de infância Pituchinha…Acho que ainda existe, sei lá..rsrsrsrsrs

  19. Celeste disse:

    Parabens Simone. Só faltou dizer como conviver bem com um atleticano.

  20. Naldo disse:

    Cara Simone, prazer em conhecer! Lamento que o seu pai tem falecido tão cedo, mas o parabenizo por ter feito a escolha certa, CRUZEIRO e passado aos decendentes. Adorei a sua história.

    • simone b de castro disse:

      Ainda bem que ele usou a inteligência, a percepção, para escolher o time, né? Se não tivesse usado, seria atleticano…rsrsrs Valeu, Naldo!

  21. Damas disse:

    Parabéns Simone. Bela narrativa. E o maridão atleticano, como fica nesta?

  22. Leopoldo Moura Jr. disse:

    Simone, muito legal sua entrevista. O presente que você fez para o seu cunhado atleticano (retratando a queda pra segundona) foi sensacional! OBS: tenho superstição semelhante à sua.

    • simone b de castro disse:

      Obrigada, Leopoldo! Espero dar mais presentes desse tipo para as frangas….kkkkkk Em breve!

  23. Walterson disse:

    Parabens, Simone, bonita história. Tudo azul na sua vida. Este jogo de 2007 foi, realmente, emocionante. Lembra muito o de 1977, pela arrogância galista e o final inesperado (para elas, claro).

    • simone b de castro disse:

      Walterson, muito obrigada! Tudo azul na sua vida também! Realmente, naquele jogo eu estava pilhada…

  24. Mario Lucio Vaz disse:

    Parabéns, Simone, muito legal sua história. sempre leio seu comentarios por aqui sempre positivos.

  25. Beth Makennel disse:

    Bela história! Lendo seus comentários aqui no PHD, não tenho a menor dúvida de que é realmente uma Cruzeirense de 1ª linha e que entende bastante de futebol e do Cruzeiro. Que nosso Cruzeirão este ano possa nos dar muitas alegrias.

  26. walfrido disse:

    Acho todas essas histórias dos cruzeirenses MUITO legais. JS, continue por favor. Mas essa da Simone achei especialmente legal. Sei lá. Talvez a distancia de Bh, do Cruzeiro, dos amigos… Talvez por ela ser mulher, de uma época onde o Minusculo meio que dominava BH… Sensacional, Simone. Sou seu fã. Sempre fui. Valeu!

    • walfrido disse:

      Acho escrotice total dos patrocinadores. Posso estar enganado, mas vão comprar uma briga desnecessária. Falo por mim apenas, mas não gostei do que vi em fotos da Copa SP e particularmente não penso em comprar camisas com BMG e Ricardo Eletro. Sei que não estarei ajudando o Cruzeiro, mas eu não gostei. Vamos ver se mudo de idéia.

      • Hermes disse:

        Concordo, tb não vou comprar. Vai ser um fiasco na venda. O diretor confessou que chegou a argumentar com o banco BMG (um dos patrocinadores) que a marca da empresa é estampada na cor branca na camisa do Atlético-GO. “Eles disseram que se o Cruzeiro quisesse baixar os valores do contrato para os mesmos do Atlético-GO a gente poderia usar qualquer cor na marca”. Como se tivesse mesma exposição nos 2 times. É duro,viu.

      • Edu Mano disse:

        Estou EXTREMAMENTE DESAPONTADO. Pensei que a camisa do Cruzeiro fosse patrimônio do clube, mas não é.

        Estamos sobre o comando de um Marketing amador, pequeno, de cabeça miuda. Não bastasse as ações ineficazes para o Sócio do Futebol, as criações “meia boca” das peças publicitárias, políticas que ignoram o torcedor de fora de BH, agora eles se superaram.

        Desisto deste MKT universitário. Cruzeirense de verdade não compra nas lojas patrocinadoras.

      • cassius disse:

        É isso. O protesto agora é direto contra os patrocinadores. Boicote à Ricardo Eletro e ao BMG.

      • walfrido disse:

        Acho que o melhor protesto é esse, boicotar as lojas da Ricardo Eletro e do BMG, se é que isso é viável. Mas com certeza os patrocinadores vão ouvir cobras e lagartos no Mineirão….

      • Edu Mano disse:

        Esse e no estádio também. Te que gritar, tem q protestar!

        Ta ai uma coisa que faria as organizadas servirem para algo bom. Junta mil pessoas e vai protestar na frente da Toca, na frente das lojas… Na sede das empresas… Uma pena que o torcedor deste tipo só se mobilize para brigar e promover a balbúrdia.

        Estou duplamente decepcionado. Primeiro pela camisa que esta rá totalmente desconfigurada. Segundo, pela cabeça dos administradores do Clube. Muito me admira um presidente que cnquistou tudo com o Cruzeiro não nos respeitar. Tá mais do que na hora de mudancas no Cruzeiro… Só um novo ponto de vista pode salvar essa cabeça pequena que comanda o MKT celeste.

      • Acho que nesta Guerra entre “Torcida” e “Patrocinadores”..´quem vai sair prejudicado será o “Cruzeiro”.

      • Uma solução do clube é lançar um lote de camisas para venda sem logomarca dos patrocinadores.

      • Mauro França disse:

        E o patrocinador permitiria isso? Acho que não.

      • Pode-se lançar camisas retrôs???
        Alguma série especial em comemoração a algum título?

      • O que nós torcedores não podemos é ficar somente com esta opção de modelo de camisa.

      • Frede disse:

        é só dar um migué.. hehe vender camisa similar a de jogo só que sem essas marcas picaretas, coloridas e nojentas.

    • Frede disse:

      Esqueçam vendas de camisa…. Viva as Casas bahia! Viva o Banco Panamericano!! hehehe

    • Frede disse:

      Eles são burros… A camisa ficou horrorosa, desvaloriza a marca deles tbm… E vai vender bem menos camisa, ouseja, menos exposição…

      • Edu Mano disse:

        São MUITO BURROS. O Clube sairá prejudicado pois vai vender TUDO menos. As empresas ganharam a antipatia de 8 milhões de consumidores. De quebra, viramos motvo e chacota do dono do BMG, atleticano, que deve estar rindo as nossas custas.

        Na camisa de treino do atlético, por exemplo, o logo entra em branco. De todos o único que não pode reclamar é o próprio Cruzeiro, pois foi pequeno, ridículo e desrespeitoso aceitando esta proposta. Nossa tradição tem preço: 10 milhões.

        Uma pena. (to MUITO revoltado).

      • walfrido disse:

        Concordo com o Edenilson: no fim das contas, phoda-se o BMG e o Ricardo, mas o Cruzeiro sairá prejudicado. Phoda, viu! Estupidez dos b@b@c@s dos patrocinadores e inoperância do MKT celeste… Na camisa das frangas será nessas cores bizarras tb?

    • walfrido disse:

      Será que o Claret não tá brigando porque a Reebok já produziu essas camisas bizarras e não quer perder a produção?

      • Frede disse:

        será? santa incompetencia… as camisas não serão lançadas somente em março?? e a LG sem patrocinar ninguem uma hora dessas…

      • Edu Mano disse:

        Tenha CERTEZA de que não é isso.

        Trata-se do mais escrachado caso de incompetência do marketing celeste, aliado a algum burocrata sem a menor visão de negócio, que permitiram tamanha atrocidade com nossa camisa.

  27. Andre disse:

    Legal demais. Sempre é muito prazeroso ler essas entrevistas.

    • walfrido disse:

      Ahahahahaha… engraçado. Mas pelo menos 2 foram sem querer mesmo. Achei que o juiz foi bem nas 3 jogadas… mas que é curioso é!

    • Por muito menos o Edu Dracena foi crucificado aqui em MG.

    • Frede disse:

      Os três lances foram normais… os caras deram azar..

      • Eduardo Arreguy Campos disse:

        Vc está brincando, né, Frede? Os dois primeiros lances foram de sacanagem mesmo. O cara devia ser punido.

      • Frede disse:

        To não, sô! Achei os lances como disputa normal de bola, basta olhar qualquer disputa de bola pelo alto e a reação dos atletas. Só pq os caras machucaram não quer dizer que foi falta ou que teve maldade.

  28. Chaves disse:

    Olivieri morrerá de alegria ao ler o centroavante da seleção da Simone.

  29. Raf Lima disse:

    Parabéns Simone ! Belo relato e boa escolha !!

  30. Raf Lima disse:

    E o Wright, q foi eleito o melhor árbitro brasileiro da história ? http://www.lancenet.com.br/noticias/10-01-18/684596.stm

  31. Eduardo Arreguy Campos disse:

    Simone, quem deixa de ir a uma festa para assistir a um jogo do Cruzeiro tem meu respeito. Eu não marco nem aceito compromissos na hora de jogos. Parabéns, extensivos ao marido, que parece conviver bem com a situação.

    • simone b de castro disse:

      Legal, Arreguy! Pensei que nem achariam isso uma loucura, mas foi um sacrifício danado…Obrigada!

  32. Renato-SP disse:

    Parabéns Simone! Grande Cruzeirense. Na torcida feminina tem uma aqui em casa que aumenta o coro também. Fanáaaatica…

  33. Jorge Santana disse:

    Uai, justamente no dia em que é homenageada Dona Simone não aparece…

  34. Gustavo Martins disse:

    Simone é a cruzeirense mais atuante da internet. Parabéns pela garra e empolgação com nosso time, Simone. Abraços!

  35. Hey Simone… parabéns pela sua narrativa.
    Bacana ver você valorizar o fato de ter custeado os seus estudos.
    A despeito da desilusão de ter parado com o curso de letras, pense em retornar um dia. Estudar faz bem para a cabeça.
    Minha irmã tinha o sonho de roubar o lugar da Salomé para seguir o Cruzeiro por tudo quanto é canto (rs, rs, rs…). E o pior que o negócio é sério… A Salomé que se cuide.. ela está aposentada. E conhece muito de futebol… Tem birra do Adílson quando ele recua o time (arre…).
    Você é admirável, sempre.
    Um abraço – JDuarte

    • simone b de castro disse:

      João, penso em algum dia voltar, apesar das dificuldades. Mas acho que faria outro curso. Quem sabe jornalismo, com especialização em jornalismo esportivo? Se bem que nem precisa mais de diploma, né? Então vou tentar uma vaga na itatifrangas e atazanar a paciência dos galistas…rsrsrsrsrs Será que me aceitam? Você falou da sua irmã, e eu já havia brincado com meus irmãos, que queria ser a torcedora símbolo do Cruzeiro, como a Salomé! A disputa vai ser dura, hein?rsrsrsr Obrigada, João, sempre leio suas colunas. Você entende demais de futebol!

  36. simone b de castro disse:

    PESSOAL, na impossibilidade de responder um a um, eu quero dizer aqui que estava viajando e “desconectada”, infelizmente. Logo no dia da minha entrevista…rsrsrsrs MUITO OBRIGADA PELO CARINHO DE TODOS! Fui muito bem recebida aqui, gosto muito de TODOS VOCÊS, independentemente de termos ou não opiniões parecidas. Vocês, para mim, são um exemplo de torcedores e de seres humanos, e esse blog, como já disse, é o MELHOR de todos os que conheço! Foi muito legal escrever minha história, e em breve, tenho certeza de que nos conheceremos pessoalmente. Obrigada, JS, pela oportunidade de nos fazermos conhecer mais um pouquinho!!!! Valeu, gente!