Páginas Heroicas Digitais (PHD)

Blog Páginas Heróicas Digitais (PHD) sobre as coisas do Cruzeiro Esporte Clube

Arísio França, correspondente do PHD em Sete Lagoas, informa:

A Arena do Jacaré voltará a receber jogos de Atlético e Cruzeiro no Campeonato Brasileiro a partir de domingo, já com sua carga máxima de público: 19.800.

Os blocos de arquibancada E, F e parte do A foram liberados pelo Corpo de Bombeiros. A capacidade máxima anterior era 13.647 espectadores.

O estádio dispõe de 600 vagas de estacionamento, três bilheterias, cinco portões de acesso e estruturas para deficientes físicos.


A Ademg (Administração dos Estádios de Minas Gerais) promete oferecer aos jogadores um gramado melhor nesse retorno de Atlético e Cruzeiro, já que o campo era o principal alvo de reclamações devido ao piso irregular.

Segundo a Ademg, o gramado está agora com altura entre 2,5cm e 3cm, contra 1cm e 1,5cm do corte anterior. Isso aproximaria a qualidade desse campo ao do Mineirão.

O campo da Arena do Jacaré tem 110m x 74m, um metro mais estreito que o do Mineirão.

Fonte: Amigos do Democrata

O Cruzeiro deveria voltar a Sete Lagoas de perfil baixo, com um pedido de desculpas do presidente ZZP e preços promocionais para homenagear a imensa torcida celeste da região.

Ela se decepcionou com as declarações do diretor Valdir Barbosa após o jogo contra o Grêmio e, agora, merece um desagravo. A última palavra sobre a Arena não pode ser o “Aqui, já deu” proferido pelo talentoso Jonathan.

Sete Lagoas, Ipatinga, Uberlândia, são casas do Cruzeiro. Minas Gerais é a casa do Cruzeiro. Os estádios postos à disposiçao do Mais Querido de Minas são ótimos.

E seus gramados são idênticos para os dois times. E bem menos castigados do que os do Engenhão, Barradão e Vila Belmiro, cujas falhas a TV mostra a cada transmissão.

0

57 Comments on “Sete Lagoas, aqui me tens de regresso…”

  1. Em Sete Lagoas fomos bem tratados e ganhamos de Goiás e Cocotas e fomos empatar com o Grêmio, em tarde noite inspirada de Henrique. SE a gente ganhar hoje em Floripa a distância para os líderes ficará em 4 pontos… O campeonato vai esquentar moçada…

    0
  2. Concordo, Arísio. Faltou pensar grande e entender que o Cruzeiro é pequeno para BH.

    0
  3. vai voltar a sete lagoas só para jogos contra times chamados pequenos os clássicos não serão lá. E, o gramado sendo ruim é ruim para o cruziero, não é porque e ruim para o outro time que não vai ser ruim para o cruzeiro que papo mais sem pé nem cabeça. Então porque é ruim para os dois vamos jogar lá mesmo? Ora bolas temos um otimo campo em uberlandia onde estamos abrindo fronteiras. Não sei porque tanta onda.

    0
    • Esse papo de time pequeno já era. Confira os pontos perdidos pelo Cruzeiro pra vc entender melhor esta questão. E se o gramado da Arena fosse tão ruim, o Cruzeiro teria feito menos pontos lá do que no bom gramado de Ipatinga. É preciso acabar com esta frescura. Se Tostão e Dirceu Lopes jogaram em Sabará, Formiga e Pará de Minas sem reclamar, Jonathan tem de pisar as canchas de Borda da Mata, Tarumirim e Ituiutaba sem “tussir nem mugir”.

      0
      • Por mim o Cruzeiro não sairia de Uberlândia sob nenhum argumento. Em avião fretado o tempo de deslocamento entre BHTE e UDI não deve ser maior do que Sete Lagoas e BHTE. Torcida em Uberlândia foi cinco vezes maior; gramado e estrutura do estádio nem se compara.

        0
      • Jorge, se fizermos as contas nos últimos quatro brasileirões, o Cruzeiro teria sido campeão em todos os anos e seria lider em 2010, não tivesse perdido pontos para os chamados times pequenos. Só este ano: Atlético-GO, G.Prudente, Ceará, Guarani e Vitória.

        0
      • Todos os grandes perdem pontos para os pequenos. Bom lembrar que o Atl-GO também venceu Corinthians e Fluminense em casa.

        0
    • Para mim ficou claro qual a “politica” comercial do Cruzeiro, esta avaliando o Custo x Beneficio x Renda x “Desgaste de viagens da equipe”. Cruzeiro x Times do Eixo do Mal os jogos em Uberlândia Cruzeiro x “pequenos” em Sete Lagoas. Tem ainda os famosos R$150.000,00 por jogo que era do Governo do estado e misteriosamente o “paitronicador” mudou para BMG. Por isso deveria realmente pedir desculpas a cidade pois se não fosse Sete Lagoas ter um estádio como do Jacaré estaríamos lascados.

      0
  4. Eita povo que acorda cedo no domingo…. Concordo que o Cruzeiro tem valorizar a Arena do Jacaré. É parte de Minas, e torcida nossa. O Cruzeiro tem que lembrar que é um time de Minas, e não só de BH. E hoje tem decisão em Floripa!

    0
  5. Pessoal, tô indo! Vamos esquentar o pé…hehehe Além do Cruzeiro, sou Prudente, Goiás e Ceará desde criancinha…De lá da Bahia, tento acessar o PHD! Abraços a todos!

    0
  6. “O Cruzeiro deveria voltar a Sete Lagoas de perfil baixo, com um pedido de desculpas do presidente ZZP e preços promocionais para homenagear a imensa torcida celeste da região”

    Perfeito!

    0
  7. Uma boa solução são os gramados híbridos. Para muitos eles são o futuro do esporte. O método já foi utilizado na Copa da África do Sul e também está sendo implantado em diversos estádios ingleses. A médio prazo, estudos indicam que o cultivo totalmente natural é mais oneroso pois exige grande quantidade de água, fertilizante e manutenção. O gramado parcialmente artificial ainda poderia ser usado sem pausas favorecendo o calendário brasileiro.

    0
    • Esta hipotese de gramados híbridos é uma solução que está sendo estudada com muita atenção no Brasil.
      Alguns estádios, fora do circuito dos estádios da Copa do Mundo poderão se beneficiar da Copa para se preparem para esta novidade.
      Um engenheiro que conversei, especializado em gramados, irrigação, drenagem, disse que mesmo antes da entrega dos estádios da Copa, alguns estádios do Brasil deverão esxperimentar esta proposta.

      0
  8. Queria ousar e divergir de meus companheiros acima, principalmente, do meu amigo e SíNDICO JS. O Cruzeiro SEMPRE jogou mal em campos onde a torcida esteve no “rodapé” do alambrado. Raríssimas vezes jogou bem no Independência, “Alçapão do Bonfim” , etc. São campos pequenos onde se joga mais na base do chutão. E aí a coisa complica pq nunca tivemos esta tradição. Sempre fomos time de toque de bola, que, num estádio onde a NOSSA torcida começa a “impacientar” fica mais difícil. Se tem um time que se prejudicou por não ter Estádio neste campeonato, com certeza, foi o Cruzeiro. Basta ver os resultados no Parque do Sabiá. Vitórias importantes, pq o campo bom e a torcida “longe” ajudaram bastante.

    0
    • Jogar BEM e ter resultados positivos para a competição são coisas INDEPENDENTES e, embora não possam ser excludentes, são coisas que podem ser obtidas em estádios e canchas diferentes.
      Seu raciocínio tá limitadíssimo, como sempre.
      Quando for para discordar… arruma uns argumentos mais consistentes.

      0
  9. Por mim, e pelo título, deveríamos mandar todos os nossos jogos restantes no Parque do Sabiá.

    0
    • Quando você vai pagar as apostas que perde?
      Parece que você não entende muito de título e vencer.
      Desde quando jogar no Parque do Sabiá é garantia de título?
      Faltava esta!

      0
      • Não é garantia de título, mas garantia de melhores resultados e consequentemente, mais vitórias. Vc que GOSTA MUITO DE SE APEGAR EM ESTATÍSTICAS deveria entender disso. Jogamos 3 no Parque do Sabiá e 3 vitórias… (contra times considerados favoritos ao título)

        0
      • Você é cômico…
        Aliás, reforça a teoria de Mark Twain… existem as mentiras, mentiras deslavadas e as estatísticas (como as suas)…
        Você é tão bom de estatísticas que usa TRÊS jogos, esquece-se dos jogos da Arena do Jacaré (seria proposital ou simplemente incapacidade?) e vem falar de “garantia de resultados” no Parque do Sabiá por causa de três vitória de UM a ZERO e com sufoco…
        LAPIDAR!

        0
      • Eu não disse “GARANTIA DE TÍTULO” !!! Mas ficou provado ESTATISTICAMENTE que jogando lá o Cruzeiro venceu TODOS os jogos que disputou. É questão de LÓGICA!!!!!! Quanto a não entender de título de de vencer, ninguém aqui entende, com exceção é claro, do SENHOR EVANDRO, o único entendido de futebol, título, números e qualquer assunto que aqui é colocado. Nâo se discorda de algúem com agressões ou falácias. Se discorda com argumentos e, principalmente, com RESPEITO e DIGNIDADE.

        0
      • Vixe… o assunto mudou… agora estou sendo julgado para mostrar que estou errado….
        Tá certo… me condene e terá seu argumento aprovado por todos.
        Eu, condenado que fui, estou errado.
        Você tá certo.
        Cristalize as suas verdades como as factuais e estatisticamente provadas.
        Vou repeti-las para sua alegria e vitória…
        “O Cruzeiro SEMPRE jogou mal em campos onde a torcida esteve no “rodapé” do alambrado. Raríssimas vezes jogou bem no Independência, “Alçapão do Bonfim” , etc. …
        Se tem um time que se prejudicou por não ter Estádio neste campeonato, com certeza, foi o Cruzeiro. Basta ver os resultados no Parque do Sabiá. Vitórias importantes, pq o campo bom e a torcida “longe” ajudaram bastante…

        0
      • Vamos à desconstrução, factual, dos seus argumentos(?), de maneira respeitosa e digna.
        1) “O Cruzeiro SEMPRE jogou mal em campos onde a torcida esteve no “rodapé” do alambrado. Raríssimas vezes jogou bem no Independência, Alçapão do Bonfim….”

        Mentira e tergiversação. O exemplo dos jogos na Arena do Jacaré estão aí. JOgamos bem e tivemos resultados bons. Aliás se Independência e Alçapão do Bonfim NÃO são estádios usados neste brasileiro é incompreensível a comparacão.

        2)“Se tem um time que se prejudicou por não ter Estádio neste campeonato, com certeza, foi o Cruzeiro. Basta ver os resultados no Parque do Sabiá.”

        Mentira e falácia conhecida como dicto simplicter. A partir das atuações na Arena do Jacaré, no Ipatingão, no Parque do Sabiá e nos estádios dos adversários (que costumam ser menores e piores que os estádios com mando do Cruzeiro), o time tem MELHOR APROVEITAMENTO do que nas partidas exlcusivamente no Mineirão. Esta edição do Brasileiro mostra isto pelos números. Dizer que o time que mais foi prejudicado foi o Cruzeiro é mais do que mentira… extrair somente os resutlados do Parque do Sabiá para generalizar é pior ainda.

        Com todo respeito e dignidade 😉

        0
      • Utilizei o IndependÊncia e o Alçapão, pq são estádios onde a torcida fica “colada” no alambrado, como na Arena do jacaré.

        0
      • EU sei… usou Independência e Alçapão do Bonfim pois analogias impróprias são a argumentação (?) principal das falácias… aliás eu não sou expert em analogias impróprias, ainda mais para fundamentar teorias e meros palpites…

        0
  10. O melhor que o Cruzeiro pode oferecer ao pessoal de Sete Lagoas é uma série de vitórias como foi em Uberlândia. Em Uberlândia foi onde o Cruzeiro mais se sentiu em casa, onde se deu melhor. Ironia do destino? Como Minas é a casa do Cruzeiro, que a festa seja bela em Sete Lagoas.

    0
  11. O time do Cruzeiro é muito bem recebido pelos torcedores e cidadãos em TODAS as cidades de MInas Gerais, e em muitas cidades fora de MG.
    Acontece que, nem sempre, a recíproca é verdadeira e alguns conceitos e premissas necessárias à integração torcida-time não são colocadas em prática.
    Ingresso barato NÃO é garantia deste reconhecimento do Cruzeiro pelo receptivo que recebe em todos lugares que vai. Torcedor que não pode ir a BH, que nunca viu o time em campo, que acompanha o time somente pelo rádio e TV quer coisas bem mais fáceis de se realizar.
    Uma simples entrevista de jogador num estúdio de uma rádio da cidade, com promoção local, daria uma imagem bem mais amigável.
    Infelizmente, a linha de raciocínio do Cruzeiro não parece ser esta. Contraditório em tempos eleitorais mas é assim…

    0
    • Verdade, Evandro. Falta ao Cruzeiro fazer esse tipo de ação mesmo. Lembro de quando havia a escolinha do Cruzeiro pelo interior. Teve uma festa aqui em Itabira uma vez e vieram o Zezé Perrella e o Zé Carlos. Trouxeram a Taça Libertadores e a torcida podia bater fotos carregando a taça.

      Isso marca a criançada e fortalece a torcida no interior. Oxalá essa peregrinação pelo interior mostre para o Cruzeiro que ações simples e baratas têm um efeito bastante positivo.

      0
  12. Bastante correta as colocações do Arisio. Esperamos que a torcida do Cruzeiro, não somente de Sete Lagoas mas de toda a região, consiga mostrar que pode lotar a Arena do Jacaré.
    Mas o blogueiro tá dando uma de fanfarrão ao colocar que as palavras do Jonathan são de um jogador talentoso… jogador talentoso não fala nada dos estádios em que joga… simpesmente joga bola e agradece à torcida.

    0
    • Tem horas que parece que a cúpula do Cruzeiro embarca na onda de parte da torcida e começam a achar que o Cruzeiro é um time de galáticos. Começa a blindar os jogdores da torcida, manter distância, quando deveria ser o contrário, principalmente no interior. O artista que esta no auge tende a manter a maior proximidade do seu público, do seu fã, ele quer casa cheia, vender muitos discos, garantir a popularidade e quando ele esta se apresentando é o momento mais propício. “Uma simples entrevista de jogador num estúdio de uma rádio da cidade, com promoção local, daria uma imagem bem mais amigável.” Evandro.

      0
  13. Mas vale ressaltar que a escolha dos estádios está sendo motivada principalmente por dinheiro. Com a Arena do Jacaré liberada para 20 mil torcedores e juntamente com o recebimento de cerca de R$ 150 mil por partida (pagos pelo BMG ou Governo do EstadoMG), o clube retornou a Sete Lagoas. Informaram que o Parque do Sabiá estaria recebendo um evento musical, mas ele será apenas daqui duas semanas.

    0
  14. EU protesto contra a saída de Uberlândia. Lá o çangue azul enfeitiçava a torcida e times, adversários. Se não ganharmos na arena, tá provada minha tese. Que resultados excelentes ontem. Falta só ganhar hoje pra ficar perfeito. Colamos na rabeira dos líderes.

    0
  15. Ontem vi o empate de América x Coritiba pela série B e, de fato, o gramado está mais alto. Pela TV, a impressão que fica é que o campo está bem melhor mesmo. Mas deu pra perceber, pelas camisas do Coxa, que alguns pontos da grama estavam pintados. E isso é estratégia pra mascarar algumas falhas.

    De qualquer forma, a curta passagem em Ipatinga provou que mais importante que gramado é futebol. E é isso que se espera em Sete Lagoas. Que o time jogue bem e esqueça estória de grama.

    E uma coisa que pouca gente disse: pesa contra Uberlândia o fato dos jogadores quase não ficarem mais em casa. O Cruzeiro acaba jogando fora – logisticamente falando – sempre. E, embora muita gente se esqueça, os jogadores tem família também.

    0
    • Matheus, se o resultado Uberlândia foi o aproveitamente de 100%, significa que a privação trouxe resultado positivamente.

      0
      • Mas os jogadores já começam a chiar e com certa razão. Afinal, de contas, o time vai seguir nessa toada até 10 de outubro. Seria um mês longe de casa, passando mais tempo em aeroporto do que com a família.

        Eu também preferia que continuassem em Uberlândia, mas não acho tão absurda a volta para Sete Lagoas.

        0
      • Realmente, é muita coisa para estes mancebos, tratados a pão-de-ló, ficar um mês longe da família, fazendo o que gostam e ganhando muito pra isto. É muito sacrifício!

        0
      • Se concentração ganhasse jogo e afastamento dos jogadores dos familiares desse algum efeito… o time da Penitenciária seria campeão de tudo que disputasse…

        0
    • TRibeiro é titular… o time vai com Farias e ele no ataque.
      A dúvida é se o Cuca vai iniciar a partida com dois ou três zagueiros.
      Se ele começar com dois zagueiros, dificilmente muda o time para três no decorrer do jogo a não ser que seja para segurar um resultado obtido.
      Se começar com três, sacrificará um volante.
      Acredito que ele entrará com: Fábio; Jonathan, Edcarlos, Léo e DRenan; Fabrício, Henrique e Paraná; Roger; TRibeiro e Farías.
      E atacando rapidamente desde o início para conseguir o gol e se fechar.

      0
  16. ‘Vamos nos ater ao nosso hino: “Nos gramados de MINAS GERAIS, temos páginas heróicas, imortais”… Vamo que vamo!

    0