Semana 44: decacampeão mineiro de vôlei

Por SÍNDICO | Em 5 de novembro de 2019

Notícias do Cruzeiro na SEMANA 44 de 2019, por MAURO FRANÇA:

SEGUNDA, 28OUT129. REAPRESENTAÇÃO: treino fechado. /// HUGO HAMACHER, ponteiro de 28 anos, contratado pelo Sada Cruzeiro. Jogador foi revelado na base do clube, pelo qual  atuou  nas temporadas de 10/11 e 11/12.

TERÇA, 29OUT19. TREINO fechado. /// MARCONE BARBOSA, sobre a contratação de Orejuela: “Não há negociação. O Cruzeiro precisa exercer a opção. Tem atuado muito bem, feito bons jogos, interessa a permanência dele. Isso vai ser definido pelo Zezé Perrella”. /// PERRELLA se reúne com prefeito Alexandre Kalil pra solicitar isenção do ISSQN nas rendas dos jogos no Mineirão. /// ABIDAL, secretário-geral do Barcelona, visita Toca I. Está no Brasil para observar jogadores e conhecer estruturas de base. /// SADA CRUZEIRO 3×0 FIAT MINAS (25/18, 25/21, 25/20). Mineiro Vôlei, 10º circuito, Riacho, Contagem. Cruzeiro: Cachopa, Evandro, Perrin, Conte, Isac, Otávio, Lukinha + Luan, Rodriguinho Leme, Hugo. T: Marcelo Mendez.

QUARTA, 30OUT19. TREINO fechado. /// VIAGEM para o Rio de Janeiro, à tarde.

QUINTA, 31OUT19. BOTAFOGO 0x2 CRUZEIRO. Brasileiro, 29ª rodada, Engenhão, Rio, 20.690 pag, 22.412 pres, R$305.525. Arbitragem: Caio Max Vieira (RN), Jean Márcio Santos (RN), Nailton Sousa Oliveira (CE). Var: Adriano Milczvski (PR). Amarelos: Diego, Neves, Fabruno, Dodô. Gols: Cacá, 25, Ederson, 96. Botafogo: Gatito; Marcinho, Carli, Gabriel, Yuri; Bochecha (Tanque), João Paulo, Diego Souza; Luiz Fernando, Victor Rangel (Igor Cássio), Valencia (Alex Santana). T: Alberto Valentim. Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabruno, Egídio; Henrique, Ederson; M Gabriel (Dodô), Neves, David (Sassá); Fred (Cabral). T: Abel Braga. /// ABEL: “A equipe está há seis jogos sem perder, mas não saia da zona de rebaixamento. É um misto de dor, decepção, confiança. Tudo se mistura. De todos os jogos comigo, este foi o pior. Vencemos, mas precisamos de mais quatro ou cinco vitórias. Eu daria tudo para ter pelo mais um ou dois dias de treino. Vamos ver o que podemos fazer”. /// ZEZÉ PERRELLA, sobre a contratação de Orejuela: “Temos a opção de ficar com 50% dele. Estou procurando viabilizar alguns negócios para exercer essa prioridade. Agora, se a situação financeira não permitir, não vamos ficar. É um jogador importante hoje e que tem um futuro brilhante”. /// SPORT, diário esportivo espanhol, listou quatro revelações celestes que poderiam entrar na pauta do Barcelona: Cacá, Ederson, Vitor Roque, do Sub14, e Estevão William, 12 anos. À exceção do primeiro, os demais são representados pelo empresário André Cury, representante do clube catalão no Brasil. /// PALMEIRAS 3×1 CRUZEIRO. Brasileiro Sub20, volta quartas de final, Jardim Inamar, Diadema, São Paulo. Gol: Popó. Cruzeiro: Vinícius; Weverton (Luiz Gustavo), Jonathan, Paulo, Pereira; Rômulo, Bicalho (Liberato), Jadsom (Rafinha), Maurício (Marco Antônio); Thiago (Caio), Popó (Zé Eduardo). T: Célio Lúcio.

SEXTA, 01NOV19. DELEGAÇÃO retorna, elenco liberado. /// OREJUELA pré-convocado para amistosos da Colômbia em 15-19nov. /// CAMISA TRÊS, a última da Umbro, é apresentada. /// ZEZÉ PERRELLA: “Vou procurar praticar aquela política de ter jogadores para o mercado. Não adianta achar que um clube consegue sobreviver sem negociar jogadores. O que acontece hoje no Cruzeiro é que não temos tantos jogadores para negociar. Ou a situação financeira nos obriga a entregar esses jogadores a preço de banana. Já pagamos agosto, que estava vencido. Vou procurar pagar, no máximo semana que vem, setembro. Os jogadores não estão cobrando, estão entendendo o momento e que o que importa agora é focar em tirar o Cruzeiro dessa”. /// CRUZEIRO CELULAR, operadora do clube em parceria com a Dry Company do Brasil, iniciou suas operações. /// SADA CRUZEIRO 3×0 AMÉRICA VÔLEI (25/20, 25/14, 25/22). Mineiro Vôlei, jogo único semifinal, Riacho, Contagem. Cruzeiro: Cachopa, Evandro, Perrin, Conte, Isac, Otávio, Lukinha + Luan, Rodriguinho Leme, Filipe. T: Marcelo Mendez.

SÁBADO, 02NOV19. TREINO fechado. /// NONOCA, volante de 21 anos, que treinava em separado no clube, emprestado ao Boa Esporte para a próxima temporada. /// ATLÉTICO 0x1 CRUZEIRO. Mineiro Sub14, volta finais, Vespasiano. Gol: Robert. Pênaltis: Atlético, 4×2. Cruzeiro: Otávio, Isaias, Antonny, Werneck, Allan; Amilton (Conrado), João Roberto, Guilherme; Thiago, Robert, Davi (Luan). T: Leandro Guerreiro. /// ATLÉTICO 0x0 CRUZEIRO. Pênaltis, Cruzeiro 5×4. Mineiro Sub17, volta das finais, Vespasiano. Cruzeiro: Rodrigo; Danilo, Paulo, Weverton, Kaiki; Riquelmy, Ageu, Alejandro; Riquelmo, Riquelme (Victor Huggo), Wesley (Presses). T: Alexandre Grasseli. /// CRUZEIRO campeonou. /// SADA CRUZEIRO 3×0 FIAT MINAS (25/19, 25/19, 25/19). Mineiro Vôlei, jogo único final, Riacho, Contagem. Cruzeiro: Cachopa, Evandro, Perrin, Conte, Isac, Otávio, Lukinha + Luan, Rodriguinho Leme. T: Marcelo Mendez. /// DECACAMPEONATO mineiro do Sada Cruzeiro.

DOMINGO, 03NOV19. CRUZEIRO 1×1 BAHIA. Brasileiro, 30ª rodada, Mineirão, Belo Horizonte, 21.933 pag, 25.913 pres, R$395.657. Arbitragem: Wagner Reway (PB), Bruno Pires (GO), Oberto Santos (PB). Var: Paulo Roberto Alves (PR). Amarelos: Orejuela, Fred, Henrique. Vermelho: Orejuela. Gols: Fernandão, 66 (p), Sassá, 75. Ceuzeiro: Fábio; Orejuela, Cacá, Leo, Dodô; Henrique, Ederson; M Gabriel (Ezequiel), Neves, David (Sassá), Fred (Edilson). T: Abel Braga. Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Juninho, Fonseca, Moisés; Flávio, Marco Antônio (Lucca), João Pedro, Elber (Rogério), Artur, Fernandão (Caike). T: Roger Machado. /// ABEL: “Meu time não fez um bom 1º tempo. Eu sabia que a gente ia sentir por causa do jogo de quinta. Os jogadores tiveram brio, honraram a camisa. No fim, conseguimos marcar mais um ponto. Invencibilidade com muito empate, mas na circunstância hoje não foi ruim. Está muito estranho. Não vejo ninguém falando nada. Com um minuto do 2º tempo, teve um pênalti claro. Cadê a porra do Var no lance? Aí vem dizer que foi impedimento? É vergonhoso. Estou protestando. Não quero ajuda, quero isenção. Vai vendo quantos jogos já foram. Estou calado há muito tempo. Hoje não”. /// CRUZEIRO 1×0 AMÉRICA. Mineiro feminino, 6ª rodada, Alterosas, Belo Horizonte. Gol: Micaelly (p). Cruzeiro: Camila; Isa (Janaína), Pires, Jajá, Dantas (Eskerdinha); Isabela, Nathalia (Duda), Micaelly (Thayane); Vanessa, Miriã, Aline. T: Hoffmann Túlio.

65 comentários para “Semana 44: decacampeão mineiro de vôlei”

  1. SÍNDICO disse:

    28 notícias, 891 palavras, nédia de 32, 6 minutos de leitura.

  2. SÍNDICO disse:

    JOGOS do Cruzeiro em 2019: 3×1 Guarani, 1×0 Patrocinense, 1×1 Mineiro, 2×2 Boa, 3×0 Villa, 3×0 Tupynambás, 0x0 América, 1×1 Urt, 1×0 Huracán, 2×0 Tombense, 3×0 Tupi, 3×0 Caldense, 5×0 Patrocinense, 2×0 Lara, 3×2 América, 1×0 Emelec, 3×0 América, 4×0 Huracán, 2×1 Mineiro, 1×1 Mineiro, 2×0 Lara, 1×3 Flamengo, 1×0 Ceará, 2×1 Goiás, 1×2 Emelec, 1×3 Inter, 1×1 Fluminense, 1×4 Fluminense, 1×2 Chapecoense, 1×1 São Paulo, 2×2 Fluminense, 0x0 Corinthians, 1×2 Fortaleza, 3×0 Mineiro, 0x0 Botafogo, 0x2 Mineiro, 0x0 Bahia, 0x0 River, 0x2 Paranaense, 0/2×0/4 River, 0x2 Mineiro, 0x1 Internacional, 2×2 Avaí, 2×0 Santos, 1×1 Csa, 1×0 Vasco, 0x3 Internacional, 1×4 Grêmio, 0x1 Palmeiras, 1×2 Flamengo, 0x0 Ceará, 0x1 Goiás, 1×1 Internacional, 0x0 Fluminense, 1×1 Chapecoense, 1×0 São Paulo, 2×1 Corinthians, 1×1 Fortaleza, 2×0 Botafogo, 1×1 Bahia.
    APROVEITAMENTO: 60j, 25v, 20e, 15d, 78gf, 512c, 53%.
    PARTICIPAÇÕES: [[[56]]] Fábio — [[[50]] Henrique — [[[49]]] Fred — [[[48]]] Robinho — [[[46]]] M Gabriel — [[[44]]]] Dedé — [[[43]]] Egídio — [[[41]] Leo, David — [[[37]]] Neves — [[[32]]] Sassá — [[[30]]] Jadson, Cabral — [[[29]]] Romero, Orejuela — [[[26]]] Rocha, Edílson — [[[24]]] Dodô — [[[23]]] Fabruno — [[[21]]] Rodriguinho — [[[18]]] Lucas — [[[16]]] Rafinha — [[[13]]] Ederson [[[12]]] Raniel, Cacá [[[8]]] Maurício — [[[7]]] Ezequiel — [[[6]]] Kayzer, Murilo, Popó — [[[5]]] Weverton — [[[4]]] Rafael [[[2]]] Rafael Santos — [[[1]]], Jadsom S, Welinton, Joel.
    REFERÊNCIAS. Fábio, 860 jogos. Henrique, 508 jogos. Leo, 375 jogos, Lucas, 190, Egídio, 205, Dedé, 186, Robinho, 173, Fred, 134.
    ARTILHEIROS [[[21]]] Fred [[[9]]] Neves [[[8]]] Rodriguinho Rodriguinho [[[5]]] Sassá [[[4]]] Rocha, Robinho, M Gabriel [[[3]]] Dedé, Rafinha, Raniel, David [[[2]]] Leo, Ederson [[[1]]] Orejuela, Cacá, Maurício, Egídio, Jadson, Dodô, Aislan (Tupi, contra).
    ASSISTENTES: [[[10]]] M Gabriel, Robinho [[[9]]] Fred [[[7]]] Neves [[[5]]] David [[[3]]] Rocha, Egídio [[[2]]] Henrique, Cabral, Orejuela, Dodô, Lucas, Rodriguinho [[[1]]] Leo, Kayzer, Rafinha, Edílson, Dedé.
    MDJ: [[[8]]] Henrique [[[6]]] Fábio, Dedé [[[4]]] Fred, Neves [[[3]]] Robinho, Leo, Rocha, Orejuela [[[2]]] Cacá, Sassá, Rodriguinho, Rafinha, M Gabriel, David, Ederson, Rafael [[[1]]] Cabral, Egídio, Lucas, Romero, Edílson.
    VOTOS: [[[275]]] Henrique — [[[246]]] Dedé — [[[232]]] Fábio — [[[199]]] Fred — [[[166]]] Neves — [[[116]]] Ederson — [[[112]]]] Robinho — [[[106]]] Leo — [[[103]]] Rocha — [[[98]]] M Gabriel — [[[84]]] Romero — [[[83]]] Rodriguinho, Orejuela — [[[75]]] Egídio –– [[[71]]] David — [[[62]]] Cacá — [[[58]]] Mano –– [[[47]]] Lucas — [[[33]]] Sassá, Rafinha — [[[32]]] Rafael — [[[30]]] Cabral — [[[22]]]] Edílson, Ceni — [[[20]]] Raniel — [[[19]]] Fabruno — [[[18]]] Dodô, Torcida — [[[17]]] Abel — [[[13]]] Murilo — [[[10]]] Maurício — [[[9]]] Jadson — [[[7]]] Weverton — [[[1]]] Kayzer, Resende.
    ADVERSÁRIOS: [[[15]]] Volpi —— [[[9]]] BruHenriqueFla, WalterSccp —– [[[7]]] Gabigol —— [[[6]]] JpãoPedro —— [[[5]]] Guerrero —–[[[4]]] FelipeMelo, Cebolinha, NeyFranco, Guimarães, Armani —– [[[[3]]] Dalessandro, PedroCastro, AlexSantana, Ceni, AndréFortal, Zé Ricardo, LeoSilva, VinaFranga [[[2]]] WellPaulista, Michael, MarceloGallardo, JoãoPauloBota, Elicarlos, F Diniz, Jussani, Berola, MPauloFlu, SantanaCam, Edenílson, Arrascaeta, Tardelli —– [[[1]]] Torres, Rildo, Nicolopez, Moledo, EvertonRibeiro, Arrascaeta, Paulão, Givanildo, Gladstone, Marcos, MarcioAraujo, Angulo, AllanFlu, Urso, Romarinho, Patric, Cazares, Jair, Gregore, Suárez, Palacio, JonatnhaCap, RonyCap, Odair, Cuesta, Vuaden, Sanpaoli, Apodi, Argel, Odair, Dudu, Ruschel, Neyfranco, Lomba, Nico, MarcãoFlu, Fagner, MaxJuiz…
    MANO: 235 jogos, 113 vitórias, 68 empates, 54 derrotas, aproveitamento de 58%. TÍTULOS no Cruzeiro: 2 mineiros, 2 copas do Brasil, 2 salvezzas.
    RESENDE 1 jogo, 0 vitória, 1 empate, 0 derrota, 2 gols a favor, 2 gols contra, aproveitamento de 33%.
    CENI: 8 jogos, 2 vitórias, 2 empates, 4 derrotas, 6 gols a favor, 12 gols contra, aproveitamento de 33%.
    ABEL 9 jogos, 3 vitórias, 5 empates, 1 derrota, 7 gols a favor, 5 gols contra, aproveitamento de 52%.

  3. SÍNDICO disse:

    SADA CRUZEIRO 3×0 FIAT MINAS (25/19, 25/20, 25/19), 02nov19sab20h, decisão do Mineiro 2019. Cruzeiro: Cachopa, Evandro, Perrin, Conte, Isac, Otávio, Lukinha + Luan, Leme. T: Marcelo Mendez. Foi o terceiro título do Cruzeiro em 2019. Antes, ele já havia conquistado, o hexa do Campeonato Sul-Americano, o tetra da Copa Brasil. 1ª SET: Domínio do Cruzeiro em praticamente todos os momentos, a não ser nos primeiros pontos. Mas, após a primeira parada, o time abriu vantagem, aproveitando os erros do Minas até fechar em 25/19m com um bloqueio de Perrín. —– 2ª SET: Domínio do Cruzeiro, que com uma sequência de dois bloqueios, abriu 5 pontos logo de cara. O Minas errou muito levou o 2×0 com um ataque de Evandro explorando o bloqueio: 25/20. —– 3ª SET: O Minas equilibrou o começo do tempo e houve troca de pontos. Mas o campeão abriu vantagem aproveitando erros do adversário e fechou a partida com um tranquilo 25/19.

  4. SÍNDICO disse:

    ATLÉTICO-MG 0/4×5/0, 02nov19sab10h, Centro de Treinamentos do Atlético-MG, Vespasiano, jogo de volta da decisão do Mineiro Sub17 2019. PÊNALTIS: Riquelmo, Weverton, Presses, Alejandro, Victor converteram, Rodrigo defendeu. CRUZEIRO: Rodrigo; Danilo, Paulo, Weverton, Kaiki; Riquelmy, Ageu, Alejandro; Riquelmo, Riquelme (Victor Huggo), Wesley (Presses). T: Alexandre Grasseli. Cruzeiro sagrou-se campeão. PRIMEIRO TEMPO. Após o um 0x0 no jogo de ida, Toca da Raposa I, este novo 0z0 levou a decisão do campeonato para os pênaltis. E o Cruzeiro tornou-se campeão coma defesa da 10ª cobrança pelo goleiro Rodrigo. No tempo normal, o Cruzeiro esteve melhor e criou mais chances. Aos 11, Riquelmo chutou de longe e o goleiro defendeu.Aos 12, Riquelmy pegou rebote e arrematou, com perigo. O adversário chegou com perigo aos 21, em cobrança de falta. Mas a defesa celeste afastou a bola. Aos 36, Paulo finalizou, mas o goleiro defendeu alvinegro defendeu. Aos 37, Riquelme lançou Wesley, mas o atacante errou a finalização de frente para o gol. Aos 41, Rodrigo teve de voar para defender, no ângulo ym belo chute do adversário. SEGUNDO TEMPO. Logo no primeiro minuto, Riquelmo cobrou falta e o goleiro salvou. Aos 50, Alejandro tabelou com Riquelmo e chutou, mas o goleiro escanteou a bola. Na cobrança, Wesley cabeceou e o arqueiro pegou novamente. Aos 72, Matheus Presses cobrou escanteio, Ageu cabeceou, a bola acertou baliza. Aos 82, o Cruzeiro acertou novamente a baliza. Alejandro bateu colocado no ângulo, mas a bola explodiu no travessão. E assim o jogo foi para os pênaltis que deram vitória ao time celeste por 5×4.

  5. SÍNDICO disse:

    ETERNO, UM CAPÍTULO INCONTESTÁVEL, filme do COLETIVO 1921, foi premiado neste 30ut no 370 Sport Movies International Fest Festival, em Milão. O FICTS é a “Copa do Mundo” do cinema de esportes por reunir filmes exibidos em outros 16 festivais de 5 continentes, entre eles, o Cinefoot, no Brasil. O grupo mineiro, formado por comunicadores e profissionais do audiovisual, foi representado pela organização do Cinefoot Brasil, o maior festival de cinema sobre futebol na América Latina. Estiveram presentes em Milão e receberam o prêmio em nome do grupo o criador do Cinefoot, Antônio Leal, a organizadora do Cinefoot BH, Daniela Fernandes, e Cláudio Constantino, também do estival mineiro. O feito do Coletivo 1921 foi além do reconhecimento de uma de suas produções. Pela primeira vez um filme sobre o Cruzeiro participou de um festival internacional.
    ETERNO, UM CAPÍTULO INCONTESTÁVEL conta a história da família Ribeiro, que 20 anos após o encontro no jogo Cruzeiro1x0 Villa Nova, final do Mineiro 1997 que registrou o maior público do Mineirão, se reencontrou para relembrar aquela saga. Além do filme premiado, o Coletivo 1921 teve outra produção exibida no FICTS. “Azul Escuro”, que conta a história do Seu Lúcio, um cruzeirense cego que mora na Floresta Amazônica, também foi selecionado para o festival.
    ETERNO, UM CAPÍTULO INCONTESTÁVEL já havia participado em 2017de um festival nacional de cinema, a 8ª edição do Cinefoot. O filme tem a direção de Gustavo Nolasco e Leo Souza, edição de Natacha Vassou, produção de Bruno Mateus, Guilherme Piu, Reginaldo Costa e Thaís Vilela.
    SINOPSE.Em 22jun97, irmãos e primos e tios de uma família do interior de Minas Gerais lotaram uma Kombi e foram assistir à decisão do Campeonato Mineiro entre Cruzeiro e Villa Nova no Mineirão e estiveram no meio de uma multidão de 132.834 torcedores. Aquele seria o “eterno recorde” de público segundo maior estádio do Brasil. Vinte anos depois, a Família Ribeiro se reuniu novamente para reviver aquele dia em que a torcida do Cruzeiro escreveu um dos capítulos mais importantes de sua história.
    FONTE: Jornal HOJE EM DIA, de Belo Horizonte. A reportagem , aqui condensada, foi escrita pelo jornalista Guilherme Piu.

  6. SÍNDICO disse:

    TRÊS JORNALISTAS recebiam pagamentos mensais do Cruzeiro por prestação de serviços ao clube nas redes.

  7. SÍNDICO disse:

    ZEZÉ, inteligente e prático. GILVAN, deslumbrado e irresponsável. SÁ, sem noção. TORCIDA, desconectada com a realidade.

    • mrr disse:

      Não consigo ver a diferença entre as duas gestões, Taí e Gilvan. O primeiro recebeu o clube com dificuldades e optou e agravá-la mais, na verdade quase que dobrou a dívida em menos de 2 anos, contratando e renovando a peso de ouro. Logo, ambos foram irresponsáveis.

      • mrr disse:

        Na verdade, a última gestão foi mais inconsequente, pois sabendo da situação, da redução dos valores no futebol, quando todos os grandes clubes procuravam equilibrar as contas, o CEC continuou irresponsavelmente gerando dívida. Se eu pego uma empresa endividada, equaciono, busco juros mais baixo, dividirem prestações que possa pagar, corto gastos e busco mais investidores. Mas o que fizeram? Colocou uma diretoria a peso de ouro

      • mrr disse:

        Se o Taí e Sa tivessem optado por uma gestão de austeridade e mesmo assim tivéssemos chegado na situação de hoje, vai lá! Mas foi justamente o contrário !

    • jrgalvao disse:

      A rainha e sua corja é muito mais que sem noção, alias noção eles tinha e muito, basta ver o estrago

  8. SÍNDICO disse:

    COM APENAS 23 MIL SÓCIOS, Cruzeiro terá time de segunda linha no futebol brasileiro. Não existem milagres no esporte profissional.

    • Souza disse:

      De quem é a culpa pela redução do número de sócio? Dos gestores ou dos 8 milhões que optaram torcer pelo Cruzeiro?

    • mrr disse:

      Na gestão do Gilvan éramos quantos? Tudo é ação e reação. Produto ruim ou confiabilidade baixa afasta os clientes. Capitalismo.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Confiabilidade baixa é o maior motivo, na minha opinião. E não dá pra condenar que se afastou por isso. Não são menos cruzeirenses.

      • Romarol disse:

        Primeiro o papai e a mamãe vão comprar o leitinho das crianças. Depois que vão pensar nos bezerrinhos dos conselheiros e demais sanguessugas do Cruzeiro.

      • Velloso disse:

        Estou com o Bruno, falta confiança em tudo que envolve a diretoria celeste. O Zezé prometeu criar uma categoria popular (que já existia, o Time do Povo – não entendi essa exclusão) relativa a renda do torcedor. Sempre me questionei a marcha lenta que esse projeto de sócio sempre andou, sempre ouvindo pouco o cliente/torcedor – as comunicaçôes sempre foram péssimas.

    • jrgalvao disse:

      Torcedor modinha dos dias atuais, so vão na boa, podem acreditar mas dos anos 80 para 2020, o publico medio do Cruzeiro subiu 5 mil pessoas, era de 18 mil foi pra 23 mil, gostem ou nao dura realidade

  9. SÍNDICO disse:

    FRED participou de 38% dos gols do Cruzeiro em 2019.

  10. SÍNDICO disse:

    HENRIQUE participou de 83% dos jogos do cruzeiro em 2019.

  11. SÍNDICO disse:

    SASSÁ fez 1 gol a cada 6,4 jogos em 2019. Ressalte-se, porém, que na maioria das vezes ele jogou apenas metade ou um terço dos jogos.

  12. SÍNDICO disse:

    77 é o total de participações em jogos, dos atletas da base.

  13. SÍNDICO disse:

    MILTON COLEN, antigo narrador da TV Itacolomy, morreu na sexta, 31Out, no Hospital Vera Cruz, em Belo Horizonte, aos 89 anos. Mineiro de Teófilo Otoni, ele faria 90 anos em 27Dez. Milton chegou a Beagá aos 16 anos pra estudar. Foi o primeiro jornalista a chamar o Estádio Governador Magalhães Pinto de Mineirão. Além da Itacolomi, trabalhou nas rádios Guarani e Globo. Cobriu as copas de 1974 e 1978, e transmitiu uma das mais importantes lutas de boxe da história, entre Cássius Clay e Joe Frazer, em Nova Iorque, em 08mar71. Colen começou na Itatiaia, como auxiliar de escritório, mas construiu sua carreira e teve seu auge na Itacolomi, uma emissora dos Diários Associados.

  14. SÍNDICO disse:

    BRAGANTINO voltou à Série A do Brasileiro, ao vencer o Guarani por 3×1 na noite desta terça, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. O acesso aconteceu a 5 rodadas antes do fim da Série B. Campeão paulista em 1990 sob o comando de Vanderlei Luxemburgo e vice-brasileiro no ano seguinte com Carlos Alberto Parreira, o clube não participa da Série A desde 1998. Os gols de Ryller, Pio e Naressi, todos na segunda etapa, colocaram fim à espera pelo regresso à elite. Quase 6 mil torcedores que encararam a forte chuva para presenciar o retorno.

  15. mrr disse:

    Para Zezé gastar na base é desperdício. Talvez o Santos, Flamengo e São Paulo discordem dele, rs…

  16. zuloobas disse:

    Eu acho que o plano do Kalil era esse: colocar gente na CBF para tentar, com as arbitragens, mandar o Cruzeiro para a 2ª divisão. 7 pts roubados estão longe de ser obra do acaso. Lembro que quando começou essa patifaria contra o Cruzeiro fui ridicularizado aqui por apontar isso, nunca vi, o povo ou se faz de bobo ou é bobo mesmo.

  17. NETFLU disse:

    Fifa determina perda de seis pontos do Cruzeiro por calotes. Por ora, mineiros evitam punição através de recurso na Justiça (Redação NetFlu, 03nov19 12:20) Se dependesse única e exclusivamente da maior entidade do futebol mundial, o Cruzeiro, um dos rivais diretos do Fluminense na luta contra o rebaixamento, já teria perdido seis pontos na principal competição do país. Isso ocorre porque, devido a inúmeros calotes, os mineiros foram punidos, mas mantêm a pontuação através de recursos.
    “Com uma série de ações de cobrança na Fifa, o Cruzeiro tem adotado como tática alegar que o Brasil atravessa uma crise econômica o que impede o clube de pagar seus débitos com outros clubes. Essa argumentação está presente em pelo menos quatro processos e tentava usar uma jurisprudência de países em situação grave. O Comitê Disciplinar da entidade, no entanto, tem recusado a defesa do Cruzeiro e o condenado pelas dívidas.
    A Fifa tornou públicas as decisões dos seus órgãos colegiados, entre elas as sentenças sobre de sanções por falta de pagamento. Foram quatro sentenças relacionadas ao Cruzeiro que foram publicadas com cobranças: Morelia (do México) referente a Riascos; Tigres (México) referente a Rafael Sobis; Defensor (Uruguai) referente a Arrascaeta; e Al Wahda referente a Denilson. As punições dos casos são todas já conhecidas, e houve recursos por parte do clube.
    Em todas essas, o Cruzeiro reconheceu a dívida, mas alegou “circunstâncias excepcionais” para não quitar os débitos. Essas circunstâncias são a crise econômica brasileira. “A inflação anual do país alcançou inaceitáveis 10,67%. A variação anual entre real e dólar teve um aumento de 48% desde o ano de 2015, e o desemprego atingiu a taxa inacreditável de 8,5%”. O clube alega que a crise levou ao impeachment, no caso da ex-presidente Dilma Rousseff.
    A tese do Cruzeiro se baseava em uma jurisprudência da própria Fifa que dava prazos maiores para pagamento para clubes que estivessem em países em guerra ou com graves crises econômicas como a da Argentina com a desvalorização abrupta do dólar. Nesses casos, o Comitê Disciplinar estendia o prazo eventualmente para 120 dias para pagamento. Era portanto uma tentativa do clube mineiro de obter mais prazo para pagamento.
    Outro argumento usado pelo Cruzeiro foi de que já acertou um débito com o clube Atenas, o que, supostamente, provaria a sua boa fé e vontade de pagar. Em uma das ações, o clube alega que vai pagar quando as dificuldades financeiras do país forem superadas.
    O Comitê Disciplinar da Fifa não considerou a argumentação do Cruzeiro como válida em nenhum dos casos. O órgão enfatizou que o clube tem que ter consciência da sua força financeira, se antecipar a problemas e fazer contratos que possa cumprir.
    Em três das ações, o Cruzeiro foi punido com o impedimento de registrar jogadores, do elenco profissional e da base, por duas temporadas. Na terceira ação, o clube foi punido com perda de seis pontos. Mas foram feitos recursos pelo clube e portanto não há ameaça agora de retirada de pontuação, Mas, findos os recursos, se o clube não pagar, a CBF é obrigada a aplicar a retirada dos pontos.
    Apesar da tese do Cruzeiro de crise econômica não ter emplacado, os advogados do clube têm conseguido evitar a aplicação de punições de fato ao time até agora apesar de vários valores não pagos”.

  18. SÍNDICO disse:

    CRUZEIRO contra Athletico-PR, neste 06nov10qua21h30, Baixada (42 mil), Curitiba, 31ª rodada, Brasileiro 2019.
    CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro está em 16º lugar, com 33 pontos, Paranaense é o 6º, com 46.
    RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Athletico-PR é o 8º, com 11.380.
    TEMPO nublado, temperatura 18º, vento 14 Km/h, umidade 81%.
    TRANSMISSÃO: Globo, exceto Uberlândia, Uberaba, Ituiutaba e Juiz de Fora, com narração de Rogério Correa e comentários de Bob Faria e Fabio Junior.
    ARBITRAGEM: Luiz Flávio de Oliveira, Anderson José de Moraes Coelho, Bruno Salgado Rizo (SP), Leonardo Ferreira Lima (PR, 4ºA). VAR: José Claudio Rocha Filho (SP).

    • SÍNDICO disse:

      CRUZEIRO: Fábio — Edílson, Cacá, Fabruno, Dodô — Henrique, Ederson — M Gabriel, Robinho, David — Sassá. T: Abel Braga.
      BANCO: Rafael G, Vítor Eudes G, Edu B, Leo B, Egídio L, Jadson V, Cabral V, Maurício M, Joel A, Popó A, Ezequiel A.
      AUSENTES: Rodriguinho, Dedé, Rocha (lesionados), Neves (poupado), Fred, Orejuela (suspensos).
      PENDURADOS: Cabral, Dedé, Dodô, Edilson, Fábio, Jadson, M Gabriel, Rocha e Rodriguinho.

      • SÍNDICO disse:

        PARANAENSE: Santos – Madson, Thiago Heleno, Leo Pereira, Márcio Azevedo – Bruno Guimarães, Wellington – Bruno Nazário, Nikão, Rony – Marco Ruben. T: Eduardo Barros.
        BANCO: Caio G, Madson L, Pedro Henrique B, Robson Bambu B, Abner L, Leo Cittadini V, Lucho González V, Matheus Rosseto M, Tomás Andrade M, Thonny Anderson A, Braian Romero A, Vitinho A.
        .AUSENTES: Adriano, Jonathan, Lucas Halter (lesionados).
        PENDURADOS: Everton Felipe, Leo Cittadini, Leo Pereira, Madson, Márcio Azevedo, Marco Ruben, Matheus Rossetto, Nikão, Rony, Thiago Heleno..

      • SÍNDICO disse:

        HISTÓRICO: 61 jogos, 24 vitórias do Cruzeiro, 19 empates, 18 do Paranaense. Cruzeiro marcou 89 gols, levou 78. Eles já decidiram duas competições nacionais entre si. Em 1999, o Paranaense conquistou a Seletiva da Libertadores vencendo por 3×0 na Baixada e perdendo por 2×1 no Mineirão. Na SulMinas 2002, o Cruzeiro venceu por 2×1, na Baixada, e 1×0, no Mineirão, na despedida de Sorín, com 70 mil espectadores.

      • SÍNDICO disse:

        DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.471 jogos, 636 vitórias, 399 empates, 437 derrotas, 2.129 gols marcados, 1.666 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 656 jogos, 293 vitórias, 148 empates, 215 derrotas, 976 gols marcados, 804 sofridos, aproveitamento de 53%.

  19. jrgalvao disse:

    Acho que o departamento de comunciação e marketing do Cruzeiro, deveria tomar umas aulinhas com o do baeea e do fortaleza

  20. Bruno 7L RJ disse:

    ENCONTRO PHD FINAL DE ANO:
    Bora galera? Dia 22/12, local sugerido Pizzaria Dona Marguerita!

  21. washington ramos disse:

    Sem mais delongas. Paranaense 0x2 Cruzeiro, treino para domingo, Cruzeiro 1×0 Franga.

  22. JOTAPÊ disse:

    ANA THAÍS, comentarista esportiva da Globo e do Sportv, afirma que o fim do horário de verão foi uma imposição do governo e reclama que a sociedade deveria ter sido consultada sobre a mudança. #PlebiscitoJá #TemposSombrios #AbaixoADitadura #Cálice

    • SÍNDICO disse:

      DEUS acima de tudo@ Se ele mandou o sol nascer mais cedo, danem-se os humanos! Ana Thais tá é arranjando encrenca com o Todo Poderoso. Vai se dar mal. #mito #istoaglobonãomostra #gentedebemacordacedo