Ramires e Elizeu

Por SÍNDICO | Em 27 de setembro de 2010

Ramires perdeu  uma bola no meio de campo e o lance resultou no gol de Tevez. Carlos Acelotti, treinador do Chelsea, viu um pouco além do lance isolado:

  • Eu vi as estatísticas após a partida e Ramires foi o nosso melhor jogador no quesito desarme. Ele está pronto. Fisicamente não é forte, mas tem muita força interior.

Elizeu cometeu um erro no final da partida de sábado no Engenhão, que resultou no gol de Guerrón, o de empate do Atlético contra o Botafogo.

No dia seguinte, o verbete do atleta na Wikipédia foi alterado por um hacker idiota que acrescentou ao perfil do atleta esta boçalidade:

  • É um jogador marcado pela deficiência técnica, pela estupidez mental e pelo título de Pior Jogador em Atividade na Série A do Campeonato Brasileiro de Futebol.

Depois ainda reclamam da pressa que os jogadores brasileiros têm de mudar da colônia para a metrópole.

28 comentários para “Ramires e Elizeu”

  1. Walterson disse:

    Bem, espero que não esteja querendo comparar o Ramires com um eliseu qualquer. Nunca ouvi falar deste cidadão; logo, não posso opinar sobre ser o pior atleta em atividade. Mas, se é pior que o Robert, então o cara é ruim mesmo. Por outro lado, duvido muito que o interesse em mudar da colônia para a metrópole seja pra escapar de gozações de algum hacker idiota. O intere$$e é bem outro.

    • Jorge Santana disse:

      a grana é objetivo indiscutível desde sempre. agora, viver e trabalhar na civilização deve ser um atrativo fora do comum. já ouvi inúmeros depoimentos de jogadores sobre a qualidade de vida de quem não é ameaçado em aeroportos e centros de treinamento.

  2. Fabrício disse:

    Walterson, recado direto do síndico! Crítica à dupla formada pela mídia imbecil, incoerente e tendenciosa + hienas de plantão ao ponto de se dar ao trabalho de alterar a descrição do tal do Elizeu no Wikipédia! Assino!

  3. Fabrício disse:

    Walterson, recado direto do síndico! Crítica à dupla formada pela mídia i.mbecil, incoerente e tendenciosa + hienas de plantão ao ponto de se dar ao trabalho de alterar a descrição do tal do Elizeu no Wikipédia! Assino!

  4. Ernesto Araujo disse:

    Jorge, eu pelo menos tenho pouco a acrescentar ao post. Ele é praticamente definitivo. Mas se há algo a ser dito é sobre os termocéfalos. Não atravessei o século XX de cabo a rabo como alguns membros aqui do PHD e portanto não sei se a coisa foi sempre assim. Mas a verdade é que o torcedor dos clubes grandes do Brasil (o qual posso opinar pois é a realidade que vivo) é pavio curto. Tem pouca paciencia com jogadores jovens, não respeita uma má fase de um bom jogador e esquece e maltrata a maior parte dos ex-ídolos. (continua)

    • Ernesto Araujo disse:

      Por isso bato tanto na tecla de valorizarmos o que é genuinamente nosso, mineiro, cruzeirense, e até mesmo a cheia de vícios e desmandos Seleção Brasileira. Se nós, cruzeirenses e brasileiros, não valorizarmos o que é nosso, quem o fará. Apoiar o Montillo é fácil… Agora incentivar o Diego Renan, o Jonathan e o Wellington Paulista a jogarem melhor isso ninguém quer. Talvez alguns desses (ou todos) não sejam nem serão os craques que todos gostariam que eles fossem. Mas são os que temos e são os que defendem nossa camisa no momento.

      • Matheus Reis disse:

        Olha, Ernesto. Eu admiro o Diego Renan cada vez mais como um exemplo desse jogador do qual você fala. Tenho percebido sua vibração a cada lance positivo do Cruzeiro. Na marcação pênalti contra o Ceará, ele foi o jogador que mais vibrou.

        Tenho acompanhado o blog dele e dá pra ver que é um garoto comprometido com o clube, que gosta de jogar aqui e faz de tudo para acertar.

      • Ernesto Araujo disse:

        Esse blog do Diego Renan pode ser interessante mas tenho a impressão que não é ele que escreve. Ou se é o texto deve passar por uma bela revisão. Agora no Twitter deve ser ele mesmo, até porque não precisa escrever tanto.

      • simone b de castro disse:

        O twitter é dele mesmo. Acho que o blog idem, porém revisado.

  5. Matheus Reis disse:

    Concordo com o Ernesto. Nego transfere as frustrações pro futebol e esquece que o cara que tá lá jogando tem problemas como ele mesmo tem. Não consegue imaginar que ele mesmo não renderia no serviço se o chefe ficasse gritando na sua orelha “deixa de ser burro, baralho!”.

    Eu mesmo reconheço meu pavio curto e tento me policiar nos xingamentos. Pelo menos em campo, não consigo xingar jogador algum. Nem o Robert…

    • Ernesto Araujo disse:

      O jogador tem que estar muito preparado. Como ganham salarios astronomicos, a cobrança é igualmente forte. O problema é que por mais que o cara ganhe dinheiro, a sua capacidade de fazer as coisas não aumenta em campo. O cara não é máquina. Passa por fases ruins, tem dia que o cara não tá afim, ou ta machucado etc, etc…. Nâo proponho passar a mão na cabeça de ninguém. Mas cortar cabeças jogo após jogo não dá. Outro dia, li num blog por aí uma análise de atuações do jogo contra o Santos… PxQxP… Acho que nem o Verón foi tão xingado quanto o que o cara escreveu contra o Thiago Ribeiro, por causa dos gols perdidos no primeiro tempo… Assim também não dá.

    • mariana disse:

      Olha, é difícil não xingar o Robert. Eu não aguento, xingo msm!hehe

  6. Fabrício disse:

    A comparação com o Verón foi boa!!! rs….Na verdade são as hienas! É o mesmo que esperar que o Robert jogue como o Montillo! É como eu digo: tudo é questão de alinhamento de expectativas. Muita gente acaba não entendendo isto e ficam esperando de alguém algo que não pode oferecer.

    • Ernesto Araujo disse:

      Também teve um outro cidadão numa comunidade do Orkut da vida que disse que o Thiago Ribeiro é apenas um jogador mediano que estava passando por uma boa fase e que essa fase acabou. Nenhuma novidade !!!!! Sabemos que a diferença entre o TR e o Messi é imensa. Mas esse ano o cara é o maior artilheiro da equipe e já fez muito, dentro das suas limitações. Aí por causa de um jogo com gols perdidos (e ele ainda fez um no segundo tempo) vem o cidadão fritar o cara ???

  7. Binho disse:

    Estatística é burra, basta um analisa-la. 15 desarmes eficientes representa menos que uma bola perdida. Assim caminha o torcedor, cada vez mais medíocre.

    • claudio(xina)lemos disse:

      Binho você vai me perdoar mais não é assim não. Vc não sabe o que os desarmes representaram na partida, nem em termos de ataque, nem em termos de defesa. Quantas vezes um desarme não significa que o adversário não fez um gol? E, não foi o torcedor que comentou o fato, foi o Ancheloti técnico do Chelsea, campeão inglês, 3 vezes campeão da champions e outras tantas vezes campeão italiano, não é um DJ qualquer. Se ele deu esta declaração é porque sabe o quanto joga o ramires e o quanto é dificil para um jogador do físico dele jogar na premier league.

  8. kmp disse:

    Cobrar bom senso, discernimento e até humanidade de alguém que se dispõe a ir no Wikipedia pra mudar o verbete de alguém e detonar sua imagem é malhar em ferro frio.Onde a boçalidade e a estupidez imperam, é uma luta inglória tentar qualquer tipo de mudança, são teleguiados e só enxergam com os olhos alheios, já que os próprios turvam e deturpam a realidade.O que não tem remédio, remediado está.Infelizmente.
    Abs.

  9. Naldo disse:

    Diferença técnica e cultural na análise.

  10. kmp disse:

    Não podia perder a piada, rsrrs.
    http://migre.me/1q719

  11. Daniel Carvalho - Porto Alegre disse:

    Ramires um grande jogador descoberto pelo Cruzeiro, é aquele jogador polivalente, verdadeiro pulmão de um time de futebol. E como resultado de seu belo futebol está na Europa. O Eliseu, assim como outros jogadores que por uma infeliz jornada já ganha a pecha de ruim ou como alguém utilizando esta ferramenta – internet – inicia esta campanha contra o jogador, é lamentável. Falhar é humano e tomara que este jogador não se abata e siga na busca de seu horizonte.

  12. simone b de castro disse:

    Esse é o tipo de torcedor desequilibrado, que tem o futebol como seu principal interesse na vida. Infelizmente são muitos. Depois do que li na internet ano passado, contra certos jogadores do Cruzeiro ( uns desejando até que o atleta não se recuperasse de contusão) e contra o técnico, não me surpreendo com mais nada…

  13. Gustavo Rocha disse:

    Bom, eu não sei desde quando certamente o futebol se transformou em selvagem, mas eu tenho uma teoria; o futebol brasileiro se transformou em futebol de guerreiro, o talendo foi obrigado a dar espaço a gladiadores e isso se reflete nos torcedores. Ou seja, ou o jogador é bom ou bom, diferente disso não serve nem para gandula.

  14. Daniel Carvalho - Porto Alegre disse:

    Cruzeiro e Grêmio lideram o segundo turno do Brasileirão – 13 pontos cada. O Grêmio nos supera no saldo de gols. Eles têm 100% aproveitamento em jogos fora de casa, neste turno, mudando a tendência de ganhar dentro de casa e perder fora de seus redutos, como acontecia até recentemente. Temos um jogo contra o AGO – partida perigosa – que vem procurando se safar do rebaixamento e portanto venderá caro a derrota.

  15. Claudinei Vilela disse:

    O Brasil está cheio de Eliseus e Ramires não só no futebol, mas em todos os seguimentos na sociedade.
    Até entre os torcedores, alguns elogiam o Corinthians e são só adeptos do bom futebol, outro elogia o Inter e é bombardeado, rotulado e etc.
    Brasileiro, mal intencionado como o que alterou o perfil, está cheio por ai. Pior que muitas vezes o cara faz isso com tanta naturalidade quem nem se da conta de que está sendo um “hacke idio.ta”.
    Tá no sangue!

  16. Amácio Gattuno - Fica, Montillo! disse:

    Ramires, ao que parece, realmente está com moral com o treinador. Ancelotti só está fazendo seu trabalho ao defender seu atleta. Mas basta entrar no site “Chelsea Daft” para comprovar que a torcida critica abertamente o jogador. Sua escalação prematura é questionada e a qualidade do seu futebol é colocada em dúvida. Torcedor é tudo igual.