Cacá, o melhor, Sassá e Henrique, bem

Por Jorge Angrisano Santana | Em 4 de novembro de 2019

ATUAÇÕES dos protagonistas do CRUZEIRO 1-1 BANHIA, no Mineirão, Belo Horizonte, 03nov19dom19h, pela 30ª rodada do Brasileiro 2019; 

Por FERNANDO HENRIQUE

TORCIDA CELESTE compareceu em número razoável e apoiou o time nos bons e nos maus momentos. No fim, aplaudiu a bravura que salvou um ponto, mesmo decepcionada por constatar que o sufoco continuará a briga pela salves será ponto a ponto. (Síndico)

FÁBIO fez intervenções protocolares e uma grande defesa, num chute de Rogério, que poderia liquidar a partida.  

OREJUELA fez mais um jogo vigoroso, dessa vez com mais oportunidades e liberdade para apoiar o ataque, sempre com qualidade e agudez. Correto nas intervenções na defesa, foi expulso num lance de excesso de preciosismo do apitador.

CACÁ não se intimidou ao vigiar de perto o gigante Fernandão. O ótimo posicionamento permitiu que antecipasse e cortasse todas as bolas sob sua responsabilidade.

LEO supervisionou Cacá e garantiu a cobertura do garoto sem sustos. Velho de guerra, não sentiu o tempo em que esteve fora de combate.

DODÔ controlou o ímpeto do Bahia pela direita, garantindo boa marcação pelo seu lado, subindo para apoiar com sobriedade, o que balanceou o time no ataque. Sua aplicação tática e consciência defensiva foram essenciais após a mudança no panorama do jogo com a expulsão de Orejuela.

HENRIQUE jogou com a consciência tática e regularidade de sempre. Coberturas precisas deram a segurança que o time precisava para a movimentação no ataque.

EDERSON, cada vez mais à vontade em campo, e sem receio de espreitar a defesa adversária, teve sua atuação favorecida pela escalação com dois pontas, construindo boas jogadas principalmente pela direita do ataque.

NEVES, com liberdade para jogar mais solto na intermediária, foi o jogador mais acionado do time durante todo o jogo, sempre encontrando espaços, boas jogadas e passes. Foi o melhor jogador da partida.

M GABRIEL, com liberdade na faixa dianteira, aprontou uma correria e se movimentou com inteligência em ambos os lados, facilitando a produção ofensiva do time.

DAVID teve menos oportunidades sem o fogo concentrado pela esquerda e a parceria com Egídio. Tem boa consciência tática e inteligência, mas a técnica não ajuda na hora de dar alegria pra galera e por isso mais uma vez saiu vaiado.

FRED jogou 30 minutos de futebol profissional. Correu, saiu da área, buscou a bola, construiu jogadas e depois “morreu fesicamente”.

SASSÁ entrou com vontade, evidenciando sua melhor característica que é buscar sempre o jogo. Deu chapéu, distribuiu caneta azul e acertou um belo chute, que garantiu ponto importante e a invencibilidade do time. Herói da partida.

EZEQUIEL substituiu Marquinhos Gabriel com boa movimentação e toque de bola, contudo com pouco tempo e condições para realizar algo mais efetivo.

EDILSON entrou para recompor o time após a expulsão e o empate, desempenhando suas obrigações defensivas com segurança.

CRUZEIRO, com 11 contra 11, foi um time mais entrosado, equilibrado, tranquilo e menos previsível do que em outros jogos, equilibrando as jogadas pelos dois lados e demonstrando consistência defensiva diante dos contra-ataques adversários. Com a mudança de cenário, prevaleceram o entrosamento e a vontade para correr atrás do resultado, fazendo por merecer o tento.

BAHIA fez um jogo franco nos 15 primeiros minutos de cada tempo e depois se fechou em duas linhas acreditando na velocidade e força física de seus atacantes de pouca técnica. Foi favorecido por uma decisão precipitada da arbitragem.

ABE tem como virtude a capacidade de estabelecer planos de jogo a partir da conjuntura e das fraquezas adversárias. Barrou Egídio, muito provavelmente pela presença do Leo no lado esquerdo da zaga e pela sequência de jogos, e deixou o time menos previsível com a escalação de dois pontas. Insistiu além da conta com Fred em campo.

ÁRBITROS pecaram bastante. O juiz por querer aparecer e controlar uma partida tranquila mais do que devia. Expulsou Orejuela por pura falta de intimidade com o Var e as novas orientações para a arbitragem.

MelhorDoJogo => CACÁ [[[25]]] Sá, Terenzi, Ramos, Rizzi, Vaz, Bitencourt, Itamar, Galvão, André, Fonseca, Marcoalex, Tate, Morato, Bastos, Walfrido, Anchieta, Velame, Walterson, Hiram, Maury, Walery, Angrisano, Pedrinho, Jonas, Patrícia —– SASSÁ [[[7]]] Ge, Romeu, Furst, Zuloobas, Anderson, Celeste, Nanayoski —– HENRIQUE [[[6]]] Palmeira, Fernandão, Fábio, Robrto, Guidugli, Barnabé —– FÁBIO [[[3]]] Ferraz, Soares, Dudu —– LEO [[[3]]] Schrier, Artur, Assis —– NEVES [[[3]]] Efeagá, Vanda, Síndico —– EZEQUIEL [[[1]]] Pedro —– FRED [[[1]]] Gesoco —– EDERSON [[[1]]] Wagner —– ABEL [[[3]]] Uol, Thomas, Polaco…

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.