Dedé, cada dia, mais Dedé

Por SÍNDICO | Em 12 de março de 2018

ATUAÇÕES dos protagonistas do PATROCINENSE 1×1 CRUZEIRO, neste 11mar18dom17h, no Pedro Alves Nascimento, em Patrocínio, pela 11ª rodada do Mineiro 2018:

TORCIDA CELESTE ocupou o espaço a ela destinado e fez muita festa, mesmo sem ter tido a oportunidade de acompanhar as estrelas da companhia. Nota dez!

RAFAEL fez uma defesaça, contou com a ajuda de Dedé pra não sofrer um gol e não teve culpa no que levou. De resto, a tranquilidade de sempre, que dá confiança ao time e ao torcedor.

EZEQUIEL levou um susto do veloz Ademir logo de cara, teve que apelar e levou amarelo. Daí em diante, ficou mais atento à marcação e só atacou na boa. O saldo foi positivo.

DEDÉ jogou com autoridade, desfazendo todas as iniciativas dos grenás. E ainda assumiu a responsabilidade de colocar um paradeiro no atrevimento do serelepe Ademir. Na jogada do gol de Gênesis, foi envolvido por um toque de prima de Leomir, mas a essa altura já havia acumulado tantos pontos, que o lance não provocou comoção na galera.

DIGÃO fez uma besteira ao atrasar mal uma bola pra Rafael. No resto do tempo, esteve perfeito.

HERMES passou aperto como bom lateral Ângelo, coisas normais de jogo. Mas não cometeu erros que ajudassem o adversário. No ataque, apareceu pouco.

LUCAS foi o maestro. Marcou, passou e organizou o meio de campo, com a classe habitual.

BRUNO marcou bem, às vezes, com excesso de força e fez jogadas pelas pontas. Nenhuma digna de nota, mas todas obedecendo à tática proposta pelo treinador.

NONOCA jogou pouco tempo e com recomendação de ocupar o lado direito, o que não combina com seu estilo.

MANCUELLO esteve esteve discreto na marcação e bem nas ações ofensivas, mas o que ficou de sua participação foi o belo serviço pro gol de Marques.

MARQUES queria jogo, tentou, mesmo desentrosado e sem ritmo. Foi premiado com o gol, em jogada iniciada e concluída por ele.

RANIEL, longe da área, tentou servir Judivan, sem sucesso. Fez algumas jogadas pessoais, nenhuma muito perigosa pra defesa grená.

JUDIVAN, desentrosado com os companheiros de ataque, só teve uma chance real de finalizar, que foi neutralizada pelo goleiro do Cap. Saiu mais cedo, sem produzir algo de relevante.

SASSÁ entrou na etapa final, cheio de entusiasmo, mas sem conexão com o resto do time. Valeu apenas pra matar a saudade da cancha.

MARCELO entrou tarde demais, a tempo de ameaçar uma jogada aguda ao seu estilo, que foi contornada pela biqueira do Cap.

LOBO foi atuante, mandando instruções e corrigido posicionamento durante todo o jogo. Fez as substituições necessárias e só. Com um time improvisado não dava pra fazer muito mais.

CRUZEIRO começou mal, sem cuidados defensivos, nem armação clara de jogadas de ataque. Levou sustos e demorou a entrar no jogo. Na etapa final, controlou melhor o jogo e, quando teve uma oportunidade, marcou. Mas levou um gol em jogada perfeita (apesar de um discreto impedimento) do ataque grená, que deixou o placar com a cara do jogo.

PATROCINENSE privilegiou a posse de bola. Trocou passes e fez a redonda girar sem pressa evitando a troca de sopapos com um time que apesar de alternativo tinha jogadores de maior qualidade. Só mudou quando levou o gol e seu técnico colocou dois atacantes de área. Conseguiu o empate e, pelas chances criadas, podia até ter vencido. 

ÁRBITROS cometeram um erro capital validando o gol de empate do Cap, quando Genesis estava impedido. Dias Camilo, o melhor bandeira do pais, foi excluído do campeonato pelo erro. Não carecia tamanho castigo pra um erro tão comum no futebol.

MelhorDoJogo => DEDÉ [[[14]]] Arreguy, Monteiro, Dovalle, Chiabi, Barreto, Talentim, Anchieta, Penido, França, Bastos, Vanda, Patrícia, Dudu, Pedro —– LUCAS [[[3]]] Evans, Nanayoski, Síndico —– MARQUES [[[2]]] Luizito, Celeste —– MANCUELLO [[[1]]] Marcoalex —– DIGÃO [[[1]]] Barnabé.

52 comentários para “Dedé, cada dia, mais Dedé”

  1. SÍNDICO disse:

    TORCIDA CELESTE ocupou o espaço a ela desinado e fez muita festa, mesmo sem ter tido a oportunidade de acompanhar as estrelas da companhia. Nota dez!

  2. SÍNDICO disse:

    RAFAEL fez uma defesaça, contou com a ajuda de Dedé pra não sofrer um gol e não teve culpa no que levou. De resto, a tranquilidade de sempre, que dá confiança ao time e ao torcedor.

  3. SÍNDICO disse:

    EZEQUIEL levou um susto do veloz Ademir logo de c ara, teve que apelar e levou amarelo. Daí em diante, ficou mais atento à marcação e só atacou na boa. O saldo foi positivo.

  4. SÍNDICO disse:

    DEDÉ jogou com autoridade, desfazendo todas as iniciativas dos grenás. E ainda assumiu a responsabilidade de colocar um paradeiro no atrevimento do serelepe Ademir. Na jogada do gol de Gênesis, foi envolvido por um toque de prima de Leomir, mas a essa altura já havia acumulado tantos pontos, que o lance não provocou comoção na galera.

  5. SÍNDICO disse:

    DIGÃO fez uma besteira ao atrasar mal uma bola pra Rafael. No resto do tempo, esteve perfeito.

  6. SÍNDICO disse:

    HERMES passou aperto como bom lateral Ângelo, coisas normais de jogo. Mas não cometeu erros que ajudassem o adversário. No ataque, apareceu pouco.

  7. IVAN MONTEIRO disse:

    ARBITRAGEM preocupante, mas ainda prefiro acreditar que os caras são honestos e os erros são apenas devido às dificuldades normais dos jogos. Houve erro no gol do Patrocinense e também no jogo disputado no poleiro! Espero estar equivocado na minha intuição.

  8. EVANS DRAWN disse:

    He who weaves praise to players like Ralph Marx to the point of choosing him as the most valuable player of the match and, on the other hand, criticizes more qualified players in a match like yesterday, can only have a mental problem, or else he does not understand no soccer. Most Valuable Player: LUKE. Worse: Bruno. Hero: Dedé. Villain: Bruno. Notes: Ralph (6), Ezekiel (5), Dede (6), Dig On (5), Hermes (5), Luke (7), Bruno (3), Nonoca (without note), Man Rabbit (6), Jude Van (4) ), Sassá (without note), Ralph Marx (5), Raniel (5), Marcel (without note). Sidney Wolf (5).

    • Matheus Chaves disse:

      “Man Rabbit” kkkkkkkkkkkk.

    • matheus t penido disse:

      Cruzeiro Sport Club: President: Wagner Saucer Sa. — Soccer Executive Officer: It Air Axe. — Coach: Brother Menezes. — Assistant Coach: Sidney Wolf.

  9. matheus t penido disse:

    DEDÉ, mesmo tendo ficado ‘na saudade” no lance do gol de empate. Do meio pra frente, Rafael Marques foi o destaque.

  10. Miguel Tolentino disse:

    Off-topic: Nonoca é o novo volante do Sport, vai juntamente com Judivan pra Recife. Mais um jovem da base que o Mano dispensa do seu grupo. E a lista promete ficar maior em breve.

    • matheus t penido disse:

      Se depender do Mano, Cruzeiro continuará gastando adoidado com medalhões e sem revelar um único talento pra ser vendido. Não condeno o treinador, pois se a casa cair ele vaza no dia seguinte . Os dirigentes é que devem (ou deveriam) zelar pelo futuro do clube.

      • Miguel Tolentino disse:

        O Cruzeiro recentemente teve uma política tímida mas consolidada de acesso de seus jovens valores ao time principal. Agora simplesmente isso deixa de existir e ninguém mais que tenha passagem pela Toca I presta. Falta só chutar o Murilo com o retorno do Dedé.

      • matheus t penido disse:

        Sim, teve um momento recente em que divulgaram que 1/3 do elenco era formado da base. Mano tratou de desfazer tudo A direção aceitou, a Imprensa e a torcida aplaudiram.

      • Mauro Franca disse:

        Nonoca seria titular agora? Conseguiria desbancar Henrique, Cabral, Romero ou Lucas Silva? Se a resposta é não, outra pergunta: O que é melhor, ficar aqui comendo banco ou jogar em outro time? Na minha opinião, é melhor para o jogador, e para o clube, que ele jogue, pegue cancha, e mostre o seu valor, do que ficar mofando no banco. Isso não é novidade. Me vem à cabeça os casos de Geovanni e Charles, mas certamente há outros.

      • Mauro Franca disse:

        E antes que o Tolentino venha com o papo furado de que eu sou fã do Mano, meu pensamento seria o mesmo com qualquer treinador.

      • JOAOCOSTA disse:

        Concordo com o Mauro quanto ao não aproveitamento do atleta.É melhor sair e ganhar experiência que ficar “ad aeternum” no clube sem chances reais. O perigo, acho que esse é a tese defendida pelo Tolentino, é o de clube rifar jovens valores a preço de banana em final de feira.

      • matheus t penido disse:

        Mauro, pelo seu critério é melhor fechar a base. Sempre teremos 3 ou 4 cobras criadas à frente dos garotos. Se com a quantidade de jogos que termos no ano um garoto que entrou bem ano passado não tem direito a mais que 15 minutos é duro.

      • matheus t penido disse:

        Você citou o sucesso do Geovani e do Charles. Ok. Mas uns 95% (chute, claro) se perdem nesses empréstimos. Os caras não são craques, a distância entre o sucesso e o fracasso é pequena. Se o clube não tiver uma política de aproveitar melhor a base, fica difícil.

      • Mauro Franca disse:

        Penido, há pouco tempo o clube tentou essa política de priorizar a base. Paulo Bento utilizou Bruno Viana, Allano, Bruno Ramires e os resultados são conhecidos. A mesma torcida que pede jogador da base é a que joga a primeira pedra em caso de fracasso ou de uma partida ruim ou às vezes nem isso, vide o caso do Allano.

      • Mauro Franca disse:

        E não acho que emprestar jovens valores para que eles possam ganhar experiência seja “acabar com a base”. Longe disso. Mas Judivan, Nonoca e Thonny Anderson seriam titulares hoje? Na Libertadores? Você escalaria os 3 e colocaria Cabral, Rafinha e TNeves no banco? Por outro lado, Murilo e Raniel são casos opostos, que já mostraram bom futebol e conseguiram se firmar.

      • Mauro Franca disse:

        E se o jogador não conseguir ser titular num Sport, no Cruzeiro dificilmente vai ser.

      • matheus t penido disse:

        O time do português não tinha como dar certo, estava condenado por uma série de motivos que não precisamos abordar agora. Os moleques foram apenas o bode expiatório da torcida, sobretudo o Allano que tinha jogado bem no time organizado do Mano em 2015. Quanto à torcida, ela está na eterna espera por um fora de série formado na base. Talvez esse cara, se surgir, não seja vaiado. Enquanto ele não vem, promessas e bons jogadores vão sendo fritados às pencas.

      • Miguel Tolentino disse:

        Mauro, se nem o Neymar que é craque não chegou pronto ao time profissional do Santos, por que o Nonoca que não é subiria pronto a equipe principal? Ocorre é que diferente do Cruzeiro o Santos tem uma política firme de aproveitamento dos atletas formados em suas inferiores. E isso é opção da diretoria e que passa também pela escolha do perfil do treinador e suas decisões. Penido foi certeiro, quando um jogador sai do sub-20 para o profissional ele ainda está em processo de formação, esta etapa é primordial para termos em pouco tempo um jogador que será útil e mais barato ao time ou rifaremos um rapaz para equipes de estrutura inferior para nunca mais.

      • Miguel Tolentino disse:

        E francamente, citar o caótico Cruzeiro de 2016 que trocou de treinador no meio da temporada, sem recursos, com o trabalho de um estrangeiro que caiu de paraquedas no futebol nacional e sem uma equipe com uma maneira de jogar consolidada como exemplo de aproveitamento da base é subestimar a inteligência dos comentaristas aqui presentes.

      • matheus t penido disse:

        Não estou pedindo titularidade, apenas algumas chances pra competirem com os medalhões. A vaga no tine é pelo mérito, mas se não tiver uma cota pra turma da base no elenco (que pode variar de tamanho) todas as revelações vão voar sem ter chances, pois estarão sempre atrás de uns 4 veteranos em todas as posições.

      • Miguel Tolentino disse:

        E quando falo em temeridade de emprestar um jovem jogador que recém está dando as caras ao futebol profissional para uma equipe bagunçada ou com estrutura dúbia pra desenvolver seu futebol, acabo nem me referindo as cláusulas contratuais que nunca conhecemos sobre direitos fixados que geram margem pra todo tipo de especulação assustadora, como é o caso do Tonny Anderson. Coisas que a turma do “deixe disso e confie na diretoria” larga pra lá até um jogador que é formado no Cruzeiro dê certo lá fora, seja adquirido por uma bagatela e não volte mais.

      • Mauro Franca disse:

        Tolentino, em nenhum momento você discutiu argumentos. Em outro post você reclamou do Penido, dizendo que ele colocava palavras na boca dos outros e partia para rotulações. É o que você mais faz e mata qualquer discussão. Não estou em um combate de inteligência, não usei a maioria dos seus argumentos e nem fiz defesa de diretoria. Seja mais honesto e coerente.

      • Miguel Tolentino disse:

        Então explique se quiser essa frase “Penido, há pouco tempo o clube tentou essa política de priorizar a base. Paulo Bento utilizou Bruno Viana, Allano, Bruno Ramires e os resultados são conhecidos”. Ora se isso não é citar a bagunça de 2016 como exemplo de aproveitamento da base e demonstração de fracasso, perdoe-me o erro grosseiro de interpretação.

      • Miguel Tolentino disse:

        Ah e não disse que você fez defesa da diretoria, pode reler cada um dos meus comentários. Citei sem nomes uma galerinha que defende fé incondicional em atos probos, honestos, inteligentes e visando sempre o melhor pro Cruzeiro de nossos diretores diante de ausência de informações nestas negociações envolvendo nossos jovens atletas. Agora se você tratou de correndo vestir a carapuça ou cavocar interpretações direcionadas a você no comentário não sou responsável por isso, somente pelo que eu escrevi.

  11. SÍNDICO disse:

    LUCAS foi o maestro. Marcou, passou e organizou o meio de campo, com a classe habitual.

  12. SÍNDICO disse:

    BRUNO marcou bem, às vezes, com excesso de força e fez jogadas pelas pontas. Nenhuma digna de nota, mas todas obedecendo à tática proposta pelo treinador.

  13. SÍNDICO disse:

    NONOCA jogou pouco tempo e com recomendação de ocupar o lado direito, o que não combina com seu estilo.

  14. SÍNDICO disse:

    MANCUELLO esteve esteve discreto na marcação e bem nas ações ofensivas, mas o que ficou de sua participação foi o belo serviço pro gol de Marques.

  15. SÍNDICO disse:

    MARQUES queria jogo, tentou, mesmo desentrosado e sem ritmo. Foi premiado com o gol, em jogada iniciada e concluída por ele.

  16. SÍNDICO disse:

    RANIEL, longe da área, tentou servir Judivanm, sem sucesso. Fez algumas jogadas pessoais, nenhuma muito perigosa pra defesa grená.

  17. SÍNDICO disse:

    JUDIVAN, desentrosado com os companheiros de ataque, só teve uma chance real de finalizar, que foi neutralizada pelo goleiro do Cap. Saiu mais cedo, sem produzir algo de relevante.

  18. SÍNDICO disse:

    SASSÁ entrou na etapa final, cheio de entusiasmo, mas sem conexão com o resto do time. Valeu apenas pra matar a saudade da cancha.

  19. SÍNDICO disse:

    MARCELO entrou tarde demais, a tempo de ameaçar uma jogada aguda ao seu estilo, que foi contornada pela biqueira do Cap.

  20. SÍNDICO disse:

    LOBO foi atuante, mandando instruções e corrigido posicionamento durante todo o jogo. Fez as substituições necessárias e só. Com um time improvisado não dava pra fazer muito mais.

  21. SÍNDICO disse:

    CRUZEIRO começou mal, sem cuidados defensivos, nem armação clara de jogadas de ataque. Levou sustos e demorou a entrar no jogo. Na etapa final, controlou melhor o jogo e, quando teve uma oportunidade, marcou. Mas levou um gol em jogada perfeita (apesar de um discreto impedimento) do ataque grená, que deixou o placar com a cara do jogo.

  22. SÍNDICO disse:

    PATROCINENSE privilegiou a posse de bola. Trocou passes e fez a redonda girar sem pressa evitando a troca de sopapos com um time que apesar de alternativo tinha jogadores de maior qualidade. Só mudou quando levou o gol e seu técnico colocou dois atacantes de área. Conseguiu o empate e, pelas chances criadas, podia até ter vencido. 

  23. SÍNDICO disse:

    ÁRBITROS cometeram um erro capital validando o gol de empate do Cap, quando Genesis estava impedido. Dias Camilo, o melhor bandeira do pais, foi excluído do campeonato pelo erro. Não carecia tamanho castigo pra um erro tão comum no futebol.

  24. Celeste disse:

    O MM tem seus defeitos mas é menos pior que o Tite. Esse último tem um arsenal de jogadores a seu dispor e só faz besteira. Acabo de ver a escalação da seleção e encontro Neto, Talisca, William José. Ele inventa. O Fábio, mais uma vez, de fora.

  25. Ivan Monteiro disse:

    Quando vi a convocacao do Tite, pensei com meus botoes: Ja que e pra testar levaria Ricardo Goulart!!

  26. SÍNDICO disse:

    MelhorDoJogo => DEDÉ [[[14]]] Arreguy, Monteiro, Dovalle, Chiabi, Barreto, Talentim, Anchieta, Penido, França, Bastos, Vanda, Patrícia, Dudu, Pedro —– LUCAS [[[3]]] Evans, Nanayoski, Síndico —– MARQUES [[[2]]] Luizito, Celeste —– MANCUELLO [[[1]]] Marcoalex —– DIGÃO [[[1]]] Barnabé.

  27. Eduardo Arreguy Campos disse:

    DEDÉ.

  28. SÍNDICO disse:

    RAFAEL MARQUES recebeu uma rara chance de jogar neste domingo e marcou o gol do Cruzeiro contra o Patrocinense. Até então, o atacante só havia sido utilizado em uma partida de 2018. Apesar de ter passado despercebido no 1º tempo, assim como a maioria do time, o centroavante correspondeu na etapa final e balançou as redes em uma das poucas oportunidades criadas pelo time. Foi o segundo gol marcado por ele com a camisa celeste. O primeiro havia acontecido há oito meses, contra o Paranaense, pelo Brasileiro. (Uol Esporte)