Henrique e Dedé, impecáveis

Por SÍNDICO | Em 18 de fevereiro de 2019

ATUAÇÕES dos protagonistas do AMÉRICA 0-0 CRUZEIRO, no Independência, Belo Horizonte, 17fev19dom17h30, 8ª rodada, Mineiro 2019:

TORCIDA CELESTE, embora tenha esgotado os ingressos à sua dissipação, não ocupou todos os espaços disponíveis. No grito, deu banho na galera pompom.

FÁBIO encaixou ou socou todas as bolas chutadas pelo ataque americano. O terreno molhado não foi obstáculo pra ele. Deu aula de goleiragem.

EDÍLSON jogou bem, marcando com segurança e apoiando quando havia espaços.

DEDÉ esteve perfeito, nas aéreas e nas terrestres.

LEO jogou com tranquilidade. Levou um susto com impasse interceptado por uma poça d’água logo no começo e tratou de se prevenir evitando passes rasteiros.

EGÍDIO travou bom duelo com boreal no primeiro tempo. O atacante não voltou pro segundo e ele continuou firme na partida. No ataque, não conseguiu encontrar Raniel nos cruzamentos.

HENRIQUE esteve perfeito na contenção. Apareceu pouco no apoio.

LUCAS ocupou bem os espaços e bloqueou algumas tentativas de chute dos americanos. No apoio, pouco acrescentou. saiu mais cedo porque o treinador queria um apoiador com facilidade de jogar coma canhota, após a saída de Marquinhos Gabriel.

ROBINHO não conseguiu organizar boas jogadas. Apoiou moderadamente na contenção.

RODRIGUINHO ficou sem espaços com as duas linhas de quatro do Coelho muito próximas. Além disto, sofreu marcação pessoal de Zé Ricardo. Lutou, mas foi pouco efetivo.

MARQUINHOS tentou algumas jogadas individuais, sem sucesso. saiu mais cedo, sem deixar saudade.

RANIEL recebeu poucas bolas adequadas pra finalização. Cavou um pênalti e foi punido com cartão amarelo. Quase marcou um gol desviando de cabeça uma bola de corner. Saiu mais cedo pra entrada de Sassá.

CABRAL substituiu Lucas, sem nada acrescentar ao time. levou amarelo e foi mais marcador do que apoiador.

RAFINHA melhorou o ataque ao substituir Marquinhos. Tentou jogadas individuais e deu um ótimo passe pra Sassá, que obrigou o goleiro Leal a fazer a defesa da partida.

SASSÁ entrou com a dissipação de sempre, mas só recebeu uma bola boa pra mandar pra rede. Mas o goleiro Leal não vacilou e a chance não se concretizou.

MANO escalou corretamente e substituiu adequadamente, embora sem ousadia. Seu time foi lento e nada criativo e ele não tinha opções pra mudar isto, pois não havia jogadores de velocidade, nem de criatividade no banco.

CRUZEIRO foi um time seguro, mas inofensivo. Rodriguinho, bem marcado, não criou nada de relevante, Robinho e Marquinhos, também não. E assim apenas uma chance foi criada, pouco demais pra quem só a vitória interessava.

AMÉRICA defendeu-se bem, com duas linhas de quatro e um volante dedicado a marcar Rodriguinho, mas não teve criatividade. Assim como o Cruzeiro, seus destaques foram os beques e o primeiro colante. O goleiro leal também se destacou ao defender uma bola aos pés de Sassá.

ÁRBITROS não mexeram no placar. O Juiz fez ampla distribuição de cartões amarelos. Quase todos por burrice dos atletas.

MelhorDoJogo => HENRIQUE [[[15]]] Uol, Penido, Viana, Pyxis, Jotapê, Fernandão, Vanda, Romarol, Bastos, Talentim, Márcio, Maury, Celeste, Barnabé, Patrícia —– DEDÉ [[[8]]] Fivestars, Carneiro, Marcoalex, Seisaum, Klauss, Bitencourt, Walterson, Síndico —– EDÍLSON [[[3]]] Domênico, Estevão, Dudu —– FÁBIO [[[2]]] Dinho, Morato —– ZÉ RICARDO [[[3]]] Ênio, Emerson, Leo —– JUSSANI [[[2]]] Álvaro, Reis —– BEROLA [[[2]]] Fábio, Rizzi —– PAULÃO [[[1]]] Damas —– GIVANILDO [[[1]]] Jottar…

85 comentários para “Henrique e Dedé, impecáveis”

  1. SÍNDICO disse:

    TORCIDA CELESTEm enojar tenha esgotados os ingressos à sua dissipação, não ocupou todos os espaços disponíveis. No grito, deu banho na galera do Coelho.

  2. SÍNDICO disse:

    FÁVIO encaixou ou socou todas as bolas chutadas pelo ataque americano. O terreno molhado não foi obstáculo pra ele. Deu aula de goleiragem.

  3. SÍNDICO disse:

    EDÍLSON jogou bem, marcando com segurança e apoiando quando havia espaços.

    • Tolentino disse:

      Continue fazendo força pra enxergar boas atuações no pesadão. Tá ficando divertido.

      • Tolentino disse:

        Mais engraçado é ver os etiquetófilos do blog – incluindo o blogueiro – fazendo ginástica pra ver boas atuações no paquidérmico lateral quando até o treineiro – seu principal fã – saiu em defesa do jogador na coletiva, atestando que a má fase vai passar com respaldo da comissão técnica e titularidade reafirmada.

  4. SÍNDICO disse:

    DEDÉ esteve perfeito, nas aéreas e nas terrestres.

  5. SÍNDICO disse:

    LEO jogou com tranquilidade. Levou um susto com impasse interceptado por uma poça d’água logo no colemço e tratou de se prevenir evitando passes rasteiros.

    • Tolentino disse:

      Tá na hora de levar uma bronca pra ficar esperto, tem repetido o erro primário de cruzar a bola na frente da meta do Fábio com certa frequência. Coisa que até o treinador já alertou.

  6. SÍNDICO disse:

    EGÍDIO travou bom duelo com Berola no primeiro tempo. O atacante não voltou pro segundo e ele continuou firme na partida. No ataque, não conseguiu encontrar Raniel nos cruzamentos.

  7. SÍNDICO disse:

    HENRIQUEesteve perfeito na contenção. Apareceu pouco no apoio.

  8. SÍNDICO disse:

    LUCAS ovupou bem os esp;cos e bloqueou algumas tentativas de chute dos americanos. No apoio, pouco acrescentou. saiu mais cedo porque o treinador queria um apoiador com facilidade de jogar coma canhota, após a saída de Marquinhos Gabriel.

    • Tolentino disse:

      Realmente, os excelentes lançamentos para o ataque na partida foram sorte. Quem apoiou bem foi o canhoto argentino…

  9. SÍNDICO disse:

    ROBINHO não conseguiu organizar boas jogadas. Apoiou moderadamente na contenção.

  10. SÍNDICO disse:

    RODRIGUINHO ficou sem espaços com as duas linhas de quatro do Coelho muito próximas. Além disto, sofreu marcação pessoal de Zé Ricardo. Lutou, mas foi pouco efetivo.

  11. SÍNDICO disse:

    MARQUINHOS tentou algumas jogadas individuais, sem sucesso. saiu mais cedo, sem deixar saudade.

  12. SÍNDICO disse:

    RANIEL recebeu poucas bolas adequadas pra finalização. Cavou um pênalti e foi punido com cartão amarelo. Quase marcou um gol desviando de cabeça uma bola de corner. Saiu mais cedo pra entrada de Sassá.

  13. SÍNDICO disse:

    CABRAL substituiu Lucas, sem nada acrescentar ao time. levou amarelo e foi mais marcador do que apoiador.

    • Tolentino disse:

      A expressão facial está cada vez mais condizente com o futebol do meia, volante ou sabe-se lá qual a posição dele. Talvez jogar de terno esteja atrapalhando a mobilidade do argentino…

  14. SÍNDICO disse:

    RAFINHA nelhorou o ataque ao substituir Marquinhos. Tentou jogadas individuais e deu um ótimo passe pra Sassá, que obrigou o goleiro Leal a fazer a defesa da partida.

  15. SÍNDICO disse:

    SASSÁ entrou com a dissipação de sempre, mas só recebeu uma bola boa pra mandar pra rede. Mas o goleiro Leal não vacilou e a chance não se concretizou.

    • Matheus Penido disse:

      Achei que o Sassá demorou a entender a jogada naquele lance. Tivesse pensado mais rápido chegaria antes do Leal.

  16. SÍNDICO disse:

    MANO escalou corretamente e substituiu adequadamente, embora sem ousadia. Seu time foi lento e nada criativo e ele não tinha opções pra mudar isto.pois não tinha jogadores de velocidade, nem de criatividade no banco.

    • BrunoBarros disse:

      Tá tirando leite de pedra, tem razão. Se não fosse o Mano o Cruzeiro hoje estaria na série D não é mesmo? Talvez até nem existisse mais. Sinto lhe dizer mas você está equivocado Síndico. O problema do Cruzeiro não é de falta de jogador x ou y. O elenco é bom, melhor do que a maioria. O futebol via de regra insosso é resultado muito mais de como a equipe é treinada pra jogar do que a falta de um nome ou outro. Esse pano que os abnegados fãs do limitado treinador insistem em passar a cada atuação medíocre da equipe já tá em farrapos.

      • SÍNDICO disse:

        Quem falou em tirar leite de pedra? Qual era o cara criativo que estava no banco e podia dar um upgrade no time? Qual era o velocista que estava no banco?

      • Bruno 7L RJ disse:

        Recuar Robinho, Sassá e Raniel juntos, Rodriguinho mais centralizado… da pra arriscar. Não é certeza de dar certo, mas partidas como a de ontem podem ser bons testes para arriscar. Mano tem muita convicção na forma dele jogar. Acho que esse tipo de crítica ao conservadorismo dele é jogar palavras ao vento.

      • Tolentino disse:

        Imagine se cada treinador que não encontrar formas de superar a dificuldade imposta pelo adversário use a ausência de jogador criativo no banco pra explicar resultado adverso…

      • BrunoBarros disse:

        Difícil mesmo é entender como um treinador que vê o seu time jogando pedrinha durante boa parte da partida sequer tenta algo diferente em termos táticos e encara mudanças ao estilo 6 por meia dúzia como a única forma de mudar o quadro de baixo rendimento da equipe. Não apenas ontem mas sempre, desde que chegou.

      • Matheus Penido disse:

        Bruno 7 L, tenho a impressão de que o Cruzeiro não marcaria gol ontem nem que jogasse até 10 da noite. O time estava travadaço e nas poucas vezes em que conseguia se articular o passe que seria decisivo saia errado. Mano não tem que se explicar pelas trocas que deixou de fazer, mas sim pelo time “arame liso” que montou.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Pode ser Penido. Só acho que ontem era uma partida boa pra ousar. Se perdesse, continuaria na mesma posição, a vitória valia a liderança, bom momento para testes que poderão ajudar em momentos mais decisivos… Mano tinha todas as justificativas. Vai ser seguro assim lá em Seven Lakes!

    • Bruno 7L RJ disse:

      Mesmo de sempre.

    • Tolentino disse:

      Síndico continua vendo o futebol como na década de 80. Acha que futebol se resolve na individualidade de algum craque no banco. Se este talentoso não existir então nada poderá ser feito. Futebol atualmente é coletivo. Isso significa dizer que treinamento, encaixe da equipe, variações táticas e substituições que mudem a dinâmica do jogo costumam decidir mais que algum jogador criativo tentando decidir sozinho. E o América – pra considerar o adversário – demonstra isso no campeonato.

      • Matheus Penido disse:

        “Futebol atualmente é coletivo. Isso significa dizer que treinamento, encaixe da equipe, variações táticas e substituições que mudem a dinâmica do jogo costumam decidir mais que algum jogador criativo tentando decidir sozinho.” Pronto, está quebrado o recorde de maior número de jargões futebolísticos proferidos num espaço tão curto. Depois de uma aula dessas, nem precisarei assistir mesas redondas por um mês. Ufa!

      • Tolentino disse:

        Tens razão, não se pode comentar sobre futebol sem usar os termos pertinentes ao esporte. Aliás nem os treinadores deveriam fazer quando falam principalmente “em competitividade”.

    • Matheus Penido disse:

      “MANO escalou corretamente e substituiu adequadamente”. Tenho minhas dúvidas. A melhor opção pra iniciar seria o Rafinha, por estar mais entrosado e ter mais mobilidade que o Marquinhos. Também não deu pra entender a troca do Lucas pelo Cabral. Se foi lesão OK, caso contrário ele só piorou o time.

  17. SÍNDICO disse:

    CRUZEIRO foi um time seguro, mas inofensivo. Rodriguinho, bem marcado, não criou nada de relevante, Robinho e Marquinhos, também não. E assim apenas uma chance foi criada, pouco demais pra quem só a vitória interessava.

  18. SÍNDICO disse:

    AMÉRICA defenedeu-se bem, mas não teve criatividade. Assim como o Cruzeiro, seus destaques foram os beques e o primeiro colante. O goleiro leal também se destacou ao defender uma bola aos pés de Sassá.

    • Tolentino disse:

      Como são as coisas né. Mesmo placar e destaques de posição parecida. Mas para um time de escassos recursos técnicos, reformulado recentemente, de treinador que chegou ainda este ano e que vem de jogo longe de casa no meio da semana foi um baita resultado. Diferente do adversário que busca desculpas na “falta de competitividade” de sua super folha salarial.

  19. SÍNDICO disse:

    ÁRBITROS não mexeram no placar. O Juiz fez ampla distribuição de cartões amarelos. Quase todos por burrice dos atletas,

  20. Fernandão disse:

    HENRIQUE o melhor disparado de um time que não foi brioso, nem ousado. Menção honrosa ao Rafinha (veja só) que quis alguma coisa. A zaga não falhou nem uma vez, mas teve pouquíssimo trabalho também. Marquinhos jogou de acordo com a sua beleza ontem.

  21. Tolentino disse:

    HENRIQUE foi o melhor. Mas perigo o síndico desconsiderar isso porque o volante sujou o calção no gramado e exaltar um tal argentino que segundo o blogueiro “joga de terno”.

    • SÍNDICO disse:

      Quem diz que o Cabral joga de terno são (oi eram) os redialistas (não confundir com radialistas). Eu apenas acho a expressão engraçada. E bem encaixada.

  22. SÍNDICO disse:

    APESAR DE TUDO, foi um jogo de futebol e, como tal, havia um adversário.

    • Tolentino disse:

      No início essa frase como observação pontual era pertinente. Mas agora não passa de chavão para ser repetido à exaustão a cada vez que o treineiro não consegue fazer com que seus comandados superem dificuldades mínimas impostas por adversários de série b a d.

  23. Bruno 7L RJ disse:

    HENRIQUE

  24. SÍNDICO disse:

    MelhorDoJogo => HENRIQUE [[[7]]] Uol, Setelagoas, Fernandão, Talentim, Maury, Barnabé, Patrícia —– DEDÉ [[[6]]] Marcoalex, Seisaum, Klauss, Bitencourt, Walterson, Síndico —– FÁBIO [[[2]]] Dinho, Morato —– EDÍLSON [[[1]]] Dudu —– ZÉ RICARDO [[[3]]] Ênio, Emerson, Leo —– JUSSANI [[[2]]] Álvaro, Reis —– BEROLA [[[1]]] Fábio…

  25. Bruno Furletti disse:

    Ainda não entendo a imensa má vontade com o Mano Menezes.

    • Thiago 5 estrelas disse:

      Também não entendo, torcedor é um bicho muito louco.

      • SÍNDICO disse:

        Entrem no Twitter. Aloprados pedindo a dispensa do Mano e do Henrique, dizendo que o melhor elenco do País tá dando vexame, xingando o Egídio por ter tomado uma caneta etc. O Brasil é uma Avenida Paulista atravessando o Piauí. a Lógica é mais escassa no Brasil do que comida na Venezuela.

      • Matheus Penido disse:

        Temos aquela sentença do Roberto Campos: “A burrice no Brasil tem um passado glorioso e um futuro promissor.” Se o velho economista tivesse se interessado por futebol, teria encontrado outro grande personagem pras suas extraordinárias frases: o singular torcedor de futebol.

      • JOAOCOSTA disse:

        Roberto Campos, vulgo Bob Fields, como economista, foi um excelente frasista. Só.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Eu procuro ser sensato nas críticas ao Mano. Mas me sinto na obrigação de dizer que esse elenco nas minhas mãos eu ganho até a Champions.

      • Matheus Penido disse:

        Verdade. O mundo é injusto: valorizam os esforçados e nós, os gênios, ficamos sem oportunidade.

  26. Matheus Penido disse:

    Os melhores do jogo dos ataques mortos: HENRIQUE, Dedé, Léo, Paulão e Zé Ricardo.

  27. Thiago 5 estrelas disse:

    Dedé

  28. Flavio Carneiro disse:

    MDJ = Dedé

  29. Flavio Carneiro disse:

    Lamentável as substituições do Mano ontem. O time precisando ganhar, sem conseguir criar nenhuma situação real de gol, e ele não muda o esquema de jogo. Tinha que colocar 2 atacantes abertos pelos lados e um centralizado, arriscando um pouco, para tentar abrir a defesa do adversário. Não sou um crítico ao trabalho dele, mas ontem ele contribuiu muito para o resultado negativo do time.

  30. Flavio Carneiro disse:

    O pior é constatar que as principais deficiências do time de 2018 não foram corrigidas. Continuamos com pouco agressividade no ataque e sem nenhum jogador capaz de desarmar defesas com dribles e velocidade. Um time técnico e pragmático, com pouca agressividade ofensiva. Podemos nos acostumar com muitos 0x0 e “goleadas” de 1×0, como vimos em 2018.

  31. mrr disse:

    Berola!

  32. Jotta R disse:

    Givanildo. Mostrou ao “RetrancANO” Menezes como se faz uma limonada com meio limão.

  33. CELESTE disse:

    Gostei. Alguns jogadores bem. Outros não renderam, caso do MARQUINHOS GABRIEL. O campo pesado e deve ter consumido muito da energia dos jogadores. Enfim, o caminho está trilhado. Mais alguns acertos e o time pode fazer um primeiro semestre melhor que no ano passado, na Libertadores e no Brasileiro.

  34. VELHO DAMAS disse:

    Vi o jogo e gostei do futebol do PAULÃO.

  35. JOTAPÊ disse:

    Sem Thiago Neves (e Arrascaeta, que agora não volta mais), esse time sente muito lá na frente. Neves precisa voltar para as finais. Melhor em campo: HENRIQUE.

  36. PYXIS disse:

    Quando a arbitragem é muito ruim e atrapalha o confronto, mesmo não cometendo erros graves. Isto tem sido uma constante e a mídia e, consequentemente, os tapados teleguiados vão atrás e se calam ante este despropósito. Será que não conseguem enxergar ou são apenas coniventes e querem ficar falando besteira nas mesas redondas de bestas quadradas? E o Mano tem que abrir o olho, pois finalizar apenas uma bola certa ao gol contra os pomponzinhos é um péssimo sinal. Capite? O time descansou uma semana, o adversário suou a semana inteira e o Mano não mostrou nenhuma qualidade na montagem do time. Melhor: HENRIQUE. Pior: Lucas. Herói: Ninguém. Vilão: Edílson. Notas: Fábio (6), Edílson (3), Dedé (5), Leo (5), Egídio (6), Henrique (7), Lucas (2), Cabral (Sem Nota), Robinho (4), Rodriguinho (4), Marquinhos (5), Rafinha (5), Raniel (4), Sassá (Sem Nota). Mano (3).