Polvo Gil

Por SÍNDICO | Em 14 de julho de 2010

Grande JS:
 
Well, acho que acabei acertando 2/3 do que palpitei em novembro: 

1 – Vejo como grandes promessas de um futebol cativante exatamente porque possuem o que há de melhor em termos de meio de campo. Falo de Inglaterra e Espanha… 

… Há tempos o meio de campo inglês conta com os talentos de Lampard e Gerrard. Mas era comum vê-los perdidos em campo, obrigados que eram a se revezar na ajuda à defesa por absoluta falta de um grande marcador à frente da zaga. Coisa que, por exemplo, Beckham nunca foi. 

Mas Capelo descobriu Gareth Barry quando jogava ainda no Aston Vila (depois foi comprado pelo milionário Manchester City) e o jovem jogador trouxe segurança e deu saída de bola exemplar para o time, liberando os dois talentos pra jogarem o futebol que encantam os torcedores do Chelsea e do Liverpool respectivamente. 

==> Bom, errei feio rsrsrs 

2 – É ali pelo meio do campo que enxergo a chave da campanha fantástica da Espanha nessas mesmas eliminatórias. Os excepcionais Xavi, Xabi Alonso, Fabregas e Iniesta jogam muita bola e possuem uma qualidade que poucos times conseguem nesse setor: são capazes, os quatro, de executar todas as funções do meio de campo. Revezam-se o tempo inteiro e enchem os atacantes de bolas atrás de bolas para que façam seus gols. 

Em um mesmo jogo é possível Fabregas começar jogando como primeiro volante e Iniesta como meia atacante, para em questão de minutos terem suas posições invertidas e assim sucessivamente com a participação dos outros dois. 

==> Na mosca!!!!! 

Agora o Brasil.

Entendo que Dunga, para minha surpresa absoluta, conseguiu montar a defesa brasileira com qualidade e do Kaká pra frente o time também tem momentos de grande futebol. O problema é onde começa o meio de campo. 

Talvez o DNA do treinador, volante mediano que sempre foi, o tenha levado a desperdiçar uma geração de grandes talentos, todos muito jovens, que poderiam fazer o meio de campo brasileiro semelhante, no sentido da improvisação e do talento, ao espanhol. Tinha, entre tantos outros, Denílson, Lucas, Anderson, Hernanes, Ramires, Elias, enfim, grandes jogadores que poderiam ser mais testados e aprimorados na formação de um meio de campo de puro talento.

Desses, apenas Ramires parece ter conseguido alguma confiança de Dunga, ainda assim mais pra reserva do que pra titular. A aposta em Gilberto Silva e Josué é uma apologia ao futebol simplista e burocrático que desanima qualquer um que tenha visto esses citados talentos jogar. Além do perigo que a instabilidade emocional de Felipe Melo traz à tona constantemente. 

==> De novo em cheio rsrsrrs

Abs,

Gilberto Gil

Gilberto Gil Camargo, 56, corintiano, analista de sistemas, fundador do Futiba -pioneiro dos sites de torcedores brasileiros-, autor do livro Saudades do Futuro – Uma paulicéia corintiana, que será lançado no centenário do Corinthians, nasceu na capital paulista e mora em Atibaia-SP.

62 comentários para “Polvo Gil”

  1. Jorge Santana disse:

    Denílson: mediano num time mediano. Lucas: testado e reprovado. Anderson: lescolesco demais. Hernanes: comeu banco até há pouco temo no SPFC. Ramires: estava ganhando a posição até cometer a burrice de se exclur da partida contra a Holanda. Elias: tem muito cartaz em Sampa, pouco fora. Mas deveria, sim, ter sido testado. Gilberto Silva e Josué, embora não sejam talentosos, não são toscos. Felipe não deveria ter ido, pois se jogou bem na Fiorentina, foi mal na Juventus. E o Elano, em campo, não foi o fiasco que prevíamos. Acho que o Dunga fez o melhor que poderia ter feito com o que o futebol brasileiro oferece no momento. Acertou em cheio ao esantear R10, demitido por incompetência do Barça e, agora, pelo Milan. Tentou Kaká, mas o garoto não tem mais a exuberância física de outros tempos.

    • Walterson disse:

      Bem, eu acho que o Josué é fraco para seleção e que o Elano não foi tão bem assim, mesmo tendo feito 2 gols. Basta lembrar que ele não fazia nada em campo contra os leões e até já iria ser substituído, quando apareceu o gol aberto pra ele empurrar a bola pra dentro. E o errro (dentre vários) foi tentar recuperar o Kaká durante a Copa.

    • Hugo 5erel0 disse:

      Discordo totalmente. Dunga deixou de levar bons nomes em nome da confiança em jogadores quase já ultrapassados, como se comprovou. E você não falou do Kléberson, o que achou dessa sensacional convocação? E Ramires não estava virando virando titular coisa nenhuma. Era reserva. Banco de um time que tinha Felipe Melo. Se entrou foi por falta das opções preferidas de Dunga.

    • claudio(xina)lemos disse:

      Ronaldinho Gaúcho se sair do Milan não será por incompetência pois foi o melhor jogador do time na temporada, fazendo grandes apresentações, incluisve foi o artilheiro do time e o lider de assistências do campeonato italiano inteiro. E olha que o sneijder joga na inter, um time muito melhor que o milan. Hernanes nunca foi Banco no SPFW mas o spfw só se acertou contra o cruzeiro, mas poderia ter tido mais chances antes, e talvez tivesse sido muito util na copa. Elano foi muito bem na copa. Gilberto Silva é muito bom. Josué joga na mesma posição que o Gilberto Silva o que não pode é os dois jogarem juntos.

      • Douglas_Sorocaba disse:

        Concordo plenamente com seu comentário, Xina!
        Pra mim, Hernanes, Ganso e Ronaldinho Gaúcho são jogadores que jamais deveriam ter ficado fora fora dessa seleção. Alguém pode dizer “ah, mas o Ganso estava bichado, foi operado após a não convocação!”, mas era só ele jogar como vinha jogando, mesmo no sacrifício, que ajudaria muito na armação de jogadas do time.
        Esperem até o Hernanes sair do SP e ir parar em um time top europeu, pra ver esse cara arrebentar. Pra mim é o melhor jogador em atividade no Brasil, há uns 2 anos. E olhe que eu odeio o SP!

  2. Jorge Santana disse:

    Quanto aos 4 volantes do Barça, veja que o Fábregas foi bancário pro Busquets jogar de área. E quando o Fábregas jogou, o time ficou com 5 volantes e pouca capaidade de decidir. A Espanha foi a pior campeã de todos os tempos na final mais insossa de todas as copas. Foi a campeãcom menor número de gols, a que chegou com 3 atletas pré-selecionados ara ficar com o título de melhor da Copa não emplacou nenhum deles. Não se discute a qualidade dos jogadores espanhóis. lguns deles, dariam até sorte de jogar no Cruzeiro… São bons, o que não sabem é oferecer futebol com um mínimo de emoção. Depois do Joga Bonito, apareceu o Joga Chato no futebol mundial. Agora, falta o treiandor da Ferroviária de Araraquara querer impllantar o estilo na Fonte Luminosa.

    • Sobrinho disse:

      Só contra o Paraguai o Fabregas entrou no lugar de um atacante e engraçado é a Espanha melhorou e fez depois que ele entrou. Vai entender né.

  3. Jorge Santana disse:

    Sobre a volantada, registre-se que o Adílson foi perseguido violentamente por microfonistas mineiros, seus teleguiados e muitas hienas que torciam pro Cruzeiro perder por ódio ao treinador e sua concepção de futebol (ou apenas por escalar 3 volantes). Três que atacavam o tempo todo. Imagine se ele põe cinco em campo como Del Bosque fez? Não gostei do futebol da Espanha. Muitos craques, nenhum espetáculo na feira do futebol. A Alemanha foi a novidade. Completa e com mais vivência teria sido finalista. Se tivesse treinador, a Argentina tb teria ido mais longe. Ao Brasil, faltou sorte. Jogou 45 minutos melhores contra a Holanda do que os 120 da Espanha. Mas em Copa, um erro besta põe tudo a perder. Dois, então, em dez minutois são fatais.

    • Sobrinho disse:

      Tadinha da alemanha, SE tivesse completa e com mais 4 anos de vivência teria ganhado da Espanha. Acho que eles deveriam ter pedido para adiar o jogo.

      • Mauro França disse:

        Taí a fonte da insatisfação do JS com a Espanha: ter batido o “exuberante” time alemão, que havia se transformado no seu xodó ao bater a Argentina de Maradona.

      • Jorge Santana disse:

        Bobagem. Suiça e USA bateram a Espanha. Nesta Copa, a Alemanha foi a novidade. Já o telecoteco espanhol foi o sonífero de sempre.

      • Sobrinho disse:

        Suiça e USA… e a lista para por ai!

    • Sobrinho disse:

      E o jogo mais difícil da Espanha na copa foi contra o Paraguai. Paraguai é melhor que a Alemanha!

      • Jorge Santana disse:

        Nem Suiça, nem Paraguai, que deram chocolate na Espanha são bons. Agora, se o Cardozo mete o gol de pênalti ao invés de atrsar a bola pro Casillas, vcs estariam reverenciando outros santos a mando dos mesa-redondistas.

      • Sobrinho disse:

        O SE está jogando para caramba no seu teclado ultimamente, hein!!!

      • Mauro França disse:

        E sempre volta a referencia aos mesa-redondistas. Os mesmos que encheram a bola da Alemanha até o jogo com a Espanha. Vc estava a mando deles também?

      • Mauro França disse:

        “Dar um chocolate” era uma expressão que remetia a uma partida perfeita, a uma goleada, um massacre de um time sobre o outro. JS inventa o chocolate ao contrário. O time dá um chocolate e perde o jogo. Bem amargo, deve ser.

      • reinaldo disse:

        Brilhante, Mauro!

      • Jorge Santana disse:

        Ok, a Suiça deu chocolate, o Paraguai erva mate.

  4. Não caí nessa não! Não falou nada diferente do óbvio e do que todo mundo falava antes da Copa. Que a Espanha tinha um bom meio de campo, que faltava qualidade ao Brasil… Nada demais!

  5. Walterson disse:

    Pois é, o polvo acerta o vencedor do jogo (50% de chance) e vira notícia. Eu acerto o campeão e o vice um mês antes de começar a copa e não aparece um repórter da Rede Vida pra me entrevistar. É muito preconceito com o brasileiro. Ah, se eu fosse alemão… Sobre a final, eu gostei do jogo, muito melhor que a insossa final de 1994. Foi o primeiro jogo da Espanha que eu assisti e, ao contrário daquela copa, este jogo eu vi inteirinho.

  6. Dylan disse:

    uma das coisas mais óbvias do futebol é que sistema e conceitos nao ganham jogoo. Jogadores sim. Um meio campo com Busquets, Xabi Alonso, Xavi e Iniesta vai ganhar copa do mundo. Outro com Henrique, Fabricio, Paraná e Gilberto vai ganhar só campeonato mineiro e as vezes nem isto. Tanto que a primeira providencia do Cuca foi o desmonte disto. Um treinador tem que erguer um time em torno do que tem de melhor. Foi o que o Del Bosque fez e que eu espero que o Cuca faça. No mais, concordo com o Gilberto Gil especialmente no que diz respeito ao meio campo do Brasil. O pior de todos os tempos segundo Rivelino. O pior dos últimos 150 anos segundo Gerson. Aquele que Crruijff nao pagaria pra ver. To com os craques. Aliás, Gilberto Gil é nome de craque.

    • Sobrinho disse:

      Mudança radical à vista, sai MParaná entra Roger. Agora vai! Seremos campeões mundiais ainda esse ano!!!

    • Jorge Santana disse:

      Platitudes habituais. Pô, vá gastar espaço em blogs da sua trocida… Pede uns endereços pro Velho Damas.

    • simone b de castro disse:

      Grande feito do Cuca! Tirou o Paraná e colocou o grande craque Roger Galera. Que desmonte! Cuca é um gênio! Roger era o que faltava para o Cruzeiro ser campeão!

      • simone b de castro disse:

        Gente, o negócio é ser internacional! É ter fama, mídia, aí o jogador é ótimo! Mas o que valem um Paraná, um Fabrício, um Gilberto, ainda mais jogando em MG???? Passam a não ser nada, comparados com os espanhóis…

    • Frede disse:

      pfiu…

    • Rogério disse:

      Tudo como dantes.

      • Caramba!
        Esse cara é mala demais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
        Quanto mais ele é enxotado daqui, mais ele volta com asneiras.
        Comparar meio de campo da Seleção Espanhola com meio de campo do Cruzeiro!

  7. matheus t penido disse:

    Concordo que faltou talento no meio-campo (até porque a defesa era boa e o ataque razoável) mas os nomes sugeridos tb naum chegam a ser sumidades. Lucas foi testado e não agradou, Anderson está pra ser demitido do Manu, Denilson tb naum empolga. Eu testaria Hernanes e Elias mas tb não seria garantia de nada. Resumindo não temos tantos meio campistas de tanta qualidade qto sugerem nossas mesas redondas.

    • Jorge Santana disse:

      Parece que havia talentos dando sopa e não foram convocados. É sempre a mesma conversa. Se o Brasil perde, algum culpadop há de haver, pois isto aqui é o país do futebol (e nem isto é) com talentos de sobra. E vejam que o jogador mais badalado do país, R10, foi demitido do Barça, está sendo escorraçado do Milan e passa o tempo dando canja em Copacabana tentando descolar uma boquinha no Flamengo. O outro, o R9, tá uma pipa. E Kaká, chumbado. Assim, restaram Maicon, Júlio César e Lúcio como os grandes astros da companhia. E a culpa é do treinador.

      • matheus t penido disse:

        E é bom lembrar que o pior meio de campo dos últimos 150 anos não perdeu sozinho. Julio Cesar, considerado por todos como o melhor goleiro do mundo, falhou no gol que desestabilizou todo o time e a própria defesa levou um tento de escanteio de um cara de 1, 70 m. E os caras que deviam resolver lá na frente na hora H negaram fogo ( como já haviam feito em 2006 ) : Robinho falou mto, fez alguma fumaça mas na hora da onça beber água piou, Káká sem força não decide nada e Luis Fabiano lutou mto, mas qdo a bola não chegava nada podia fazer tb. Ou seja, não temos tantos gdes craques e jogadores decisivos como imaginamos. Aí o jeito é inventar histórias e mantras pra falar nas mesas redondas.

      • Dylan disse:

        Matheus, o Sneijder tem 1,64…

      • Rogério disse:

        Bem que o R10 poderia passar um tempo dando canja na Lagoa da Pampulha tentando uma boquinha no Cruzeiro.

      • Hugo 5erel0 disse:

        Não. JS falou que ele tá ultrapassado. Tem gente aqui que detesta e o rotula de firuleiro. Se juntar só seus perseguidores do blog, já dá uma sonora vaia no dentuço.

    • Walterson disse:

      Pois é, quem poderia ter sido convocado e feito alguma diferença nem foi cogitado. Por que não dar uma chance ao Alex, o único camisa 10 de fato do Brasil ultimamente? Ou mesmo testar o Ganso, que estava num bom momento?

      • Dylan disse:

        Tinha Alex, tinha Ganso, tinha Neymar. Um treinador de seleção brasileira que olha pro banco e se ve impossibilitado de fazer uma terceira substituição pra mudar a cara de um jogo no qual seu time perdia de irrisórios 2×1 assinou seu definitivo atestado de inadequação a função. Tá lazaronizado. Não tem jeito,

      • Sobrinho disse:

        O maior problema do Brasil eram os volantes e o pessoal só cita Alex, Ganso, Neymar, R10, ou seja…

      • Hugo 5erel0 disse:

        Volante? Era o que mais tinha. Tirando o Felipe Melo, o resto nãpo comprometeu. O maior problema do Brasil foi o camisa 10 que não jogou absolutamente nada e nem reserrva havia pra ele.

      • Sobrinho disse:

        Kaka esteve longe do jogar absolutamente nada. O problema do Brasil mesmo foi tomar dois gols de vacilos da melhor defesa do mundo e a falta de cabeça dos jogadores, principalmente de um dos seus volantes mais talentosos, não mesmo!!

      • Sobrinho disse:

        E para ficar claro, quando digo volante eu penso em Xavi, Fabregas, Gerrard, Lampard, Schweinsteiger, só para não ter confusão,

      • claudio(xina)lemos disse:

        KKKKKKKKKK, o Xavi virou volante agora? Então Iniesta e Xavi São volantes? Para mim eram armadores, não devo entender nada de futebol.

      • Hugo 5erel0 disse:

        Dá mesma forma que dá vontade de chorar quando se olha pra um banco com Kléberson, Josué, Júlio Baptista, Doni…

      • Rogério disse:

        Diria que o Alex é um dos jogadores mais injustiçados da história do futebol, não ter disputado uma Copa do Mundo foi um dos maiores absurdos.

      • Walterson disse:

        Depois do Dirceu Lopes, né?

      • Rogério disse:

        Disse que é um dos mais injustiçados e não o mais injustiçado.

      • Rogério disse:

        O Dirceu Lopes jogou mais que o Alex, mas a concorrencia na época do Dirceu era bem mais forte, não foi um grande perna de pau no lugar do Dirceu Lopes, já no lugar do Alex foram vários pernas de pau, cito o Julio Baptista com um dos pernas de pau que foram no lugar do Alex.

  8. mariana disse:

    Nessa eu tô com o JS!

  9. Hugo 5erel0 disse:

    Gilberto, Dunga NUNCA foi volante mediano. Jogava muito e era um jogador com grandes recursos e muita técnica. Ronaldo é um dos que mais elogiam as qualidades que ele tinha, diz que foi o melhor volante que ele já jgou com ele. Não foi a toa que Dunga disputou 3 Copas do Mundo como titular e, par tristeza de seus preseguidores, levantou o caneco em 94 pra rechear uma carreira vitoriosa.

  10. Hugo 5erel0 disse:

    É impressionante como cobram de Ronaldinho de maneira inversamente proporcional como cobram de Kaká. Enquanto um é execrado por não jogar o futebol de 2005, o outro é aliviado em qualquer fiasco. Essa é a segunda Copa que o Kaká fracassa feio individualmente. O que ele fez em 2006? Pra mim, foi um dos piores. E o que ele fez nessa Copa? Se não tinha condições totais, que ficasse na reserva ou que nem fosse.

  11. Hugo 5erel0 disse:

    É impressionante como cobram de Gaúcho de maneira inversamente proporcional como cobram de Kaká. Enquanto um é e.xecrado por não jogar o futebol de 2005, o outro é a.liviado em qualquer fi.asco. Essa é a segunda Copa que o Kaká fra.cassa feio individualmente. O que ele fez em 2006? Pra mim, foi um dos piores. E o que ele fez nessa Copa? Se não tinha condições totais, que ficasse na reserva ou que nem fosse.

  12. Jorge Santana disse:

    O Brasil perdeu a Copa de marmanjos porque o Dunga não convocou o Ganso com o qual o país perdeu um Mundial Sub20. Na final contra Gana, ele foi uma pirâmide, a mais nova do Egito. Mas é o tal negócio: pra detonar o treinador vale qualquer oportunismo. Tá criado o hieno-burrismo. Ou o burro-hienismo, tanto faz.

    • Hugo 5erel0 disse:

      Ganso foi TITULAR e considerado um dos melhores jogadores do torneio. Foi vice campeão, o que na sua cabeça é “fracasso”. Engraçado, então, o que foi a Seleção na Copa?

      • Jorge Santana disse:

        Ganso foi considerado um dos melhores da Sub20? Deixa pra lá. Se continaur a prosa, vão pedir o Pato, o Marreco e até alguma Franga.

      • Dylan disse:

        Todo mundo pediu o Gansdo na seleção. Todo mundo que entende de futebol, claro. Todo mund oestava errado, entreles Rivelino, Carlos Albertyo, Gerosn, Tostão, Socrates. Menos claro o Dunga que demonstrou seu conhecimento convocando Kleberson, Josué e Julio Batista.

      • Jorge Santana disse:

        teleguiado, incapaz de pensar sem muletas.

  13. Naldo disse:

    Com relação a Inglaterra fica a surpresa negativa. Tem bons jogadores, tem um técnico consagrado, tem um futebol organizado, mas não tem sido feliz em Copas. Ganhou apenas uma em casa com um gol irregular e acabou sendo goleada pela mesma Alemanha, vice à época, tendo um gol legítimo anulado que poderia ter feito diferença no jogo.

    • Douglas_Sorocaba disse:

      A Inglaterra tem um bom time, com ótimos jogadores. Poderia ter se classificado e conseguido o título ou um pódio, não fosse o erro crasso da arbitragem, que não viu aquela bola entrar meio metro. Mas são apenas suposições. Assim como suponho que o Brasil teria perdido pelo mesmo placar para a Holanda com o Felipe Melo em campo até o final do jogo. Acabou salvando o time de um vexame maior e de críticas mais pesadas, pois “a culpa foi dele, com aquela expulsão idiota”.