Mano: “Nada funcionou bem”

Por SÍNDICO | Em 9 de novembro de 2017

PITACOS de protagonistas e comentaristas acerca do FLAMENGO 2×0 CRUZEIRO, neste 08nov17qua21h45, no Luso-brasileiro (20 mil), Rio de Janeiro, 33ª rodada do Brasileiro 2017:

MANO MENEZES: Não merecemos outro resultado que não fosse a derrota. Se não me engano, não chutamos uma bola direito a gol, chutamos uma com Neves no 2º tempo, que mal mal chegou ao gol. Isso é uma dificuldade. Nada funcionou bem, aí pra chegar ao gol é algo diferente do que a gente faz. Até coloquei o Jonata pra tentar algo com bola parada, porque com a bola rolando, estava muito difícil. Tivemos dificuldade por mérito do Flamengo, que não deixou a gente criar, mas muito por uma atuação abaixo do nosso nível. Ganhamos vários jogos sem Arrascaeta, sem Rafinha. Claro que quando começa a somar ausências, você não consegue atender as expectativas de um jogo duro como esse. Cometemos muitos erros, de passe, de tomada de decisão, tem a ver com a preparação do jogo. As coisas não andaram bem.

HENRIQUE, volante e capitão: Erramos muito. Erramos coisas que não estamos acostumados a errar e, quando se erra muito, o adversário tem mais chances. Por isso, fomos derrotados.

FÁBIO, goleiro: A equipe não rendeu, é nítido, e o Flamengo soube aproveitar suas oportunidades. No segundo gol, Vinícius foi feliz no chute, colocando a bola embaixo do meu corpo e aí fica difícil.

GLOBO ESPORTE: Marques recebeu voto de confiança de Mano pra começar jogando, mas foi muito mal. Ficou isolado, não ajudou muito na recomposição, não finalizou e não conseguiu dominar a bola que recebeu dentro da área e saiu no intervalo.

BRUNO SETELAGOAS: Vários jogadores não estão ajudando, mas assusta a falta de capacidade do Mano pra tentar algo diferente. Jair Ventura escalou Diogo Barbosa no meio muitas vezes. Por que Mano não tenta um dobradinha do Barbosa com o Bryan?

SÍNDICO: O desespero do Mano durante o jogo mostra que pra o campeonato do Cruzeiro ainda não acabou. Mas ele faria um tremendo bem pra seu projeto escalando um time mais objetivo. Essa de Marques e Alisson se revezando na frente foi de amargar.

FÁBIO VELAME: Enquanto estava zero a zero, o time celeste não fez questão de atacar. Depois que tomou o gol, acelerou o jogo, mas também não conseguiu arrumar nada. Péssima exibição.

GIL CAMPOS: Fábio foi o único a atuar bem. De resto, Mano vai, jogo a jogo, fazendo com que eu perca o interesse em ver as partidas do Cruzeiro.

38 comentários para “Mano: “Nada funcionou bem””

  1. SÍNDICO disse:

    CLASSIFICAÇÃO: 1º Corinthians 65 —– 2º Grêmio 57 — 3º Santos 56 — 4º Palmeiras 54 —– 5º Bota 51 — 6º Cruzeiro 51 —– 7º Fla 50 —– 8º Vasco 48 —– 9º Bahia 45 —- 10º Mineiro 45 — 11º Saumpaulo 44 — 12º Flu 43 — 13º Cap 42 — 14º Chape 41 —– 15º Coxa 39 — 16º Vitória 38 —- 17º Sport 36 —– 18º Ponte 35 —– 19º Avaí 35 —– 20º Goianiense 27.

    • SÍNDICO disse:

      ARTILHARIA. 17. Dourado — 16. Jô —– 13. André —– 11. Lucca — 10. Diego87, Roger —- 9. Hernanes, Edigar, Fred —– 8. NEVES, Trellez, Diego, Fernandinho, Evertongremio, Ricardo —– 7. Dudu, Bigode, Dutra, Almeida, Trellez, Neilton, Luizfernando, Mendoza, Pratto.

  2. SÍNDICO disse:

    MANO MENEZES: “Ainda é um pouco cedo pra Jonata assumir toda essa responsabildiade. Minha ideia é sempre colocá-lo durante o jogo. Rafa Marques recebeu a segunda oportunidade de começar jogando. Contra o Palmeiras foi melhor, contra o Flamengo tivemos dificuldade com ele. Mas são jogadores que estão aí, e eu preciso formar uma ideia do que eles podem fazer no campo, jogando, pra ser justo como todo mundo, com o clube, com jogador”.

  3. SÍNDICO disse:

    MANO MENEZES: “O que queríamos com o Rafael Marques jogando mais pelo lado era usar a velocidade de Alisson mais agudo, em direção ao gol. Mas não conseguimos ficar com a bola, o Marques começou a sofrer pra marcar o lado. E Alisson é melhor pra marcar o lado, é mais rápido”.

    • Magno Antunes Dos Santos disse:

      Ele descobriu isso só nesse jogo e sozinho??? Ou tá só sacaneando os torcedores que o criticam???

      • zuloobas disse:

        Prezado Síndico, como os jogadores não demonstram mais NENHUM interesse na temporada atual e temos muitos desfalques, sendo obrigados a girar bem o elenco e conhecer as peças com as quais contamos, queria ler os amigos discorrerem em um tópico sobre 2018. Pra mim, o horizonte é parecido com o fim de 2015. Naquela ocasião, o time fez a 2ª melhor campanha do returno do BR mas as escolhas, diante do orçamento reduzido, não se mostraram inteligentes. Seremos inteligentes desta vez? A inflar o elenco e trazer muita promessa, vou com o que temos, completando com a base os lugares de Sóbis, Marques, Lucas Silva, Lennon e Élber. Só sei que software de desempenho não deu certo e contratar a esmo, sob pena de pexa de grande caloteiro, também não me apraz.

      • Paulo Rafael disse:

        zuloobas, a torcida não aceitaria. Ela quer ir a Confins buscar pelo menos um jogador caro e superestimado. Se não tiver isso, haverá ameaças de cancelamento do sócio, protestos na Toca, pichações etc. Em paralelo a isso, os jovens da base seriam queimados, já que exigiriam deles o mesmo desempenho de jogadores rodados e que ganham 700 mil/mês.

      • Paulo Rafael disse:

        São os mesmos torcedores que pediam a cabeça do Mano no primeiro semestre e comemorou a permanência dele, ignorando o impacto financeiro que isso vai trazer para as combalidas finanças do clube. Elevou a auto-estima do cruzeirense, que “venceu” a disputa pelo Mano com o Palmeiras, contra a mídia do eixo. A conta vai chegar em breve.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Se algum software de desempenho indicou Rafael Marques, pode dar shift+del.

      • Miguel Tolentino disse:

        Bruno, o software de despenho que indicou Rafael Marques foi o mesmo que indicou Jhon Lennon, avalizou a rifada do Mayke e indicou o retorno do lateral-esquerdo Fabrício. Chama-se ManoApp.

  4. SÍNDICO disse:

    ELBER só entra nas podres. Vai passar pelo Cruzeiro sem ter tido oportunidade de uma sequência como titular. O torcedor não quer nem saber. Se ele entra e não resolve, desce o cacete.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Invencionice. Elber já teve oportunidades demais.

      • SÍNDICO disse:

        ELBER só entra nas podres. E quando entra no começo sai no intervalo.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Pensando bem e revendo meu comentário, Talentim disse uma coisa importante mesmo. Élber entrou no time contra o CAP e fez boa partida. Contra o Porco e Grêmio foi bem tbm. Na minha opinião foram apresentações bem seguros do time Meneziano. Elber tem saúde para recompor e sair em velocidade. Mas só em sonho Mano colocar um Robinho no banco para acertar o time com ele.

    • Miguel Tolentino disse:

      Quando teve sequência curta durante a temporada foi bem. Entrando como titular compôs a linha de 4 como nenhum dos pontas além do Rafinha compôs e ainda arriscou contragolpes em velocidade. Quando voltou a ser acionado na fogueira acrescentou pouco.

      • matheus t penido disse:

        Quem foi mais útil na temporada : Elber ou Robinho?

      • Miguel Tolentino disse:

        Muitos vão pirar, mas creio que tenha sido o Élber. Aqueles de memória seletiva se esquecem de todas as vezes que o Mano se valeu da utilização do Élber no Brasileiro nos momentos em que o calendário mais exigiu. E a resposta do velocista foi sempre boa, principalmente no aspecto tático. Por outro lado, o meia de passe qualificado, quando não estava no Departamento Médico ou na transição para os gramados estava tentando readquirir ritmo de jogo. Em se tratando de custo/benefício então, Elber ganha de lavada.

      • Bruno 7L RJ disse:

        A resposta é Robinho, mas vale ressaltar que o Élber não recebeu as mesmas oportunidades. Isso sem contar o grau de importância de cada um e a expectativa do torcedor sobre a temporada de ambos.

  5. SÍNDICO disse:

    CHURRASCÃO mal sucedido o que fizeram alguns torcedores pra comemorar a troca de Mayke pelo Marques.

  6. Bruno 7L RJ disse:

    Valeu a moral, Síndico.

  7. Bruno 7L RJ disse:

    “A verdade é que ele (Mano) arma uma retranca tão ferrenha que nem o time dele consegue sair. E a cada jogo mal jogado bons jogadores vão virando perebas incorrigíveis” – Barros, Bruno

    • Bruno 7L RJ disse:

      “Certa vez, no intervalo de um jogo em que tinha marcado um gol, Sóbis deu uma entrevista dizendo que fica feliz pelo gol mas que ele ajuda mais o time recompondo e marcando com dedicação. O Mano é tão fod@ no poder de convencimento que um atacante tem mais tesão em defender do que meter gol. Acho que o Alisson passa pelo mesmo processo, além da ausência total de confiança.” Chaves, Matheus.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Clap, clap, clap, clap, clap… Comentários que se complementam de dois grandes comentaristas deste espaço. Na coluna de pitacos do jogo contra o Porco, @Marc e @Economista fizeram comentários nesse sentido.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Não sei o que dizer sobre o que acontece com o Cruzeiro em termos ofensivos. O estilo de jogo e correr atrás dos caras o jogo inteiro e lutar por uma bola. Esquema do folclórico Joel “Natalino” Santana. Espero que o Mano reveja tudo isso para 2018. Que ele se espelhe no que fez no 2º semestre de 2015.

      • Miguel Tolentino disse:

        De fato, isso explica a queda de produção do De Arrascaeta que vinha numa ascensão grande com Paulo Bento e chegou a ser até preterido por Mano Menezes.

  8. Celeste disse:

    Não entendi a surpresa do MM com a inoperância ofensiva no primeiro tempo. Essa tem sido a principal característica do time durante a temporada. E isso vai se repetir em 2018. Afinal ele, MM, continuará no banco e parece não saber trabalhar o time para lutar pela essência do futebol: o gol!

  9. SÍNDICO disse:

    @RealBennytheDog => Que droga é essa q estão tomando lá em SP que querem Don Ariel Cabral pelo Hudson?

  10. Bruno 7L RJ disse:

    Mano revelou que pretendia fazer no duelo de quarta-feira contra o Flamengo (derrota por 2 a 0, na Ilha do Urubu), uma espécie de “dobra” nas laterais com Diogo Barbosa e Bryan. “Ia fazer uma experiência na quarta-feira contra o Flamengo, mas não foi possível fazer, que era usar Bryan na primeira linha e Diogo na segunda. É uma possibilidade que temos pela frente também. A gente muda o jeito de jogar e podemos utilizar mais jogadores”.

  11. zuloobas disse:

    Caro Bruno, não sou referência, pois gosto de “invencionices”. Luizinho era centroavante, Adriano, zagueiro, Elias, centroavante, Claysson mais estranho ainda: centroavante e volante, titular e campeão, no Cruzeiro, acho isso fascinante. O cask do Diogo como meia chega a me dar frio na barriga… Se desse certo, ia resolver grande parte de nosso problema ofensivo. E além do mais, o Diogo muitas vezes compromete defensivamente, muito em função de sua doação no campo todo. Creio que ele tem potencial enorme para repetir outro caso: Éverton Ribeiro, ex LE.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Fez muito bem com Jair Ventura. DB me lembra muito o estilo do André Luiz, lateral esquerdo que começou no SPFW e já passou pelo CEC. Telê escalou ele varias vezes de meia.