Mano: “Era o mínimo que buscávamos, saímos satisfeitos”

Por SÍNDICO | Em 9 de setembro de 2017

PITACOS acerca do FLAMENGO 1×1 CRUZEIRO, neste 07set17qui21h45, no Marcanã (78 mil, Rio, jogo de ida das finais da Copa do Brasil 2017.

MANO MENEZES: O Flamengo conseguiu controlar bem o jogo, criando as iniciativas. Nós até iniciamos bem, mas da  metade até o fim 1º tempo não conseguimos mais segurar a bola na frente. Aí passamos a ser atacados com muita frequência. Erramos muito a saída de bola. Alguns problemas são normais, em outros pontos estivemos abaixo, tudo dentro da normalidade pra um jogo esses. Saímos atrás, mas tivemos forças pra buscar o empate. Se tivéssemos um pouquinho mais de força física, no final, com Robinho, poderíamos ter virado o placar, pelas duas chances que tivemos. Mas Robinho não tinha mais condições. É normal. O resultado foi bom e leva a decisão pra nossa casa. Era o mínimo que buscávamos e saímos satisfeitos. Agora, vamos trocar o estádio e a cor da arquibancada, que fez muita diferença hoje e, certamente, vai fazer no Mineirão.

ARRASCAETA: Meu gol foi muito importante e agradeço ao departamento médico do Cruzeiro. Fizemos um trabalho intensivo e acreditamos muito que eu podia voltar na  final. Foi um período longo. Fiquei tratando a minha perna de segunda à domingo, dobrando turnos, com pouco tempo de folga. Eles se dedicaram muito e esse gol é para eles.

DOUGLAS VELLOSO: O jogo não foi um primor. Melhor pro Cruzeiro, que este bem na defesa, com alguns poucos erros na cobertura das laterais. O que faltou foi usar o ataque com mais frequência, tentar mais o gol, ser mais incisivo. Robinho estava apagado e era ele quem teria de fazer a bola chegar aos atacantes. Alisson limitou-se à contenção pelos lados, sem  produzir jogada em velocidade. A bequeira e os volantes estiveram bem postados e o Fábio mostrou sua qualidade diferenciada.

VALDIR CUNHA: O Cruzeiro terminou com mais fôlego. porque é mais time. Respeitar, sim, mas jogar por uma bola é exagero. O Cruzeiro tem time pra jogar em cima e ganhar sem sustos.

ERNESTO ARAUJO: Torcedor consciente não deve reclamar de impedimento no gol do Flamengo. Time que fica tomando pressão por um tempo tão prolongado, entrega sua sorte ao árbitro e ao adversário.

SETELAGOAS: Tá certo que já estava sem goleiro e com a bola quase parando, mas o Arrascaeta foi pro rebote como se estivesse numa pelada do Aterro. Vai ser frio e calmo lá assim, lá na Baixa da Égua!

76 comentários para “Mano: “Era o mínimo que buscávamos, saímos satisfeitos””

  1. SÍNDICO disse:

    MANO MENEZES: O objetivo de quem chega à final é ser campeão. Fizemos a primeira parte. Passamos a semana dizendo que não se pode jogar 90 minutos só, é pouco, pode não ser o suficiente, mesmo como segundo jogo sendo em casa. Não vamos nos iludir com facilidades. Não é assim e minhas equipes entendem isso muito bem. Sempre conscientizo muito sobre o que é ser campeão. É muito seleto o grupo de profissionais que chega pra conquistar uma Copa do Brasil. Nós chegamos como gostaríamos, com o segundo jogo em casa, jogando por uma vitória. Vamos trabalhar pra isso, sempre com muito respeito, porque do outro lado tem um grande adversário.

  2. SÍNDICO disse:

    MANO MENEZES: “Arrascaeta é um grande jogador, assim como os outros também. Não se ganha título com onze apenas. Precisamos de um grupo. E o grupo estava muito unido no vestiário. Tem sido muito comprometido. Só podemos chegar ao título com isso e com um futebol bem jogado, que eles têm condições de fazer. Hoje, num determinado momento, tive que segurar as substituições. Robinho, por exemplo, teve um desgaste total. Fábio deu um susto na gente na metade do 2º tempo, então tive que segurar as substituições. Mas tive também um pouco de cuidado. O gol saiu bem na hora que eu ia fazer a troca. Sei que os jogadores, caso do Thiago Neves, que estava com dois cartões amarelos, entram e campo preocupados e isso atrapalha o rendimento. A escolha foi tirar o Thiago Neves, porque, na função, jogando por dentro, Arrascaeta podia colaborar com a equipe e ser importante. Como foi, marcando o gol de empate”.

    • Todos os times que estão bem e na ponta dos campeonatos e ditos como os mais competitivos estão jogando por uma bola, sr. Valdir Cunha.

      • Uma coisa não invalida a outra,sr. Ernesto Araújo! O gol foi irregular sim e na cara do árbitro vigia. Sobre tomar pressão, Fábio fez 2 defesas realmente difícieis, no mais o Flamengo teve uma pressão inócua. Se defender faz parte do jogo e o Cruzeiro entrou bem consciente de que o título de decidirá em 180 minutos.

      • Pois eh, 7Lagoas. Isso se chama entender do q está fazendo…. Como Arrascaeta mesmo disse, se ele bate na bola de QQ jeito ela teria subido…. Se fosse o Abila, não haveria a tabela pq ele.nao saia da área, ou ele estaria impedido (pq sempre estava impedido) e chutaria pra cima, igual já fez em outras oportunidades….por isso prefiro os craques q se movimentam, em detrimento de atacantes brucutus.

      • Na minha opinião, a defesa mais difícil que o Fábio fez foi exatamente a que levamos o gol, pq a bola foi mudada a trajetória e o Fábio no reflexo conseguiu fazer a defesa. As demais, até mesmo aquela cabeçada, estão dentro do padrão Fábio de Qualidade. Defesas difícieis mesmo foi aquela que o Tiago Pegou no chute só Alisson.

      • Estar a tanto tempo sem ganhar um mata mata tem.feito de torcedores do Cruzeiro uns “memórias curta”, SR. Douglas Veloso. Nas 4 vezes q ganhamos a copa do Brasil, empatamos o primeiro jogo….seja em POA, SP, Maracanã e até mesmo no Mineirão no primeiro jogo contra o Palmeiras em 96. Torneio mata mata eh assim mesmo….fico imaginando como seria os comentários aqui após o 1×1 com Palmeiras em 96 e o Dida pegando tudo….. Iam dizer que abrimos mão de atacar, que o título já era, que Levi eh retranqueiro e não soube explorar as deficiências do Porco….ou o medroso Luxa, que ganhando de 1×0 no Maracanã “recuou” o time em 2003 e levou o empate….kkkkkkkkkk…. Ou até mesmo o 0x0 com SP em 2000, qdo o retranqueiro do Marco Aurélio abdicou de atacar o SP….kkkkkk

      • Bruno 7L RJ disse:

        O resultado foi ótimo, Vilela. Se segurar atrás é marca desse time. A maioria dos comentários são analisando as escolhas de Robinho e Sobis para tal estratégia. Penso que Elber se encaixa melhor nessa proposta, substituindo assim o Robinho. Os dois podem até jogar juntos, como no 2º jogo contra o Grêmio. Assim, o Elber pode correr pelo Robinho e o segundo pode se dedicar mais na saída e transição de bola sem se desgastar tanto, já que força física não é muito seu forte.

  3. Danilo_VIX disse:

    Resultado razoável e até certo ponto previsível! Tento evitar atribuir o enredo do jogo à postura (ou a falta dela) de Mano Menezes! Concordo integralmente com Ernesto e o gol do Flamengo me lembrou a atitude do time após o segundo gol contra o Londrina! Agora, com sérios problemas nacionalmente conhecidos em relação aos goleiros flamenguistas, bastava o Cruzeiro chutar mais ao gol para ter melhor sorte na partida. Nem isso Mano soube explorar! E o goleiro deles já havia dado sinal bem no início do jogo, num dos primeiros lances de ataque celeste de que entregaria a rapadura!!

    • Tiago Neves na coletiva disse q o Mano conversou a semana toda e preparou o time pra chutar mais a gol para explorar a instabilidade no gol do Flamengo, inclusive o gol do Cruzeiro saiu após um chute de fora da área que o goleiro deu rebote.Ai vem o azedume “nem isso o Mano soube explorar”…. Eh muita caixa de bicarbonato para anular essa azia….

      • Danilo_VIX disse:

        Isso não condiz com a própria atitude do treinador à beira do campo!! E no mais, o azedume vem do fato de ter plenas certezas que o time poderia sair com um resultado muito melhor se aproveitasse esse fato!

      • Danilo_VIX disse:

        Não sei você, mas eu quero meu time ganhando e sendo campeão! Agora se você se contenta com time jogando apaticamente, tipo como contra o Londrina, aí é questão de gosto!

      • Danilo_VIX disse:

        De uma forma ou de outra o fato é que o time não explorou a fragilidade do arqueiro flamenguista, e isso foi doído, tal como foi a atitude do time em campo (deveras defensiva) e a do treinador à beira dele!

      • Danilo_VIX disse:

        Ainda assim estou confiante com a vitória!!! Cruzeiro acima de tudo, temos mais time, mas temos que ter mais cabeça!

  4. Cruzeiro.Org disse:

    GANHE INGRESSO PRA DECISÃO. LEIA E PARTICIPE

    Arrascaeta dedica gol aos profissionais do Departamento Médico
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=50678

    Gabriel Brazão é convocado para a Copa do Mundo Sub-17, na Índia
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=50679

    Torcida do Cruzeiro cala flamenguistas e assusta a mídia do eixo
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=50680

    Sada Cruzeiro vence JF Vôlei e segue invicto no Campeonato Mineiro
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=50681

    Copa do Brasil: Ingressos Minas Arena esgotados para a final
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=50682

  5. Mauro Franca disse:

    Entendo que juízes não devem interferir no andamento do jogo, muito menos alterar placar, independente do que os times mostrem em campo. Erros de arbitragem não se justificam porque o time prejudicado eventualmente esteja jogando mal, o que nem era o caso nesse jogo.

    • Mauro Franca disse:

      A estratégia foi a mesma do jogo contra o Grêmio em POA, e foi até melhor executada, com uma atuação firme e segura de todo o sistema defensivo. É uma estratégia válida para um primeiro jogo de mata-mata, fora de casa, quando o mais importante é fazer um bom resultado e levar a decisão para o segundo jogo em casa. E isso o Cruzeiro fez muito bem.

      • Mauro Franca disse:

        O fato é que mesmo com maior volume o Flamengo pouco ameaçou, no sentido de criar chances claras de gol. Rodou muito a bola no campo de ataque, mas não foi incisivo, em função da postura do Cruzeiro. Não vi uma pressão avassaladora do Flamengo, nem vi o Cruzeiro acuado, muito pelo contrário, foi um time seguro e consciente.

      • Mauro Franca disse:

        O que não tem funcionado bem é a saída para o ataque, quando o time recupera a bola, e isto já vem acontecendo há tempos, pelas características ou pelas condições físicas dos meias.

      • Bruno 7L RJ disse:

        A estratégia pode ter sido boa, mas a escolha das peças, nem tanto. Elber no lugar Robinho teria mais condições de puxar um contra ataque e Sobis não fedeu nem cheirou. Para cumprir bem a estratégia citada por vc, talvez a formação do 1º tempo contra o Grêmio, no jogo da volta, fosse mais adequada. De qq maneira, o que valeu foi o bom resultado.

      • B7L, dizer q a escolha não foi boa agora eh ser profeta do acontecido…Duvido q vc escalaria Elber logo de cara…

      • Bruno 7L RJ disse:

        Tenho defendido o Elber de titular desde o jogo contra o CAP, quando ganhamos de 0 a 2. E fui um dos que elogiou muito a escalação no jogo de volta contra o Grêmio. Eu não sou fã do Elber, inclusive fui a favor de negociá-lo quando fez bom brasileiro pelo Sport. Mas IMO com ele em campo, o CEC fez as melhores apresentações dentro dessa proposta do Mano. Se tiver que optar por ele e o Robinho, sou mais ele pois tem saúde, fôlego de sobra para as multitarefas propostas pelo comandante.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Vilela, apresente seus argumentos sobre Sobis e Robinho titulares e vamos debater, meu camarada. Sem esses jargões “torcedor das próprias convicções” e coisas similares. Acho que nem o Mano tem tanta convicção neles. Os meus argumentos estão na “mesa”. Certos ou não, pelo menos têm coerência com o que eu penso.

  6. Sobre o post: 1) Sempre mais do mesmo. “A obstinação de não perder tira a vontade de vencer”. —– 2) IDEM —– 3) IDEM —– 4) IDEM. —– Em relação à torcida, deixa cada um torcer como quer, não é mesmo? —– Defender árbitro incompetente e ladrão não deve NUNCA ser papel de torcedor cruzeirense. Mas é compreensível… não viveram 1974. —– 5) Talvez seja efeito do gol perdido pelo Alex. Veja a entrevista que ele deu ao Roger sobre como fez o gol… Ele é assim… Se deixarem ele solto em campo… mas se sofrer marcação cerrada, pode sumir… Prefiro o meio com ele e Neves… um dos dois sempre estará menos marcado… Um técnico mais qualificado faria muito… o problema é que Arrascaeta não marca ninguém e Neves não aguenta marcar ninguém mais… Aí somos obrigados a atuar Robinho, Rafinha e quetais…

  7. S@muel disse:

    O Mano admitiu que o time não jogou bem e não merecia vencer. Isso é muito bom. Agora é armar o time pra jogar bem e vencer no Mineirão. A parte defensiva está certinha mas o time tá tomando pressão justamente porque não consegue agredir o adversário e a bola bate na frente e volta rápido. No 1° jogo, Mano optou pelos experientes Robinho e Sóbis mas, pro 2°, nossa torcida vai conduzir e dar tranquilidade para os jovens Raniel e de Arrascaeta desde o início.

    • Marcbsb disse:

      Ao contrário da maioria, não achei que a parte defensiva está certinha. O Flamengo teve muita facilidade pra fazer jogadas pelas laterais. Foram várias tabelas e dribles executados com certa facilidade. O problema deles foi encontrar alguém livre na área depois. Se tivessem um atacante de ofício, poderíamos ter nos complicado. O melhor atacante deles foi o Arão.

      • S@muel disse:

        Não dá pra ficar sem tomar ao menos um sustinho durante os 90 minutos, só se o adversário for muito ruim, o que não era o caso.

    • Jotta R disse:

      Samuel, o problema é que o Cruzeiro tomou pressão de São Paulo, Chape, Palmeiras, Grêmio e Flamengo. Todos amassaram o Cruzeiro na maior parte dos confrontos, ressalvando é claro que, contra o Fla se passaram 50% do confronto. Podemos e precisamos melhorar essa marca na finalíssima. Agora, o que resta saber é: Mano sabe realmente armar uma equipe OFENSIVAMENTE? Chegou a hora desta questão ser definitivamente respondida! E eu mais 9 milhões esperamos que sim!

      • “tomou pressão”….kkkkkk

      • Bruno 7L RJ disse:

        JottaR, não foram todos os jogos. Os jogos de volta contra Porco e Grêmio, CEC foi cascudo na defesa, embora ainda tenha atacado pouco. Mas nessas ocasiões, o time passou muito mais confiança (pelo menos pra mim) que poderia se dar bem. Com o meio campo mais congestionado, e os dois corredores devidamente protegidos pelas duplas Ezequiel (Romero)+Elber e DB+Alisson, a proposta do Mano sempre funcionou muito melhor.

  8. rosan amaral disse:

    No dia 27, espero no mínimo o título, de preferência com a vitória.

  9. rosan amaral disse:

    O Cruzeiro esteve melhor contra o Flamengo do que contra o Grêmio. Ponto. A explicação é que o Grêmio é uma equipe melhor que o Flamengo. Ponto final.

  10. GOSTEI DA ESCALAÇÃO inicial do Flamengo. Prevendo um Cruzeiro reativo, Rueda veio com o volante-volante, Márcio Araújo. Não fosse ele no 1º tempo, é bem possível que o Flamengo tivesse sido vazado. Quando precisava do gol, colocou Cuéllar. Não venham me dizer que foi seis por meia-dúzia: Cuellár sai mais, passa melhor e joga muito mais à frente do que Araújo, tanto que após sua entrada tivemos um recuo evidente de Arão. Vinícius Jr por Rodinei também foi a mudança de um técnico que sabe como mudar um jogo de verdade.

    • VAI FICANDO CLARO o porquê de Vinicius Jr não jogar com Zé Ricardo. O menino ainda está visivelmente verde. Precisará de tempo para ser regular e se tornar, de fato, um craque. O gol foi pura infelicidade de Thiago, algo perfeitamente normal. Acontece que o mesmo Thiago que falhou no gol, havia feito milagre no 1º tempo. Decisão aberta. Provavelmente teremos outro jogaço no Mineirão. Em tempo: este é o time B do Flamengo. O A, pelo prazo estúpido da CBF pra inscrição, só joga o Brasileirão. Uma pena.

  11. SÍNDICO disse:

    SETOR DEFENSIVO foi o destaque do Cruzeiro no empate por 1×1 com o Flamengo. O time de Mano Menezes teve dificuldade de propor o jogo, errou muitos passes e acabou sobrecarregando os homens de marcação. A torcida reconheceu isso em enquete promovida pelo Superesportes logo depois do confronto. O goleiro Fábio, com 40% dos 7.575 votos, foi eleito o melhor em campo, seguido pelo zagueiro Leo (19%). Autor do gol, o meia De Arrascaeta, que entrou na etapa complementar, ficou com 13% da preferência. Murilo e Hudson tiveram 11% cada, Henrique, 2º, Neves e Raniel, 1% cada. (Superesportes)

  12. SÍNDICO disse:

    Juan Pablo Sorin ✔ @jpsorin6 O futebol é sensacional e dá mérito ao esforço e personalidade @Hudindick #Hudson determinante em semifinal e hoje #final para #Cruzeiro

  13. FELIPE CARDOSO disse:

    Douglas e Valdir foram bem. Ernesto e Bruno, como de costume, brilhantes. Se demorar a escrever…já não precisa mais pq nossos comentaristas abordam, em sua maioria, com com lucidez e competência que não resta o que falar.

    • FELIPE CARDOSO disse:

      Mas o destaque fica mesmo para o pequeno Nicolas de apenas 4 anos alentando o Cabuloso em bom carioquês. Esse vai ser comentarista certo aqui do blog. Legado de conhecimento futebolístico não o falta.

      • Celeste disse:

        E tem o filho do Mauro…

      • Bruno 7L RJ disse:

        Opa! Obrigado pelas palavras, amigo! Mostrei à minha de esposa todos os comentários dos parceiros do blog e ela ficou toda orgulhosa! Contra tudo e todos (avô franga, avô mulambo, amiguinhos da escolinha), o moleque vem tomando gosto pela Cabuloso. Se morasse em BH ainda, seria minha companhia constante na Toca 3 (ele foi no 3 a 3 contra o Grêmio, e ficou maluco). Aqui no Maracanã já levei 2 vezes mas a situação é muito tensa para jogos maiores.

    • SÍNDICO disse:

      100% DE ACORDO, Felipe Cardoso. Nossos comentaristas são melhores do que os deles. Quaisquer que sejam eles.

  14. Celeste disse:

    O Cruzeiro, como a seleção, será penta. E há algumas similaridades entre os dois times. Técnico gaúcho, desempenho ruim nos quase dois anos que antecederam o título, alguns jogos horríveis( quase perdemos para a Turquia). E entre os jogadores, guardando as devidas proporções: goleiros milagreiros, o cara que resolve (Ronaldo-Arrasca), o cara que vai ajudar a resolver (Rivaldo-TN), o gênio imprevisível (Gaúcho-Robinho), o ponto de equilíbrio do time(Gilberto-Henrique), o volante surpresa (Cleberson-Hudson), o zagueiro do bem (Edmilson-Léo), nas laterais não há o que comparar. Que nossos laterais tenham lampejos de Cafu e RC. Isso basta. E termos os caras que vão aparecer na foto sem ter futebol para justificar o título (Luisão, Vampeta-Sóbis,Rafinha).

  15. SÍNDICO disse:

    ÁRBITROS tiveram bom desempenho. A torcida celeste reclamou de irregularidade o gol flamengo. Aconteceram, mas so foram visíveis na imagem frisada, alto a que o juiz não tem acesso. os flamengos pedem pênalti de Leo em Réver. Papo furado. Importante é que o Juiz, do alto de seus 45 anos, levou o jogo na manha, sem encher saco dos protagonistas nem da torcida. Já pensaram que aconteceria se no lugar dele estivesse o famigerado Heber Roberto Lopes?

    • TB acho q estiveram bem…. O erro existiu mas eh perdoável. Mas os jogadores TB ajudaram… Jogo de poucas faltas e jogadas leais.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Arbitragem foi bem sim. Lance muito difícil o do gol mulambo. Sobre o lance do Rever, ele tbm segurou outro jogador. Não foi rigorosamente nada. Juizão teve foi muito peito para não deixar se levar.

  16. EDUARDO STANZIOLA: “Vou seguir a máxima da Clarice Lispector: ‘Não se preocupe entender, viver ultrapassa qualquer entendimento’. Ou melhor, torcer ultrapassa qualquer entendimento. Continuarei fazendo a minha parte. Torcendo para o Cruzeiro, torcendo e emanando energia positiva nos dois jogos. Quero ser campeão, não quero ser o melhor. Nem sempre o campeão é o melhor, mas é aquele que tem condições de superar os melhores. A nossa história confirma isso”. http://www.cruzeiro.org/coluna.php?id=2682#ixzz4sCiFhSK9

    • Nosso amigo passou o tempo todo se explicando que não torce/torceu contra e blá blá blá…. Como diria minha avó “pra quem gosta de vc, não precisa se explicar…pra quem não gosta, não jogue pérolas aos porcos.”

    • Romarol disse:

      Dos jogos decisivos da Copa do Brasil, o Cruzeiro foi melhor no primeiro jogo contra o São Paulo, no primeiro tempo do primeiro jogo contra o Palmeiras, no segundo tempo do segundo jogo contra o Grêmio. O Cruzeiro terá que ser melhor em algum tempo contra o Flamengo.

  17. Romarol disse:

    Se o Cruzeiro for campeão da Copa do Brasil, a campanha terá sido espetacular e histórica, derrubando grande rivais do cenário nacional. As deficiências do time serão esquecidas.

  18. Romarol disse:

    Mano Menezes é um burro com sorte! Não acho que seja um especialista em mata-mata! Talvez para vencer mata-mata seja desse jeito: sofrendo à vontade! O gol do Arrascaeta foi um achado!!! O resultado de 1 a 1 foi excelente. Nem o time da Tríplice Coroa conseguiu resultado melhor do que esse! Mas que não por merecer, isso não fez. Mas o treinador descreveu bem o jogo, inclusive que o Cruzeiro ainda poderia ter virado a partida.

  19. Romarol disse:

    Arrascaeta fez o gol que o Kleber Gladiador não deu conta de fazer na LA2009. O Kleber disse que aquele gol não faria falta. Talvez, ter jogadores como o Arrascaeta no time, fará a sorte mudar de lado.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Caraca, mandou nesse comentário! Excelente argumento! Aquele gol perdido foi osso mesmo e a configuração do lance muito parecida.

  20. Romarol disse:

    Arrascaeta deve ser titular na final. No lugar do Sóbis ou do Robinho. Se for do lugar do Robinho, sobra vaga para o Raniel. É treinar com esse time nos próximos três jogos do Brasileiro. Robinho, infelizmente, está muito aquém do que já foi.

  21. Romarol disse:

    Mano Menezes sabe armar um time pra se defender, embora contra o Flamengo, as laterais estiveram bastante vulneráveis. Mas ele deveria assumir que é um contumaz retranqueiro do que ficar fingindo o que não é. Na América do Sul, com tanto time com baixa qualidade técnica, jogar no erro do adversário é uma estratégia bastante interessante. Só não sei se vale a pena ter Alisson e Robinho de auxiliares de laterais ou, melhor, ter quatro volantes no time e deixar o jogar ficar no 0 a 0. Volantes como Cabral e o Elias, que saem com muita naturalidade para o ataque, seriam essenciais nessas funções. O Hudson tenta fazer isso no time do Cruzeiro.

  22. Romarol disse:

    Pra mim é desperdício ficar colocando meia e atacante marcando como Alisson, Robinho, Thiago Neves e Sóbis. Coloca 3 ou 4 volantes e deixa os caras pensar no ataque. Volantes que saem para o jogo com bastante naturalidade que deveriam ser procurados no mercado. Os caras fazem um papel em campo que não dão conta de fazer tão bem (Alisson e Robinho) e ficam com o linguão de fora todo jogo. Fora que Thiago Neves e Sóbis ainda tem que percorrer uma grande parte do campo para chegar próximo ao gol. Sassá que tem um grande vigor físico, consegue fazer esse papel pela sua idade.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Complementando o que vc disse, no jogo de volta contra o Grêmio eu penso que o Mano mandou muito bem (seja na cag@da ou na estratégia, isso não importa…). Fechou bem o meio e reforçou os corredores com Elber e Alisson. Robinho ficou com função mais tranquila e pode pensar mais o jogo. E TN que jogou enfiado no 1º tempo, teve mais gás para o 2º. Acho que essa proposta se encaixa perfeitamente contra Urubus, pois tbm forçam muito o jogo nas duas laterais.

  23. Romarol disse:

    Enfim, é esse o futebol que vimos no Brasil e na América do Sul. Futebol de baixíssima qualidade técnica, pouco jogador consegue dominar a bola num pequeno espaço e colocar a pelota no chão e vamos convivendo com esses jogadores medíocres. Os bons jogadores mesmo, estão em outros continentes.

  24. Romarol disse:

    Depois de tudo, o importante é o título. O troféu vindo, se esquece das deficiências do campeão. Como mencionado supra: “Quero ser campeão, não quero ser o melhor”. Que venha o nono título nacional.

  25. SÍNDICO disse:

    FÁBIO fez as duas ou três defesaças habituais e deu tranquilidade ao time, com serenidade e tomadas de decisão apropriadas em cada momento do jogo. Até quando fez cera.

    EZEQUIEL foi lateral o tempo todo, sem se arriscar no ataque. E deu conta do recado.

    LEO fez mais uma partida perfeita. Jogou tao bem, que deve ter provocado suicídio em massa de seus detratores. Cortou todas as bolas, por cima e por baixo. Nem mesmo o arisco Vinicius Jr se deu bel com ele.

    MURILO cortou umas cinquenta bolas por conta própria e outras tantas na narração de Galvão Bueno, que se entusiasmou e passou a botar na conta dele todas as bolas frustradas do ataque flamengo.

    BARBOSA foi 100% lateral, deixando as ações ofensivas em segundo plano. Destaque-se sua sempre precisa cobertura à biqueira.

    HENRIQUE, sereno, ocupou espaços, marcou, deu bons passes. Só não atacou, pois sito estava previsto na estratégia.

    HUDSON fez uma grande partida, lutando o tempo todo e carregando o tem pro ataque no fim do jogo. Seu chute, embora sem muita força foi de rosca e o goleiro não encaixou, dando a Arrascaeta a chance do gol decisivo.

    ROBINHO não brilhou e ainda cansou na metade da etapa final. Enquanto teve fôlego, contudo, nos omitiu.

    NEVES, visivelmente incomodado por carregar dois amarelos, jogou com o freio de Mao puxado. E ainda sofreu com o futebol defensivo do time, ficando sem bola pra trabalhar.

    ALISSON recompôs muito e atacou pouco. Mesmo assim, teve uma chance de gol, que o goleiro flamengo defendeu.

    SOBIS foi só dedicação. Levou o terceiro amarelo, comemorado por muitos torcedores.

    RANIEL entrou na segunda metade da fase final e se colocou à disposição do time pra concluir as jogadas ofensivas. Mas elas não aconteceram e ele só chutou gol numa jogada individual.

    RAFINHA substituiu i canado Alisson não fez muito mais, dedicando-se também ele a marcar na borda esquerda.

    ARRASCAETA fez mais no pouco tempo em que esteve em campo do que Neves. Fez até um gol típico de centroavante.

    MANO montou um time com laterais e ponteiros recuados, volantes presos e ataque ao Deus-dará. A equipe resistiu até quando foi possível, mas tomou um inevitável gol. Mas desta vez, o papo caiu com o lado amanteigado pra cima e, num lance despretensioso, acontece empate. Não fosse o gol, Mano seria xingado. Com ele, confirma sua fama de estrategista.

    • SÍNDICO disse:

      TORCIDA CELESTE ocupou os 5 mil lugares destinados a ela e apoiou decisivamente seu time. Só fraquejou nos minutos seguintes ao gol flamengo. Mas logo se recuperou e calou a torcida flamenga até o fim da partida.

      CRUZEIRO jogou bem os primeiros e os últimos vinte minutos, quando foi mais ofensivo. Nos sessenta minutos restantes, sofreu pressão e contou com uma atuação espetacular dos goleiros e da biqueira pra não tomar mais de um gol.

      FLAMENGO entrou com Márcio Araújo na cabeça de área, Arão livre pra atacar e um falso nove, Paquetá. Laterais com liberdade pra atacar, mas o criador de jogadas, Diego Ribas, bem marcado pela volância celeste não municiou ninguém. De qualquer fora, o gol saiu, mas o time não sustentou a vantagem que espalharia o que foi o jogo. Rueda fez alterações táticas, coma entrada de Vinicius e o reposicionamento de Everton mais recuado, algo que não deu certo, pois o garoto vendido ao real não teve bola pra romper o bloqueio defensivo celeste.

  26. SÍNDICO disse:

    ARRASCAETA: “É um resultado importante, mas ainda faltam 90 minutos. Teremos mais um jogo muito difícil em Belo Horizonte, mas empatar no jogo da ida não está mal”.