Mano: “Não podia exigir uma virgula a mais”

Por SÍNDICO | Em 18 de abril de 2017

PITACOS acerca do AMERICA 1×1 CRUZEIRO, neste 16abr17dom16h, no Independência, Belo Horizonte, ida das semifinais do Mineiro 2017.

MANO MENEZES: Esperávamos um jogo exatamente como ele foi. Era impossível repetir a intensidade que tivemos na quinta à aqui, contra um adversário que passou a semana inteira treinando e descansando. Pela importância do jogo, você vai levando com a experiência. Iniciamos com posse, depois a perdemos. Aí tivemos que correr atrás e cometemos mais erros do que o normal. Depois, rodamos a bola. Nossas escolhas foram mais simples, porque a parte mental também está desgastada. Fico muito feliz com o resultado e a postura da equipe, que soube enfrentar essa dificuldade. Saiu atrás, não se desorganizou pra buscar o empate. Os jogadores estão de parabéns pela dedicação e pelo comprometimento mais uma vez. Não podia exigir uma vírgula a mais do que eles fizeram hoje. Não é só uma questão de perna. A tomada de decisão fica muito prejudicada. Tomamos um gol de bola parada que passou por todo nosso sistema defensivo na área. Nessa hora, quando o cansaço passa do limite, você não tem tanta vivacidade e força. Conseguimos ter força pra buscar no mínimo o empate e isso foi mérito da equipe. Trabalhamos decidir na sua casa, na volta. E tenho certeza absoluta de que poderemos produzir mais como equipe no segundo jogo.

SOBIS: Resultado justo. Está sendo super difícil essa sequência. Eles tiveram a semana toda para trabalhar. Saímos atrás, com muita luta empatamos e seguramos. Assim se vive uma semifinal, são dois jogos. Na medida do possível, foi bom. 

RAFAEL: O empate foi justo. Aofre as defesas, todas são bonitas, são como se fossem gol.s A última foi a mais bonita pela plástica.

DOUGLAS VELLOSO: Foi um jogo diferente. O América teve a bola boa parte do tempo, assim como o São Pauo no jogo anterior. A diferença é que o jogadores do Coelho estiveram sempre mais próximos uns dos outros e o ataque com o apoio dos laterais. O Cruzeiro teve dificuldades na marcação e na organização de contrataques rápidos, pois seus articuladores não estavam tão inspirados ou em plenas condições. Importante foi a equipe não ter sentido o gol e ter buscado o empate de forma organizada. Cabral, Rafael e Barbosa foram os destaques.

WAGNER CPM: Rafael falhou no gol do America. Foi uma bola que ele poderia e deveria ter interceptado. Atravessou a pequena área te ali tinha que ser dele. No reto d jogo, salvou o time com grandes defesas. 

JOAO COSTA: Mano não tem esquemas ofensivos, nunca os teve. Seu lema é não levar gols, se der pra fazer, bem, senão…

81 comentários para “Mano: “Não podia exigir uma virgula a mais””

  1. Geniba disse:

    Fazendo o papel de advogado do diabo, ou do cara que vê o copo meio vazio, talvez o Cruzeiro não tenha melhorado seu futebol, apesar de ter passado incólume pelos testes mais difíceis, hein? Cá entre nós, o primeiro clássico foi contra um time deles completamente desfalcado em que o zagueiro reserva nos entregou um gol. Quando tivemos chances de matar o jogo não conseguimos. O segundo clássico também foi facilitado, dessa vez pela expulsão do melhor atacante do Brasil. E, apesar da fragilidade do adversário, também não matamos o jogo e ainda levamos sufoco no final. Contra o São Paulo abdicamos de jogar. Marcamos muito bem, é verdade, e não sofremos nenhum risco. Era pra ter sido 0 x 0, mas achamos dois gols de cabeça. E ontem, já numa decisão, valendo uma preciosa e necessária vaga na final do Mineiro, só não saímos derrotados porque o Rafael fez milagres. Foram lances esporádicos, é verdade. A defesa está bem. Mas o que impressiona é a inoperância do ataque nos jogos mais difíceis. Como disse acima, poderíamos ter matado os dois clássicos, pela fragilidade apresentada pelo Atlético (em cada jogo por um motivo). Contra o São Paulo, nenhum contra-ataque bem feito, nenhum lance perigoso. Ontem a mesma coisa. O time sabe se fechar bem, mas não consegue sair pro ataque.

  2. JOAOCOSTA disse:

    MM não tem esquemas ofensivos, nunca os teve. Seu lema é não levar gols, se der pra fazer, bem, se não… O Sóbis, na sua fala, já está arrumando desculpas para os próximos dois jogos. Vale lembrar que o São Paulo também jogou no final de semana, num jogo, também, super-disputado. Teve, portanto, desgaste físico idêntico ao Cruzeiro. Contra o Melequinha, deveríamos ter usado um time misto, que é o equivalente ao time deles ou melhor. Eliminar os Bambis, para mim, é prioridade. A semi do mineiro, é pra ser pensada depois. Temos elenco qualificado, mas mal aproveitado.

    • Miguel Tolentino disse:

      O problema é que a proposta de jogo defensiva também não me parece sólida, o time não tem uma excelente compactação a ponto de reduzir totalmente as opções de passe adversária nem agride a saída de bola das outras equipes. Também nem de longe vemos um time engatilhado em contragolpe rápido ou boas tramas ofensivas. Ao contrário, temos errado passes a exaustão, matando a transição ofensiva e devolvendo a bola ao outro time. Contra o São Paulo o Cruzeiro praticamente não criou nada em contragolpe, diferente do Corinthians que também teve proposta defensiva mas criava no pouco tempo que tinha a posse da redonda. O Cruzeiro simplesmente achou dois gols na bola parada, um deles, diga-se de passagem, contra. O nosso bom desempenho defensivo na temporada está mais ligado as boas intervenções do arqueiro Rafael e a ineficiência adversária na hora de concluir do que pela existência de um sistema de marcação moderno e ajustado.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Vc fez uma boa comparação. O problema do CEC são os erros de passe na definição das jogadas. O contra ataque está engatilhado, a jogada ocorre bem até sempre ponto, aí alguém peida na farofa.

      • Miguel Tolentino disse:

        Contra o São Paulo nem engatilhado foi, os erros surgiram já na saída de bola, lá na defesa. A bola se quer passava do meio campo durante todo o primeiro tempo.

  3. Ernesto Araújo disse:

    Critico quase sempre as “desculpas” do Mano Menezes antes e depois dos jogos do Cruzeiro. Mas neste jogo contra o América-MG, outros jogadores também reclamaram do cansaço veementemente. Estariam os atletas treinando faltas, escanteios e também o “discurso” junto com o treinador ? Não acredito muito, pelo menos neste episódio.

    • Ernesto Araújo disse:

      Mas ainda assim as 3 chances de altíssima periculosidade criadas pelo América no primeiro tempo (quando a influencia do cansaço provavelmente era menor) precisam ser criticadas. O risco foi grande.

    • Miguel Tolentino disse:

      O comandado condiciona o discurso da rapazeada, assim é no futebol. O treinador é o líder, e ele convence seus jogadores do que quiser se ele tem comando. Lembro-me do Levir nas frangas, que começou a creditar a arbitragem cada revés emplumado sugerindo que o campeonato estava dado ao Corinthians, a partir daí todos os atletas emplumados aderiram ao discurso e deixaram de jogar bola. Em pouco tempo as frangas perderam o bom rendimento e os paulistas assumiram a ponteira da tabela com sobras.

  4. Ernesto Araújo disse:

    OFF-TOPIC: O que vocês acham do Thiago Neves fazendo a função de “falso nove” ? Noto que o rapaz tem faro de gol melhor que o Sóbis e tem movimentação melhor que o Ábila. Eu entraria com na frente com Sóbis, Arrascaeta, Rafinha e na frente centralizado o Thiago Neves.

    • Matheus Chaves disse:

      Sóbis tem 9 gols em 16 jogos. Neves tem 3 em 11. Porque Neves tem o faro de gol mais apurado que o Sóbis? Além disso, na ausência do Robinho, Thiago Neves é o único capaz de fazer a bola rodar com um pouco mais de qualidade no meio campo, fazendo com mais frequência a transição defesa-ataque. Eu não faria essa alteração.

    • Miguel Tolentino disse:

      A figura do falso 9 ganhou repercussão no 4-3-3 e no 3-4-3 do Pepe Guardiola, quando o tal falso 9 era ninguém mais ninguém menos que Lionel Messi. Depois outra “hijo de Bielsa”, Jorge Sampaoli, fez do chileno Vargas um atacante com funcionalidade parecida no mesmo esquema na U de Chile e depois Seleção Chilena. 4-2-3-1 não existe um no mundo sem uma verdadeira referência no ataque, só o Mano enxerga como possível tal execução. Invenção do gaúcho que até agora não emplacou.

  5. Fernandão disse:

    Talvez porque dos decantados 9 gols do Sobis 4 foram contra o inexistente S. F. PA e 4 tenham sido de penalty.

  6. Fernandão disse:

    Concordo com o JoãoCosta que o elenco é mal aproveitado. O Mano fica na espreita de alguém machucar pra rodar o time. Contra o São Paulo agora, eu rodaria um pouco o elenco. Dedé, Henrique e Lucas entrariam. Dariam um descanso pro Cabral, Léo e Neves e fecharia um pouco o meio e melhoraria a estatura contra os cruzamentos. Pouparia o Arrasca também para o Alisson entrar e o time ter dois pontas pra explorar melhor os contra-ataques.

  7. Bruno 7L RJ disse:

    Analisando os últimos dois jogos, penso que os maiores vilões são os erros de passes e más escolhas nas definições das jogadas.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Síndico foi muito feliz em um comentário: ao se marcar muito atrás, a linha de frente fica muito longe do gol em eventuais contra ataques. Temos jogadores habilidosos, mas não tão velozes para sustentar uma explosão de 30, 40 metros. Assim a vida do adversário fica menos difícil.

      • Matheus Chaves disse:

        Tem jeito de jogar no contra-ataque com a marcação adiantada? Se você não der campo pro adversário, não tem como contra-atacar.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Marca na intermediária de ataque. Marcação baixa funciona com jogadores fortes e/ou de explosão. Ou vc acha que Arrasca com aquele chassi vai tomar tranco por 30 metros! Veja o lance do suposto penalti contra o Coelho…

      • Matheus Chaves disse:

        Tenha em mente o gol do Arrascaeta no primeiro clássico. Esse é o estilo de contra-ataque que estes caras conseguem fazer. Com Ábila podemos buscar esse lance de força (lembre do gol dele contra o Nacional).

      • Bruno 7L RJ disse:

        Excelentes colocações. Mas eles precisam estar “inteiros”. Pregados como no domingo, não arrumarão nada. O 1º jogo contra o SPFW, achei o contra golpe encaixadinho, só faltou capricho.

  8. Bruno 7L RJ disse:

    Num mesmo post, Cabral vai de Gerson Canhotinha a peladeiro em um piscar de olhos. É gente querendo defendê-lo em demasia, quase na mesma proporção da quantidade de corneteiros do seu futebol. Cabral está numa excelente fase, jogando com muita raça e categoria. Dá seus cochilos na marcação ao ficar marcando a bola e não acompanhar, coisa normal de quem quase nunca jogou com tantas obrigações defensivas. Bom jogador que penso que seria muito melhor aproveitado se jogar mais um pouco adiantado.

  9. Bruno 7L RJ disse:

    Time do CEC joga em dois modos: defensa e ataque correria. Não tem quem aguenta isso o jogo inteiro. É preciso cadenciar em determinados momentos. No nosso elenco, vejo 2 bons jogadores para tal: Robinho e Cabral (até rimou). Mano tem jogado no 4-2-3-1. Na ausência do Robinho, pq não arriscar um 4-3-3, tirando Rafinha (que está virando cada vez mais secretário de lateral), entrar Romero ou LS e adiantar o Cabral? A linha de frente não mudaria em nada a movimentação ofensiva e com menos obrigações defensivas. O meio fica mais sólido e teremos o Cabral na faixa de campo onde ele mais regula.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Enfim, é só um sugestão de fácil execução, treinamento e adaptação, de uma pessoa que começa a encher o saco do 6 por meia dúzia do Mano.

    • Miguel Tolentino disse:

      Boas colocações, concordo. Agora vá exigir isso de um treinador sem criatividade e que se orgulha do antijogo só quando dá certo, quando dá errado culpa o calendário, o cansaço, o árbitro, o gramado ou qualquer sirva de justificativa.

  10. Bruno 7L RJ disse:

    Domingo, TN e Arrasca estavam só o pó da rabiola no 2º tempo. Que estejam bem descansados para amanhã.

    • Matheus Chaves disse:

      Tá faltando muito mais esses dois (e o Rafinha) acertarem as jogadas de contra-ataque do que qualquer estratégia do Mano.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Falei isso lá em cima. O definição da jogada está pífia. Todo mundo querendo tirar a cueca antes da calça. Por isso Cabral e Henrique forem quem mais foram eleitos MDJ este ano. Feijão com arroz bem temperado.

  11. SÍNDICO disse:

    MANO não vai brindar o torcedor com futebol faceirinho. Desistam.

    • Miguel Tolentino disse:

      A Juventus não pratica um futebol faceirinho e ainda brinda seus torcedores com um bom futebol de muita entrega tática, contragolpe rápido, linhas compactas e um jogo eficiente. Mano não brinda o torcedor com futebol algum, apenas com sua sorte e nós rezamos para que ela dure a temporada inteira.

  12. Um desavisado q passou 3 meses em um retiro espiritual nas montanhas do Tibet e lê o blog estes dias deve pensar: Cruzeiro deve ter sido eliminado na copa do Brasil pelo Voltaco, não classificou entre os 4 o Mineiro, não passou de fase dá Sul Minas, levou uma goleada do Nacional em pleno MINEIRÃO, não venceu nenhum clássico no ano… Ou diretoria demite este técnico e contrata ou passaremos vergonha no Brasileiro!

    • Bruno 7L RJ disse:

      Podemos ganhar tudo esse ano, meu camarada. Mas do jeito que vai, não passará nem agulha até o fim da temporada.

      • Miguel Tolentino disse:

        O futebol apresentado até aqui na temporada nos credencia no máximo ao rural e primeira liga. O investimento no elenco e suas opções por posição deveriam nos credenciar a muito mais.

  13. UNICO invicto no ano! Bota “exclusivo”, Mano! Dá trabalho pra fazer!

    • Bruno 7L RJ disse:

      Pára de show Vilela. A galera só quer um pouco mais de ousadia. Um tiquinho de nada. O jogo nem rolou ainda e eu já sei que Alisson vai entrar no lugar do Rafinha.

  14. Flavio Carneiro disse:

    Apesar da invencibilidade, o futebol que o time vem apresentando ainda não é suficiente para inspirar confiança em grandes conquistas. No entanto, quando observo os nossos principais adversários no Brasil, vejo que nenhum está jogando um futebol muito superior ao que estamos praticando, o que me trás esperanças. Acho que temos potencial para crescer, mas é fato que ainda temos limitações importantes a serem superadas, a começar pela lateral direita. Nos próximos 5 dias teremos 2 decisões que nos darão algumas respostas importantes sobre o poder de decisão desse time… Força CRUZEIRO!

  15. Bruno 7L RJ disse:

    #cabralmaisavançado

    • Miguel Tolentino disse:

      Cabral teve sua melhor fase no Cruzeiro jogando mais avançado num 4-3-3 onde ele era uma espécie de meia ou terceiro volante. No momento atual é até viável avançar, mas quando voltar o Robinho sem chances. Robinho tem muito mais qualidade no passe por elevação que o argentino.

      • JOAOCOSTA disse:

        Mas aí nesse caso, com Cabral e o Robinho, tudo bem, pois teremos uma transição meio/ataque muito mais qualificada. Henrique, Cabral, Robinho e TNeves é um quadrado de respeito.À frente, Arrasca pra bagunçar a defesa adversária e o Ábilão pra finalizar. Fim de papo.

      • Miguel Tolentino disse:

        A ideia do Mano quando mantinha Cabral e Robinho no mesmo time é exatamente esta, ter transição ofensiva rápida. Mas na prática os dois tentam realizar a mesma função em campo que a única qualidade do argentino desaparece.

    • FELIPE CARDOSO disse:

      Cabral joga como Volante e sai para jogar como um Meia enquanto Rafinha joga de Meia e sai pra fechar o lado direito como um Volante.

  16. matheus t penido disse:

    Uai Bruno, o Cabral está jogando o fino como volante e você quer que ele jogue mais adiantado pra quê? Pra deixar o time mais ofensivo com certeza não vai ser pois com Mano não tem essa de ir pra cima, independentemente da formação escolhida os times dele só jogam fechados.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Ao meu ver ele rende mais adiantado. Lá ele est mais próximo dos atacantes para servir. Ele poderá aproximar bem dos dois lados para fazer triangulações. Cadenciará o jogo quando necessário e poderá auxiliar na definição das jogadas ofensivas, que foi o que nos matou nos 2 últimos jogos. Isso tudo sem ter que voltar esbaforido para marcar, coisa que ele deixa um pouco a desejar.

  17. JJ disse:

    Pelo elenco que tem é muito pouco se contentar com esse futebol de brucutu que o Cruzeiro joga. Isso é coisa para times com bem menos capacidade técnica. Não ligo em ser um time de vocação defensiva que prefere o contra-ataque. O problema é que nossa saída em contra-ataque é patética.

    • Matheus Chaves disse:

      “O problema é que nossa saída em contra-ataque é patética.” As frangas discordam de você.

      • Miguel Tolentino disse:

        Se clássico fosse parâmetro para avaliar qualidade de futebol ou proposta específica de jogo, o time bicampeão nacional 2013-2014 poderia ser jogado no lixo. Em compensação do Luxemburgo que tocou 3 nelas dentro do Horto, um timaço.

  18. matheus t penido disse:

    O Mano prestigia tanto o Cabral pois o argentino, assim como Henrique, não desperdiça a bola, é calmo e tem bom passe mesmo quando pressionado. Pra treinador que não quer correr risco este é o cenário ideal. Tanto que o reserva imediato é o Hudson limitado mas obediente taticamente. Romero e Lucas que guardam menos posição estão sem prestígio.

  19. FELIPE CARDOSO disse:

    Apenas conjecturas de quem está longe: 1) O Time do América é melhor tecnicamente que muito de nós possamos admitir ou que poderíamos ter projetado quando iniciou o campeonato.

    • FELIPE CARDOSO disse:

      2) Enderson é muito bom técnico e como em outros trabalhos organizou o time.

      • FELIPE CARDOSO disse:

        3) América não é só aplicação apesar de toda a aplicação.

      • FELIPE CARDOSO disse:

        Cruzeiro deveria ter rodado o elenco. Evidente que teve jogador que se poupou. Outros cansaram mesmo. Um time alternativo faria frente tecnicamente e correríamos mais.

      • FELIPE CARDOSO disse:

        5) Confio no seriamento do CK total e CK-MM do nosso DM a despeito dos abutres de plantão.

      • Bruno 7L RJ disse:

        O que é CK?

      • FELIPE CARDOSO disse:

        A creatinofosfoquinase (CPK) ou creatinoquinase (CK) é uma enzima do metabolismo energético encontrada no músculos. No esquelético a fração mais importante é a CK MM (de 97% a 99%) e serve como importante marcador biológico do dano ao tecido em questão.

  20. Mauro Franca disse:

    Tem gente que anda vendo muita champions league e fica exigindo padrão europeu. Ou, em outras palavras, come feijão e arrota caviar.

    • Mauro Franca disse:

      Outros devem estar morrendo de saudade do time do Paulo Bento, que jogava sempre no ataque e era uma peneira atrás. Tão eficiente que chegou longe no Z4…

    • Bruno 7L RJ disse:

      O senhor acha que esse elenco não pode mais? O trabalho do Mano é bom, os números não deixam mentir. Mas qual é o problema de discutir aqui, alternativas? O blog é pra isso, uai.

      • Mauro Franca disse:

        Um: pode discutir a vontade. Dois: posso criticar a discussão também, ou não?

      • Mauro Franca disse:

        Critico, por exemplo, a comparação, feita com certa insistência, com times europeus. Acho descabido e sem sentido. Se o elenco pode mais ou não, só o tempo dirá. Até hoje, acho que os resultados obtidos não poderiam ser melhores. Amanhã, tudo pode mudar, porque estamos tratando de futebol, que não é uma ciência exata.

      • Mauro Franca disse:

        E essa questão de elenco é muito relativa. O Palmeiras é tido como melhor elenco do Brasil e ainda assim penou para ganhar em casa de Jorge Wilsterman e Penarol, e tomou de 3 da Ponte Preta. Elenco no papel não conta nada.

      • Bruno 7L RJ disse:

        É nessa que entra o fator treinador. Cuca foi campeão com a versão 1.6 do atual elenco do Porco. Eduardo Batista não está dando liga com a versão 2.2. Sobre o futebol europeu, é um esporte diferente. Não tem comparação. Sobre o senhor criticar a discussão, o senhor é quem manda nessa budega. Síndico é só o testa de ferro. Que o senhor continue participando assim efetivo pq eleva o nível. Saudações setelagoanas.

  21. matheus t penido disse:

    Se o Mano fosse gringo, retranca seria chamada de modernidade.

  22. matheus t penido disse:

    Galera precisa entender o estilo do Mano, não adianta cobrar do cara algo que vai contra os princípios dele. O cara ficou milionário assim saindo lá do interior do Rio Grande sem fama nenhuma e chegando até a treinar a Seleção. Se não mudou até hoje não nai ser a torcida do Cruzeiro que vai converter o gaúcho metódico.

    • JJ disse:

      Não tenho problema com o estilo do Mano, desde que não se trate o elenco do Cruzeiro como um elenco medíocre –como vários que o Mano pegou e fez fama, como o Grêmio de 2007, que o máximo que consegue fazer pra ter algum sucesso é jogar na defensiva e vê se acha um gol. Acha que nosso elenco só presta pra isso, que é um elenco medíocre? Eu não acho.

  23. Alguem tem a média de gols de todoa os times dá série A aí no ano? Não ando vendo goleada nenhuma… Como disse o Mauro, esse povo anda vendo CL demais!

  24. matheus t penido disse:

    Falando em Champions League o Marcelo tá jogando demais. Um dos poucos jogadores do mundo que realmente “joga bonito”. E o Ronaldo vem superando o Messi em mais uma temporada. Mas vamos ver o que o baixinho apronta amanhã.

  25. matheus t penido disse:

    Vilela, jogar o fino nos “amistosos” de início de ano só serve pra deixar o time manjado antes da hora.

    • Mauro Franca disse:

      Acho que o Cruzeiro não vem jogando o “fino”. Mas tem se mostrado um time seguro, compacto e organizado. E tem conseguido bons resultados até aqui. E não concordo que “jogos do início do ano” não valem nada.

      • Celeste disse:

        Mauro, concordo com seus comentários. Eu cansei de ver o Cruzeiro perder pra o São Paulo. O tricolor nem precisava se esforçar para ganhar da gente. Lembro de um comentário seu em um pós jogo: “jogou como nunca e perdeu como sempre”. Enfim, a vitória em cima deles no Morumbi foi sim bem conquistada. Quanto ao jogo contra o América, há sim que se considerar o cansaço. Por mais preparado que seja o jogador, o intervalo entre um jogo e outro precisa ser de 72 horas, sem considerar o tempo gasto com a viagem. O time está sendo construído aos poucos. Estamos bem na defesa e na volância. Falta mais precisão nas jogadas ofensivas. E estamos evoluindo nesse quesito. Estão aparecendo os gols de jogadas bem construídas e também os de bola parada.

  26. Cruzeiro.Org disse:

    Cruzeiro x São Paulo: Detalhes sobre a venda de ingressos
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=50255

    OPINIÃO: “Tropa de Choque Barropretana”, Voz da Arquibancada
    http://www.cruzeiro.org/coluna.php?id=2626

    Cruzeiro busca empate e mantêm invencibilidade na temporada
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=50254

  27. Cruzeiro.Org disse:

    DIEGO HENRIQUE já tem ingresso para o jogo contra o Sao Paulo

  28. SÍNDICO disse:

    Não adianta espernear. Mano não vai mudar pra atender o torcedor celeste avido de jogo faceirinho.