Paraná e Henrique anularam Elias e Bruno César

Por SÍNDICO | Em 26 de agosto de 2010

Atuações dos celestes e seus adversários no Cruzeiro 1×0 Corintiãs, no Parque do Sabiá, Uberlândia, pela 16 rodada do Campeonato Brasileiro 2010, em 26 ago10.

  • Cuca – Entendeu que o momento era de buscar a vitória e armou o time num 3-5-2 durango. Depois que Montillo marcou, não teve vergonha e volantizou Wellington Paulista botando o time para jogar num 3-6-1. Apesar de Pablo não ter comprometido, poderia ter entrado com Diego Renan. É “injusto” que o garoto jogue quando a defesa está mais vulnerável e fique de fora justamente quando poderia atacar com mais liberdade. Venceu o segundo duelo seguido com Adílson Batista. (Matheus Reis)
  • Torcida – 37.377 torcedores para uma renda de mais R$850 mil. Foi uma festa bonita e, embora o PFC teimasse em focalizar a torcida corintiana, confio nos amigos que estavam in loco e testemunham maioria cruzeirense. Estão todos de parabéns. (Matheus Reis)

  • Fábio -Pegou um pênaltii -o quarto na temporada!- em jogo que terminou 1×0 para o Cruzeiro. Precisa dizer mais? (Matheus Reis) / Defendeu o quarto dos últimos cinco pênaltis sofridos pelo Cruzeiro. E acertou nas demais intervenções. (Síndico)
  • Gil – Mantém o bom nível das outras partidas com bons cortes por cima e por baixo. Conseguiu segurar Jorge Henrique sempre que ele caiu pelo seu lado. Mas precisa, com urgência, esfriar a cabeça. Poderia ter sido expulso em confusão com mesmo Jorge Henrique. (Matheus Reis) / Perfeito. Ou quase. Força física, cara feia, fôlego, seriedade são atributos de um zagueiro que a cada dia vai se tornando mais confiável. Obviamente, a retranca cuquiana ajudou, mas a verdade é que, no mano a mano contra os rápidos atacantes do Corintiãs, ele não perdeu uma. (Síndico)
  • Edcarlos – Não chegou a comprometer, embora tenha dado a tradicional espirrada de taco num cruzamento corintiano. Também parece se sair melhor ao lado de dois beques. (Matheus Reis) / Protegido pelos volantes, também fez boa atuação. (Síndico)
  • Cláudio Caçapa – Ele é “O” zagueiro do elenco pra jogar no 3-5-2. Praticamente perfeito na sobra. Comparado aos outros zagueiros, tem qualidade acima da média para sair jogando. Foi o melhor da defesa. (Matheus Reis) / Num 5-4-1 como o desta partida, ele é soberano. Outro destaque do Cruzeiro pra desespero dos atacantes alvinegros. (Síndico)
  • Jonathan – Bem no primeiro tempo, se entendeu com Montillo e fez boas jogadas chegando à linha de fundo. No segundo foi encurralado junto com o time e não subiu ao ataque. (Matheus Reis) / Mais marcador do que nunca, ainda assim, encontrou disposição para algumas jogadas com Montillo pela ala direita. (Síndico)
  • Henrique – Como dito, melhorou demais em relação à última partida. Mais fixo na frente da defesa, robou bolas e ainda evitou o gol do Corinthians depois de bola cabeceada na trave. (Matheus Reis) / Anulou Bruno César, o 2º melhor jogador do Corinthians. Precisava ter feito algo mais ou tá de bom tamanho? (Síndico)
  • Marquinhos Paraná – Não. Não é coincidência que o futebol do Henrique tenha crescido nesse jogo. Afinal de contas, são anos jogando juntos e ele sabe que pode confiar no Paraná. Fez o simples e efetivo, caindo pela meia esquerda do campo. Saía com tranquilidade e desafogava o jogo quando preciso. Não merecia sair do time titular, mas, pelo menos, parece ser o primeiro reserva da volância. (Matheus Reis) / Anulou Elias, o melhor jogador do Corintiãs. Precisava ter feito algo mais ou tá de bom tamanho? (Síndico)
  • Montillo – Terceira partida atuando muito bem. É, parece que o garoto é bom mesmo e não se trata de sorte de principiante. Belíssimo gol batendo de trivela. Além disso, enfiadas primorosas para o Jonathan e Éverton. Mais uma atuação de encher os olhos, mais uma vez o melhor em campo. Saiu no final do jogo para a entrada de Roger. (Matheus Reis)
  • Roger Galera – Entrou para segurar o jogo e assim o fez. Além disso, lançou Wallyson na cara do gol para defesa de Júlio César. (Matheus Reis)
  • Francisco Everton – Como disse em outra ocasião, é o “Elicarlos do Cuca”. Joga para o time, da maneira que o técnico pedir. No primeiro tempo compôs o lado esquerdo ao lado do Paulista e teve pouca dificuldade com Alessandro. No segundo tempo, teve mais liberdade e lhe faltou um pouco de qualidade nos cruzamentos. Saiu aos 27 do para a estréia de Pablo. (Matheus Reis)
  • Pablo – Manteve o nível do Éverton e não sentiu tanto a estréia quanto o Jones. Deu a impressão de que pode ser útil. (Matheus Reis)
  • Wellington Paulista – Partidaça! Pra quem tinha ido mal como atacante no jogo anterior, foi muito bem como lateral-volante ontem. Marcou demais por ali e conseguiu neutralizar Alessandro. Me preocupa o fato de estar marcado com a arbitragem. Foi nítido, antes do reínicio da partida, que Ricci lhe chamava atenção por conta da choradeira. (Matheus Reis)
  • Robert – Foi quem destoou. Mais uma vez; o que acaba sendo preocupante. Até os 10 minutos de jogo, ficou pelo lado direito do ataque. Depois inverteu com Paulista e ficou fixo lá na frente. Cumpre observar que, por conta do posicionamento de Paulista, acabou ficando isolado. Ainda assim, maltratou a bola quando deveria chamá-la de “meu bem”. Saiu para a entrada de Wallyson. (Matheus Reis)
  • Wallyson – Entrou para ser uma opção de desafogo no contra ataque. Não conseguiu. Na única chance clara de gol, concluiu em cima do goleiro Júlio César. (Matheus Reis)
  • Cartolas – ZZP, Valdir e Dimas acertaram na escolha do estádio, o melhor de Minas, superior até ao Mineirão. Bom público e boa grana nos cofres são razões suficientes para o elogio. Agora, falta pedir desculpas ao povo de Sete Lagoas, pela desfeita que fizeram com cidade, devolvendo aos lacustres alguns jogos do Brasileiro. (Síndico)
  • Juiz & Bandeiras – Ricci mostrou para o Adílson uma das vantagens em se treinar o Corinthians. Nem foi o caso de inversão de faltas, simplesmente. Foi caso de ignorância mesmo. Amarelou E se houve pênalti discutível em Bruno César, o penalti marcado também foi bastante discutível. Péssima. Bandeiras não comprometeram. (Matheus Reis)
  • Corintiãs – Jucilei correu bastante e Jorge Henrique deu trabalho pra bequeira azul. Também fiquei impressionado com o Roberto Carlos que consegue manter uma boa forma e ainda por cima fez bom uso da experiência que tem. (Matheus Reis) Com o melhor treinador brasileiro da nova geração, o Timão prometia mais futebol. Mas é o tal negócio, do Íbis à Seleção, topou com retranca, time brasileiro se enrola todo. Jucilei e Jorge Henrique jogaram muita bola. Elias e Bruno César foram anulados por Marquinhos Paraná e Henrique. Alessandro esteve bem, Roberto Carlos, mal. E a Fiel, que fretou 17 ônibus pra acender sinalizadores em Uberlândia, viajou 600 Km de volta a sampa com a cabeça inchada. (Síndico)

70 comentários para “Paraná e Henrique anularam Elias e Bruno César”

  1. Matheus Reis disse:

    JS, só recebi seu e-mail hoje. Acabei de respondê-lo.

  2. walfrido disse:

    Bob Faria não gostou da atuação do Gil, achou que ele fez muita cara feia. O despeito dessas frangas enrustidas seria engraçado, se não fosse ridículo. Eu também achei a atuação do Gil muito boa. Perdeu e vai perder jogadas contra atacantes, futebol é assim mesmo. Mas tem jogado muito bem, com seriedade e com a categoria possível para um time financeiramente mediano num país do 3o mundo. Eu prefiro o Tiago Silva, mas dá pra tirar ele do Milan? Valeu Gil, valeu Ed Carlos e principalmente valeu Caçapa, todos jogaram muito bem. Com boa proteção eles se sairam mto bem.

    • Ernesto Araujo disse:

      Gil foi muito bem. Temi apenas pela sua expulsão no fim da partida quando infantilmente foi peitar o Jorge Henrique.

      • walfrido disse:

        Também temi porque o juiz foi claramente tendencioso. Na duvida era tudo pro SCCP. Não cometeu erros criticos pro resultado da partida, mas inverteu faltas e laterias sempre a favor do SCCP. Todas as faltas do Cruzeiro ele dava amarelo ou vinha dar dura, do SCCP passava a maioria batido. Não gostei. De resto, Gil foi becão, duro, com cara feia mesmo, peitou mas não agrediu, encarou mesmo… É isso mesmo. Num pode dar mole não… Boa Gil!!!!!

      • Ernesto Araujo disse:

        HEHEH

  3. Ernesto Araujo disse:

    MONTILLO – O jogador que o Cruzeiro precisava. Habilidoso, raçudo e que joga pra frente, busca o gol e o companheiro melhor colocado. Só falta melhorar um pouquinho a bola parada e aí vamos ter um ótimo jogador a serviço do Maior de Minas.

  4. walfrido disse:

    Não gostei do Everton. Burocrático, sem brilho, não marcou tão bem mesmo com 10 ali atrás, nem ajudou mto no ataque. Não é mal jogador, é útil, mas a vaga de ala ali pela esquerda é, na minha opinião, do Gilberto. Mal mesmo ontem só o Robert. Se não bastasse a tosquice superior em muito a do WP, ao contrário do WP ele não dá a mesma raça, não mostra a mesma vontade, parece mal fisicamente. Muito ruim. Será que tem alguma minima possibilidade do Farias ser pior que o Robert????

    • Ernesto Araujo disse:

      Eu acho que o Gilberto não tem condições físicas de ser ala esquerdo. Como sua posição de origem é a lateral, muitos cruzeirenses não vêem outra saída para tê-lo no time a não ser ocupando o corredor do lado do campo. Acho um disperdício e creio que ele não terá vigor para marcar armar o jogo. O lugar do Gilberto é no meio, perto do Montillo.

      • walfrido disse:

        Discordo. Gilberto pode não ter folego pra jogar num 4-4-2 e num 4-3-3, mas num sistema com 3 zagueiros ou 3 volantes como o Cruzeiro pode fazer, tem totais condições, ainda mais se analisarmos as opções que temos. Por acaso DRenan e Everton vêem conseguindo fazer essa função ali (marcar e atacar)???? Não. Então põe uma proteção ali pro Gilberto e deixa ele lavar a égua com o Montillo e TR. Gilberto é experiente e bem conservado fisicamente pra saber dosar sua energia. Gilberto de ala pela esquerda JÁ!

      • walfrido disse:

        onde escrevi 4-4-2, leiam 4-2-2-2.

  5. Ernesto Araujo disse:

    WELLINGTON PAULISTA – No 3- 6-1 de Cuca, foi o sexto homem do meio campo cruzeirense (ou o quarto se considerarmos o 5-4-1). Jogou de ala, volante e meia. Ainda tá devendo gols mas pela atuação para o time na noite de ontem, fica com um bom conceito.

  6. Nos três jogos no Mineirão………média de público pagante 10.775 , sendo destes uma média de 4.823 sócios do futebol presente.

    Nos dois jogos em Sete Lagoas………média de público pagante 6.626, sendo destes uma média de 837 sócios do futebol presente.

    Nos dois jogos no Ipatingão………média de público pagante 10.202, sendo destes uma média de 62 sócios do futebol presente.

  7. Kimbundo disse:

    Fábio – Não deve ter passaporte brasileiro. Gabriel, 17 anos, goleiro do Cruzeiro, convocado pra seleção principal.

  8. Ernesto Araujo disse:

    MARQUINHOS PARANÁ – Em vez de Mestre, que é um pouco de exagero, o pernambucano poderia ganhar a alcunha de “FACILITADOR”. Como disse o próprio Adílson ontem, ele “vigiou” jogadores importantes do adversário e ainda ajudou a saída de bola do Cruzeiro. Se voltar a ser titular absoluto no Cruzeiro, com boas atuações, vai ter muito corneta dizendo que sempre o achou bom jogador e que o AB é que o escalava mal.

  9. walfrido disse:

    E antes de ir dormir, vou fazer um comentário sobre o Roger. Tá certo que jogou menos de 5 minutos, mas fez o que tinha que fazer. Segurou a bola, chamou o jogo, controlou. Pra isso ele é bom. Seria de muita ajuda se aceitasse um papel similar ao do Zinho em 2003, aquele jogador habilidoso e experiente pra entrar qdo o jogo tiver decidido pra fazer o tempo passar, sofrer umas faltas, bater essas faltas, irritar o adversário segurando a bola no ataque, e pode entrar faltando uns 20 ou 30 minutos, o que mantem o folego dele. Ontem jogou pouco tempo mas foi nota 10 e sua importancia não pode ser diminuida, pois já cansamos de tomar esses gols nos ultimos minutos.

    • Ernesto Araujo disse:

      Concordo, Walfrido. Todo mundo sabe que eu desci o pau no Roger por conta das suas declarações. Mas não sou como os CORNETAS que massacram até o ser humano por trás do jogador. Por isso é preciso dizer que realmente o Roger fez o papel que lhe coube.

    • simone b de castro disse:

      Se ele aceitar esse papel, será ótimo. Boa lembrança essa do Zinho. Era assim mesmo que ele era útil ao time.

  10. Paulo Rafael disse:

    Ontem, durante a transmissão, Bob Faria e Marcos Leandro estavam desesperados com a retranca e reclamavam muito dos erros do Corinthians. Não gostaram nem um pouco da vitória celeste.
    Ainda ontem, e continuando hoje, o Juca não para de chorar!

    Como é bom ganhar desses malditos…

    • walfrido disse:

      Até quando vamos ter que aguentar Bob Faria e Marcos Leandro/Rogerio Correa? O que fizemos para merecer isso? Que coisa mais irritante e desrespeitosa esses caras… Na radio ainda temos como mudar de estação, mas na TV é quase monopólio (soube que a Band ta transmitindo este brasileirão, né) pois fora do Brasil não há opção além do Mute.

      • Palmeira. disse:

        A dupla do PFC realmente irrita. quem não conhece acreditaria que são paulistas e muito bairristas. O lance do penalti quase provocou um orgasmo no narrador, tal era a sua excitação. Aliás, eu acho que não foi penalti, porque o jogador do Cruzeiro estava de costas e, também, me parece que estava fora da área. Se fosse para o corintians, duvido que daria a penalidade.

  11. matheus t penido disse:

    Jorge, só agora conferi seu e- mail e já lhe enviei o comentário.

  12. Cláudio Ianni disse:

    Não sei que dificuldade é esta de voces;assisti ao jogo inteiro sem som e na CBN/Piquitito !!!

  13. Flavio Carneiro disse:

    Lamentavelmente eu não pude assistir o jogo e não tenho como avaliar a atuação de cada jogador, mas o simples fato do time ter feito um gol no início do jogo e segurado o placar contra o bom time do Adilson Batista, já é o suficiente para que eu elogie os jogadores e o Cuca. Mas o melhor de tudo foi o show da torcida estrelada do triângulo, desde a chegada do time na cidade, mostrando que Minas está cada vez mais Azul. Tenho certeza que depois dessa vitória muitos garotos da região vão se tornar Cruzeirenses. Para consolidar ainda mais esse crescimento da nossa torcida naquela região, será fundamental vencer o Flamengo também, que será o próximo jogo que teremos lá. Zeiroooo…

    • Palmeira. disse:

      Flávio, o ideal seria o cruzeiro “adotar” de vez o Parque do Sabiá como sua casa. Em que pese o Triângulo sofrer muita influência de São Paulo, quer seja, econônica e futebolistamente, existe um grande número de torcedores Cruzeirenses na região e a certeza de boa arrecadação. Sem contar a qualidade do estádio e a infraestrutura da cidade.

  14. Flavio Carneiro disse:

    No futebol não há verdade que dure 24 horas… Eu critiquei a falta de competitividade dos times do Cuca, após aquele empate contra o SPFC, e agora tenho que elogiar a competitividade dele nessa vitória contra o Corinthians. Parabéns Cuca!!!

  15. Flavio Carneiro disse:

    Quando a diretoria anunciou que o Cruzeiro enfrentaria o Corinthians e o Flamengo em Uberlândia, muita gente reclamou e muitos temeram que a torcida estrelada ficaria espremida no meio de uma multidão curintiana, mas para nossa grata surpresa a torcida celeste colocou os gambás no bolso e deu um verdadeiro show na arquibancada, mostrando sua força mesmo naquela região, que sempre sofreu grande influência dos times do eixo. Que venha o Flamengo!

    • Palmeira. disse:

      Pena que a TV só mostrava a torcida do time paulista. É uma tremenda falta de respeito.

  16. Celeste disse:

    Com o Caçapa e o Paraná em campo a porteira fica trancada. Não levaremos gols tão facilmente.

  17. OT – JS passei um e-mail possivel Post.. se não recebeu me avisa.. Abraços

  18. Ontem ou hoje de manhã quando Cleber falou que o estadio estava dividido.. foi uma opinião do coração e não da visão.
    A torcida do corinthias foi maior… mais o Cruzeiro era bem grande mesmo. Depois que vi os pagantes quase 38000 fora os não pagantes que não apareceu em lugar nenhum.. acredito que tinha uns 15000 a 16000 Cruzeirenses no sábia.. algo espetacular mesmo e inacreditavel a anos atraz isso é FATO

    • Se a TV mostrava somente a torcida do Corinthias foi tendenciosa mesmo..uma pena não deveria acontecer..mais o fato e que a torcida deu um shoiw fiquei muito orgulhoso e emocionado com a presença e a quantidade enorme de Cruzeirenses

  19. Daniel Carvalho - Porto Alegre disse:

    Atlético-GO 3 x 0 Palmeiras. Qual será a desculpa do Felipão desta vez.

  20. Elias disse:

    Garnizé de Vespasiano 0 X 0 Framengo. Duas babas de quiabo. Jogo digno de ser realizado no ano que vem às terças/ e ou sextas. Taldelli perdendo gols cara a cara num time onde os destaques são Leandro Amaral e Pet 40 anos.
    E a toprcida do Framengo pedindo o Luxa. Mesmo em 18. lugar!

  21. Moema (MFox) disse:

    Agora que estou lendo sobre a convocação do goleiro de 17 anos, eu não sabia que ele era do Cruzeiro! Olha, a despeito de eu ficar feliz de ver um atleta da base sendo convocado, achei de um mau gosto tremendo do Mano, diria que até falta de respeito com o Fábio. Não queria que o Fábio fosse convocado agora (quero que ele seja convocado para um jogo de verdade, contra alguém importante), mas acho que essa convocação deve ter sido muito dura para o Fábio. Sei lá, o Fábio esperando a chance dele, acho que deveria ter chamado algum goleiro do exterior, e depois dava a chance para o garoto (quem sabe até junto com o Fábio).

    • Jorge Santana disse:

      Londres 2012, Moema.

      • Moema (MFox) disse:

        Eu sei disso, mas continuo achando que poderia ter sido feito diferente. Eu, no lugar do Fábio, teria ficado chateada. Espero que o Fábio reaja de uma forma diferente da que eu reagiria!

    • Flavio Carneiro disse:

      Moema, se eu não estou enganado, o Mano só convocou jogadores que estão na Europa, exceto o Gabriel. Se isso for um critério para essa convocação, para não desfalcar os times no Brasileiro, acho que ficou de muito bom tamanho essa convocação do Gabriel. Na pior das hipóteses ele vai pegar uma experiência incrível com essa convocação. Mais cedo ou mais tarde o Fábio vai ser convocado, por tudo o que ele vem fazend em campo.

      • Matheus Reis disse:

        E se não me engano, o Mano deu a entender, quando falava do Fábio, que existem jogadores que não precisam ser testados.

      • Moema (MFox) disse:

        Claro, para o menino é excelente e estou feliz por ele! Posso estar enganada, mas esse negócio de seleção está mexendo muito com o Fábio, por isso a minha preocupação.

      • Jorge Santana disse:

        Fábio está velho demais pra se importar por não ser chamado pra treinar. Ele tem contrato com o Cruzeiro e isto é o que conta. Tem que trabalhar bem no clube. Se o treinador não o quiser na Seleção, paciência. Não cabe todo mundo lá. Outros grandes goleiros já ficaram fora dela. Pode acontecer. É normal.

      • Rogério disse:

        Se está mexendo, está mexendo positivamente, cada vez que passa uma convocação o Fábio melhora mais ainda, ainda bem que esta Janela Maldita já esá fechando.

  22. Naldo disse:

    Os comentários estão muito bom, a minha avaliação é bem parecida. O mais importante que este ou aquele jogador brilhar, é o grupo funcionar como um todo. É bom ver o MP entrar em um jogo tão importante e matar a pau, mostrar com toda humildade que ele é uma grande opção para o Cuca. É bom ver o Caçapa, jogador experiente que fez sucesso na Europa – já tá com vida ganha – ser extremamente útil ao time e jogar um grande futebol. É bom saber que temos o Fábio, o melhor goleiro do Brasil da atualidade, defendendo as nossas cores. Este é ídolo inconteste. É bom ver o WP se desdobrando em campo para cumprir a função determinada pelo seu comandante, só precisa conter um pouco mais os nervos.

    • Naldo disse:

      É bom ter um jogador como o Roger, experiente e com habilidade para poder entrar e prender a bola na frente, e até criar oportunidade de matar a partida. Basta ele entender qual a melhor forma de ajudar o time e aceitar a tarefa. Não há como ele ser titular. E finalmente, o Cruzeiro acertou em cheio em trazer o Montillo, jogador com grande potencial e que tem tudo para brilhar no Cruzeiro com fizeram os seu conterrânos, Perfumo e Sorin. Da gosto ver o argentino jogar.

  23. Matheus Reis disse:

    Essa foi pra acabar – http://migre.me/17QHR

    – Alô. É da Libertadores?
    – Sim, em que posso ajudar?
    – Posso falar com o Galo?
    – Sinto muito, mas faz muito tempo que ele não aparece por aqui!

    – Alô. É do Brasileirão???
    – Sim!
    – Posso falar com o Galo?
    – Ele está lá em baixo! Quer que eu chame?
    – Não. Pode deixar, sem problemas. Falo com ele na segunda!

    – Alô. É da Segunda Divisão?
    – Sim
    – Posso falar com o Galo?
    – Ele deu uma saidinha mas já volta…

  24. simone b de castro disse:

    Paraná, Fábio, Caçapa, Gil e Montillo, os melhores para mim!

  25. mariana disse:

    A descrição do Matheus, sobre a atuação do Henrique é exatamente o que eu penso. Sua produção sobe, quando um certo Marquinhos está em campo. Tomara que o Cuca tb ache isso.

  26. Rogério disse:

    Já estou pensando no Vasco, acho que passou da hora do PC Gusmão perder a primeira partida no Campeonato, ele esteve invicto enquanto esteve no Ceará, foi para o Vasco e também está invicto, amanhã é um grande dia para esta escrita acabar.

  27. Elias disse:

    E os super técnicos, hem? Felipão, Luxilique, Leão e outros menos famosos estão matando seus torcedores e respectivos tesoureiros de raiva. Deles só Muricy está justificando o mega ordenado mensal…

  28. Depois dessa, eu não sairia mais de Uberlândia… hehe!

  29. Dylan disse:

    o mais interessante é que o Cruzeiro mesmo tendo pouca posse de bola, teve a smelhores oportunidades do jogo, descontado o penalti. O Corinnthians à moda dos times do Adilson segurou a bola, rodou, rodou mas objetividade que é bom, neca. Podia ter sido 2xo no final se o menino tivesse mais calma pra finalizar o passe perfeito do Roger.

    • Elias disse:

      No segundo tempo, sim. No primeiro tempo, não. Além do penalti perdido, tivemos contra nós uma bola no travessão e algumas jogadas com certo perigo. Ai que mora o perigo. Se tomamos um gol ( ou dois) o pesadelo do Vitória poderia voltar com força total. Mas, como o Cruzeiro venceu, algumas derrapadas( normais num jogo de bola) são prontamente esquecidas. Eu acho que contra o SPFW, igualmente no segundo tempo, o Cruzeiro jogou muito bem e tomou o empate( e quase a virada) no final. Ai desceram o c@cete no time por ter tomado aquele malsinado gol.
      E me recuso a comentar sobre “à moda dos times de Adilson”…papinho manjado que já deu ibope…