Bateu, levou!

Por SÍNDICO | Em 14 de janeiro de 2019

CONMEBOL tomou medidas visando aumentar a segurança e o conforto nos estádios que sediarão jogos de suas competições.

O Corinthians não gostou e mandou carta à entidade dizendo que ela estaria indo contra o DNA do futebol.

Resposta fulminante:  “É pra se evitar episódios como o que levou à morte o jovem Kevin Espada, em Oruro”.  Morto por corintianos, como se sabe.

Sanchez poderia muito bem ter passado sem essa ferrada, mas foi fazer média com suas organizadas e tomou uma tremenda invertida.

Beques em evidência

Por SÍNDICO | Em 14 de janeiro de 2019

BEQUES do Cruzeiro em evidência:

  1. Cacá foi preso com maconha na madrugada de domingo.
  2. Arthur, devolvido pelo Nacional da Madeira, foi emprestado ao Tombense.
  3. Manoel pediu R$500 mil mais auxílio moradia pra assinar com o Corinthians.
  4. Dedé disse que não vai pro Flamengo. Será? Investidores assumirão o mico, mansamente? 
  5. Fabruno, que estava treinando na Chape, foi chamado de volta pra ocupar o lugar de Manoel.
  6. Rissi desapareceu. Alguém sabe por onde anda?
  7. Leo treina na Toca II, sem ter nada a declarar. 

Tudo bem com a retaguarda, onisciente leitor? Ou tem algo mais que só vc sabe?

Cruzeiro 3×0 Marília, Copa SP

Por SÍNDICO | Em 13 de janeiro de 2019

CRUZEIRO venceu o Marília, no Bento Abreu Vidal, Marília, pela 3ª fase da Copa SP Futebol Júnior. A transmissão foi da Rede Vida, Canal 193 na Net. Estádio lotado, bom jogo. Na próxima fase, o time celeste enfrentará o Rio Preto.

MARÍLIA 0x3 CRUZEIRO, 13jan19dom19h. TEMPO nublado, temperatura 27º, vento 10 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Bento Abreu Vidal (20 mil), Marília. MOTIVO: 3ª fase, Copa SP Futebol Júnior. PÚBLICO: 13.500. ARBITRAGEM: Douglas Marques Flores, Leonardo Villa, Rodrigo Crosara (SP). AMARELOS: Eduardo, Maurício, Luan. GOLS: Maurício, 9, Monteiro, 37, Leonardo, 83. CRUZEIRO: Braz; Luiz Gustavo, Monteiro, Edu, Pereira (Paulo, 84); Adriano (Liberato, 84), Rômulo, Maurício (Potiguar, 46), Michel (Marco Antônio, 67), Caio (João Luiz, 57); Popó (Leonardo, 67). T: Ricardo Resende. MARÍLIA: André Luiz, Luiz Felipe, Gustavo (Gidelson, 82), Pedro, Maurício; Leonardo, Matheus; Christian (Wesley Barbosa, 46), Eduardo (Rodrigo, 55), Lucas Santos (Luan, 46); Lucas Souza (João Victor, 46). T: Daniel Sabino.

NFL: Chargers 28×41 Patriots, Eagles 14×20 Saints

Por SÍNDICO | Em 13 de janeiro de 2019

JOGOS DE DOMINGO, divisionais, por Mauro França.

LOS ANGELES CHARGERS x NEW ENGLAND PATRIOTS. Gillette Stadium (66.800), Foxborough, Massachusetts. ESPN, 16 h (horário de Brasília).

LOS ANGELES CHARGERS

  • Primeira temporada: 1960, em Los Angeles. Mudou para San Diego em 1961 e retornou para Los Angeles em 2017.
  • Temporada Regular: 12-4 (5-3 em casa, 7-1 fora). 2º na AFC Oeste, 5º na Conferência. Últimos 5 jogos: 4-1.
  • Playoffs: 14ª participação na era Super Bowl, 1ª desde 2013, 3ª nas últimas 10 temporadas. 24 jogos, 11-13. Disputou 1 Super Bowl e perdeu (94).
  • Wild card: Vitória sobre o Ravens, 23×17.
  • Posição nos rankings: ataque: 9º no geral, 22º no jogo aéreo, 15º no corrido / defesa: 9º, 9º contra jogo aéreo, 9º contra corridas / Pontos marcados: 26.8 (6º). Pontos cedidos: 20.6 (8º).
  • Principais jogadores: Philip Rivers, QB, 37 anos, 15ª temporada, 32 TD (6º), 12 INT, 4.308 jardas, 347-508 passes – 68.3%, 105.5 rating / Melvin Gordon, RB, 25 anos, 4ª temporada, 175 corridas – 885 jardas, 10 TD (6º), 50 recepções – 490 jardas, 4 TD / Keenan Allen, WR, 26 anos, 6ª temporada, 97 recepções – 1.196 jardas, 6 TD / Mike Williams, WR, 24 anos, 2ª temporada, 43 recepções – 664 jardas, 10 TD (6º) / Derwin James, FS, 22 anos, 1ª temporada, 105 tackles, 3.5 sacks, 3 INT / Melvin Ingram, DE, 29 anos, 7ª temporada, 43 tackles, 7.0 sacks, 1 FF, 1 INT / Kicker: Mike Badgley, 23 anos, 1ª temporada, 15-16 FG – 93.8%.
  • Técnico: Anthony Linn, 50 anos, 2ª temporada, 33 jogos, 22-11, 1ª participação em playoffs – 1-0.

NEW ENGLAND PATRIOTS

  • Primeira temporada: 1960, como Boston Patriots. Mudou para New England Patriots em 1971.
  • Temporada Regular: 11-5 (8-0 em casa, 3-5 fora). Campeão AFC Leste, 2º na Conferência. Últimos 5 jogos: 3-2.
  • Playoffs: 25ª participação, 10ª consecutiva. 52 jogos, 33-19. Disputou 10 Super Bowl, venceu 5 (01, 03, 04, 14, 16), perdeu 5 (85, 96, 07, 11, 17).
  • Posição nos rankings: ataque: 5º no geral, 8º no jogo aéreo, 5º no corrido / defesa: 21º, 22º contra jogo aéreo, 11º contra corridas / Pontos marcados: 27.2 (4º). Pontos cedidos: 20.3 (7º).
  • Principais jogadores: Tom Brady, QB, 41 anos, 19ª temporada, 29 TD, 11 INT, 4.335 jardas, 375-570 passes – 65.8%, / Sony Michel, RB, 23 anos, 1ª temporada, 209 corridas – 931 jardas, 6 TD / James White, RB, 26 anos, 5ª temporada, 94 corridas – 425 jardas, 5 TD, 87 recepções – 751 jardas, 7 TD / Rob Gronkowski, TE, 29 anos, 9ª temporada, 47 recepções – 682 jardas, 3 TD / Kyle Van Noy, ILB, 27 anos, 5ª temporada (3ª na equipe, 2 com o Lions), 92 tackles, 3.5 sacks, 1 FF, 1 INT / Kicker: Stephen Gostkowski, 34 anos, 13ª temporada, 27-32 FG – 84.4%.
  • Técnico:Bill Belichick, 66 anos, 24ª temporada (19ª pela equipe, 5 com o Browns), 17ª classificação para playoffs (16 pela equipe, 1 com o Browns). Temporada regular: 261-123 (225-79 pela equipe). Playoffs: 28-11 (27-10 com a equipe). Super Bowl: disputou 10 – 3 como coordenador defensivo (venceu 2 com o Giants e perdeu 1 com o Patriots) e 8 como técnico principal do Patriots (venceu 5 e perdeu 3). 

 *****

PHILADELPHIA EAGLES x NEW ORLEANS SAINTS. Mercedes-Benz Superdome (74.300), New Orleans, Louisiana. ESPN, 19:30 h (horário de Brasília)

PHILADELPHIA EAGLES

  • Primeira temporada: 1933
  • Temporada Regular: 9-7 (5-3 em casa, 4-4 fora). 2º na NFC Leste, 6º na Conferência. Últimos 5 jogos: 4-1.
  • Playoffs: 22ª participação, 5ª nas últimas 10 temporadas, 2ª consecutiva. 39 jogos, 19-20. Disputou 3 Super Bowl, venceu 1 (17) perdeu 2 (80, 04).
  • Wild Card: Vitória sobre o Bears, 16×15.
  • Posição nos rankings: ataque: 14º no geral, 7º no jogo aéreo, 28º no corrido / defesa: 23º, 30º contra jogo aéreo, 7º contra corridas / Pontos marcados: 22.9 (18º). Pontos cedidos: 21.8 (12º).
  • Principais jogadores: Nick Foles, QB, 29 anos, 7ª temporada (5 na equipe, 1 com o Rams, 1 com o Chiefs) – 5 jogos, 7 TD, 4 INT, 1.413 jardas, 14-195 passes – 72.3%, 96.0 rating / Josh Adams, RB, 22 anos, 1ª temporada, 120 corridas – 511 jardas, 3 TD / Zach Ertz, TE, 28 anos, 6ª temporada, 116 recepções (2º) – 1.163 jardas, 8 TD / Alshon Jeffery, WR, 28 anos, 7ª temporada (2ª na equipe, 5 com o Bears), 65 recepções – 843 jardas, 6 TD / Fletcher Cox, DT, 28 anos, 7ª temporada, 46 tackles, 10.5 sacks, 1 fumble forçado / Malcolm Jenkins, SS, 31 anos, 10ª temporada (5ª na equipe, 5 com o Saints), 97 tackles, 1.0 sacks, 3 FF, 1 INT / Kicker: Jake Elliott, 23 anos, 2ª temporada, 26-31 FG – 83.9%.
  • Técnico:Doug Pederson, 50 anos, 3ª temporada, 2ª classificação consecutiva para os playoffs. Temporada regular: 20-19. Playoffs: 4-0. Campeão do Super Bowl na temporada passada.    

NEW ORLEANS SAINTS

  • Primeira temporada: 1967.
  • Temporada Regular: 13-3 (6-2 em casa, 7-1 fora). Campeão da NFC Sul, 1º na Conferência. Últimos 5 jogos: 3-2.
  • Playoffs: 12ª participação, 2ª consecutiva. 18 jogos, 8-10. Disputou 1 Super Bowl e venceu (09).
  • Posição nos rankings: ataque: 8º no geral, 12º no jogo aéreo, 6º no corrido / defesa: 14º, 29º contra jogo aéreo, 2º contra corridas / Pontos marcados: 31.5 (3º). Pontos cedidos: 22.1 (14º).
  • Principais jogadores: Drew Brees, QB, 39 anos, 18ª temporada, 32 TD (6º), 5 INT, 3.922 jardas, 364-489 passes – 74.4%, 115.7 rating / Alvin Kamara, RB, 23 anos, 2ª temporada, 194 corridas – 833 jardas, 14 TD (2º), 81 recepções – 709 jardas, 4 TD / Mark Ingram, RB, 29 anos, 8ª temporada, 138 corridas – 645 jardas, 6 TD / Michael Thomas, WR, 25 anos, 3ª temporada, 125 recepções – 1.405 jardas, 9 TD / Demario Davis, OLB, 29 anos, 7ª temporada (1ª na equipe, 4 com o Jets, 1 com o Browns), 110 tackles, 5.0 sacks, 2 FF / Cameron Jordan, DE, 29 anos, 8ª temporada, 49 tackles, 12.0 sacks, 1 FF / Kicker: Wil Lutz, 24 anos, 3ª temporada, 28-30 FG – 93.3%.
  • Técnico:Sean Payton, 55 anos, 12ª temporada, 7ª classificações para playoffs. Temporada regular: 118-74.  Playoffs: 7-5. Disputou e venceu 1 Super Bowl (09).

Cruzeiro 2×0 Coimbra, jogo-treino

Por SÍNDICO | Em 12 de janeiro de 2019

CRUZEIRO 2×0 COIMBRA, 12jan19sab16h. TEMPO bom, temperatura 30º, vento 12 Km/h, umidade 50%. LOCAL: Toca da Raposa II, Belo Horizonte. MOTIVO: jogo-treino. GOLS: Robinho e Leo, no 1º tempo. CRUZEIRO no 1º tempo: Fábio; Edílson, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Cabral; Rafinha, Robinho, David; Fred (Raniel). CRUZEIRO no 2º tempo: Rafael; Orejuela, Cacá, Murilo, Brey (Rafael Santos); Romero, Lucas; Jadson, Kayzer (Raniel), Raniel (Brey); Sassá. COIMBRA: Glaycon, Vitor Hugo, Breno, Carciano, Paranhos; Thiago, Igor Bádio; Dudu, Bruno Mineiro, Kauê; Bruninho. 2º tempo: Alexsander, Fernando, Danilo, Diogo, João Paulo; Bolgado, Thomaz;  Lima, Souza, Thales; Igor. Entraram Guilherme Henrique e Eduardo.

ROBINHO abriu o placar no 1º tempo, com um chute de fora da área após troca de passes com David e Raniel. LEO, de cabeça, fez o segundo gol, ainda na etapa inicial. RANIEL perdeu pênalti na etapa final. Fred saiu logo aos 4, com sangramento no nariz, após se chocar com o goleiro Glaycon. Orejuela atacou muito. Jadson foi ponta direita. No fim teve desinteligência entre alguns atletas, nada muito forte a ponto de chegar ao nível das tais “cenas lamentáveis”.

NFL: Colts 13×31 Chiefs, Cowboys 22×30 Rams

Por SÍNDICO | Em 12 de janeiro de 2019

DIVISIONAL: JOGOS DE SÁBADO , por Mauro França.

INDIANAPOLIS COLTS x KANSAS CITY CHIEFS. Arrowhead Stadium (76.000), Kansas City, Missouri. ESPN, 19:30 h (horário de Brasília).

INDIANAPOLIS COLTS

  • Primeira temporada: 1953, em Baltimore. Mudou para Indianapolis em 1984.
  • Temporada Regular: 10-6 (6-2 em casa, 4-4 fora). 2º na AFC Sul, 6º na Conferência. Últimos 5 jogos: 4-1.
  • Playoffs: 24ª participação na era Super Bowl, 1ª desde 2014. 42 jogos, 21-21. Super Bowl: 4, venceu 2 (70, 06), perdeu 2 (68, 09).
  • Wild card: Vitória sobre o Texans, 21×7.
  • Posição nos rankings: ataque: 7º no geral, 6º no jogo aéreo, 20º no corrido / defesa: 11º, 16º contra jogo aéreo, 8º contra corridas / Pontos marcados: 27.1 (5º). Pontos cedidos: 21.5 (10º).
  • Principais jogadores: Andrew Luck, QB, 29 anos, 7ª temporada, 39 TD (2º), 15 INT (2º), 4.593 jardas (4º), 439-630 passes (67.3%), 98.7 rating / Marlon Mack, RB, 22 anos, 2ª temporada, 195 corridas – 908 jardas, 9 TD / Y. Hilton, WR, 29 anos, 7ª temporada, 76 recepções – 1.270 jardas, 6 TD / Eric Ebron, TE, 25 anos, 5ª temporada (1ª na equipe, 4 no Lions), 66 recepções – 750 jardas, 13 TD (2º) / / Darius Leonard, OLB, 23 anos, 1ª temporada, 163 tackles (1º), 7.0 sacks, 4 FF, 2 INT / Kicker: Adam Vinatieri, 46 anos, 23ª temporada (13ª na equipe, 10 no Patriots), 23-27 FG – 85.2%.
  • Técnico: Frank Michael Reich Jr., 57 anos, 1ª temporada, 16 jogos, 10-6, 1ª participação em playoffs – 1-0. Super Bowl: Campeão como coordenador ofensivo do Eagles, na temporada passada.

KANSAS CITY CHIEFS

  • Primeira temporada: 1960 como Dallas Texans, a partir de 1963 como Kansas City Chiefs.
  • Temporada Regular: 12-4 (7-1 em casa, 5-3 fora). Campeão AFC Oeste, 1º na Conferência. Últimos 5 jogos: 3-2.
  • Playoffs: 20ª participação, 4ª consecutiva. 26 jogos, 8-18. Super Bowl: 2, venceu 1 (69), perdeu 1 (66).
  • Posição nos rankings: ataque: 1º no geral, 3º no jogo aéreo, 16º no corrido / defesa: 31º, 31º contra jogo aéreo, 27º contra corridas / Pontos marcados: 35.3 (1º). Pontos cedidos: 26.3 (24º).
  • Principais jogadores: Patrick Mahomes, QB, 23 anos, 2ª temporada – 1ª como titular, 50 TD (1º), 12 INT, 5.097 jardas (2º), 383-580 passes – 66.0%, 133.8 rating, 60 corridas – 272 jardas, 2 TD / Kareem Hunt, RB, 23 anos, 2ª temporada, 181 corridas – 824 jardas, 7 TD / Tyreek Hill, WR, 24 anos, 3ª temporada, 87 recepções – 1.479 jardas (4º), 12 TD (4º) / Travis Kelce, TE, 29 anos, 6ª temporada, 103 recepções – 1.336, 10 TD (6º) / Anthony Hitchens, ILB, 26 anos, 5ª temporada (1ª na equipe, 4 no Cowboys), 135 tackles (5º), 1 FF / Chris Jones, DE, 24 anos, 3ª temporada, 40 tackles, 15.5 sacks (3º), 2 FF, 1 INT / Kicker: Harrison Butker, 23 anos, 2ª temporada, 24-27 FG – 88.9%.
  • Técnico: Andy Reid, 60 anos, 20ª temporada (6 na equipe, 14 no Eagles), 14ª classificação aos playoffs. Temporada regular: 195-124 (65-31 pela equipe). Playoffs: 11-13 (1-4 pela equipe).

*****

DALLAS COWBOYS x LOS ANGELES RAMS. Los Angeles Memorial Coliseum (78.500), Los Angeles, California. ESPN, 23:00 h (horário de Brasília)

DALLAS COWBOYS

  • Primeira temporada: 1960.
  • Temporada Regular: 10-6 (7-1 em casa, 3-5 fora). Campeão da NFC Leste. Últimos 5 jogos: 4-1.
  • Playoffs: 33ª participação, 4ª nas últimas 10 temporadas. 62 jogos, 35-27. Disputou 7 Super Bowl, venceu 5 (71, 77, 92, 93, 95) e perdeu 2 (70, 75).
  • Wild Card: Vitória sobre o Seahawks, 24×22
  • Posição nos rankings: ataque: 22º no geral, 23º no jogo aéreo, 10º no corrido / defesa: 7º, 13º contra jogo aéreo, 5º contra corridas / Pontos marcados: 21.2 (22º). Pontos cedidos: 20.2 (6º).
  • Principais jogadores: Dak Prescott, QB, 25 anos, 3ª temporada, 22 TD, 8 INT, 3.885 jardas, 356-526 passes – 67.7%, 96.9 rating, 75 corridas – 305 jardas, 6 TD / Ezekiel Elliott, RB, 23 anos, 3ª temporada, 304 corridas (1º) – 1.434 jardas (1º), 6 TD, 77 recepções – 567 jardas, 3 TD / Amari Cooper, WR, 24 anos, 4ª temporada (1ª na equipe, ex-Raiders), 75 recepções – 1.005 jardas (53-725 pela equipe), 7 TD / Leighton Vander Esch, OLB, 22 anos, 1ª temporada, 140 tackles (3º), 2 INT / Demarcus Lawrence, DE, 26 anos, 5ª temporada, 67 tackles, 10.0 sacks, 2 fumbles forçados, 1 INT / Jaylon Smith, MLB, 23 anos, 2ª temporada, 121 tackles, 4.0 sacks, 2 FF / Kicker: Brett Maher, 29 anos, 1ª temporada, 29-36 FG – 80.6%.
  • Técnico:Jason Garrett, 52 anos, 9ª temporada, 3ª classificações para playoffs. Temporada regular: 77-59. Playoffs: 2-2. 

LOS ANGELES RAMS

  • Primeira temporada: 1936 como Cleveland Rams. Mudou em 1946 para Los Angeles, em 1995 para Saint Louis e voltou para Los Angeles em 2016.
  • Temporada Regular: 13-3 (7-1 em casa, 6-2 fora). Campeão da NFC Oeste, 2º na Conferência. Últimos 5 jogos: 3-2.
  • Playoffs: 23ª participação na era Super Bowl, 2ª consecutiva depois de 12 temporadas ausente. 37 jogos, 16-21. Disputou 3 Super Bowl, venceu 1 (99) perdeu 2 (79, 01).
  • Posição nos rankings: ataque: 2º no geral, 5º no jogo aéreo, 3º no corrido / defesa: 19º, 14º contra jogo aéreo, 23º contra corridas / Pontos marcados: 32.9 (2º). Pontos cedidos: 24.0 (20º).
  • Principais jogadores: Jared Goff, QB, 24 anos, 3ª temporada, 32 TD (6º), 12 INT, 4.688 jardas (4º), 364-561 passes – 64.9%, 101.1 rating, 43 corridas – 108 jardas, 2 TD / Todd Gurley, RB, 24 anos, 4ª temporada, 256 corridas – 1.251 jardas (3º), 17 TD (1º), 59 recepções – 580 jardas, 4 TD / Robert Woods, WR, 26 anos, 6ª temporada (2ª na equipe, 4 com o Bills), 86 recepções – 1.219 jardas, 6 TD / Brandin Cooks, WR, 25 anos, 5ª temporada (1ª na equipe, 3 com o Saints, 1 com o Patriots), 80 recepções – 1.204 jardas, 5 TD / Aaron Donald, DE, 27 anos, 5ª temporada, 59 tackles, 20.5 sacks (1º), 4 FF / Cory Littleton, ILB, 25 anos, 3ª temporada, 125 tackles, 4.0 sacks, 3 INT / Kicker: Greg Zuerlein, 31 anos, 7ª temporada, 27-31 FG – 87.1%.
  • Técnico: Sean McVay, 32 anos, 2ª temporada, 2ª classificações para os playoffs. Temporada regular: 24-8. Playoffs: 0-1.

Copa SP 2019: Cruzeiro 1-5×1-3 Sport

Por SÍNDICO | Em 11 de janeiro de 2019

CRUZEIRO 1-5 x 1-3 SPORT, 11jan1sex17h. TEMPO nublado, temperatura 32º, vento  10 Km/h, umidade 42%. LOCAL: Bento Abreu Vidal (20 mil), Marília. MOTIVO: 2ª fase SP Futebol Júnior. PÚBLICO: 1.000. ARBITRAGEM: Paulo César Francisco (SP). AMARELOS: Michel, Leonardo, Robinho. GOLS: Ewerthon, 53, Popó, 62. PÊNALTIS: Marco, João, Leonardo, Maurício, Pereira, Luciano, Alê, Mikael converteram. Pedro perdeu. CRUZEIRO: Braz; Luiz Gustavo, Monteiro, Edu, Pereira; Adriano (Liberato), Rômulo; Maurício, Michel (Marco Antônio, 55), Caio (João Luiz, 57); Popó (Leonardo). T: Ricardo Resende. SPORT: Everton; Eldder (Ítalo, 81), Arthur, Pedro, Luciano; Alê Santos, Matheus, Igor, Ewerthon (Danilo, 81); Mikael, Robinho (João, 70). T: Wilton Bezerra.

Revelações da Copinha

Por SÍNDICO | Em 11 de janeiro de 2019

CRUZEIRO contra Sport, hoje em Marília, pela segunda fase da Copa SP de Futebol Júnior. 

Casemiro, Gabigol, Arana, Paquetá e Jesus foram revelações recentes d torneio.

Qual foi o último talento do Cruzeiro revelado na Copinha? Vitinho? Brazão? Cacá? 

Manoel por Fabruno

Por SÍNDICO | Em 10 de janeiro de 2019

MANOEL está indo pro Corinthians, sem que o Cruzeiro receba qualquer contrapartida. Manoel é bom de bola. Mau negócio.

Fabruno vai ocupar a vaga deixada pelo maranhense. Bom negócio. Assim, acaba sobrando dinheiro pra quitar a dívida com o Acreano.

Nogueirinha, o ermitão

Por SÍNDICO | Em 10 de janeiro de 2019

                     Três Corações, 09jul20; Belo Horizonte, 09jan19

Quando chegou a notícia de que a Seleção Brasileira de 38, a caminho de Caxambu, passaria por São Lourenço, o diretor do Ginásio Propedêutico teve que liberar os alunos para irem à estação esperar os craques. No meio da turma, estava João Nogueira Júnior, o Nogueirinha do Palestra, Cruzeiro e Seleção Mineira dos Anos 1940. “A gente acompanhava a disputa entre Caxambu (São Cristóvão) e Niginho (Vasco) pela artilharia do campeonato carioca. Eu era fã do Niginho e ele venceu. E foi justamente o rosto do meu ídolo, o primeiro que vi na janela quando o trem parou na estação. Ele estava com uma mancha roxa em volta do olho direito, talvez, por conta de uma bolada. Na hora, só me ocorreu gritar: ‘Eu ainda vou jogar com você!’ Ele foi gentil: ‘Então vá treinando que um dia a gente acaba jogando no mesmo time, meu jovem!’”

Nogueirinha começou no Águas Virtuosas, de Lambari, cidade onde passou a infância. Depois, atuou nos times do Colégio Propedêutico, de São Lourenço, e Ginásio Diocesano, de Campanha. Nos jogos entre colégios da região, ele fez nome. Tanto que os padres Artêmio e Machado o convidaram pra “enxertar” o time de seminaristas de Elói Mendes que faria a preliminar de Palestra x Eloiense, em Out38. O Palestra venceu o jogo principal por 5×0, mas o destaque da tarde foi Nogueirinha. Impressionado com seus dribles e velocidade, o presidente Osvaldo Pinto Coelho quis contratá-lo, naquele dia mesmo.

Nogueirinha, contudo, havia prometido aos pais, João Nogueira, ferroviário, e Orminda Melo Nogueira, colocar a escola acima de tudo. E só quando terminou o curso médio, em Nov39, tomou o trem pra Capital pensando em jogar futebol e estudar contabilidade. “Desci na Central e fui pra Pensão Amaral, na Rua Sapucaí. De lá, telefonei para o presidente Pinto Coelho e ele me convidou pra tomar café em sua casa. De lá, fui diretamente para o barracão dos fundos do campo do Palestra, onde moravam Geraldo II, Canário e Juca. Nulo Savini e sua tia, que também moravam lá, foram como que meus pais na cidade.”

A estréia no time principal aconteceu em 21jan40: “O meia-esquerda Geninho estava machucado e o treinador Bengala me escalou. Apesar dos 5×1, que levamos do Siderúrgica, fiquei impressionado com a habilidade dos atacantes Carlos Alberto, Geraldino, Niginho e Alcides, e decidi que não sairia mais do time. Mas só voltou a jogar em 03Mar, num 5×2 sobre o Sete de Setembro. Três semanas depois, estrearia no clássico da cidade vencendo o Atlético por 3×0.

Até seu último jogo, um 0x0 contra o América em 15mai47, Nogueirinha vestiu 157 vezes a camisa do Palestra e do Cruzeiro, marcou 45 gols e foi 4 vezes campeão mineiro (40, 43, 44, 45). Jogou ainda por seleções universitárias e profissionais de Minas. Estudou contabilidade na Faculdade de Comércio, iniciou o curso de odontologia (que parou por falta de tempo) e arranjou emprego na Companhia Serviços de Engenharia, uma das construtoras da Rio-Bahia.

Nogueirinha conta dois momentos inesquecíveis de sua carreira. O primeiro foi a inauguração do Estádio JK, no Barro Pretos. “A festa começou com uma missa rezada pelo Padre José Augusto, na Igreja de São Sebastião, pela manhã. Eu e o Alcides fomos auxiliares na celebração. À tarde, a torcida lotou o estádio. Estava eufórica e o time incorporou aquele estado de espírito e entrou com disposição pra arrebentar o Botafogo. Azevedo e Heleno de Freitas discutiam o tempo inteiro de tanto que os times queriam vencer”. O outro, foi a decisão de seu último título, o de 1945: “Foi uma daquelas guerras em que se transformavam as partidas em Sabará. Mas estávamos bem protegidos, pois nossa torcida invadiu o estadinho da Praia do Ó”.

  • Siderúrgica 2×3 Cruzeiro, 04nov45dom15h, Praia do Ó, Sabará , renda de Cr$8.000,00, gols de Hemetério, 11, Paulo, 15, Ismael, 34 do 1º tempo; Mingueirinha, 35, Ismael, 40 do 2º – Cruzeiro: Geraldo II, Bibi, Caieirinha; Adelino, Hemetério, Juvenal; Nogueirinha, Sellado, Levi, Ismael Caetano, Braguinha. T: Francisco Trindade. Siderúrgica: Mozart, Bené, Jorge; Bandola, Naninho, Joane; Mingueirinha, Marcelo, Vieira, Paulo Florêncio, Rômulo. T: Mascote.

Foram sete anos de vacas gordas para o religioso Nogueirinha. Quando não estava estudando ou treinando, podia ser encontrado na Igreja de São Sebastião, onde era secretário da Congregação Mariana. Com tantos afazeres, levava uma vida ascética, longe das habituais farras dos boleiros. Afora as visitas aos Fantoni, onde se falava italiano e se comia macarrão, duas de suas paixões, ele vivia recluso, daí o apelido de “Ermitão”, que ganhou do jornalista Britaldo Soares.

Niginho foi o ídolo que virou amigo. Em 1940, a CBD encarregou a Seleção Mineira de representar o Brasil no Sul-americano de 1941. Nogueirinha conta: “O torneio seria na Bolívia e os dirigentes imaginaram que, nós mineiros, por vivermos bem acima do nível do mar, teríamos melhor desempenho na competição”. O treinador Ademar Pimenta passou uma temporada assistindo aos jogos dos times mineiros a fim de selecionar os jogadores. Nogueirinha foi convocado pelo desempenho numa partida contra o Siderúrgica e viajou pr\\a a temporada de treinos em Caxambu.

Em meio aos preparativos, a CBD desistiu de participar do torneio, que se realizou em fevereiro de 1941 no Chile, e desfez a Seleção: “Perdi a chance de realizar dois sonhos: vestir a camisa do Brasil e viajar ao Exterior. Mas ganhei a amizade de Niginho quando lhe contei o episódio da Estação de São Lourenço. Ele viu naquilo um desígnio divino e se tornou ainda mais meu amigo.”

Nogueirinha falava inglês, francês e italiano, E era conselheiro dos colegas. A Geraldo II e sua noiva ministrou o curso de noivos. Ao amigo Adelino, deu lições de como cortejar uma moça. “Eu namorava a Dalila, filha do diretor Nello Nicolai e levei o Adelino pra conhecer uma das minhas cunhadas. Ele não sabia como se declarar. Dei uma forcinha. Compramos rosas e ensaiamos algumas palavras românticas, mas ele ficou nervoso, esqueceu tudo e, encabulado diante da garota, me perguntou: ‘Ô Ermitão, o que é que eu tenho mesmo de falar?’ Aí perdeu a namorada.”

Nogueirinha casou-se com Dalila e teve quatro filhos. Dois deles, Gaúcho e China jogaram no Atlético, aborrecimento suportável apenas por quem tem a sabedoria e a paciência de um ermitão.