Os jogos dos outros

Por Jorge Angrisano Santana | Em 15 de setembro de 2010

Luxa, um dos três melhores treinadores do mundo, segundo alguns microfonistas e seus teleguiados, levou a 13ª cepada. O Goiás humilhou o time do primo Joel. Felipão voltou ao Olímpico pra tomar um banho de descarrego.

E o milionário Neymar, impedido pelo DJ de cobrar um pênalti, xingou Dracena e o treinador. E recebeu uma descompostura pública do Renê Simões, que o chmou de mal educado, um monstro em gestação. Dunga escreveu certo por linhas tortas. Perdeu a Copa, mas não deu asas ao cobrinha.

No Engenhão, Coringão enquadrou o Flusão; no Farazão, Mengão começou apanhando do Prudentão, mas virou com ajuda do juizão que expulsou bestamente o artilheiro local. E no Barradão, Vozão e Leão levaram um zerão pelo empate em branco. Isto é Morrinhão.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.