O mercador e o treinador

Por SÍNDICO | Em 18 de setembro de 2010

Vagner Ribeiro, agente do milionário Neymar, saiu em defesa de seu contratado, após o faniquito do jogador na última rodada do Morrinhão. Aliás, nas últimas rodadas…

Sem meias palavras, o empresário chamou o treinador Renê Simões, que botou o dedo na ferida da indisciplina, de medíocre.

Renê tem história no futebol. Tem currículo apresentável na área. Do agente, ao contrário, só se conhece sua imensa lista de desserviços prestados ao futebol brasileiro.

Tremendo cara-da-pau, esse mercador de atletas. Nesta quizumba toda, estou com Simões, Romário e o DJ, que estão percebendo o descaminho do projeto de craque.

Ajudar o garoto neste momento é fazê-lo baixar a bola e rtirar a máscara. Mesmo que isto reperesente alguns milhões a menos no bolso dos oportunistas.

6 comentários para “O mercador e o treinador”

  1. Palmeira. disse:

    Este tal de Wagner ribeiro deveria agradecer ao Rene pela critica contundente e oportuna ao moleque irresponsável, que se acha melhor que Pele

  2. Alex Martins AMC disse:

    Este Dorival parece que não tem moral nenhuma, queria ver se tivesse acontecido esta situação com o Yustrich,Telê ou até o Luxa o que teria acontecido com o Neymar.

  3. Walterson disse:

    Ainda acho que o Santos fez uma grande bobagem em não vender o cidadão. Afinal, 30 milhões de Euros não é uma quantia desprezível e seria a solução das dívidas do peixe-baleia. O “pojeto” do craque prevê premiação adicional por conquistas e gols marcados. Como este time da sardinhada não vai ganhar mais nada (não tem mais naviraienses pela frente), só resta ao mancebo fazer gols e como este ultimamente só faz gols de penalty, se vê na obrigação de bater todos. Errando bem mais que o razoável, diga-se.

  4. Amácio Gattuno disse:

    Neymar é um pouco acima do que consideramos um bom jogador. Está realmente acima da média, mas não é o craque que dizem. Ele pode vir a ser, mas no momento não é. Mas acha que é. Esse é o problema. Segue o mantra básico, garoto: respeito, respeito, respeito. Nunca é demais.

  5. Naldo disse:

    Sinceramente!? Eu quero é que máscara pese até derrubar. Quem sabe depois da queda ele levante mais humilde e atenha só a jogar bola.

  6. Elias disse:

    16:38…outro Dener. Infelizmente…