O mercador e o treinador

Por Jorge Angrisano Santana | Em 18 de setembro de 2010

Vagner Ribeiro, agente do milionário Neymar, saiu em defesa de seu contratado, após o faniquito do jogador na última rodada do Morrinhão. Aliás, nas últimas rodadas…

Sem meias palavras, o empresário chamou o treinador Renê Simões, que botou o dedo na ferida da indisciplina, de medíocre.

Renê tem história no futebol. Tem currículo apresentável na área. Do agente, ao contrário, só se conhece sua imensa lista de desserviços prestados ao futebol brasileiro.

Tremendo cara-da-pau, esse mercador de atletas. Nesta quizumba toda, estou com Simões, Romário e o DJ, que estão percebendo o descaminho do projeto de craque.

Ajudar o garoto neste momento é fazê-lo baixar a bola e rtirar a máscara. Mesmo que isto reperesente alguns milhões a menos no bolso dos oportunistas.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.