O Flanelaço visto da Lagoa

Por SÍNDICO | Em 20 de fevereiro de 2010

Perguntei ao atleticano juramentado, Edmar Damasceno, ex-colunista do site Mundo Esportivo, o que ele está achando do flanelaço programado pra hoje, no Mineirão.

Como se percebe, ele não vai se ofender. E ainda terá visão privilegiada do espetáculo, pois ficará atrás do Gol da Lagoa.

JS:

Agora que vc falou é que eu fui ao teu blog e li. Eu nem sabia disso.

Particularmente não vejo nada demais, torcedor tem mais é que tirar sarro dos rivais, embora o verdadeiro flanelinha tenha sido o Palmeiras.

Na última rodada, já estávamos fora; logicamente não poderíamos ceder uma vaga que não tinhamos…

Mas isso é outra história, se fosse o oposto estaríamos sacaneando também…

Mesmo se fosse com aval e apoio financeiro da diretoria, para mim ainda não haveria nada de ofensivo.

Em tese não acho que vá estimular violência, pelo menos no torcedor comum.

Já nas grandes organizadas nunca se sabe, pois a irracionalidade sempre predomina entre elas.

Edmar

65 comentários para “O Flanelaço visto da Lagoa”

  1. Jorge Santana disse:

    O Edmar é atleticano, mas não é um terrorista pronto acionar uma bomba, portanto, não há necessidade de ofendê-lo no debate, Ok?

  2. Jorge Santana disse:

    Pra estabelecer a verdade sobre a história da divulgação da venda de ingressos para o RapoCota, aí vai um comentário do rdish, em outro post: rdish disse: 20 fevereiro 2010 às 10:40 am – Justiça seja feita, o público e a divisão das torcidas foram informados no programa Bastidores.

  3. Naldo disse:

    Concordo plenamente com o Damas II.

  4. Othon disse:

    se for o mesmo Edmar que eu to pensando, alem de grande atleticano, é um grande amigo, gente da melhor qualidade, meu companheiro em alguns show de rock, irmao do meu melhor amigo, enfim, gente da mais fina estirpe! quem nao leva a coisa na brincadeira são os idiotas que sempre arrumam confusao, essa gente nos sabemos que são… Grande Edinho, um abrço e muita má sorte hj!

    • Jorge Santana disse:

      Fazendo contas: se o irmão mais novo regula idade contigo, que está beirando os 50, o Edinho deve ter ultrapassado o Cabo das Boa Esperança há mais de dez. Provectos assim, vcs ainda rockam? Erasmo, Keith e Mick tão fazendo escola.

  5. As frangas SEMPRE tem visão privilegiada dos movimentos e ações da torcida do Cruzeiro no clássico (acredito que isso incomode muito a eles!). Nós, da metade de cá, não podemos dizer o mesmo, os gritos são insanos, as bandeiras se rasgam ou sobem de cabeça pra baixo com facilidade, os vacilões comandam e o resto é senta e sinta. E é caso RARO ter uma franga com noção das coisas que acontecem. Mas existem!

  6. Jorge Santana disse:

    A maior parte dos torcedores têm exata noção do que é festa e do que é ofensa gratuita. Aliás, quem não sabe separar as coisas, devia ser internado, pois pode até matar boa parte de sua própria familia num acesso de fúria futebolística. Ou existe família que só tem torcedor de um time? Na minha, no último censo descobrimos dois emplumados entre 800 componentes. E eles são respeitados, embora, nos banquetes, tenham de almoçar no quintal, com o prato na mão, tondo cerveja quente ou vinho chapinha.

  7. Chaves disse:

    Sobre as organizadas, não é com ou sem flanelinha que vai influenciar. Briga terá com ou sem apetrechos de gozação. Uma hora dessas, pelos pontos da cidade, o pau já deve estar quebrando ou quase quebrando.

  8. Edmar Damasceno disse:

    Sou eu mesmo, Othon. O último show, do AC/DC, foi uma verdadeira odisséia, uma das viagens mais malucas que já fiz. Mas valeu a pena, foi ou não foi? Um abraço. Agora, ouvir um cara que segundo o próprio blog tem 80 anos me chamar de provecto é dose…

  9. Cláudio Ianni disse:

    As duas melhores da semana foram em cima do Lu-chemburgo: a do Adilson Batista e a do Belluzo. Foram demais!

  10. Cláudio Ianni disse:

    Lu-chemburgo !!

  11. Dylan disse:

    esse é o treceiro atleticano sensato que eu conheço em um ano…tenho a impressão que a cota estourou.

  12. Binho disse:

    Uma coisa é certa: ainda que percamos o clássico a gozação já terá sido feita. Começamos a partida vencendo nas arquibancadas. Será o jogo das flanelinhas hoje e daqui a 500 anos.

  13. Cleber Mendes disse:

    A primeira vez que assisti a um clássico entre o meu Cruzeirão MultiSuperCampeão e o time das lurdinhas (1976, pela televisão), um detalhe que me chamou a atenção foi a divisão de torcidas na geral do Mineirão: atletiqueiros à esquerda das cabines e Cruzeirenses à direita.
    Eu já assistira clássicos do futebol carioca antes, também pela tv, e notei que os torcedores de ambas as equipes se misturavam sem, aparentemente, qualquer animosidade entre si. Mas essa mistura entre torcedores rivais já aconteceu na geral do Gigante da Pampulha nos anos 60 ou não? Quem se habilita a esclarecer a minha dúvida?

  14. Chaves disse:

    E os caras estão mordidos, pois o Tardelli escreveu em seu twitter: “Flanelinha o C……”

    • simone b de castro disse:

      Engraçado é que ele pode fazer piadinhas, provocar a torcida do Cruzeiro na fila de ingressos para a LA, e tudo bem? Ei, mortadelli, VTNC!

  15. simone b de castro disse:

    Muito legal conhecer mais um atleticano lúcido! Será “mal” do nome? Damasceno? Mas ainda assim discordo de uma coisinha: O atlético é flanelinha do Cruzeiro, sim. Só que cedeu a vaga aos pouquinhos…É exclusivo!

  16. kmp disse:

    Esse flanelaço programado é uma manifestação legitima e democrática, com ou sem apoio da diretoria.Qdo acabar a zoação ao adversário e as brincadeiras, o futebol está fadado ao fracasso, e concordo com o Damasceno, o torcedor mais lúcido e um pouco mais inteligente não vai descambar pra violência por causa disso, engole o sapo e vida que segue, o problema são os imbecis que fazem de qualquer coisa um motivo para sua irracionalidade.
    Abs.

  17. Chaves disse:

    E o pau está quebrando neste momento entre Galoucura e Máfia Azul no Padre Eustáquio. Lamentável.

  18. Chaves disse:

    No Betânia também já teve briga: “Torcedores do Atlético e do Cruzeiro se envolvem em tumulto no bairro Betânia. Viaturas da Polícia Militar foram chamadas na avenida Tereza Cristina, altura do bairro Betânia, região Oeste de Belo Horizonte, onde houve um tumulto entre torcedores do Cruzeiro e Atlético. De acordo com a PM, com a aproximação dos militares, os torcedores começaram a se dispersar. Ainda não há informações se o tumulto deixou feridos.” fonte: o tempo

    • Frede disse:

      Brigas tbm no Nova Suissa

      • Celso Libertadores disse:

        Tinham que acabar com essas torcidas organizadas que são violentas. A torcida organizada não é punida, ninguém é responsabilizado. As autoridades ficam aguardando mortes e mais mortes para que alguma coisa inútil seja feita.

    • Camaradas,

      Em SP, Ministério Público e Policia “acabaram” com as “torcidas organizadas”. Deve ter feito um tremendo resultado para, a cada confronto, surgirem os solucionadores de plantão falando em “acabar com as organizadas” e resolver o problema da bandidagem e violência urbana.
      Caiam na real.
      Ou então comecem a relatar as brigas de gangues, no funk, nos pagodes, nas bocas de fumo… Não sei porque a mídia ESPORTIVA se interessa tanto em preencher o espaço para dar manchetes sobre as torcidas organizadas.
      Vai er só existem duas em MInas.

  19. Vinicius Cabral disse:

    Acabei de voltar da feira do Padre Eustáquio. E o pau quebrou lá. Fui levar minha namorada para entregar uns exames no Ermes Pardini e, minha sorte foi a de ter chegado 5 minutos antes do quebra-quebra, pois estava com a camisa do Cruzeiro. A Pará de Minas virou um campo de batalha. Pedaços de pau, pedras, ferro, cadeiras (provavelmente de bares e lojas), tudo serviu como arma.

    • Dylan disse:

      sair com camisa em dia de clássico hoje em dia é gostar de viver perigosamente.

      • Vinicius Cabral disse:

        Foi mera distração. Fui levar uns exames na clínica. Mas o que mais me intriga é que já foram realizados centenas de clássicos e todo ano é a mesma coisa. Coloca-se policiamento no mineirão e se esquece dos bairros, ou pelo menos, das avenidas principais. Daí, torcidas organizadas pegam ônibus a 50 metros umas das outras, muitas vezes, até os mesmos ônibus.

      • Perigosamente é ir trajado de azul e branco para São Januario assitir Vasco x Cruzeiro. O Estado fica num local “perigoso” conheci um maluco que fez isto.. teve a camisa arrancada a dois quarteires do estadio e a PM literalmente salvou a vida dele.

      • Vinicius Cabral disse:

        Mas isso já aconteceu com um vascaíno que veio ao mineirão torcer pelo Cruzeiro e sofreu a mesma coisa.

  20. È duro, classicos quando morava la eu tinha o maior cuidado, espero que a PM de conta do recado, se já cedo assim, espero que o mineirão não vire uma batalha campal.

  21. Celso Libertadores disse:

    E o Superfrangas com manchete convocando o torcedor atleticano.

  22. simone b de castro disse:

    São os marginais de sempre! Enquanto não houver uma mudança radical nas leis, com punições exemplares, rigorosas, vamos sempre ter que assistir a uma idiotice dessa!

  23. Comentário de uma vizinha, que regula idade com o bloguiro, aqui do Bairro Ouro Preto:
    “… não gosto de futebol, nem de Seleção, mas torço para o Atlético ganhar sempre… aqui fica um inferno quando eles perdem… não sabem o que é esporte, torcida e muito menos derrotas, são um bando de insanos….”

    • simone b de castro disse:

      Já ouvi alguém da mídia falar que, quando o atlético perde, a violência aumenta em BH. O que não isenta os marginais do Cruzeiro.

    • Vinicius Cabral disse:

      No Padre Eustáquio eu tive a impressão de que quem começou foram os “cruzeirenses”.

      • simone b de castro disse:

        Sim, não estou questionando quem começou. Existem marginais dos dois lados! Como o Evandro colocou uma fala de uma senhora, relatei o que ouvi de uma pessoa que lida diretamente com a polícia. Não duvido que os marginais cruzeirenses tenham começado a briga. Mas a verdade é que todos saem às ruas com a intenção de brigar. Às vezes, a briga já é marcada pela internet! Um verdadeiro absurdo!

      • Briga entre marginais travestidos de torcida organizada, NUNCA se saberá quem começou, quem terminou, onde começou e onde terminou.
        E a Polícia mantem estas “torcidas organizadas” para ter algum controle. Se acabar oficialmente a Polícia perde o controle.

      • Vinicius Cabral disse:

        Desculpa, não falo mais.

  24. Cleber Mendes disse:

    Alô Maurício, estarei lá no Reduto Cruzeirense.

  25. Estádios no Brasil onde o Cruzeirense deve tomar muito cuidado quando for ver jogo do Cruzeiro vestido com a sua camisa (ir com camisa da Máfia Azul é pedir para ser atacado).
    São Januário (não recomendo nem ir com camisa!)
    Vila Belmiro (não recomendo nem ir com camisa!)
    Parque Antarctica (não recomendo nem ir com camisa!)
    Outros que são complicados mas menos letais: Serra Dourada (GO), Bezerrão (DF), Couto Pereira (PR), Olímpico (RS), Aflitos (PE). Alfredo JAconi (RS). Alguns deles são verdadeira arapucas em que a torcida visitante é obraigada a entrar por caminhos únicos e de fácil armação de emboscadas. Quem já foi em algum deles sabe do que estou falando.

  26. Estava no Carrefou Pampulha agora a pouco.
    Tres cruzeirenses do interior. Um homem e uma mulher com camisa do Cruzeiro e o outro com roupa “neutra”. Não conhecem a região. Um sugeriu que almoçassem no Farroupilha.
    Lógico que entrei na conversa e expliquei que não deveriam ir e que almoçassem no Carrefour (onde devem ter deixado o carro estacionado) e seguissem a pé para o POrtão 6.
    O cara com camisa do Cruzeiro ainda fez cara feia pra mim.

  27. simone b de castro disse:

    OFF: E não é que o Pauleiras, depois de tentar Kléber, WP, Adilson Batista, agora vai tentar o Ernesto Farias, que viria para o lugar do gladiador? Isso é que é vontade de ser Cruzeiro!

    • E a torcida porcina tá pedindo o retorno do Murici. O substituto não dura 60 dias.
      Os suínos vão experimentar um pouco do que vivemos em 2004/2005.
      É a “maldição” do Luxa. Os suínos merecem… Beluzzo, Toninho Cecílio, Trafic, Luxemburgo….
      E tem torcedor que sonha com este tipo de comando nos seus times.
      As frangas estão jogando o jogo da vida deles. É conquistar alguma coisa em 2010 ou o naufrágio será histórico no futebol brasileiro.

      • simone b de castro disse:

        Merecem mesmo, Evandro! Quando me lembro que eles são amigos do patético, e daquele jogo que ganharam roubado no Mineirão, pelo brasileiro, acho pouco…QUE AFUNDEM! Luxemburgo se encarrega de quebrar o clube, sai, e deixa a bomba nas mãos do presidente do clube. É isso que merece quem acredita nesse papo vencido de “projeto”. Sempre tem bobo para tudo!

  28. rosan amaral disse:

    A melhor estratégia para a prevenção é evitar grupos com mais de 5 pessoas. Agora a pouco (13 hs), voltando de uma consulta, estava descemdp pela rua Gonçalves Dias em direção ao bairro de Lourdes quando avistei um grupo de torcedores vestidos com uniformes da Máfia Azul (aproximados 50 incluindo moças), no cruzamento com a Av. Bias Fortes. Quando o sinal informou “verde” atravessei a avenida juntos com outros 20 carros. Os mafiosos exigiram que uma camionete (ocupada por 2 senhores, da faixa escolar do JS) parasse em pleno sinal verde para o grupo passar a rua Gonçalves Dias. A psicologia e sociologia é unânime em afirmar que os jovens, principalmente, perdem a racionalidade quando em grupo com objetivos ou sentimentos básicos (para não dizer primários).

    • rosan amaral disse:

      Para concluir, acredito que a melhor prevensão social é evitar aglomeração de grupos superiores a 5 (cinco) em dias de clássico local.

      • rosan amaral disse:

        Obiviamente há exceções como todas as regras. Se for uma família de 7 ou 10 é diferente de um grupo de torcedores e amigos comuns de 7 ou 10.

  29. Elias teleguiado disse:

    Falando em DAMASCENO, KD o Damas???

  30. Fábio Prates disse:

    Que absurdo! Acabei de ouvir na Itatigalo que a polícia está de olho nos torcedores que estiverem com flanela…. Vejam só a que ponto chegamos. Como eles não conseguiram “melar” a nossa provocação, estão agora tentando intimidar a torcida…. E aí, o que fiz? Mudei de rádio na hora. Fui para rádio Globo/CBN. Um abraço a todos.