O campeão brasileiro de 1987

Por SÍNDICO | Em 25 de fevereiro de 2007

Marcos Pinheiro

 

Passou batido. A imprensa pouco divulgou, mas desde 1997, o Sport é, legalmente, o único campeão brasileiro de 1987. A decisão foi tomada pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

A pendência judicial arrastou-se durante 10 anos, até que decisão do TRF da 5ª Região – Processo 94.05.37235-1 – Apelação Civil – processo original da 10ª Vara Federal de Pernambuco sob número 0000040550 – pôs termo à disputa, declarando o Sport Clube do Recife único campeão brasileiro de 1987.

O acórdão pode ser lido em sua íntegra no

A decisão judicial foi publicada, entre outros, pelo Jornal do Commercio em 2 de outubro.

O Flamengo tentou um último recurso no Superior Tribunal de Justiça, denominado Agravo de Instrumento (Ag 210691). Mas seu prosseguimento foi negado

Não me lembro de ter sido divulgada qualquer notícia a respeito desta sentença pela Rede Globo. Por que será? Sem informação adequada, muita gente continua imaginando que o Flamengo, campeão da Copa União, seja o campeão brasileiro de 1987.

A decisão transitou em julgado em abril de 1999. Não cabe mais recurso. O nome oficial do campeonato brasileiro de 1987, como se lê no acórdão, era Copa Brasil. O nome oficial do módulo verde era Taça João Havelange e o do módulo amarelo, Taça Roberto Gomes Pedrosa. Há ainda a menção de que a 1ª Divisão era composta pelos módulos verde e amarelo e a 2ª Divisão pelos módulos azul e branco.

A Justiça tarda, mas não falha!

Marcos Pinheiro, 36, carioca, engenheiro, pós-graduado em economia, estudante de Direito, cruzeirense, mora em Belo Horizonte.

73 comentários para “O campeão brasileiro de 1987”

  1. Marcos Cabral disse:

    O Flamengo é o CAMPEÃO BRASILEIRO de 1987.

  2. Jorge Santana disse:

    Falou, Meritíssimo!

  3. Marcos Pinheiro disse:

    Um esclarecimento adicional: “Copa União” era apenas um nome fantasia. Conforme pode-se ler no Acórdão do TRF, o nome do módulo verde era Taça João Havelange.

  4. Evandro disse:

    Nada como flamenguista para se achar superior a uma decisão judicial.

    Normal!!!!

  5. Jorge Santana disse:

    Cabral é rubronegro, mas não flamenguista. E nem pernambucano, claro.

  6. Leopoldo Moura Jr disse:

    Jorge, foi muito bom você ter colocado esse assunto em pauta.

    O ano de 1987 está entrando para a história muito mais pela polêmica de quem foi o campeão do que pela criação do que parecia ser um grande marco: o Clube dos 13 – o qual, como vimos depois, não foi essa coisa toda.

    Mas a discussão prossegue e tem as suas repercussões, principalmente porque ela embaralha um pouco a questão que mais me interessa: o nosso título de 1966.

    Quando penso nos campeões de 1959 a 1970, estou raciocinando em termos de algo que é legítimo (de fato e de direito) e que precisa ser reconhecido, formalmente, ou, por uma maioria esmagadora. Tão esmagadora que pusesse um ponto final na questão – o que as paixões e bairrismos costumam complicar.

    É uma discussão, teoricamente, mais simples, porque não implica em mudar nada. É preencher um vazio, com a adoção de critérios gerais à posteriori. Se o campeonato não tinha o formato que tem hoje, não significa que não houvesse nada. Pelo contrário, houve algo que pode ser perfeitamente reconhecido. É como se fosse um re-batizado. O cidadão nasceu e continua vivo. Só vai mudar o nome.

    O complicador aqui é outro: o poder que o Cruzeiro, Bahia, Santos não têm, ainda, sobretudo na mídia. Além disso, os outros times que seriam beneficiados, entre eles o Palmeiras, parecem que não têm muito interesse.

    O caso de 1987 é diferente porque foi estabelecida uma norma, burra, que a realidade meio que se recusou a cumprí-la. Ou seja, como é que pode um título ser decidido entre participantes de níveis diferentes?

    Aquelas diferenças de cores (módulos verde, amarelo, sei lá) foram uma cortina de fumaça para colocar, absurdamente no mesmo campeonato, a 1ª e a 2ª divisões juntas. A adoção das cores foi um artifício extremamente ardiloso, porque nas cores não há, digamos, “hierarquia”. É muito mais uma questão de gosto (coincidentemente acho o azul mais bonito). A lambança ficaria mais difícil de ser aplicada se pusessem números.

    o que foi feito não tem a menor lógica. É como se fosse possível uma disputa, no fim do ano passado, entre São Paulo e Atlético-MG para a decisão do título de campeão brasileiro de 2006.

    Ocorre que uma aberração assim foi feita, no papel. E aí, o Flamengo (campeão da 1ª divisão) se recusou a cumprir o que estava estabelecido.

    Ele teve razão? Talvez sim. Mas a briga rubro-negra, apesar de todo o seu poder, é muito mais difícil do que a nossa. Problema deles.

    Eu só entraria nessa, se uma eventual solução para 1987 ajudasse a questão de 1959 a 1970. Se fosse algo do tipo dar uma “arrumada geral”. Mas acho difícil. Aliás, ela atrapalha.

    Portanto, penso que devemos separar as coisas.

  7. Jorge Santana disse:

    Leopoldo, em que divisão deveriam jogar, em 1987, o Guarani, vice-campeão nacional de 1986 e o América-RJ, semifinalista de 1986?

    Se na 1ª – imagino que esta será sua resposta – por que não puderam fazê-lo?

    E se não puderam por motivos alheios à vontade deles, decorre, então, que, não ter havido 1ª e 2ª divisões em 1987. Ao menos, fora das páginas da Placar.

  8. Ernane Siqueira disse:

    Caros,

    O Flamengo foi campeão do torneio mais importante, a COPA UNIÃO. Para mim, pouco importa se é ou não considerado campeão brasileiro de 1987. Naquele ano, o Cruzeiro e os emplumados fizeram as duas semi-finais e ambos perderam seuS jogos no Mineirão; emplumados na quarta (3×2 Flamengo), e o Cruzeiro na quinta (1×0 Inter). Imaginem se o Cruzeiro tivesse passado pelo Inter e batesse o Fla na final, será que estaríamos dando o mesmo tratamento ao caso, i. e, considerando o Sport como campeão brasileiro de 1987 e o Cruzeiro um time sem título? Eu não consideraria o Sport como campeão, mas sim o Cruzeiro, como considero hoje o Flamengo o campeão brasileiro de 1987. Tenho sérias dúvidas se o Cruzeiro aceitaria fazer a disputa com o Sport. Desculpem o anexim, mas “pimenta nos olhos dos outros é refresco!

  9. Rodrigo disse:

    Não sou flamenguista (muito pelo contrário), e nem me acho superior a qualquer decisão judicial, mas o Flamengo é o campeão brasileiro de 1987. Se não for judicialmente falando, então que seja moralmente falando. Como um time que disputou a segundona daquele ano pode ser o campeão??? O Campeonato foi disputado por 16 clubes na Primeira Divisão, e o Flamengo foi o legítimo campeão. Eu queria ver se o Cruzeiro fosse campeão, se vcs estariam defendendo esse titulo do Sport, garanto como seria diferente. Mas como é o Flamengo, que pertence ao, ahn, “eixo”, temos que ser contras, né? Mas como se instalou essa confusão, eu até acho que seja justo que se reconhece os dois campeões, porque eternamente será essa discussão. Mas quem acompanhou o Campeonato (como eu acompanhei) sabe que o campeão legitimo foi o Flamengo.

  10. Rodrigo disse:

    Ernane, aí com certeza o tratamento aqui seria diferente, iriam falar pra quem considerasse o Sport campeão que estavam cassando nosso titulo. E sobre os semifinalistas de 86 não disputarem o campeonato de 87… meu caro Jorge, quantas e quantas vezes já se virou a mesa nesse país?

  11. Edu disse:

    E desde quando juiz decide quem é e quem não é campeão?

  12. Jorge Santana disse:

    Rodrigo, então, é assim?

    Viraram a mesa e ponto? Manda quem pode e obedece quem tem juízo?

    Um vice-campeão e um semifinalista são impedidos de disputar o campeonato do ano seguinte e ele vale como se fosse de 1ª Divisão?

    Golpe de estado tá valendo?

    Dólar na cueca é pouco.

    Salve o Clube dos 13. E tomara que reduzam um pouco mais as verbas de TV do Cruzeiro. Se manda quem pode, não vamos reclmar.

    Salve Eurico, Dualib, Mustafá, Braga, Bebeto e demias donos do futebol brasileiro!

    Abs,
    JS

  13. O Flamengo é tão campeão de 1987 quanto o Cruzeiro é de 2000…

  14. Leopoldo Moura Jr disse:

    Jorge, como dizem os ingleses: “dois erros não fazem um acerto”.

    Em nome do tal “jeitinho”, muita mutretagem e autoritarismo são praticados.

    Entre outra coisas, prejudicaram Guarani e América-RJ e deram um jeitinho para amenizar.

    Reafirmo, esse vespeiro não é briga minha. A não ser que ele seja incluído numa discussão mais abrangente, do tipo “volver a 1959”, para que se encontre uma solução geral.

  15. Jorge Santana disse:

    Eu só vejo um erro, Leopoldo: a Copa União. Ela foi resultado de um golpe de estado.

    Um entidade que não representa o conjunto do futebol o tal Clube dos 13, inventou um torneio só seu, sem qq critério técnico, para dividr a grana da Coca-Cola e da TV.

    Será que foi um erro montar o torneio dos excluídos? No fim, havia a possibilidade de se decidir em campo quem era o campeão brasileiro.

    Mas o Clube dos 13 fugiu.

    E, mesmo assim, o Sport deveria dividir com o Flamengo fujão o título? Só pq a Plcar assim o decidiu?

  16. Marcos Pinheiro disse:

    Ernane Siqueira e Rodrigo,

    Quem está dizendo que o Sport é o campeão não é o blog, mas a Justiça Federal. Eu apenas aceito e concordo com a decisão.

    Se vocês lerem atentamente o Acórdão do TRF, verão que o Sport estava na 1ª divisão em 1987, que contava com 32 clubes (tá lá no Acórdão!).

    Outro ponto que o Acórdão do TRF elucida é que o regulamento do campeonato previa o quadrangular decisivo desde o início e que todos 31 dos 32 participantes concordaram com ele (só o ameriquinha do Rio é que não concordou, e não disputou o torneio).

    O que se tentou foi um golpe de Estado!

    A Rede Globo, vocês devem se lembrar, boicotou o módulo amarelo, ignorando-o completamente. A Globo desde o início da competição vendeu a “Copa União” como se fosse o verdadeiro campeonato brasileiro, mesmo sabendo, como todos os clubes sabiam, que não era. No final, viraram a mesa e a grande maioria dos patinhos-brasileiros embarcaram, acreditando na grande lorota contada na TV.

    Quem tentou mudar a regulamento na meio da competição foi o Clube dos 13, apoiado pelo CND. Por isso é que o Sport foi à Justiça Comum e venceu em todas as instâncias. Não houve dois campeonatos, mas um só, que Flamengo e Internacional abandonaram antes do final (por medo?).

    Antes de 1987 o campeonato brasileiro não pertencia a qualquer rede de televisão. A partir dele, entregue de bandeja pelo Clube dos 13, passou a ser da Globo, que decide tabela, horário dos jogos e, sabe-se lá, se não decide até o campeão. E pior é que a corja não levou nem o título de 1987, que é do Sport (embora a Globo não divulgue nada a respeito).

    Acho muito presunçoso da parte de vocês acharem que eu, e outros, compactuaríamos com uma safadeza, com uma imoralidade, se o time que torço tivesse sido favorecido.

    Conheço muitos torcedores do Fluminense que não concordaram com a virada de mesa em 1997. Conheço muitos torcedores do Corinthians que não concordaram com a roubalheira em 2005. E, certamente, a partir do momente em que passarem a conhecer os fatos que eles realmente aconteceram, diferente do mundo cor-de-rosa mostrado pela Globo, haverão muitos flamenguistas que não concordarão com a imoralidade de 1987.

  17. Marcos Cabral disse:

    O Santos é hepta (ou seria octa, enea…)…
    O Cruzeiro é bi (sem trocadilhos, pessoal)…
    O Palmeiras tem tantos outros títulos…
    … e o Flamengo é penta, tão CAMPEÃO BRASILEIRO em 1987 quanto o Grêmio em 1996 e o Cruzeiro em 2003.
    P.S.: eu sei que bi, tri tec. referem-se a conquistas consecutivas. Usei-os só para ilustrar o que penso. E quanto a ser “framengo”, argh!!!!

  18. Jorge Santana disse:

    Cabral:

    Vc deve sofrer da Síndrome de Estocolmo. Vai gostar assim do Clube dos 13 lá no Fazendão! Ou seria lá na Boca do Rio?

    Abs,
    JS

    P.S.: O time mais bi em Minas é o emplumado. O Cruzeiro é o mais vezes tri.

  19. Leopoldo Moura Jr disse:

    Jorge, com relação ao Clube dos 13, estou concordando. Não há divergências.

    Apenas vejo 1987 como um problema muito maior e que pode contaminar a discussão do título de 66.

    O sociólogo é você, mas vou dar uns pitacos.

    Um dos nossos grandes problemas é que, por aqui, briga-se muito mais por interesses do que por direitos. E 1987 ilustra bem.

    Quando a CBF tirou do embornal o tal de cruzamento entre grupos, TODOS os times tinham que berrar ali, na hora. Se tivessem que radicalizar (como Flamengo e Inter fizeram depois), teria que ser naquele momento.

    Depois que os torneios chegaram ao fim, a briga passou a ser por interesses específicos (Flamengo e Inter) e ai os outros pularam fora.

    Também não quero pular fora, só que tenho outras prioridades – a de 66, por exemplo.

  20. Ernane Siqueira disse:

    Marcos Pinheiro,

    Golpe de Estado? pirou?

    E quanto a ter 2 ou 3 torcedores a não aceitar as tais imoralidades é coisa de pouquíssima importância, pois a maioria esmagadora dos torcedores dos times citados por você não pensa assim!
    A justiça declarou campeão o Sport, o campeão dos excluídos (segundo JS), não estou entrando nesse mérito: o Sport foi campeâo da série B e Fla da Copa União que reunia os grandes. Se a copa união não tinha legitmidade é outra história, o fato ´q que ela tinha melhor nível técnico, melhor futebol…

    O que aconteceu não foi golpe de estado, foi má organização de todo lado, coisa aliás que também ocorreu em 2000.Por que a tal JUSTIÇA não deu o título ao campeão dos excluídos, o SC? Coisa aliás muito mais vergonhosa do que ocorreu em 1987.

  21. Walterson disse:

    Vejam a lógica dos defensores do Framengo; se o módulo verde era primeira divisão e módulo amarelo era segunda divisão, os módulos azul e branco eram terceira e quarta divisões? Existe quarta divisão no futebol brasileiro?
    Então porque viraram a mesa em 1987, devemos compactuar com isto? Pelo jeito o Sport acha que não, tanto que foi à justiça comum, tipo o que foi feito pelo Ameriquinha mineiro tempos atrás, só que o Sport foi até o final. Se houvessem mais exemplos deste tipo, quem sabe o Fluminense não voltaria pra Segundona já que, com a Copa João Havelange de 2000, este pulou direto da terceirona pra primeira divisão (juntamente com o Bahia mas este já voltou para o seu lugar devido). Se o Inter não estivesse tão enlameado tambem, poderia ter feito o mesmo em 2005.

  22. Marcos Pinheiro disse:

    Entendi, Ernesto Siqueira,

    Vc é a favor das imoralidades, desde que elas lhe favoreçam!

    Pensamos muito diferente. Não chegaremos a um acordo.

  23. Jorge Santana disse:

    Ernane:

    Em 1987, um grupo de cartolas fundou o clube dos 13 para negociar cotas de televisão com a Globo e de patrocínio com a Coca-cola e excluiu, pura e simplemsnete, o vice e um dos finalistas do ano anterior do torneio.

    A CBF, pra não brigar, armou o campeoanto do outro módulo e mandou os dois se cruzarem para decidir o título nacional. Amenizou a injustiça. Só isso.

    Mas os clubes da Copa União decidiram, unilateralmente, não jogar contra os vencedores do outro módulo. Com apoio da Placar, diga-se. E tb de outros órgãos de imprensa.

    Qual pe a legitimidade desta decisão? Perguntaram à Justiça e ela se manifestou. O que mais é preciso pra se restabelecer a verdade?

    Levar o caso ao PCC? Ao CV? Aos bicheiros cariocas?

    Abs,
    JS

  24. Jorge Santana disse:

    Rodrigo, eu tb acompanhei o campeonato, completei o álbum de fugurinhas e fui a Sampa assistir ao Cruzeiro 1 x 0 Santos.

    Queria ver o cruzeiro campeão da Copa União e do Brasileiro. Mesmo discordando da forma de diosputa, não vou deixar de torcer pelo meu clube.

    Mas isso me dá direito de escolher o campeão brasileiro acima dos regulamentos?

    Se der, vou reivindicar o título de 2000 pq o Cruzeiro terminou vencedor do módulo principal.

    É preciso acabar com a espeteza no Brasil. E o desrespeito aos regulamentos pelos clubes de maior torcida foi uma esperteza e tanto. E com apoio da Globo, da Placar etc.

    O Sport foi campeão jogando e não rasgando regulamentos e se beneficiando do apoio de empresas de comunicação.

    Uma delas, aliás, tornou-se a proprietária dos campeoantos, quiça dos clubes que lhe devem favores e grana.

    Tal qual o escravo nordestino que foica preso nas fazendas da Amzônia sem nunca conseguir pagar os “patrões”.

    Abs,
    JS

  25. Jorge Santana disse:

    Rodrigo, eu tb acompanhei o campeonato, completei o álbum de fugurinhas e fui a Sampa assistir ao Cruzeiro 1 x 0 Santos.

    Queria ver o cruzeiro campeão da Copa União e do Brasileiro. Mesmo discordando da forma de diosputa, não vou deixar de torcer pelo meu clube.

    Mas isso me dá direito de escolher o campeão brasileiro acima dos regulamentos?

    Se der, vou reivindicar o título de 2000 pq o Cruzeiro terminou vencedor do módulo principal.

    É preciso acabar com a espeteza no Brasil. E o desrespeito aos regulamentos pelos clubes de maior torcida foi uma esperteza e tanto. E com apoio da Globo, da Placar etc.

    O Sport foi campeão jogando e não rasgando regulamentos e se beneficiando do apoio de empresas de comunicação.

    Uma delas, aliás, tornou-se a proprietária dos campeoantos, quiça dos clubes que lhe devem favores e grana.

    Tal qual o escravo nordestino que foica preso nas fazendas da Amzônia sem nunca conseguir pagar os “patrões”.

    Abs,
    JS

  26. Marcos Pinheiro disse:

    Desculpa a troca de seu nome, Ernane. Só percebi agora.

  27. Rodrigo disse:

    Jorge, a situação de 2000 é diferente, desde o inicio sabia-se desse cruzamento entre os módulos, e todos os times aceitaram isso, coisa que não ocorreu em 1987, quando nenhum time da Primeira aceitaria o confronto. Qualquer um! Calhou de ser o Flamengo, e por isso, mesmo eu nutrindo enorme simpatia pelo Sport e grande antipatia pelo Flamengo, não posso falar que o Sport é o legitimo campeão. E não que eu ache viradas de mesa normal e bom, mas isso sempre aconteceu no Brasil até 2002, e mesmo assim ninguém desconsidera os titulos ganhos antes disso. Foi ridiculo o Guarani e o Ameriquinha não disputarem o campeonato da Primeira em 87, mas nem por isso vou desconsiderar esse campeonato, porque isso aconteceu sempre até tempos atrás. Hoje felizmente parece que estamos livres disso.

  28. Marcos Pinheiro disse:

    Rodrigo,

    Leia o Acórdão do TRF de novo. É de clareza cristalina! Todos os 32 clubes dos dois módulos (inclusive o Flamengo) sabiam, antes do torneio começar, que haveria um quadrangular entre os finalistas dos dois módulos. E todos os clubes dos dois módulos, inclusive o Flamengo, aceitaram!

    Está escrito no Acórdão. A competição chamava Copa Brasil e tinha dois módulos. O processo começou quando o Clube dos 13, apoiado pelo CND, que mudar o regulamento, já na reta final da competição (pelo que de depreende da leitura do Acórdão, a tentativa de mudança do regulamento foi após a 1ª fase e antes do quadrangular – oportunismo maior impossível).

    Uma dica para todos os inconformados: imprimam o Acórdão e dêem uma leitura atenta.

  29. Ernane Siqueira disse:

    Caro Pinheiro,

    Melhor seria não me julgar por si mesmo!

    Sou contra a sua hipocrisia! Em nenhum momento disse que o Sport não poderia ser indicado campeão, só entendo que a copa união era muito mais forte do que o tal módulo vencido pelo time do Recife.

    Por que você não aproveita para reivindicar na justiça o título de 74 para o Cruzeiro, o de 77 para o emplumado, o de 2000 pra o SC, o de 2005 pra o Inter…fatos muito mais vergonhosos foram praticados, mas o importante é querer retirar a importância da conquista do “Framengo”, o Sport pode ser considerado campeâo mundial, mas o time que derrotou em campo os adversártios mais fortes foi o Rubronegro do Rio.

  30. Walterson disse:

    Ernane, como é que o Framengo derrotou os adversários mais fortes se o vice-campeão estava do outro lado? Voce acha mesmo que o Botafogo era melhor que o Sport? Voce está julgando apenas pelo histórico, pela importância anterior (muito anterior, mesmo) do clube.

  31. NALDO disse:

    O Módulo era amarelo,

    Mas quem amarelou foi o Flamengo, que fugiu da disputa com o Guarani no cruzamento que definiria o Campeão Brasileiro de 1987. E o Inter embarcou junto orientado pelo clube dos treze.
    Mas não se preocupem não, a Placar e a Globo legitimaram o título do Flamengo.

    Parabens ao Sport – Campeão Legal do Brasileiro de 1987. De qualquer forma ficou com um rubro-negro.

    Sds

  32. mARCIO disse:

    por estas e outras:

    – SPORT CLUB DO RECIFE – CAMPEÃO BRASILEIRO DE 1987 !

    Flamenguistas roubam, roubam… mas morrem na praia…

  33. Liandro disse:

    o Sport é tão campeão que a própria criadora da confusão histórica (leia CBF) tem em seu site oficial os jogos da copa união como de 1º divisão e os do módulo amarelo nem aparecem..(exceto o jogo final inventado por eles e depois de denûncia feita pela globo).

    Essa discussão será para a eternidade…pois os torcedores do Flamengo e todos os sensatos irão considerar o Flamengo campeão. Quanto ao fato ridículo de dizer que o módulo verde não era a única divisão principal pq tinha o guarani e outros times desse porte que foram bem no campeonato de 86 chega a ser cômico.
    Irei usar dois argumentos para quebrar essa besteira:
    a) O campeonato de 86 era disputado por “300” times dividido em “80” chaves (uma zona total e absoluta), e diante desse cenário é mais fácil um azarão chegar a final..e até ser campeão. Vejam a copa do Brasil (que demonstra isso ano após ano). Agora equipes manterem a regularidade de conquistas é bem diferente…..

    b) Se acham que o ridículo módulo amarelo era tão técnico e competitivo como o módulo verde, onde estão os títulos desses clubes???????? Me citem 1 título de nível nacional além do conquistado pelo atlético paranaense em 2001. Vejam que a esmagadora, quase absoluto número de conquistas estão na mão dos clubes que formavam o módulo verde….tanto antes como depois de 87. Olhem a história….
    Ai achar que é certo pegar um clube que venceu a maioria dos campeões…de títulos nacionais e internacionais conquistados pelo Brasil e fazê-lo jogar contra o time (Sport) que foi campeão num jogo que terminou 11 a 11 nos penaltis que ninguém até hj sabe quem é o campeão direito…é no mínimo muita inveja. Sem falar nos adversários do Sport….a grande maioria está na segunda e terceira divisão….o próprio Sport andou visitando esses lugares nos últimos 5, 6 anos…
    FLAMENGO PENTA CAMPEÃO NACIONAL.

  34. Jorge Santana disse:

    Liandro, a Copa União excluiu o 2º e o 3º colocados de 1986. Não era 1ª Divisão coisa nenhuma.

    Em nenhum lugar do mundo o 2º e o 3º colocados caem para a 2ª Divisão?

    Havia dois grupos, um com patrocínio da Coca-cola e da TV Globo, outro sem patrocínio. Fla e Inter não quiseram decidir o título. Problema deles.

    Os representantes do Brasil na Libertadores foram Sport e Guarani, campeão e vice do país.

  35. Liandro disse:

    Jorge Santana,

    Então me responda, pq o Atlético mineiro é considerado o 3º colocado no campeonato Brasileiro, e não um timeco do Módulo amarelo???? Se os “grandes times” que compunham o módulo amarelo eram primeira divisão, pq seus jogos não constam no site da CBF??? Outra, quem é o 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 10 colocado de tal campeonato??? Os clubes do módulo verde (Primeira Divisão) ou módulo amarelo (segunda divisão)?????? Me respondam…..estou ansioso por uma resposta…

    FLAMENGO PENTA CAMPEÃO NACIONAL.

    São dois pesos e duas medidas…só falta vc dizer que acha certo tmb que o Brasil campeão de 2002 e a Itália de 2006, para serem realmente campeões devem colocar seu título em disputa com o vencedor da OCEANIA e do ORIENTE MÉDIO???

    FLA PENTA CAMPEÃO NACIONAL

  36. Jorge Santana disse:

    Liandro:

    1. O pior da opção feita pelo Fla de fugir da daquela decisão é esta: seu torcedor tem de passar o resto da vida tentando mudar uma decisão da Justiça contra a qual não cabe mais recurso.

    2. Confira os participantes da Libertadores em 1988 e vc entenderá melhor quem foi o campeão brasileiro de 1987.

    3. Brasil e Itália cumpriram todo o ritual para serem campeões mundiais. Disputaram todas as partidas que tinham de disputar e, como vc bem sabe, não consta do regulamento esses cruzamentos que vc propõe.

    Sendo assim o Fla é tetracampeão brasileiro e campeão da Copa União. E o Sport é o campeão brasileiro de 1987. Como aliás, a Justiça decidiu há 10 anos.

    Abs,
    JS

  37. Liandro disse:

    Jorge Santana,

    Discuto esse assunto em várias comunidades e muitos de meus questionamentos não são respondidos.
    Enfim, o Flamengo e Inter não jogaram um quadrangular, então pergunto o que o Inter tinha a perder??? 2 e 4 lugar perto de um título não é nada. É público e notório que a CBF alterou a revelia as regras…e modificou…se vc concorda com desemandos e quebras de contratos..blz..considere o timeco do sport campeão…caso contrário saberá que o Fla é penta. Me diga pq em 88 “promovevam 08 clubes dos timequinhos do módulo amarelo”??? Pq não rebaixaram 04 do módulo verde e 04 do módulo amarelo??? se aquela piada era primeira divisão isso seria o justo não concorda!? Outra, olhe o histórico antes e pós 87 e veja as conquistas e participações em brasileiros dos clubes do módulo verde…o amarelo é ridículo…só um time venceu o brasileiro pós aquela palhacada….
    Enfim…para voces é fácil colar o site da fifa, cbf etc como se fossem provas irrefutaveis de um título..sem analisar o contexto. É absolutamente natural que sport e guarani jogassem a libertadores após a recusa do fla e inter de disputar aquela palhaçada….

    A maioria dos órgãos de imprensa consideram o Flamengo campeão…pq sabem que time de 2 divisão não enfrenta time de primeira para decidir título…isso nem em sonhos….

    Enfim..Flamengo PEnta campeão nacional.

    Essa história de que Guarani não podia jogar a segunda divisão é história…em 88 fizeram a mesma coisa e não contestam o título do Bahia..em 200 idem e posso provar que os times menores foram prejudicados.

    Mas no Brasil a inveja é foda….em vez de tentarem ganhar campeonatos para se igualar preferem roubar para tornar igual alqo que não é..
    Flamengo penta campeão nacional, O RESTO É INVEJA E recalque….coisa de site desse nível.

  38. Jorge Santana disse:

    Liandro, leia o acórdão da Justiça Federal.

    Os flamenguistas têm de reclamar de seus cartolas. Como teriam cruzeirenses, botafoguenses, corintianos ou gremistas se seus clubes tivessem cmetido a mesma mancada.

    Como vc deve saber muito bem, decisão judicial não se discute. Cumpre-se ponto final.

    Abs,
    JS

  39. Marcos Pinheiro disse:

    Liandro,
    Quando as partes não chegam a um acordo em uma discussão, o que fazem?
    Levem a questão para um juiz imparcial decidir, não é mesmo?
    Pois foi isso que aconteceu! E a decisão está feita, basta você ler o Acórdão do TRF.
    Sugiro que você envie e-mais de protesto para o Tribunal Federal Regional da 5ª Região e para o Superior Tribunal Federal, reclamando veementemente da decisão, mas já lhe adianto que acho que não vai adiantar muita coisa. Provavelmente eles nem lhe responderam e o Sport vai continuar sendo o campeão brasileiro de 1987.

  40. Marcos Pinheiro disse:

    Jorge,
    Discorde de você, quando afirma que o Flamengo foi campeão da Copa União de 1987. “Copa União era um nome fantasia”, dado pela Rede Globo e Clube dos 13 para o Módulo Verde. Jamais houve um regulamento de uma competição chamada “Copa União”. O regulamento existente era o da Copa Brasil, que incluia o Módulo Verde e o Módulo Amarelo.

    O Código Brasileiro Disciplinar do Futebol (Aprovado pela Portaria MEC Nº 702/81, e com as alterações das Portarias MEC Nº 25/84 e Nº 328/87) previa, à época, em seu art. 249:
    “Art. 249 – Abandonar, sem justa causa, a disputa de campeonato ou torneio, após o seu início.
    PENA: multa de 200 (duzentas) a 800 (oitocentas) ORTNs, ficando sem nenhum efeito todos os resultados obtidos pela associação punida nas partidas que já houver disputado, sem prejuízo da exclusão do campeonato ou torneio seguinte.

    Como Flamengo e Inter abandonaram o torneio. Portanto, conforme estabelecido pelo art. 249 do CBDF, nem mesmo deveriam figurar na classificação final do campeonato, portanto não haveria como serem campeão e vice do Módulo Verde.

  41. Paulo disse:

    Olá pessoal!

    Nossa! Achei muito interessante a discussão de vocês. Ainda mais eu, um operador jurídico, talvez como alguns de vocês. No momento em que li alguns desses embates teóricos cheios de regulamentos, decisões judiciais e moral; recordei-me de passagens da Doutrina Jurídica quando tenta definir o que são os ‘conceitos jurídicos indeterminados’.
    Então para não me igualar a vocês travando uma disputa argumentativa, exponho minha opinião com uma passagem de minha infância, quando, sem saber muito o motivo, a minha paixão, hoje incalculável, pelo Flamengo germinava(salientando que hoje tenho 24 anos):
    “Pai porque um coleguinha meu, daqueles que usam camisa branca com ‘cinto de segurança’, fica dizendo que um tal de Sport foi o campeão em 1987, e não o Flamengo, quando digo que o Flamengo é PENTA?”
    E o meu velho respondeu assim:
    “Pois é filho, muitos tem inveja mesmo e acabam perdendo o seu tempo discutindo o assunto, mas um dia você vai saber o que significa a chamada ‘consciência popular’ – que inclusive, quando você estiver na Faculdade, irá conhecer como umas das fontes do Direito -, essa consciência se perpetua na tempo e se torna mais verdade que qualquer outra prova em contrário, passando por cima até mesmo de magistrados positivistas que se esquecem dos espíritos das leis.
    Então filhinho, fique tranqüilo, pois o nosso MENGÃO, em 1992, ganhou o seu quinto título nacional!
    E não se esqueça de dizer ao seu filho a mesma verdade irrefutável!”

    Em suma, os seus descontentamentos, as suas opiniões e os seus fatos de nada influenciam o que a sabedoria popular afirma.

    Brasil e Flamengo rumo ao Hexa!
    Saudações Rubro Negras!

  42. Paulo disse:

    Ahhhhh!!!!

    Lembrei uma forma de me fazer aceitar ser Tetra!!!

    É só me fazerem uma lavagem cerebral, igual aquela do filme “Homens de preto”!!!! hahah

    Valeu rapaziada!

  43. Josué disse:

    Eu com toda a minha ignorancia pergunto: – como pode um time atual vice-campeao brasileiro ser rebaixado ano seguinte para a segunda???
    paciencia!!

  44. Ademar Braga disse:

    Não sou torcedor do flamengo ou msm do sport nem defendo clube dos 13 ou cbf.
    Creio que quem não disputa uma verdadeira final e concorda com a roubalheira de se montar uma divisão dos “superiores” não possui moral NENHUMA para comentar o que eh eh ROUBALEHIRA ou não. E não IMPORTA se tais times (incluisve o meu) em tese seriam ou não maiores do que outros em títulos brasileiros… A verdade eh que como lido acima o Sport diferente de outra roubalheiras no campeonato brasileiro foi até a final da discursão previsto nos tibunais e conseguiu um FINAL. Coisa que outros times não fizeram.

    Quando as partes não chegam a um acordo em uma discussão, o que fazem?
    Levem a questão para um juiz imparcial decidir, não é mesmo?
    Pois foi isso que aconteceu! E a decisão está feita, basta você ler o Acórdão do TRF.

    O sport eh campeão inclusive na sua essência em que os flamenguistas tanto trazem a tona pois ele tbm superou as expectativas propostas há um time de pouca expressividade. Aliás fora 1987 duvido que ele ganhe outro título. Se foi várzea ou não, não interessa, futebol eh simplicidade. Tem torcedor aqui que o time levou de 6 x 0 de um tal bangu em 1950 em uma partida, e crítica o módulo desajustado do amarelo. Isso não é várzea?!
    E flamenguistas vcs que defendem o flamengo campeão de 1987 e que criam resenhas na internet (de ditadores etc e tal) fantasiam demais, pois a verdade está aí, não existe essa idéia de ser um módulo “forte”, essa análise eh errônea. Forte eh quem tem pulso e prova a TODOS e não precisa da tevê para bajular.
    Salve Flamengo que de tão bom em 88 foi parar em que posição msm?!
    Meu deus. Se time bom ganhase sempre jogo não existiria futebol então parem com essa de que módulo tal era mais “forte”.

  45. Thomas disse:

    Engraçado,

    falam, falam, mas na hora de lembrar que o Sport tinha sido rebaixado em 1986 e portanto não poderia disputar a primeira em 1987 mesmo no formato original da competição (que previa 28 times na primeira de 1987), se “esquecem”.

    Ah, mas se fosse o Fluminense seria um escândalo.

    Qual será o motivo desse fenômeno de esquecimento?

    Se esquecem que a CBF outorgou a realização do campeonato ao Clube dos 13, e apenas por motivos políticos tentou voltar atrás, com medo do Nabi de perder o poder (que perderia) para o Ricardo Teixeira, que financiava estaduais das federações sem dinheiro.

    Nabi achou que ficando do lado dessas federações e retomando o que tinha passado adiante por falta de caixa – só depois que o C13 viabilizara tal campeonato, poderia ter uma chance nas eleições vindouras.

    Nem assim.

    Aliás, quem viveu na época sabe. O Clube dos 13 queria fazer um campeonato apenas com os 13. A CBF queria 20. Chegaram aos 16, com a CBF autorizando o C13 a convidar conforme seus critérios os convidados. Que foram ruins. De mercado, injustos com o América e o Guarani. Mas legitimados e justificados pelo apelo de times em cidades diferentes com mais mercado que os dois.

    Acontece que um erro não justifica o outro. A injusta eliminação do campeonato de Guarani e América não torna justa a inclusão do Sport. Tão simples quanto isso: o time rebaixado no ano anterior jamais poderia ter a chance de disputar o título do ano seguinte.

    Falam, falam, mas se esquecem que os primeiros colocados do dito “mesmo grupo de divisão”, o módulo amarelo, foram todos premiados com o acesso à primeira divisão em 1988.

    Eu não confio em Justiça no Brasil, a mesma que deixou minha avó morrer sem que a Caixa lhe pagasse o que era devido e, inclusive, indicado pelos juizes em todas as instâncias.

    Acredito em consciência popular, no conceito de justiça.

    E o Clube dos 13 jamais aceitou ter que disputar quadrangular.

    E o quadrangular do regulamento da CBF, com tabela e tudo no próprio regulamento, para os puristas, já previa que o campeão e vice jogassem contra campeão e vice do módulo verde.

    Aí fica mais uma pergunta: se não houve campeão – Sport e Guarani empataram, quem era primeiro, quem era vice? O Bangu era o vice?

  46. Thomas disse:

    Acrescentando ao comentário prévio…

    A 5a região é em Recife? Agora acredito mais ainda na justiça…

    O que é uma aceitação tácita?

  47. Marcos Pinheiro disse:

    Thomas,
    Primeiramente, meus parabéns. Por dois motivos:
    1) você é o 1º flamenguista que aborda o assunto sem aqueles lugares comuns vazios, como “jogou contra os melhores” etc;
    2) você leu o Acórdão do TRF.

    Vamos às suas dúvidas. Você deve se lembrar, a final do módulo amarelo foi transmitida pelo SBT e, quando a disputa de pênaltis estava 11×11, aparentemente as equipes fizeram um acordo para dividir o título da Taça Roberto Gomes Pedrosa (o troféu que seria dado ao campeão do módulo amarelo).

    No Acórdão o Sport alega que foi o campeão do módulo amarelo e o Guarani, o vice. Procurei mais informações com o Sport e eles alegam que o Guarani abandonou a disputa. Mandei um e-mail para o Guarani, mas eles não me responderam.

    O acordo que aparentemente existiu não estava previsto no regulamento, e por isso não poderia ser aceito pela CBF. Era nulo de pleno direito. Creio que o título deve ter sido atribuído ao Sport porque o Guarani não cobrou a penalidade seguinte, após o empate em 11×11. O certo é que a 2ª partida entre Sport e Guarani pelo quadrangular final foi em Recife. O Bangu fora desclassificado na semifinal do módulo amarelo.

    A sede da 5ª Região da Justiça Federal é em Recife. O Superior Tribunal de Justiça, que negou seguimento ao último recurso dos sucumbentes, fica em Brasília.

    Erros judiciários existem (assim como juízes corruptos), mas prefiro acreditar na Justiça de um país democrático do que em uma decisão do Clube dos 13.

    Aceitação tácita se dá quando as regras do jogo são dadas e os participantes as acolhem, sem se pronuciarem expressamente. Somente o América-RJ não aceitou, e não participou da Copa Brasil 1987.

    Os integrantes do Clube dos 13 aceitaram o regulamento da Copa Brasil, tanto é que participaram do Conselho Arbitral do campeonato, inclusive para aprovar uma mudança no regulamento original e extinguir com o quadrangular final. Foi justamente contra essa decisão do Conselho Arbitral, cuja reunião havia sido determinada pelo CND, que o Sport entrou em juízo. Tudo isso está escrito no Acórdão, como você já viu.

    Não há como, portanto, qualquer integrantes do Clube dos 13 alegar que não estava participando da Copa Brasil, mas sim de outra competição, a famigerada “Copa União”. Se o Clube dos 13 tivesse repudiado o regulamento desde o início e considerassem a “Copa União” uma competição à parte, não teriam participado do Conselho Arbitral da Copa Brasil. É a lógica!

    De fato, Vasco da Gama, Coritiba, Botafogo, Vitória e Sport não deveriam ter participado da Copa Brasil de 1987. Foram todos beneficiados pela virada de mesa em 86. Mas estavam lá, os três primeiros inclusive disputando o módulo verde.

    Outras viradas de mesa ocorreram em outros anos. De acordo com o art. 249 do CBDF, em vigor em 87, Flamengo e Internacional não deveriam ter disputado a 1ª divisão em 88, já que abandonaram o torneio de 87. Mas disputaram, fruto de outra virada de mesa. O Inter inclusive foi o vice-campeão em 88 e disputou a Libertadores em 89.

    Espero ter respondido às suas perguntas. Este aqui é um blog dedicado à torcida do Cruzeiro. Não temos, a priori, nada contra ou a favor de Flamengo ou Sport. Apenas gostamos de história do futebol e pesquisamos. Se você der uma olhada em outros posts, verá muitas pesquisas feitas referentes às decadas de 20, 30, etc.

    Estamos abertos ao debate no bom nível de seu comentário, desde o início.

    Abraços,
    Marcos.

  48. disse:

    o negócio é o seguinte, o sport é o campeão e acabo, e não quero papo também não

  49. Minino Recife disse:

    E chega lá, da terrivel guerra civil que se alastra no Sudão contra a Milicia Janjaweed, no Norte da Africa o combatente Jose Malaquias Cavalcanti. Quando encontra seu filho no Aeroporto dos Guararapes em Recife, pergunta como tem saido o Sport nos ultimos 20 anos. O filho diz:

    – Pai, o Sport se julga campeao brasileiro de 1987.

    O pai responde: – Se julga? Me explica isso filhão!

    – O Clube dos Treze fez a chamada Copa Uniao, uma liga patrocinada pela Coca-Cola e o Açucar União, colocou em outra liga o vice-campeao Guarani e o terceiro lugar America-RJ do Campeonato de 1986 e fez um campeonato com 16 clubes e só se esqueceram de informar a CBF a regra deles e depois o Flamengo foi la, chegou e foi campeao. A CBF ainda quis dar uma ajudinha pois iria legalizar aquela liga dos 16, mas mesmo assim o Clube dos 13 burramente não quis.

    O pai diz: – Que coisa! Copa com nome de Açucar? E isso valeu? Mas, me fala! O Flamengo deveria ter um timão né? Me fala da participacao do Flamengo na Libertadores de 88, ele foi campeao?

    O filho diz: – Xiii pai, A CBF e a Justiça consideradaram o Sport campeao porque o Flamengo fugiu do cruzamento com o eles do apelidaram de segunda divisao, o modulo amarelo. O Flamengo perdeu de WO.

    O pai agora fica totalmente confuso: – Xii filho, como um time que tem Zico se recusa a jogar com nosso querido Sportimão? Devem ter sido medo desses flamenguistas, medo de jogar com Guarani, Inter e principalmente o Sport. Eu não sabia que a cor verde era melhor que amarela. É curioso demais essas coisas…

    O filho retruca: – Pois é pai, mas existe ainda outra coisa, a FIFA tambem reconheceu o SPORT.

    O pai disse surpreso: – Wow! Quer dizer que o Sport ganhou seus jogos e ainda deu uma pisa em quem fugiu na Justica?

    O filho balança a cabeça triste e diz: – Foi isso mesmo, pai…

    Ai o pai diz: – Pois é meu filho, campeao é quem nao tem medo de nada e joga quantos jogos for preciso, campeao cumpre as regras, e campeao nao baixa a cabeça, nem se vende, nem se declara. O Sport realmente é o maior exemplo que eu vi, não é a toda que o mascote do Sport, o Leão do Norte, é o maior do norte-centro-oeste e nordeste do Brasil.

    O filho já sem argumentos diz: Exato pai… então..Sport CAMPEAO BRASILEIRO DE 1987!!!!

  50. J.Soares disse:

    Caros defensores do “título” pernambucano.
    Certamente vocês podem me esclarecer uma dúvida que ainda tenho sobre o assunto:
    A disputa do tal módulo amarelo estava prevista para ocorrer em 2 jogos, não é isso? em caso de empate, disputa por pênaltis, está correto?
    Então, como vocês explicam que o time de recife é o campeão se houve empate nas cobranças de pênaltis em 11×11 (acho que um fato assim jamais aconteceu na história do futebol).
    Lembro que na época se falou em “dividir” o título. Depois a CBF decidiu que o clube de pernambuco seria o campeão. Mas, com base em quê? O regulamento da competição não previa a disputa de pênaltis, ou estou enganado?
    Se não havia outra forma de disputa, então os times não ABANDONARAM a competição? E qual foi a punição aplicada a eles?
    Depois que vocês responderem com clareza esses questionamentos, aí podemos continuar a discussão.

  51. Marcos Pinheiro disse:

    Caro J.Soares:

    1) Como você percebeu, este é um blog dedicado à torcida do Cruzeiro. Não há, portanto, “defensores de título pernambucano” algum. Apenas publicamos um fato histórico que aparentimente tinha passado despercebido: uma decisão judicial transitada em julgado sobre o famigerado campeonato brasileiro de 1987;

    2) A questão da decisão do módulo amarelo foi discutida em comentários anteriores. Volte alguns comentários e você verá.

    Abraços,
    Marcos.

  52. J.Soares disse:

    Prezado Marcos Pinheiro,

    Peço desculpas pela invasão do espaço com assuntos indevidos. Mas como percebi que a discussão foi bastante participativa resolvi postar meu comentário.

    No entanto, permita-me voltar mais uma vez ao assunto:
    Pelo que entendi, existe a defesa da legalidade sobre o respeito ao regulamento da CBF.

    Confesso que não vi os esclarecimentos sobre o abandono da competição após o empate(?) na disputa por pênaltis. Não era essa a forma prevista no regulamento? Por que a CBF não exigiu que fosse cumprida? Não havia outro meio legal de decidir a competição que não fosse este.

    Se o “cruzamento” determinava que fosse o “campeão e vice” do módulo verde contra o “campeão e vice” do módulo amarelo, então quem foi campeão legal? Os clubes decidiram dividir o título. Nesse caso, fariam um combinado para a disputa do tal cruzamento? Depois, foi que a CBF “declarou” o campeão, seguindo um critério não explícito no regulamento do campeonato.

    Finalmente, considerando que o vencedor do módulo amarelo foi mesmo o campeão brasileiro, então quem venceu a segunda divisão? Por que não foi imposto o “cruzamento” entre os módulos azul e branco?

    Não esquecendo, entretanto, que a origem de toda essa discussão decorre desses “dirigentes” que não demonstram o mínimo de respeito para com os torcedores.

  53. Marcos Pinheiro disse:

    J. Soares:

    1) Não peça desculpas. Você é bem vindo;

    2) Não tive acesso a nenhum documento oficial que informasse o campeão do módulo amarelo. Vi o jogo pela televisão e achei, à época, que o título havia sido dividido, como, por sinal, foi noticiado depois pela imprensa. No Acórdão, há a menção de que o Sport foi campeão do módulo amarelo e o Guarani, o vice. Sites ligados ao Sport também afirmam isso, alegando que o Guarani abandonou a disputa (consta a mesma informação na Wikipedia, fonte muito pouco confiável). O Guarani não respondeu meu e-mail sobre o assunto e no seu site não há menção ao título do módulo amarelo. A única explicação razoável que tenho para todos esses fatos é que a CBF não aceitou qualquer acordo para divisão de título como válido (afinal, isso não era previsto no regulamento) e considerou que o Guarani tivesse abandonado a disputa, por ser o time que deveria cobrar a próxima penalidade, após o 11×11;

    3) A segunda divisão foi composta pelo módulos branco e azul. Não tenho o regulamento integral da Copa Brasil de 1987 e não sei se era previsto cruzamento entre os campeões dos módulos. Se era, não me consta ter ocorrido. Se não era, não seria a primeira vez em que os finalistas dos grupos da 2ª divisão não teriam oportunidade de disputar uma finalíssima. Lembro que em 1986 tivemos quatro times vencedores de grupos que poderiam ser considerados 2ª divisão, que não disputaram uma finalíssima.

    No campo das suposições, acho que o Guarani poderia ter tentado “melar” o título do módulo amarelo, mas deve ter preferido deixar como estava para não tulmutuar ainda mais o campeonato, ainda mais ante a possibilidade de conquistar o título no quadrangular final.

  54. Fabio disse:

    Aqui no Rio, até a torcida arco-íris tem o Fla como penta, a não ser os torcedores mais novos que não acompanharam e se baseiam no que diz a CBF. Mas a galera mais antiga, vascaínos, botafogueses e tricolores não tiram o mérito da conquista do Mengão.

  55. Gustavo disse:

    SPORT-Campeão de 87 !
    A GRANDE CONQUISTA (HIPOCRISIA) DE 1987!

    João Alfredo chega no Recife após passar trinta anos servindo o exército
    brasileiro no Haiti. No aeroporto, ansioso, seu filho o aguarda para
    recebê-lo. Assim que João alfredo desembarcou no saguão, o filho corre para
    recebê-lo e para contar as novidades.

    Percebendo o nervosismo do filho, João Alfredo perguntou:

    – Que foi filho? Porque você ta tão ansioso?
    – Papai, você não vai acreditar. Nesses trinta anos que você passou fora do
    país o nosso Sport foi campeão brasileiro.
    – Campeão brasileiro? Quando foi?
    – No século passado papai! Apesar de ta muito ruim hoje, o Sport um dia já
    foi grande. Você não sabia?
    – Não! Não foi noticiado nada nos jornais. Só tava sabendo do fiasco do
    centenário. Mas onde foi a final? Maracanã, Mineirão, Morumbi?
    – A final foi na Ilha. Não sei o nome do estádio do primeiro jogo, mas foi
    em algum de São Paulo.
    – Em São Paulo? E qual time paulista o nosso time enfrentou na final?
    Corinthians? Palmeiras? São Paulo?
    – O Guarani…
    – Guarani?! Final Sport x Guarani. Mais parece final de série B!
    – Também foi. Os dois decidiram os campeonatos da segunda divisão e a
    primeira também.
    – Você ta me dizendo que o Sport tava na segunda divisão? E como é que foi
    campeão brasileiro?
    – É que a CBF mudou o regulamento e fez os campeões da primeira e da
    segundona decidirem o título.
    – Então você ta me dizendo que o Sport um dia foi campeão brasileiro,
    disputando a segunda divisão? Como é que pode?
    – Podendo, ora!
    – É meio estranho, mas tudo bem, se ganhamos do campeão da primeira divisão
    é porque éramos melhores mesmo.
    Ganhamos de quanto?
    – Não ganhamos. Não teve jogo.
    – Não teve? Então você tá me dizendo que o Sport um dia foi campeão
    brasileiro, disputando a segunda divisão e ganhando de WO?
    – É porque os times grandes da primeira divisão não reconheciam a segunda
    divisão como participante da primeira divisão. Para eles campeão brasileiro
    é quem disputa primeira divisão.(…)
    – Então você tá me dizendo que o Sport um dia foi campeão brasileiro,
    disputando a segunda divisão, ganhando de WO e sem enfrentar nenhum time da
    primeira divisão?
    – Sim.
    – Bom, apesar de tudo, o Brasil todo deve ter parado para assistir aquela
    final inusitada e viu a garra do nosso time.
    – Na verdade, não. O jogo nem foi transmitido. Somente a TV Jornal passou e
    para Recife apenas.
    – Então você tá me dizendo que o Sport um dia foi campeão brasileiro,
    disputando a segunda divisão, sem enfrentar nenhum time da primeira divisão,
    ganhando de WO e o jogo nem passou na TV? Tá bom, pelo menos posso dizer que
    sou campeão brasileiro.
    – Mais ou menos. É que muita gente não reconhece este título.
    – Pô filho, tu tá me dizendo que o Sport um dia foi campeão brasileiro,
    disputando a segunda divisão, sem enfrentar nenhum time da primeira divisão,
    ganhando de WO, que o jogo não passou na TV e que ninguém reconhece este
    título?
    – Não foi isso que eu disse. Eu disse que muita gente não reconhece, mas
    ele é reconhecido sim.
    – Reconhecido por quem?
    – Pela CBF.
    – Só?
    – Pela CBF e por nós rubro-negros.
    – Peraí, em que ano foi isso?
    – 1987.
    – Mas filho que eu saiba o campeão brasileiro de 1987 foi o Flamengo.
    – Pô, papai, até você? Assim não dá. Desisto.
    – Conta outra filho.

    Flamengo eterno.

  56. Rodrigo disse:

    Poxa…
    Quanta besteira falam esses ignominiosos invejosos!!!
    Esse ano a Final do Brasileirão vai ser São Paulo e Criciuma… preparem-se
    !!!

    O cruzeiro não é o vice não…
    qnt bobagem!!!

  57. Minino Recife disse:

    A Copa União era so um grupo e classificava 2 times.
    O Modulo amarelo era outro grupo.
    O titulo é simbolico, tanto faria ganhar Inter ou Flamengo.
    A decisao dos penaltis do modulo amarelo nao era campeonato Brasileiro de segunda divisao, era so uma decisao simbolica.
    Os dois modulos tinha mesmo valor, so nao tinha o mesmo nivel tecnico.
    Infelizmente nao tem como mudar porque um orgão da Justiça decidiu.
    Informo a todos que STJD nao faz parte da justiça, é um orgão executivo que julga assuntos de esporte nao tendo prevalencia sobre o Poder Judiciário.
    O que se discute é o oficialidade, nao o merecimento.
    A Copa Uniao era um torneio classificatorio como era o modulo amarelo.
    O Flamengo teve todos os meritos mas para oficializar sua conquista precisaria de mais uma fase.
    Nao há o que discutir, pena pro Flamengo que nao tava no modulo amarelo, mais amarelou.
    Guarani e Brasil de Pelotas nunca poderiam ser “rebaixados”, isso nao existe, ja pensou o Internacional cair pra o grupo dos mais fracos em 2007?
    A Copa União foi so a tentativa que se criar um futebol mais rentavel, so isso.
    Quem manda no Brasil é a CBF, América é a Conmebol e no mundo é Fifa, em SP é a FPF e assim sucessivamente.
    O Corinthians foi campeao do mundo sim.
    Sport foi campeao Brasileiro sim.
    A CBF nao reconhece os torneios antes de 1971 porque os criterios eram meramente politicos.
    Eu posso fazer um torneio, chamar Real, Boca, Milan, Liverpool, se nao tiver chancela da FIFA, nao vale nada, é um torneio de inverno.

  58. Henrique disse:

    SPORT, CAMPEÃO BRASILEIRO DE 1987!

    Dizem que o framengo foi campeão do mundo, não é?

    Baseando-se nos argumentos de vocês mesmos, posso afirmar que o framengo não foi campeão de nada…

    Como pode o framengo ser considerado campeão mundial se disputou a Libertadores com clubes sem nenhuma expressão no contexto mundial????Não sei exatamente contra quem o framengo jogou, só sei que o grande jogo que foi disputado pelo time de vocês foi contra um tal de Cobreloa…Alguém sabe quantos títulos da Libertadores esse time tem???

    Enquanto isso, o campeão da Europa (Liverpool), teve de passar por grandes potências mundiais. Não sei contra quem o Liverpool jogou, mas na Europa existem timinhos como Real Madrid, Barcelona, Milan, Inter, Juventus, Manchester, Arsenal, Bayer, Benfica, Porto, Atletico de Madri, etc….Ou seja, enquanto o framengo jogou contra o Cobreloa, o Liverpoool enfrentou clubes de tradição mundial.

    Pela lógica de vocês, não deveria nem ter havido o jogo Liverpool e framengo, pois enquanto o primeiro jogou contra grandes clubes, o segundo pegou babas…

    O problema é que na Europa se respeita regulamentos, os caras, apesar de considerarem o Campeonato Europeu mais importante e muito mais difícil, sabem que as regras têm de ser respeitadas e, por isso, foram/vão a campo sempre. Não são fugões!

    Outra coisa, pergunta se algum europeu acompanhou a final da Libertadores entre framengo e Cobreloa?????Vocês não dizem que ninguém acompanhou a final do Brasileirão de 87 entre o Sport e Guarani????Respondo as duas perguntas:
    Realmente ninguém acompanhou na Europa a final da libertadores de 81, pois ela não foi transmitida para lá, já a final do Sport e Guarani foi transmitida pelo SBT para todo o Brasil….

    Quer dizer que o fato dos europeus não terem acompanhado a final da Libertadores invalida o título daquele ano????

  59. Gustavo disse:

    Sou Flamenguista e fico espantado com a cara de pau de alguns torcedores recalcados e invejosos de outros times que não perdem a oportunidade de tentar denegrir a imagem do Flamengo.
    Qualquer torcedor de qualquer Clube Grande do Brasil não tem o direito de contestar o título de 87 do Flamengo, até porque o regulamento original da competição era o que foi disputado pelo Flamengo e este por méritos próprios derrotou os principais times do Brasil na época e se sagrou Campeão!
    O regulamento da competição foi alterado na quinta rodada pela CBF pq o Eurico Miranda descumpriu uma recomendação do Clube dos 13 e acabou por assinar um novo regulamento com a CBF(que o alterou por motivos políticos) em nome do C13 contra a vontade do mesmo. Mesmo assim, o C13 decidiu que quem chegasse a final da Copa União não deveria jogar contra os vencedores do módulo amarelo. Foi o que fizeram Flamengo e Inter e isso teria sido feito por qualquer Clube Grande do futebol Brasileiro visto que era uma recomendação do C13 e não uma decisão particular do Flamengo, como insistem, de forma infantil, em dizer os anti-flamenguistas de plantão.
    Tanto é verdade, que Flamengo e Inter foram orientados por seus representantes a jogarem o tal quadrangular, porém não o fizeram para não contrariarem a decisão do C13 do qual faziam e ainda fazem parte!
    Tanto é que o Inter tería uma segunda chance de ser campeão em 1987 disputando o tal quadrangular e não o fez para cumprir a decisão do C13.
    O STJD em 88 declarou o Flamengo campeão Brasileiro de 87 e o Flamengo só perdeu na Justiça Comum pq o processo foi julgado no estado do Sport e por causa da má vontade da CBF ! Aí fica fácil, ne?
    Eu só acho que as pessoas antes de falarem algo, deveriam primeiro procurar saber a verdade dos fatos!
    Ficar se deixando levar por sentimentos de ódio só faz essas pessoas falarem besteira! Sejam mais imparciais, por favor!

    Agora, se eu fosse presidente do Fla ou do Inter na época eu jogaria o quadrangular.
    Primeiro, por causa da burrice do Eurico em assinar tal regulamento.
    Segundo, por não acreditar na palavra do C13, pois hoje o mesmo se mostra omisso com relação àquele ano de 87, não cumprindo o que prometeu ao Flamengo e ao Inter com relação a decisão de não realizar o cruzamento. Tanto é, que 20 anos se passaram e a CBF ainda insiste em manter o Sport como campeão de 87. Enquato isso, o C13 “lava as mãos” com relação ao caso! Coisas que só acontecem no Brasil!

    Eu creio que o mais justo seria a divisão do título de 1987 entre o Flamengo e o Sport, pois o Sport Recife não tem culpa no caso e não mereceria perder o título que acredita ter conquistado devido às mazelas da CBF!

    Muito se critica a CBF no Brasil. Principalmente os torcedores dos Clubes de outros Estados que não o RJ. Agora, qto ao fato de declarar o Sport campeão de 87 sem o mesmo ter enfrentado os principais times do Brasil a mesma é aplaudida e tida como A DONA DA VERDADE por essas mesmas pessoas! Eita gentinha hipócrita esses anti-flamenguistas! Que gentalha!!!

    Flamengo – Penta Campeão Brasileiro desde 1992.

    E fim de discussão!

  60. carlos humberto disse:

    o Guarani, vice-campeão nacional de 1986 e o América-RJ, semifinalista de 1986 não deveriam disputar o campeonato de 87 ?
    Se na 1ª – imagino que esta será sua resposta – por que não puderam fazê-lo?
    E se não puderam por motivos alheios à vontade deles, decorre, então, que, não ter havido 1ª e 2ª divisões em 1987. Ao menos, fora das páginas da Placar. É bem verdade que a copa união realmente era o campeonato com os maiores clubes do futebol brasileiro. Porém, um campeonato onde você exclui clubes que teriam o direito de disputar o título de melhor clube do Brasil não pode ser considerado o campeonato cujo título seria o de campeão brasileiro. Seria como a CBF escolher os clubes de que renderiam mais dinheiro para a realização do campeonato de 2007. Por favor, responda Renata.

  61. joao carlos disse:

    cara, para com isso, vc sabe que a FIFA e a CBF não aceitam determinação da justiça comum? o que vale é a justiça desportiva na qual o flamengo é campeão.

  62. Minino Recife disse:

    Quem entrou na Justiça foi o CND (Conselho Nacional do Desporto) contra o Sport!

    O CND foi até Brasilia (STJ) mas nao logrou exito.

    A FIFA, Conmebol, CBF sempre declararam o Sport, entao, companheiro, nao tinha nenhum motivo pro Sport entra em justiça.

    O Flamengo tinha um grande time, foi heroica a conquista do modulo verde, mas nao valeu de nada.

    A Copa União era um torneio caça niquel mas vendido como um campeonato brasileiro.

    Todos os times queriam jogar o modulo verde porque dava dinheiro, o outro modulo apesar de ser o da CBF era um primo-pobre.

    O Flamengo pode chorar muito, nao vai adiantar, todos riem de vocês. Sabe por que? O time de voces era um supertime e voces cairam na conversa fiada do Clube dos 13.

    Ninguem tira os meritos do Flamengo, o Flamengo é um orgulho para todos os brasileiros, um time de muitas glorias, mas em 1987 ele vacilou, é normal isso quando se tem dirigentes desinformados.

    O Clube dos 13 queria substituir a CBF, será que isso é legitimo e legal? Claro que não, a FIFA foi consultada e reagiu contra isso. Por isso Eurico assinou, porque ele quis legalizar. Tudo que a CBF quis era isso e os dirigentes cegos não viram. Era de se prever que o campeao do modulo verde ganhasse pros 2 do amarelo, mas houve um descaso e infelizmente, Flamengo conquistou um honroso 3o lugar em 1987.

    O modulo amarelo era tecnicamente mais fraco. So isso. Mas nao era segunda divisao porque nao existia isso teoricamente.

    O Sport e Guarani dividiram o titulo do modulo amarelo porque nao adiantaria nada saber quem foi o primeiro e segundo. Era so um torneio classificatorio para um quadrangular.

    O Flamengo teve azar pois iria ter uma Libertadores magnifica em 1988 e nao teve.

    Essa celeuma é otima e o Sao Paulo ganhando a taça do penta termina com ela.

    Daqui a 20 anos o Flamengo vai ser diluido e as novas geracoes vao buscar o legal, o Sport, como unico campeao.

    Infelizmente aquele quadrangular nao foi jogado. O time pra ser campeao as vezes é preciso lutar contra o regulamento. Flamengo nao fez nada, so esperou, esperou e agora, ja era, desde 1997 nao tem papo. É unicamente Sport, quem falar isso ta se equivocando.

  63. João Henrique disse:

    Lembrando que a final do brasileiro do ano não foi na disputa de penalidades e sim com o 1 x 0 com o gol de cabeça da zagueiro Marco Antonio.

  64. Rodrigo disse:

    Campeão Moral Flamengo!!!!!

    Vocês sabem quantos clubes disputaram o brasileiro de 86? Oitenta clubes, isso mesmo, 80. O campeonato só foi terminar em 87!!!! A CBF estava falida e tinha grande risco de não ter campeonato em 87.

    Diante desse desastroso fato, o consenso determinou que 16 clubes era o número ideal para compor o campeonato. A CBF, cujas más administrações a tornava a única responsável pela caótica situação, não se opôs a que o campeonato dos dezesseis substituísse a antiga fórmula do Campeonato Brasileiro. Leiam bem: NÃO SE OPÔS. Se vocês fossem escolher 16 times para disputar uma primeira divisão em 87, revolucionando a estrutura histórica do campeonato, vocês escolheriam os dezesseis primeiros de 86 ou os principais clubes do país????

    Porque o Fluminense jogou o Campeonato brasileiro de 2000 se ele deveria estar na 2ª divisão????? Porque o campeonato não foi organizado pela CBF, e sim, pelo Clube dos Treze. Alguém aqui não reconhece esse título do Vasco??? Ou querem que ele dispute novamente com o campeão da segundona…

  65. Richard Moreira disse:

    Sou santistas e pergunto aos torcedores flamenguistas:
    1- Campeão tem que ter taça de campeão, não tem?
    O Sport tem, o Flamengo…
    2 – Quando um jogo está marcado e um time não entra em campo, o outro vence por W.O., correto?
    Flamengo e Inter não entraram em campo…
    3 – Tudo bem, o Flamengo não ganhou jogando mas ganhou na justiça, né?
    Não, entao chorem, pois apanhar em campo(WO) e no tribunal e ainda se achar campeão, COMO???
    4 – O órgão responsável pelo futebol brasileiro a nível nacional é o Clube dos Treze, certo?
    Não, CBF! No site da CBF indica Sport campeão em 87.
    5 – Tradicionalmente disputa a Libertadores do ano seguinte aquele que é campeão BRASILEIRO, o Flamengo foi bem na Libertadores de 88?
    Não jogou, pq não foi campeão nem vice!!!
    PAREM DE CHORAR, VÃO BUSCAR UM TÍTULO DENTRO DAS 4 LINHAS, SEM ARREGAR OU AMARELAR. SE O FLAMENGO QUIS AGRADAR AO C13 AZAR. MANDA QUEM PODE, OBEDECE QUEM TEM JUIZO! A CBF PODE MANDAR, O FLA NÃO QUIS OBEDECER!!! SI-FU

  66. CLÁUDIO(XINA)LEMOS disse:

    OLHA PARA MIM TODOS ERRADOS O FLAMENGO E O SPORT SÃO OS CAMPEÕES DE 1987, OS DOIS ASSINARAM UM ACORDO ONDE CONSTAM QUE OS DOIS SÃO OS LEGÍTIMOS CAMPEÕES DE 1987. JORGE ME DESCULPA, MAS ACHO ESTA DISCUSSÃO VAZIA E SEM IMPORTÂNCIA, QUERO QUE OS DOIS SE F…, QUERO É SABER DO CRUZEIRO!!!!!!!!!!!!!!!!

  67. CLÁUDIO(XINA)LEMOS disse:

    MININO DE RECIFE, de onde vc tirou que os critérios para os campeonatos antes de 71 eram meramente políticos, vc surtou? Eram os campeões estaduais que participavam onde há politica nisto?
    Na decada de 70 sim os critérios eram políticos, onde a arena vai mal um time no nacional? Vc talves não tenha vivido isto, mas é a verdade! E com esta participação vc me fez perder toda simpatia que tinha pelo sport, agora já to achando é o flamengo campeão !!!!!!!!!!!!

  68. Germano Borba disse:

    O que o Clube dos 13 queria e ainda quer é que apenas os times das regiões Sudeste e Sul disputem o título brasileiro. O desejo inicial do Clube dos 13 era criar uma reserva de mercado. Queriam que os times das regiões mais pobres do país (Norte e Nordeste) ficassem de fora do campeonato.
    O Clube dos 13 vendeu à Rede Globo de Televisão um campeonato pirata. Pois a escolha dos times participantes da “Copa União” não utilizou qualquer critério técnico. O clube dos 13 alegou que os times de maior torcida é que deveriam disputar o título máximo do futebol brasileiro. Peraí? O campeonato é de futebol ou de torcida?
    E os demais clubes? Como ficariam? Pois é, os demais clubes disputaram o módulo amarelo sem qualquer patrocínio. Já os do módulo verde ficaram com o Filé mignon, tiveram patrocínio da Coca-cola, da Vasp, da Rede Globo e do Açúcar União.
    Ainda hoje impera a injustiça no futebol brasileiro. Veja a divisão de cotas de TV. Ao invés da divisão igualitária entre todos os participantes, alguns times recebem R$ 21 milhões (Vasco, São Paulo, Flamengo, Corinthians e Palmeiras) e outros recebem apenas 3 milhões (Náutico e Figueirense).
    O campeonato não é de pontos corridos? Todos os times não começam com zero ponto? Porque não destinar verbas iguais à todos os clubes?
    Na minha opinião esta é uma forma disfarçada do Clube dos 13 criar uma reserva de mercado para os seus fundadores. Enquanto tivermos esse tipo de panelinha na divisão do dinheiro poucos clubes terão chances reais de disputar o título.
    Fica aqui a minha sugestão de se discutir os critérios adotados na divisão da cotas de TV do campeonato brasileiro.

  69. Ubirajara Ramos disse:

    Meu Deus! Como se escreve besteira para tentar transformar uma mentira, mantida a mais de 20 anos pela Mídia encabeçada pela REDE GLOBO (RJ), em verdade. – Que de tanto repetir, muitos terminam acreditando!

    Quer saber toda a verdade? Quer realmente saber o que dizia o regulamento sobre: nome da competição, módulos, final, campeão e Libertadores? É simples: Leia o acórdão que deu ganho de causa ao SPORT. Ah, NÃO CABE MAIS RECURSO!

    Tá bom, tá bom… Eu sei que você vai dizer que não passou no FANTÁSTICO e nem no JORNAL NACIONAL! Um dia eles passam…

    N’outras palavras o STJ (BRASÍLIA) disse ao CND e ao Flamengo: “SEM CHANCES!”

    O Pior dos cegos é àquele que não quer ver!

  70. Ubirajara Ramos disse:

    É a FIFA que diz: “Em 1987, só deu SPORT!”

    http://es.fifa.com/worldfootball/clubfootball/news/newsid=800352.html

    “Lograr el paso a la Libertadores de América del 2009 es algo fantástico para el Sport Club de Recife, que no disputa un torneo internacional hace 20 años ( NdR: se ganó un lugar en la Libertadores de 1987 tras ganar el Brasileirão).* No se puede medir la importancia de esta conquista para el club”…

    (*) (NDR: ganhou um lugar na Libertadores, em 1987, depois de ganhar o Brasileirão).

  71. Minino Recife disse:

    Na Taça Brasil vários times entravam na semi-final. Tinha times que tinham que jogar 10 jogos pra ser campeão. E outros jogariam 4. Na maioria times de Sao Paulo e Rio (Guanabara).

    O Robertão contemplava 90% de Paulistas e Cariocas, esquecendo outros Estados.

    Isso é politica…nunca vi um time campeao estadual cair logo na semi-final enquanto o outro tem que ganhar vários jogos.

  72. HelenoFreitas disse:

    Marcos,

    algum flamenguista invejoso e rancoroso deve ter hackeado sua página e tirou os links nos quais apontam que o Flamengo não é campeão de 1987. Se for possível coloque-os de novo ai, pois eu sempre uso para zoar flamenguistas.

    Abraço

    Heleno

  73. Jadson Paulino disse:

    Prezado Marcos Pinheiro, muito obrigado por fazer tais esclarecimentos. Sou torcedor do Sport e há muito sei de tudo isso que você, com fatos claros, nos apresentou.
    Até isso a mída do EIXO quer nos empurrar goela abaixo.
    Vejo em Minas Gerais mais um dos poucos focos de resistência, juntando-se a Pernambuco e Rio Grande do Sul. Querem nos empurrar os jogos do Flamedo e dos demais times do Rio e de São Paulo todos os domingos e quartas! Até quando o Cruzeiro foi para a final da Libertadores, a Globo mostrou um jogo do Fluminense.

    Pelo Sport Tudo!!