NFL: wildcard de domingo em Pittsburgh e Green Bay

Por SÍNDICO | Em 8 de janeiro de 2017

A rodada

JOGOS DE DOMINGO

PITTSBURGH STEELERS x MIAMI DOLPHINS, 16h00 (horário de Brasília), Heinz Field (68.400), Pittsburgh, Pennsylvania.

Steelers passou apertado ao perder 4 seguidas entre as Semanas 6 e 10. Depois, deslanchou com 7 vitórias em sequência, incluindo o confronto direto com o Ravens pelo título da AFC Norte, na Semana 16. Sua força reside no Big Three, com Big Ben Roethlisberger, Le´Veon Bell e Antonio Brown, um dos trios mais ajustados da Liga. Bell tem a 3ª melhor marca de jardas corridas por jogo da história da Liga (157) e é Top 5 no total. Pode ser uma peça chave contra uma defesa que é menos que sofrível contra o jogo corrido. O ataque é o 7º melhor em jardas conquistadas e 5º no jogo aéreo. Com muitos calouros na formação, a defesa do Steelers melhorou muito nas últimas 7 rodadas. Nesse período, foi Top 4 em pontos e jardas cedidas e a melhor em sacks. No geral, foi apenas a 12ª em jardas cedidas, 16ª contra o jogo aéreo e 13ª contra corridas.

Torcedor do Dolphins deve estar comemorando até agora a 2ª classificação aos playoffs em 15 temporadas, 1ª desde 2008. Mas deve estar lamentando a ausência de seu QB titular, Ryan Tannehill, de fora por contusão sofrida na Semana 14. Matt Moore, 32 anos, veterano na equipe, vai para seu 4º jogo como titular, apenas o 10º início desde 2012, com a difícil missão de substituir à altura o titular. O motor do ataque é o Jay Ajayi, 4º melhor em jardas conquistadas. Sua melhor performance foi justamente na vitória sobre o Steelers, na Semana 6, quando correu para 204 jardas. As chances do Dolphins passam por outra atuação estelar de seu running back. Seu ataque foi apenas o 24º em jardas conquistadas, 17º em pontos, 26º no jogo aéreo e 9º nas corridas. A defesa vai ter muito trabalho para conter o poderoso ataque do adversário. Na temporada foi a 29ª em jardas e 18ª em pontos cedidos, 15ª contra o jogo aéreo e apenas a 30ª contra corridas, uma das forças do Steelers.

  • Confrontos – Temporada regular 2016: 1 jogo, Miami 30×15, em casa, Semana 6. Histórico: 26 jogos, 13-13. Playoffs: 3 jogos, Miami 2-1.

 

  • PITTSBURGH STEELERS
  • Campanha: 11-5 (6-2 em casa, 5-3 fora). Campeão da AFC Norte, 3º na Conferência.
  • Histórico: Fundada como Pittsburgh Pirates em 1933, mudou o nome para Steelers em 1940. Desde 1970, 29ª classificação aos playoffs, 3ª consecutiva. Em playoffs, 34-23. Disputou 8 Super Bowl, conquistou 6 (74,75,78, 79, 05, 08) e perdeu 2 (95,10).
  • Posição nos rankings: defesa – 12º; ataque – 7º; passes – 5º; corridas – 14º; pontos – 11º (24.9).
  • Principais jogadores: Ben Roethlisberger, QB, 34 anos, 13ª temporada, 29 TD (6º), 13 INT, 3.819 jardas lançadas (17º) / Le’Veon Bell, RB, 24 anos, 4ª temporada, 261 corridas (8º) – 1.268 jardas (5º), 75 recepções – 616 jardas, 7 TD / Antonio Brown, WR, 28 anos, 7ª temporada, 106 recepções (2º) – 1.284 jardas (5º), 12 TD (2º) / Lawrence Timmons, ILB, 30 anos, 10ª temporada, 114 tackles, 2.5 sacks, 2 INT.
  • Técnico: Mike Tomlin, 44 anos, 10ª temporada, 7ª classificação para playoffs. Temporada regular: 103-57. Playoffs: 6-5. Super Bowl: 2 – 1 título (08).

 

  • MIAMI DOLPHINS
  • Campanha: 10-6 (6-2 em casa, 4-4 fora). 2º na AFC Leste, 6º na Conferência.
  • Histórico: Fundado em 1966, chega aos playoffs pela 23ª vez, 1ª desde 2008, 2ª em 15 temporadas. Em playoffs, 20-20. Disputou 5 Super Bowl, venceu 2 (72, 73) e perdeu 3 (71, 82, 84).
  • Posição nos rankings: defesa – 29º; ataque – 24º; passes – 26º; corridas – 9º; pontos – 17º (22.7).
  • Principais jogadores: Ryan Tannehill, QB, 28 anos, 5ª temporada, 19 TD, 12 INT, 2.995 jardas (26º) / Jay Ajayi, RB, 23 anos, 2ª temporada, 260 corridas (9º) – 1.272 jardas (4º), 8 TD (11º) / Jarvis Landry, WR, 24 anos, 3ª temporada, 94 recepções (7º) – 1.136 jardas (10º), 4 TD / Cameron Wake, DE, 34 anos, 8ª temporada, 11.5 sacks (6º), 29 tackles, 5 FF (3º).
  • Técnico: Adam Gase, 38 anos, 1ª temporada como técnico principal, 1ª classificação para playoffs. Contratado em jan16. Temporada regular: 11-5.

GREEN BAY PACKERS x NEW YORK GIANTS, 19h20 (horário de Brasília), Lambeau Field (81.435), Green Bay, Wisconsin.

Ao término da Semana 11, o Packers parecia carta fora do baralho. Tinha apenas 4-6 e vinha numa sequência de 4 derrotas. A partir daí tudo mudou. Sob o comando do fenomenal Aaron Rodgers, a equipe engatou 6 vitórias seguidas, incluindo o confronto direto pelo título da Divisão, contra o Lions, fora de casa. Aos 33 anos, na sua 12ª temporada, titular há 9, Rodgers segue jogando em alto nível, 4º melhor QB em jardas conquistadas e passes completados, e 1º em touchdowns. Se no jogo corrido o ataque deixou a desejar, especialmente com a ausência de Eddie Lacy, de fora desde a Semana 5 por contusão, Rodgers tem boas opções de recebedores. Jordan Nelson ultrapassou 1.000 jardas conquistadas e foi o 1º WR em touchdowns anotados. Davante Adams quase chegou lá e foi o 2º em touchdowns. No geral, o ataque foi 8º em jardas conquistadas, 4º em pontos anotados, 7º melhor no jogo aéreo, mas apenas o 20º nas corridas.

Giants volta aos playoffs pela primeira vez desde o título do Super Bowl 46, em 2011Teve um início negativo, com 2-3 nos 5 primeiros jogos e 3 derrotas consecutivas. Daí em diante, fez uma campanha consistente, com 9 vitórias nos últimos 11 jogos, com direito a uma sequência de 6 vitórias consecutivas entre as Semanas 6 e 12. Venceu duas vezes o Cowboys, melhor campanha da Conferência. Aos 36 anos, Eli Manning ainda é fundamental à equipe. O Giants ainda depende principalmente da eficiência de seu jogo aéreo, impulsionado pelos passes de Manning e recepções de Odell Beckham, 3º melhor em jardas conquistadas. O jogo corrido da equipe é sofrível. No geral, o ataque é o 25º em jardas conquistadas, 26º em pontos, 17º no jogo aéreo e 29º nas corridas. A defesa tem sido uma força, especialmente nos dois últimos meses da temporada. Foi a 10ª melhor em jardas e 2ª melhor em pontos cedidos, 17ª contra o jogo aéreo e 3ª melhor contra corridas.

  • Confrontos – Temporada regular 2016: Um jogo, Packers 23×16, em casa. Histórico: 60 jogos, 32 vitórias Packers, 26 Giants, 2 empates. Playoffs: 2 jogos, Giants 2-0.

 

  • GREEN BAY PACKERS
  • Campanha: 10-6 (6-2 em casa, 4-4 fora). Campeão da NFC Norte, 4º na Conferência.
  • Histórico: Fundada em 1919. Desde 1960, 27ª classificação aos playoffs, 8ª consecutiva. Em playoffs: 25-18. Disputou 5 Super Bowl, venceu 4 (66, 67, 96, 10), perdeu 1 (97).
  • Posição nos rankings: defesa – 22º; ataque – 8º; passes – 7º; corridas – 20º; pontos – 4º (27.0)
  • Destaques: Aaron Rodgers, QB, 33 anos, 12ª temporada, 40 TD (1º), 7 INT, 4.428 jardas lançadas (4º) / Ty Montgomery, RB, 23 anos, 2ª temporada, 77 corridas – 457 jardas, 3 TD / Jordy Nelson, WR, 31 anos, 8ª temporada, 97 recepções (5º) – 1.257 jardas (6º), 14 TD (1º) / Davante Adams, WR, 24 anos, 3ª temporada, 75 recepções – 997 jardas (26º), 12 TD (2º) / Clay Matthews, OLB, 30 anos, 8ª temporada, 24 tackles, 5.0 sacks.
  • Técnico:Mike McCarthy, 53 anos, 11ª temporada, 9 classificações para playoffs, 8ª consecutiva. Temporada regular: 114-61. Playoffs: 8-7. Um Super Bowl (10).

 

  • NEW YORK GIANTS
  • Campanha: 11-5 (7-1 em casa, 4-4 fora). 2º na NFC Leste, 5º na Conferência.
  • Histórico: Fundado em 1925. 16ª classificação aos playoffs, 1ª desde 20011. Em playoffs: 20-11. Super Bowl: 5, venceu 4 (86, 90, 07, 11), perdeu 1 (00).
  • Posição nos rankings: defesa – 10º; ataque – 25º; passes – 17º; corridas – 29º; pontos – 26º (19.4)
  • Destaques: Eli Manning, QB, 36 anos, 13ª temporada, 26 TD (10º), 16 INT (4º), 4.027 jardas (13º) / Rashad Jennings, RB, 31 anos, 7ª temporada – 3ª na equipe, 181 corridas – 593 jardas, 3 TD / Odell Beckham, WR, 24 anos, 3ª temporada, 101 recepções (3º) – 1.367 jardas (3º), 10 TD (5º) / Dominique Rodgers-Cromartie, CB, 30 anos, 9ª temporada – 3ª na equipe, 49 tackles, 1.0 sack, 6 INT (2º).
  • Técnico:Ben McAdoo, 39 anos, 1ª temporada, 1ª classificação para playoffs. Contratado em jan16. Temporada regular: 11-5.

 

35 comentários para “NFL: wildcard de domingo em Pittsburgh e Green Bay”

  1. SÍNDICO disse:

    Steelers 31×24 Dolphins. Miami vai para o jogo, possivelmente, sem 6 dos 11 titulares da defesa que entraram em campo na semana 1 da temporada. Em termos de jardas, essa foi a pior defesa da história dos Dolphins. Mesmo assim, Adam Gase tem feito um trabalho excepcional e pode ter certeza que Miami estará preparado para o desafio. Jarvis Landry e Le’veon Bell foram os dois melhores da NFL em jardas depois da recepção, e mesmo sem Ryan Tannehill, o ataque do Miami é perigoso. Big Ben tem 50 TDs e 14 INTs em seus últimos 16 jogos como titular em casa, mas perdeu 4 de seus últimos 5 jogos nos playoffs. A defesa dos Steelers liderou a NFL com 25 sacks nas últimas 7 rodadas. (Palpite de Paulo Antunes)

  2. SÍNDICO disse:

    Packers 23×20 Giants, Uma vitória dos Giants não me surpreenderia, mas tenho problemas em apostar contra o Aaron Rodgers. Eli Manning é um dos melhores QBs da história nos playoffs com oito vitórias e três derrotas, especialmente se destacando em jogos fora de casa (NYG tem cinco vitórias seguidas longe do Metlife na pós-temporada). Rodgers teve 40 passes para touchdown esse ano (melhor da liga) mas enfrenta a defesa que menos cedeu pontos desde a semana 6. Nesse período, os Giants tiveram 31 sacks, melhor marca da NFL (Rodgers teve dez touchdowns e uma interceptação sobe pressão). Esse será o terceiro jogo entre as equipes no Lambeau Field nos playoffs. Nova York venceu os dois primeiros (Palpite de Paulo Antunes)

  3. Mauro Franca disse:

    Steelers, 14×3. Pouco mais da metade do 1º quarto.

  4. Ta difícil pros golfinhos, não conseguem passar pela defesa dos Steelers

  5. Mas to mesmo é esperando a vitória dos GBP sobre o NYG

  6. Que vacilo do Moore, poderia colocar os Dolphins no jogo.

  7. Cruzeiro x União. Passa onde? Tem link?

  8. Achei vai passar na Rede Vida

  9. Mauro Franca disse:

    Steelers 23×6, meio do 3º quarto. Mais um passeio.

  10. Mauro Franca disse:

    Packers com dificuldades no ataque no 1º quarto.

    • Mauro Franca disse:

      Giantes jogou melhor em boa parte do 1º tempo, mas fez só 2 FG. Já na reta final do 2º quarto Aaron Rodgers apareceu – com direito a um Hail Mary a 6 segundos do fim, TD do Packers. Intervalo: Rodgers 14 x 6 Giants.

  11. Sou torcedor do 49ers, time de grandes QBs. Packers está na lista dos três que não gosto. Mas tenho que admitir: esse Aaron Rodgers é fenomenal, fora de série, hall da fama com certeza.

  12. Fernando Henrique disse:

    Como é bom ver Aaron Rodgers jogar. Próximo domingo mais um jogaço…torcer pra volta do Jordy Nelson.

  13. ARCSBC2012 disse:

    Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers! Aaron Rodgers!

  14. SÍNDICO disse:

    PACKERS 38×13 GIANTS. Time de NY mandava no jogo, mas Rodgers começou a jogar no final do segundo quarto e, daí em diante, p time de Green Bay “estraçaiou”. O placar, contudo, engana quem não viu o jogo. que foi o melhor do wildcard.

    • Jdias disse:

      Grande jogo. Rodgers mostrou o que pode fazer um grande QB. Depois do Brady, na minha opinião, Rodgers é o melhor em atividade. Mas vai dar sorte em lançar Hail Mary assim lá em GB. Torcendo por Superbowl entre Pats x Packers.

  15. Filipe Braga disse:

    Go Cowboys

  16. SÍNDICO disse:

    Odell Beckham Jr sumiu no jogo.

    • Mauro Franca disse:

      logo no início Odell dropou uma bola que seria TD para o Giantes, depois sumiu mesmo.

    • Raposa Matuta disse:

      Haviam sempre dois marcadores na cola… Não teve o que fazer mesmo. E ainda dropou na melhor chance que teve… tsc tsc. Noite para esquecer.

  17. Mauro Franca disse:

    Quem vê o placar pode achar que foi um jogo fácil para o Packers. Não foi. A defesa do Giants jogou muito, o que dá a medida do que fez Aaron Rodgers no jogo, especialmente a partir do final do 1º tempo. Rodgers é genial. Por mais recordes e títulos que Tom Brady tenha, pra mim Rodgers é o melhor QB em atividade.

    • Raposa Matuta disse:

      Giants vacilou em não marcar dois touchdowns até a metade do segundo quarto, quando estavam dominando a partida… Odell dropou uma bola que não lhe é comum… Depois, bastou um TD para os Packers passarem a frente e controlarem o jogo. A defesa dos Giants jogaram muito e o Elli estava bem melhor do que nas últimas partidas… Mas faltou poder de decisão, ser incisivo nas jogadas-chaves. E isso foi o que sobrou no Aaron Rodgers. Cobb também jogou muito, assumindo o protagonismo do Nelson nas recepções.

  18. claudioxinalemos disse:

    Giants perdeu o jogo porque sua principal estrela, Odell não jogou nada, dropou bolas decisivas do jogo e permitiu a reação do GBP. Rodgers jogou muito, mas cá para nós Hail Mary não é jogar muito, é sorte mesmo. Eu acho o Brady mais jogador do que o Rodgers, mais celebral. O show do GBP veio quando a defesa do Giants parou, enquanto a defesa esteve inteira só deu Giants. GBP NÃO passa do Dallas.

    • claudioxinalemos disse:

      Cerebral!

      • Mauro Franca disse:

        O hail Mary é uma jogada que chama a atenção, mas não foi apenas isso que o Aaron Rodgers fez no jogo. Teve mais, muito mais, incluindo outros 3 TD, mobilidade, inspiração, enfim, o cara jogou muito, mesmo se não tivesse acertado aquele hail Mary.

      • claudioxinalemos disse:

        Mauro, por isto eu disse que ele jogou muito!

  19. Por razões óbvias sou torcedor dos STEELERS, afinal de contas defendo o mundo do aço. Nossa defesa é simplesmente demais. Agora, quem mais me impressionou até aqui foi Le’Veon Bell, que tem calma impressionante e grande visão periférica. Ontem bateu o recorde de jardas da história dos Steelers e jogou bem demais. E seu reserva também é rápido… O QB dos Steelers, Ben Roethlisberger, embora tenha cometido alguns erros de passe é bom. Depois de muito tempo podemos ser a zebra destas finais.